Debandada em massa de prefeitos tucanos pode facilitar reeleição de Flávio Dino

Cerca de 27 dos atuais 30 prefeitos do PSDB no estado ratificaram a posição de deixar a legenda e se filiar ao PRB; se a mudança se confirmar, será um grande passo para fortalecer as chances de reeleição do atual governador.

Da Revista Fórum

O vice-governador Carlos Brandão mostrou força política ao reunir quase a totalidade dos 30 prefeitos do PSDB, em evento do seu novo partido, o PRB, na semana passada. A tendência, segundo os tucanos, é que o partido fique, no máximo, com um ou dois gestores municipais, já que os 27 presentes ao evento ratificaram a posição de sair da legenda. As informações são do blog de Clodoaldo Corrêa.

Além dos prefeitos, os deputados estaduais Neto Evangelista e Sérgio Frota devem deixar o PSDB, assim como o suplente Marcos Caldas. A revoada tucana após o golpe do senador Roberto Rocha, novo presidente do partido, vai fortalecer ainda mais o campo de alianças do governador Flávio Dino (PCdoB), já que os dissidentes migrarão para legendas que apoiam o atual projeto de mudanças para o Maranhão.

Inerte até o momento por estar de férias em Miami, Roberto Rocha terá trabalho para honrar com a garantia de que para cada prefeito que saísse do PSDB, ele iria filiar um novo.

Carlos Brandão, por sua vez, segue se movimentando e se viabilizando, cada vez mais, para continuar como vice-governador. Se esse for seu desejo, ele tem mostrado reunir todas as condições para a tarefa, já que, mesmo com a inesperada decisão da Executiva Nacional do PSDB de interferir no diretório estadual para atender aos caprichos de Roberto Rocha, Brandão mostra que sai maior do que o próprio partido tucano no Maranhão.

Deixe uma resposta