Flávio Dino faz balanço do Governo e aborda temas nacionais

(Foto: Karlos Geromy/SECOM-MA)

O governador Flávio Dino concedeu entrevista com duração de mais de uma hora a um pool de 40 emissoras de rádio de todas as regiões do Maranhão, nesta terça-feira (18). O grupo de veículos retransmitiu a entrevista, realizada ao vivo no estúdio da Rádio Timbira AM, em São Luís. Na ocasião, ele discorreu sobre as realizações do Governo do Estado nos primeiros 27 meses de gestão e cumpriu o compromisso assumido ainda na entrevista de balanço de dois anos de gestão, de realizar, constantemente, diálogo amplo e aberto de prestação de contas e realizações.

Durante a entrevista, Flávio Dino respondeu perguntas de comunicadores e ouvintes de São Bento, São Vicente Férrer, Chapadinha, Viana, São Bernardo, Codó, Imperatriz e São Luís acerca de temas atinentes às realizações do Governo do Estado, destinação de obras e serviços para as regiões do Maranhão, além de temas nacionais, como a crise econômica e institucional e a Reforma da Previdência. “A entrevista foi uma oportunidade de mostrar que temos rumo, caminho e precisamos ter muita confiança que o Brasil vai sair dessa grande crise. E o Maranhão vai ser beneficiário desta vez porque tem um Governo que está fazendo o máximo possível para garantir mais direitos e mais serviços públicos para todos”, ressaltou o governador.

Percorrendo todas as principais áreas e ações do Governo, a entrevista teve início com o tema educação, que, segundo Flávio Dino, é a principal demonstração do rumo certo que o Maranhão atualmente vive. Ele explicou que 2017 começou com muitas realizações neste campo, com a inauguração de uma escola a cada dia útil no último mês e a previsão de entrega de mais quatro somente esta semana. “O programa Escola Digna tem produzido ótimos resultados”, realçou.

Além das obras de infraestrutura, o governador enfatizou a realização do maior programa de formação de educadores da história do Maranhão. “Nós temos hoje50 mil professores da rede estadual e das redes municipais. São entregues materiais pedagógicos, são feitos cursos para que esses educadores se capacitem ainda mais”, detalhou, enaltecendo ainda a valorização salarial do magistério.Hoje, o Maranhão paga o maior salário de professor do Brasil.

 

Deixe uma resposta