Coluna
Ponto de Pauta

UTI Cardiológica Pediátrica em São Luís

O Governo do Estado expande assistência para crianças com patologias cardíacas congênitas no Maranhão. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizará, nesta terça-feira (3), às 9h, a entrega de nove leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica Cardiológica e oito enfermarias no Hospital Dr. Carlos Macieira, em São Luís.

A UTI Pediátrica Cardiológica realizará cerca de 15 cirurgias por mês e atenderá crianças na faixa etária de 0 anos a 14 anos. A equipe multidisciplinar é composta por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas e fonoaudiólogos.

Os pacientes da UTI Pediátrica serão regulados de unidades de referência infantil do Estado e com diagnóstico de patologia cirúrgica.

Flávio Dino entrega mais de 1 mil novos Cheques Minha Casa

O Governo do Estado do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) entrega, no próximo sábado (30), à partir das 9 horas, o Cheque Minha Casa a famílias beneficiadas pelo programa. Nesta fase, serão beneficiadas 1.000 famílias residentes nos municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

O programa, destinado às famílias de baixa renda, visa a redução do déficit habitacional qualitativo, dinamização da economia, e geração de trabalho e renda às famílias carentes. A entrega do Cheque Minha Casa será realizada no estacionamento do Estádio Castelão, bairro Outeiro da Cruz.

Com esta etapa, chega a 7.446 0 número de famílias beneficiadas pelo Governo do Maranhão com o Cheque Minha Casa. O benefício é de R$ 5 mil, destinados a melhorias e reformas nos lares das famílias contempladas na Grande Ilha.

Nesta fase serão entregues cheques de R$ 2.500,00 para início dos serviços. Antes disso, outras 746 famílias já foram beneficiadas com recursos para reconstruir moradias afetadas fortemente pelas chuvas, além da aquisição de móveis e eletrodomésticos essenciais, conforme MP 274/2018. O governador Flávio Dino entregou os Cheques Minha Casa em Trizidela do Vale, Pedreiras e Tuntum.

Cheque Minha Casa

O Cheque Minha Casa, que é executado pela Secid, é um programa social baseado na compensação tributária, portanto o beneficiado não pagará nada. Tem o objetivo de apoiar a reforma, a ampliação ou a melhoria de unidades habitacionais já existentes, com prioridade para as instalações sanitárias do imóvel.

“Temos um cadastro de mais de 52 mil pessoas e, de acordo com a lei, priorizamos idosos e pessoas com deficiência no ano passado. Agora passamos a atender as famílias que se enquadram no perfil sócio económico exigido pela ação”, explica a titular da Secid, Flávia Alexandrina.

O perfil inclui famílias carentes com renda de até três salários mínimos. Além de ajudar na reforma dos lares, ainda movimenta a economia e gera renda no mercado local. “Gera um benefício social muito grande, as pessoas realizam sua obra com mutirão, autoconstrução, há uma movimentação na renda. Isso é um dos objetivos, dinamizar a economia, elevar o emprego e trabalho nas lojas de material de construção, além de melhorar a qualidade das moradias”, acrescenta a secretária.

O Programa Cheque Minha Casa passou por uma mudança específica para atender as famílias desabrigadas, permitindo a compra de móveis e eletrodomésticos essenciais, além da própria reconstrução das moradias em Pedreiras, Tuntum e Trizidela do Vale.

Para o governador Flávio Dino, o Cheque Minha Casa atende tanto a dimensão social, com a reforma dos ambientes e melhoria direta da qualidade vida das pessoas, quanto à dimensão econômica, já que gera renda e oportunidades de emprego, com a circulação do dinheiro do investido.

Títulos de propriedade na Cidade Olímpica

O governador Flávio Dino entrega títulos de propriedade a 1.500 famílias do bairro Cidade Olímpica em solenidade neste sábado (23), a partir das 9h, no 6° Batalhão da Polícia Militar, no bairro. Os títulos garantem aos moradores a propriedade definitiva dos imóveis que moram há anos, em mais uma etapa do programa de regularização fundiária do Governo do Estado.

O programa de regularização fundiária valoriza e garante a segurança de milhares de pessoas que há décadas residem nas casas, segundo a secretária de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), Flávia Alexandrina Moura: “É garantia de dignidade, pois agora poderão chamar de seu, o local onde moram”.

A Secid coordena a entrega dos títulos, incluindo o registro da área e do imóvel construído. “São milhares de beneficiados neste que é um dos mais antigos e populosos bairros da capital”, acrescenta Flávia Alexandrina.

