Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da UFMA é avaliado como “Muito Bom” pelo MEC

O curso de Engenharia Ambiental e Sanitária do Câmpus Bacanga foi reconhecido com o conceito quatro, considerado “Muito Bom”, em avaliação do Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres).

O curso de Engenharia Ambiental e Sanitária do Câmpus Bacanga foi reconhecido com o conceito quatro, considerado “Muito Bom”, em avaliação do Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres). O MEC realizou a análise presencial do curso entre os dias 6 e 9 de junho deste ano.

O resultado favorável do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, nesse processo, faz parte de um ciclo positivo de desempenho nas avaliações do Ministério desde o ano de 2010, além do êxito dos discentes no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). O processo de avaliação do MEC considera pontos como a organização do corpo docente e o projeto pedagógico do curso, além de documentos institucionais e questões relevantes sobre o corpo discente, como índices socioeconômicos.

Maxwell Ferreira Lobato, coordenador do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, explicou que um dos principais quesitos observados na avaliação foi a eficiente organização didático-pedagógica do curso, tendo em vista que o bacharelado tem apenas um ano e meio de vigência. “Essa avaliação demonstra quanto nossos alunos e professores estão comprometidos. Com essa nota quatro, podemos afirmar, sem sombra de dúvidas, que o nosso curso é um dos melhores do país”, disse Lobato, entusiasmado.

Romildo Sampaio, procurador Educacional Institucional da Universidade, reiterou o desempenho do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária e de todas as instâncias envolvidas nesse processo. “Esse trabalho correto que vem sendo desenvolvido em conjunto com os demais setores da instituição resultou neste conceito ‘Muito Bom’. Ficamos felizes com o resultado”, pontuou.

Saiba mais

O curso de Engenharia Ambiental da UFMA tem formação média de cinco anos e é ligado ao Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia (BICT). O curso tem por objetivo tornar o aluno apto a avaliar e apontar soluções para diminuir impactos ambientais e seus efeitos em empreendimentos que buscam ser ecologicamente corretos.

Deixe uma resposta