Cafeteira: ser contra criação de empregos e renda é ser contra Estado

Mesmo distante fisicamente da Assembleia, por conta da recuperação de uma cirurgia realizada no último fim de semana, o deputado Rogério Cafeteira, líder do Governo na Assembleia, tem acompanhado constantemente os debates e projetos importantes em tramitação.

Mesmo distante fisicamente da Assembleia, por conta da recuperação de uma cirurgia realizada no último fim de semana, o deputado Rogério Cafeteira, líder do Governo na Assembleia, tem acompanhado constantemente os debates e projetos importantes em tramitação. Um exemplo disso, é a tramitação do Projeto de Lei 224/ 2016, de autoria do Poder Executivo, que concede incentivos para Centros Atacadistas no Maranhão, cujo objetivo, na avaliação do parlamentar, é o de fomentar a geração de renda e novos empregos.

O líder do governo, que anteriormente, por meio de suas redes sociais, já havia manifestado repúdio quanto ao posicionamento da Oposição em obstruir a votação da matéria, tem um posicionamento firme a favor do Projeto de Lei.

Diferente do que tentou pregar a Oposição, Cafeteira explicou que não se trata de beneficiar atacadistas “ricos” e sim conceder um tratamento isonômico, já que, pela medida, todos os atacadistas terão o mesmo tratamento, com o incentivo de 2%. Ele destacou, que diferente dos pequenos e médios atacadistas, os Centros de Distribuição ainda terão de conceder uma contrapartida mínima de 500 empregos, por Centro.

“Todos os outros atacadistas têm esse mesmo incentivo, tanto pequenos, quanto médios. Dessa vez o incentivo é para os Centros de Distribuição, que diferentemente dos menores atacadistas, têm que oferecer, em contrapartida desse benefício, um mínimo de 500 empregos por Centro”, explicou o parlamentar.

O deputado destacou, ainda, a importância da aprovação desse Projeto e lamentou que a Oposição se coloque contra o estímulo de geração de empregos. “O governador Flávio Dino tem trazido projetos importantes para a Assembleia, que visam, principalmente, garantir os serviços essenciais à nossa população funcionem e funcionem cada vez melhores. Esse Projeto que está em discussão na Assembleia tem, entre outros objetivos, o de estimular a geração de emprego e renda no Maranhão. Colocar-se contra um Projeto que estimula a geração de empregos, injeta recursos na nossa economia, é colocar-se contra uma população inteira de nosso Estado”, pontuou o líder do Governo.

Deixe uma resposta