A propriedade da área garante diversos benefícios, sendo um dos mais significativos a condição de venda do imóvel por financiamento bancário. Somados a esta entrega, já são mais de 6 mil os títulos já entregues no bairro.

Exposição Boi de Maracanã

Há mais de 100 anos levando beleza e tradição com suas matracas e toadas, um dos maiores e mais antigos grupos de bumba meu boi do Maranhão, o Boi de Maracanã será tema da exposição fotográfica ‘A potência da alegria no Bumba meu boi de Matraca do Maracanã’.

A abertura é nesta segunda-feira (18), às 16h, no Centro de Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, equipamento cultural do estado, vinculado à Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur). A exposição pode ser visitada até o dia 30 de junho no Centro de Criatividade, que fica na Praia Grande, centro histórico de São Luís.

O trabalho é fruto de uma pesquisa realizada pela professora da Universidade Federal de São Carlos (SP), Dulce Ferreira, como parte de um pós-doutorado realizado junto à Universidade Federal do Maranhão, no ano passado, com supervisão do professor István D. Varga.

A mostra reúne um conjunto de mais de 50 fotos com registros em preto e branco e colorido de momentos de grande exaltação da brincadeira. As fotos são de Dulce Ferreira e do fotógrafo paulista Raul Ernesto Pereira.

“O brincar boi de matraca dá sinais de que existem outras vias possíveis para os encontros humanos, a potência da alegria abre passagem para uma experiência cheia de vida”, comentou Dulce Ferreira.

A programação da abertura contará com homenagem póstuma a Malvino José de Alencar Maia, que foi da diretoria do Boi de Maracanã por muitos anos. A homenagem será feita pela Presidente da Associação Cultural Maracanã, Maria José de Lima Soares.

Também será realizada a roda de conversa “A potência da alegria no Bumba meu boi de matraca do Maracanã”, apresentada pela pesquisadora e professora Dulce Ferreira.

No final da tarde, os visitantes poderão ouvir as belas toadas do Boi de Maracanã, na voz de Ribinha, Humberto Filho e Emanuel Neto, cantadores do Maracanã.

O Boi 
O Boi do Maracanã mantém viva a tradição do bumba meu boi de matraca, ou sotaque da ilha, um dos mais admirados ritmos do folguedo do Boi no Maranhão. Da zona rural de São Luís, o Boi de Maracanã é reconhecido como um dos mais importantes grupos de Boi do Brasil. Durante cerca de 40 anos teve à sua frente o Mestre Humberto de Maracanã, autor de toadas inesquecíveis.

SERVIÇO

O QUÊ? Abertura da Exposição ‘A potência da alegria no Bumba-meu-boi de Matraca do Maracanã’
QUANDO? Nesta segunda-feira (18) às 16h
ONDE? Centro de Criatividade Odylo Costa filho, centro histórico São Luís

Exposição sobre bumba meu boi costa-de-mão

Neste ano, o São João de Todos homenageia o bumba meu boi costa de mão, como parte das ações de proteção e salvaguarda a esse sotaque, e o Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho (CCPDVF), espaço ligado à Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur), abre a exposição ‘Sotaque costa de mão em dia de FÉsta’, na tarde desta sexta-feira (15), na Galeria Zelinda Lima, na Rua do Giz, 221, Praia Grande.

A exposição, que segue até o dia 4 de agosto, tem como objetivo a valorização e o reconhecimento desse sotaque, que tem um estilo único conhecido pela batida do pandeiro, feita com as costas das mãos, e um ritmo cadenciado marcado por instrumentos de percussão.

A mostra conta com indumentárias, instrumentos e outras peças características dos brincantes. O material foi cedido pelos grupos Boi Brilho de Areia Branca, Boi Brilho da Sociedade e do Boi Sociedade de Cururupu.

A abertura da exposição ‘Sotaque costa de mão em dia de FÉsta’ será marcada pela apresentação do Boi sotaque costa de mão ‘Soledade’, de Serrano, e pela roda de conversa ‘Identificação de grupos de bumba meu boi sotaque costa de mão em atividade, e diagnóstico sobre condições atuais’, que acontece a partir das l5h, no auditório Rosa Mochel, nas dependências do CCPDVF.

Durante a roda de conversa estarão presentes a pesquisadora da Universidade Federal do Maranhão, Mestra em Cultura e Sociedade, Juliana Nogueira, a Cientista Social do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Izaurina Nunes, e representantes do bumba meu boi sotaque costa de mão.

