Congresso para um sistema de saúde mais justo terá representante do Maranhão

A programação do evento, cujo tema é ‘Faz escuro, mas cantamos: redes em re-existência nos encontros das águas’, teve início nesta quarta-feira (30) e encerra no sábado (2).

O secretário de Estado da Saúde e vice-presidente do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) para a Região Nordeste, Carlos Lula, representará a entidade nacional, nesta sexta-feira (1º), no 13º Congresso Internacional da Rede Unida, no campus da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), em Manaus. A programação do evento, cujo tema é ‘Faz escuro, mas cantamos: redes em re-existência nos encontros das águas’, teve início nesta quarta-feira (30) e encerra no sábado (2).

O gestor estadual representará a diretoria do Conass na távola institucional ‘Consequências da austeridade fiscal na saúde dos brasileiros e das brasileiras’, das 15h30 às 17h30.

“O Sistema Único de Saúde é um modelo democrático de se fazer saúde. É um dos sistemas mais completos do mundo, mesmo com suas fragilidades. A participação no evento tem como objetivo reforçar essa ideia, e acima de tudo fortalecer o SUS, contribuindo para o seu aprimoramento constante”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

O congresso tem como finalidade propor o debate em torno da saúde, da educação, da arte e cultura, da participação cidadã, da gestão e do trabalho em saúde na perspectiva do fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS).

O público-alvo do evento é composto por trabalhadores da saúde, usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), pesquisadores, estudantes, professores, gestores e representantes de movimentos sociais. A programação completa de apresentação dos trabalhos pode ser acessada no link http://www.redeunida.org.br/pt-br/evento/5/menu/rodas-e-tavolas.

A Associação Brasileira da Rede Unida reúne projetos, instituições e pessoas interessadas na mudança da formação dos profissionais de saúde e na consolidação de um sistema de saúde equitativo e eficaz com forte participação social.

Deixe uma resposta