BPRv e Detran participam de Mobilização Nacional Operação Lei Seca

Com o objetivo de diminuir a violência no trânsito decorrente da mistura entre álcool e direção, órgãos de trânsito de todo o Brasil realizam, neste sábado (13), uma grande mobilização de fiscalização da Operação Lei Seca. No Maranhão, a blitz será realizada pelo Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPRv) em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA).

A Mobilização Nacional Operação Lei Seca é uma iniciativa da Associação Nacional dos Detrans (AND) por meio da Comissão do Fórum Permanente das Operações Lei Seca, que prevê a realização de várias operações de fiscalização de trânsito e pontos de bloqueio envolvendo os Departamentos de Trânsito dos Estados e do Distrito Federal, os Batalhões de Trânsito e demais órgãos e entidades ligados ao trânsito, atuando no combate aos índices de acidentes envolvendo bebida alcoólica e direção. A mobilização também prevê a padronização e unificação de todos os procedimentos de abordagens durante as operações.

No Maranhão, o trabalho de fiscalização da Lei Seca tem sido atuante e ostensivo. O Detran-MA também promove ações educativas conscientizando a população. Para o comandante do BPRv e membro da Comissão Nacional da Lei Seca, tenente-coronel Augusto Magalhães, a mobilização marca o início das ações programadas pela Comissão com o compromisso de trabalhar pela paz no trânsito.

“Estamos engajados nessa luta. A mobilização de todos os órgãos e entidades ligadas ao trânsito, atuando na repressão de condutores de veículos automotores que estejam sob a influência de álcool, e outras substâncias, é uma iniciativa que preza pela segurança de todos e salva vidas”, destacou Magalhães.

O Estado também é representado na Comissão Permanente da Lei Seca pela coordenadora de Educação para o Trânsito do Detran-MA, Rose Farias. Para ela, a Mobilização é uma grande ação de incentivo à segurança no trânsito. “A violência no trânsito causada pelo consumo de bebida alcoólica é uma grande preocupação dos órgãos de trânsito. É preciso reprimir este ato. Para nós, educar ainda é o melhor caminho”, destacou Rose Farias.

Em todo o Brasil, as blitzen acontecerão até às 4h da madrugada de domingo, com pontos de bloqueio em ruas, avenidas e locais estratégicos.

Deixe uma resposta