Sotaque

Os grupos praticantes do sotaque costa de mão são originários de grupos dos municípios de Cururupu, Serrano do Maranhão, Bacuri e São Luís. A indumentária é caracterizada pela riqueza dos bordados em calças, casacos e chapéus. Na cultura popular maranhense, o sotaque costa de mão junto com o sotaque de zabumba representam a identidade do povo negro dentro do bumba meu boi.

PROGRAMAÇÃO
Sexta-feira (Dia 15)
Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho
Rua do Giz, 221, Praia Grande.

15h – Roda de Conversa ‘Identificação de grupos de bumba-meu-boi sotaque Costa-de-mão em atividade, e diagnóstico sobre condições atuais’.
Auditório Rosa Mochel

17h – Abertura da Exposição ‘Sotaque Costa de Mão em Dia de FÉsta’
Galeria Zelinda Lima

17h30 – Apresentação Cultural do Boi de Soledade
Pátio Valdelino Cécio

Caravana Mais IDH chega a nove municípios nesta quarta-feira (13)

Em mais uma maratona de ações e entregas, a Caravana Mais IDH do Governo do Maranhão chegará a nove municípios nesta quarta-feira (13). Desta vez, além dos serviços de saúde como testes rápidos, serão inauguradas Escolas Dignas, entregues sistemas de abastecimento de água, cisternas, kits de irrigação, feiras de agricultura familiar, entre outros.

Graças à parceria entre o Governo e as prefeituras, que preparam a estrutura para realização dos eventos, a Caravana Mais IDH chegará aos municípios de Água Doce do Maranhão, Centro Novo do Maranhão, Jenipapo dos Vieiras, Lagoa Grande do Maranhão, Marajá do Sena, Primeira Cruz, São João do Caru, São Raimundo do Doca Bezerra e Satubinha.

A iniciativa é parte de um programa maior, o Mais IDH, coordenado pela Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e que envolve diversas secretarias com o objetivo de melhorar os Índices de Desenvolvimento Humano nos 30 municípios mais pobres do estado.

“Durante todo o dia vamos fazer a entrega de escolas, de Ruas Dignas, de Cras, sistemas de abastecimento de água e também faremos a distribuição de sementes, de títulos de terra. Essas são ações importantes que serão reforçadas pela presença da Força Estadual de Saúde, do Procon”, comentou o titular da Sedhipop, Francisco Gonçalves da Conceição.

Ele também comentou que a votação do Orçamento participativo que será realizada em 8 municípios: “Teremos também atividades do Orçamento Participativo e a ideia aqui é envolver a população para propor soluções que visam a mudança do IDH desses municípios”.

Mais IDH

Instituído pelo governador Flávio Dino, por meio do Decreto n° 30612, de 02 de janeiro de 2015, o Plano Mais IDH é formado de diversas ações multissetoriais nos 30 municípios com menores IDHs.

Para isso, são concentradas ações estratégicas nas áreas de saúde, educação, produção e renda, gestão e planejamento, executadas pelas diversas secretarias e órgãos de estado.

As iniciativas visam promover a redução da extrema pobreza e a diminuição das desigualdades sociais no meio urbano e rural, com o objetivo de desenvolver o território de maneira sustentável.

Chamadas Públicas para aquisição de alimentos encerram na sexta (8)

O Governo do Estado, por meio do Sistema da Agricultura Familiar, abriu dois editais para seleção de organizações de agricultores familiares e de agricultores familiares individuais, com o objetivo de fornecer gêneros alimentícios. Na sexta-feira (08), encerram as inscrições no Chamamento Público para a Aquisição Direta de Produtos da Agricultura Familiar em Atendimento ao Programa de Compras da Agricultura Familiar (Procaf).

O Sistema de Agricultura Familiar, Sistema SAF, é formado pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp/MA) e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma/MA).

O Governo do Estado está disponibilizando R$ 2.500.000,00 à aquisição dos produtos dos agricultores familiares por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e R$ 500 mil destinados à aquisição da produção dos povos indígenas.

Segundo o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Júlio César Mendonça, o PAA tornou-se prioritário no Governo Flávio Dino e extremamente importante na potencialização da produção.

“O Sistema SAF está engajado para adquirir esses alimentos dos agricultores, é uma garantia de que o produzido pelo agricultor vai gerar renda e melhora de vida”, pontuou o secretário.

