Em entrevista, Márcio Jerry aposta em vitória do seu grupo político nas próximas eleições municipais

Respondendo aos ouvintes mais ansiosos com o pleito que definirá o próximo prefeito de São Luís, Marcio Jerry adiantou que a escolha do nome passará por um debate que envolve todo o grupo.

Eleito deputado federal com expressiva votação, o presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, concedeu entrevista ao programa Contraponto da Radio Timbira, na tarde desta quinta-feira (22), onde falou sobre o cenário nacional, as prospecções políticas para os próximos anos e as expectativas para o primeiro mandato como parlamentar.
Ainda na conversa com os jornalistas Ivson Lima e Monica Moreira Lima, Márcio Jerry, aproveitando-se da vasta experiência nos bastidores políticos maranhense, foi categórico: o grupo liderado pelo governador Flávio Dino e Edivaldo Holanda Júnior ganhará as próximas eleições municipais.
Respondendo aos ouvintes mais ansiosos com o pleito que definirá o próximo prefeito de São Luís, Marcio Jerry adiantou que a escolha do nome passará por um debate que envolve todo o grupo. A definição envolverá além de Flávio e Edivaldo, figuras importantes para a decisão, como o vice-prefeito Júlio Pinheiro, os senadores eleitos Weverton Rocha e Eliziane Gama, e parlamentares.
“É um debate em que temos vários e bons nomes e, como outras tantas vezes, saberemos escolher aquele que vai ganhar as eleições em 2020. Uma convicção eu tenho, e pode anotar para me cobrar depois, do mesmo modo que eu disse em 2012, que eu disse em 2016, eu volto a dizer: o nosso grupo vai ganhar a eleição de São Luís em 2020”, disse o novo deputado federal, credenciado pelo currículo, que inclui a coordenação das campanhas vitoriosas de Edivaldo em 2012 e 2016 e de Flávio Dino em 2014 e 2018.
Fake news
Durante a entrevista, Márcio – que segue como secretário de Estado de Comunicação e Assuntos Políticos até que assuma a cadeira na Câmara Federal – foi questionado sobre os constantes ataques por parte da mídia maranhense, de factoides e mentiras. Para ele, a postura pouco agrega ao Maranhão e nada respeita a decisão do eleitorado que escolheu mais uma vez o governador Flávio Dino para o comando do estado.
“As pessoas precisam ter humildade para aprender o ensinamento que o povo nos traz no processo eleitoral. O povo do Maranhão disse e quatro anos depois reafirmou: “Queremos este caminho de mudança liderado por Flávio Dino”. Então, as agressões ao governador Flávio Dino se constituem em agressões a soberana vontade do povo maranhense que o escolheu para continuar conduzindo os destinos do Maranhão”, defendeu, aconselhando: “É preciso, então, que os líderes políticos derrotados tenham uma atitude de respeitar a decisão do povo. Agora não é hora de aumentar a artilharia de quem perdeu contra quem ganhou, é hora da gente olhar pra frente”, assegurou.
Bancada federal 
Para atuação no Parlamento, o presidente do PCdoB assegura que a bandeira será, além da defesa intransigente da Democracia, os interesses do Maranhão. “Será a luta pelo Maranhão, para que continue nesse processo de desenvolvimento apesar da crise nacional. Vamos lutar para que o governador Flávio Dino faça muito mais pelo Maranhão e que o Governo Federal tenha uma relação institucional de normalidade com o estado”, assegurou.

Deixe uma resposta