Divulgado resultado do edital de inscrição para programa “Luminar: Caravana da Ciência” 2018

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), divulgou na manhã desta segunda-feira (04) o resultado do edital de inscrição para o maior programa de difusão e popularização da ciência e tecnologia de toda história do estado – o programa “Luminar: Caravana da Ciência”, que leva as oficinas de robótica, astronomia, eletricidade básica, paleontologia, arqueologia e de matemática às escolas públicas, além da exibição do Planetário. O edital fica disponível para consulta no site da Secti, no endereço www.secti.ma.gov.br.

Foram selecionadas 32 escolas para receber a Caravana da Ciência a partir do dia 15 de junho até o mês de setembro. “O Programa Luminar é uma das iniciativas do governo Flávio Dino por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) que ganharam mais destaque nos últimos anos. Nosso objetivo é estimular o gosto dos jovens maranhenses pelas diversas áreas científicas, para isso oferecemos oficinas variadas para que os estudantes escolham aquela que se identificam mais”, ressaltou o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Davi Telles.

A Caravana da Ciência alcançou mais de 15 mil pessoas em 2016, e mais de 30 mil pessoas em 2017.

Investimentos 

Os investimentos do Governo do Maranhão para a implantação do “Luminar: Caravana da Ciência” são de cerca de R$ 300 mil. O programa vai ofertar oficinas para estudantes da capital e do interior do Estado em subáreas de conhecimento da ciência: robótica, astronomia, eletricidade básica, paleontologia, arqueologia, matemática e a exibição do Planetário.

Sobre o programa

O projeto “Luminar: Caravana da Ciência” segue a linha de política pública do governo que visa à descentralização, regionalização e interiorização de suas ações. O objetivo do programa é despertar vocações científicas. A ação integra o eixo estratégico da popularização da ciência, tecnologia e inovação.

Por meio do programa, estudantes do interior do Maranhão têm oportunidades de participar de oficinas ampliando assim seus conhecimentos. O programa prioriza os municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Deixe uma resposta