Os editais das Chamadas estão disponíveis no site da SAF. www.saf.ma.gov.br As inscrições são gratuitas e devem ser feitas com a entrega dos documentos, em envelope lacrado, previstos no edital, na sede da SAF, localizada na Avenida São Luís Rei de França, Lote E1 – C, Bairro Turu, São Luís.
A entrega da documentação exigida deve ser realizada no Setor de Protocolo da SAF, no horário de 13h às 18h, de segunda a sexta-feira, em envelope lacrado.

Em março deste ano, o Governo do Estado promoveu o lançamento do PAA Indígena com a presença de Maria Helena Guilleto, da tribo Gavião, do município de Amarante. Ela representou a Associação de Mulheres Indígenas do Maranhão (AMIMA) e assinou o edital de lançamento do PAA Indígena.

“Me sinto honrada de participar desse marco para nós indígenas, agora estamos sendo vistos e o nosso povo tem políticas públicas que nos beneficiam. Estamos muito felizes”, disse a indígena.

A superintendente de Comercialização da SAF, Marilene Bandeira, ressaltou que a chamada pública é muito importante para a agricultura familiar. “O objetivo é adquirir os produtos sem licitação e isso vai permitir incentivar o agricultor produzir mais”.

Dino entrega teatro, quadra e academia na Região Tocantina nesta terça (5)

O governador Flávio Dino faz uma série de entregas e participa de diversos compromissos, nesta terça-feira (5), na Região Tocantina, reforçando a atenção que o Estado tem dado a Imperatriz e cidades vizinhas.

Pela manhã, às 10h, ele participa de reunião do Colegiado da Região Metropolitana do Sudoeste Maranhense (Agemsul) e assina ordens de serviço do Centro de Artesanato e da Casa do Idoso. O evento será no Auditório do Hotel New Anápolis.

Em seguida, às 12h, ele visita e almoça no Restaurante Popular da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul), entregue no fim do ano passado para atender estudantes e moradores da região.

A unidade fica na rua Godofredo Viana, 1300, no Centro. Desde que assumiu o Governo do Maranhão, Flávio Dino aumentou de seis para 22 o número de Restaurantes Populares no estado.

Governo entrega veículos para Caema nesta quarta-feira (30)

O Governo do Maranhão entrega mais de 10 veículos para uso da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema). A entrega acontece nesta quarta-feira (30), às 16h, na unidade da Caema no Sacavém, em São Luís.

São 12 caminhões Ford com carroceria de madeira e cabine estendida, além de uma caminhonete cabine dupla e 4 motos. A aquisição dos veículos faz parte dos investimentos do Governo do Estado para a melhoria das condições dos trabalhadores da Companhia.

Governo incentiva doação de sangue para manutenção das cirurgias nas unidades de saúde

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) iniciou, nesta semana, a campanha para incentivo à doação de sangue no Maranhão. O objetivo é a manutenção dos estoques de bolsas de sangue para o abastecimento das unidades de saúde.

A expectativa é retomar o número de doadores em mais de 50%. A queda nas doações foi registrada em razão das doenças respiratórias, típicas neste período, e da dificuldade com deslocamento em razão da redução do transporte público e do racionamento do combustível.

Em São Luís, em média, comparecem ao Hemomar, entre 220 e 250 doadores. Neste período, entre 100 e 120 pessoas chegam à unidade para doar sangue. A coleta é essencial para a manutenção das cirurgias de urgências e eletivas. A maior baixa neste período é do tipo O negativo.

Para doar sangue, basta estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos de idade (menores de 18 anos precisam de autorização) e pesar no mínimo 50 Kg. No dia da doação, é preciso ter dormido ao menos 6 horas nas últimas 24 horas, estar alimentado (sem alimentos gordurosos), não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12h e estar portando documento com foto.

Quem não pode doar

Entre os grupos que não podem doar sangue estão mulheres grávidas, pessoas que tiveram hepatite após os 11 anos de idade, portadores de hepatites B e C, Aids, Doença de Chagas, malária e quem faz uso de drogas ilícitas injetáveis.

Se estiver resfriado, o doador deve esperar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas. Quem fez tatuagem, maquiagem definitiva, esteve em região de malária ou fez sexo sem proteção deve aguardar um ano.

SERVIÇO

O QUÊ: Governo incentiva doação de sangue para manutenção das cirurgias no Maranhão
QUANDO: Terça-feira (29), 14h30
ONDE: Hemomar – Rua Cinco de Janeiro, s/n, Jordoa – São Luís