Avançam obras da Prefeitura em área que abrigará temporariamente comerciantes informais do Centro

Equipes da Prefeitura de São Luís realizam serviço na Alameda Gomes de Castro, imediações do Liceu Maranhense, onde serão instalados provisoriamente os comerciantes que trabalhavam nas praças Deodoro e Pantheon. A obra dá prosseguimento aos serviços de requalificação do Complexo Deodoro, executadas pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Ipah) em parceria com a Prefeitura de São Luís dentro do programa federal PAC Cidades Históricas. Nesta segunda-feira (8), foi colocado o piso de concreto ao longo da área que antes era ocupada por paradas de ônibus, serviço realizado pela Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp).

“É orientação do prefeito Edivaldo que seja garantido aos vendedores informais uma área adequada para desenvolver suas atividades e manter o sustento de suas famílias, enquanto são realizadas as obras de requalificação do Complexo Deodoro. Trata-se de um espaço provisório, necessário para o andamento dos serviços”, disse o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Antonio Araújo.

Todo o processo de recolocação dos ambulantes foi firmado em reuniões promovida pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo, Blitz Urbana, que contaram com presenças de comerciantes e membros do Sindicato do Comércio Informal de São Luís e a Associação do Comércio Informal. Os comerciantes serão instalados em seis baias medindo 20 metros de comprimento por quatro de largura e preparadas para acomodá-los. Os vendedores e suas estruturas de barracas, quiosques e bancas de revistas foram retirados das praças Deodoro e Pantheon, no último sábado (6), para dar continuidade aos serviços.

Pelo acordo, provisoriamente, as bancas de revistas ficam na lateral do prédio do antigo Colégio Marista, onde hoje funciona uma unidade do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA); as de lanche, nas proximidades do Liceu Maranhense; e vendas de alimentos, nas feiras livres dos bairros. A obra vai reurbanizar as praças Deodoro e Pantheon e ainda as alamedas Gomes de Castro e Silva Maia.

MELHORIAS

“A praça estava mesmo precisando de mais cuidado. É um espaço que identifica a cidade, que devia servir para o lazer e estava muito precária. A obra veio na hora certa e que bom que os vendedores também terão seu espaço. A gente quer ver a praça sendo usada como deve ser, para o lazer”, disse o técnico em eletrônica, Laércio Vanderlei Pereira, 28 anos.

Para Justine Araújo, 50 anos, os serviços vão melhorar o local. “Vai ficar muito mais prazeroso desfrutar da praça, tanto para quem vem a passeio, quanto para quem trabalha no Centro. Vai dar outros ares para a área. É uma melhoria que todo cidadão que vive aqui esperava”, enfatizou.

O mototaxista Fernando Pereira, 55 anos, pontuou que antes “a praça estava muito suja e bagunçada e estava na hora de receber uma reforma”. Ele acrescentou ainda que está “ansioso para ver o resultado dos serviços”.

O projeto de reurbanização contempla obras de drenagem e de tratamento sanitário, colocação de novo calçamento, mobiliários e iluminação, fiação subterrânea, dutos de passagem de fibra ótica, banheiros públicos, sinalização, acessibilidade total, entre outros serviços. Na Rua Grande, os serviços serão iniciados a partir da Rua do Passeio e finalizados na Avenida Magalhães de Almeida.

3 thoughts on “Avançam obras da Prefeitura em área que abrigará temporariamente comerciantes informais do Centro

Deixe uma resposta