Estudantes da rede municipal de São Luís visitam pontos turísticos da capital

Passeio fez parte do projeto Maranhão de Encantos, da escola Olinda Desterro; crianças, professores e pais passearam pelo Centro Histórico nesta terça-feira (12).

Crianças da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Olinda Desterro, bairro Vicente Fialho, visitaram nesta terça-feira (12), pontos turísticos no Centro Histórico de São Luís. No roteiro, as crianças, acompanhadas dos professores, coordenação, direção e pais, visitaram a Fonte do Ribeirão, monumento cercado de mistérios e lendas, e a exposição de artesanatos típicos regionais no Centro de Artesanato do Maranhão (Ceprama). A aula de cultura e artes em meio a uma manhã de lazer e aprendizado faz parte do projeto “Maranhão de Encantos: sabores, danças, artes e lendas” realizado pela escola.

O secretário de Educação de São Luís, Moacir Feitosa, reconhece a dedicação dos professores da rede, que não têm medido esforços para ensinar e educar de forma diferenciada, por meio de atividades lúdicas, que estimulem o aprendizado. “É importante para o desenvolvimento das crianças participarem também de atividades fora da sala de aula. A criatividade do professor na hora de propor essas ações que estimulam a curiosidade deles por nossa cidade e pela cultura é essencial, porque a criança aprende brincando, passeando, vendo de perto as nossas riquezas”, assegurou.

O projeto “Maranhão de Encantos: sabores, danças, artes e lendas” é realizado na escola pela coordenadora pedagógica Rosely Lima. O projeto trabalha a temática da cultura maranhense com o objetivo de garantir aprendizagem para as crianças por meio de vivências possibilitando que elas construam e reconstruam os conhecimentos acerca da cultura local.

“As professoras em sala de aula estão desenvolvendo trabalhos a partir de vários subtemas, através de contos, lendas, comidas típicas. Na visitação, os estudantes conheceram de perto a cultura. As visitas pedagógicas visam aprimorar o desenvolvimento do projeto. As crianças estão encantadas”, comentou a coordenadora Rosely.

Os olhares encantados e curiosos das crianças da Creche ao Infantil II da U.E.B Olinda Desterro demonstram o prazer pela cultura. Abimael Gomes da Silva, 5 anos, gostou de conhecer a Fonte do Ribeirão. “Muito legal e muito bonito. Tirei várias fotos para mostrar para minha mãe”, disse o garoto.

Incorporar os saberes da cultura popular aos conteúdos é um dos desafios da escola e esse trabalho deve começar já na Educação Infantil. A professora da Creche, Simone de Fátima Passos, destacou o tema sabores da terra e frutas regionais trabalhado em sala de aula com as crianças. “É uma valorização da cultura regional. Na escola apresentamos um vídeo para as crianças sobre as comidas típicas, fizemos colagem com os caroços da juçara e a degustação de alimentos, como o doce de cupuaçu, oportunizando a eles uma vivência de todo o processo do projeto cultural”, comentou a professora.

PARTICIPAÇÃO DOS PAIS

Visando o diálogo constante entre pais e escola e a importância da relação família-escola no processo ensino-aprendizagem, o projeto “Maranhão de Encantos: sabores, danças, artes e lendas”, insere a família na metodologia de aprendizagem da cultura maranhense participando ativamente das visitações, conhecendo os valores e as tradições culturais nativas juntos dos seus filhos.

Ana Flávia Fernandes Viegas, mãe das gêmeas Manuela e Dandara Fernandes Oliveira, 3 anos, ressaltou a importância da participação dos pais nas atividades propostas pela escola. “Com a nossa participação nossos filhos vão aprender mais porque precisamos ajudar a escola nesse processo de educação. É o nosso dever também, pois juntos estamos aprendendo e conhecendo um pouco mais da nossa cultura. A educação partilhada é que constrói o caráter do cidadão consciente que buscamos ter hoje em nossa sociedade, pois a educação passa pela família e depois pela escola mostrando seus reflexos na sociedade. Estou gostando de participar”, disse a mãe das gêmeas.

Lourdes Bahia dos Santos, mãe do pequeno Arthur dos Santos Paurá, 5 anos, disse que essa é a primeira atividade fora da escola que participa com o filho. “Nem sempre tenho tempo para acompanhar o Arthur nas atividades e hoje consegui vir e gostei de conhecer esses lugares que, até então, não tinha visto com ele. Está sendo proveitosos para os dois, pois foi possível aprender e ter um lazer com ele através do projeto da escola. As professoras estão de parabéns. É o conhecimento e a diversão juntos”, comentou.

One thought on “Estudantes da rede municipal de São Luís visitam pontos turísticos da capital

Deixe uma resposta