Campanha de vacinação contra a febre aftosa é prorrogada no Maranhão

O procedimento deve ser realizado na unidade da AGED do município em que a propriedade está cadastrada.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) aprovou a prorrogação da data final da I Etapa de Vacinação contra a Febre Aftosa no Maranhão solicitada pela AGED. De acordo Portaria Nº 354, de 28 de maio de 2018, da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (AGED), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), a vacinação de bovinos e bubalinos, que deveria ser realizada até 31 de maio, também poderá ser executada sem penalidades ao produtor até o dia 10 de junho.

A extensão do período de vacinação foi motivada também pelas condições climáticas com índices pluviométricos acima do normal, que ocasionaram alagamentos, enchentes, obstrução de vias, bem como situações adversas decorrentes das paralizações realizadas em todo o país, interferindo diretamente no bom andamento da campanha no Estado.

O presidente da AGED, Sebastião Anchieta, frisou que “essa prorrogação possibilitará que o Estado alcance os resultados esperados, oportunizando também aos criadores a vacinação e a comprovação sem penalidades, dentro deste período de 10 dias, assegurando um rebanho livre de aftosa em todo o Maranhão.”

Com a prorrogação, os produtores, que ainda não imunizaram seus rebanhos contra febre aftosa e quiserem continuar adimplentes, tem até o dia 10 de junho para adquirir e administrar a vacina. Neste caso, o período de comprovação da vacinação também foi estendido para até o dia 22 de junho. O procedimento deve ser realizado na unidade da AGED do município em que a propriedade está cadastrada.

Deixe uma resposta