11ª Mostra Cinema e Direitos Humanos ganha data em São Luis

Com uma expectativa de receber cerca de 30 mil pessoas em todo o país, a mostra terá todas as suas sessões gratuitas.

A 11ª Mostra Cinema e Direitos Humanos ganha data na capital maranhense: as exibições dos filmes ocorrerão entre os dias 15 e 20 de maio, no Cine Praia Grande, no Centro Histórico.

Realizado pelo Ministério de Direitos Humanos, esta edição conta com 29 filmes entre curtas, médias e longas-metragens no circuito principal. Estão divididos em três mostras: Panorama, Temática – que abordará questões de gênero, e Homenagem – com foco na obra da cineasta Laís Bodansky. Uma novidade este ano é a Mostrinha, voltada para o público infanto-juvenil e que exibirá outros 8 curtas-metragens.

Com uma expectativa de receber cerca de 30 mil pessoas em todo o país, a Mostra Cinema e Direitos Humanos terá todas as suas sessões gratuitas.

Entenda mais:

A Mostra Panorama apresenta filmes selecionados a partir da convocatória pública aberta no site do projeto e filmes que foram prospectados pela equipe de curadoria. São 17 filmes, entre curtas, médias e longas-metragens, que contemplam aspectos como direitos das pessoas com deficiência, população LGBT/enfrentamento da homofobia, memória e verdade, crianças, adolescentes e juventude, pessoas idosas, população negra, população em situação de rua, mulheres, direitos humanos e segurança pública, proteção aos defensores de direitos humanos, direito à participação política, combate à tortura, situação prisional, democracia e Direitos Humanos, saúde mental, cultura e educação em Direitos Humanos.

A Mostra Temática apresentará a questão de gênero. Para esta categoria, foram selecionados 7 títulos que abordam temas relacionados às mulheres, orientação sexual e identidade de gênero, como, por exemplo, empoderamento feminino, violência contra a mulher, estereótipos de gênero, LGBTfobias, conquistas sociais, políticas e econômicas, o direito à igualdade e à não descriminação, dentre outros.

A Mostra Homenagem tem como tradição homenagear cineastas cuja filmografia explora a temática Direitos Humanos, trazendo-a para o foco dos debates. A homenageada desta edição é a cineasta Laís Bodansky, cuja obra tem relevância o debate sobre um mundo onde todos possam se reconhecer e viver a igualdade e direitos de oportunidades. Cinco filmes da cineasta fazem parte da programação.

Para mais informações ou para conferir a programação completa de sua cidade acesse o site da Mostra clicando aqui.

 

Com informações de MDH.

Deixe uma resposta