Governo debate as novas tecnologias na agricultura durante abertura da Agrobalsas

Com o tema  ‘A Agricultura Sustentável na Era Digital’ a expectativa é receber cerca de 70 mil visitantes nos dias de evento.

Buscar conhecimentos e novas tecnologias para desenvolver a produção agrícola com mais sustentabilidade e consciência ambiental. Este é o foco da 16ª edição da Agrobalsas, cuja abertura aconteceu nesta terça-feira (15), reunindo produtores, profissionais e empresários do agronegócio.

Com o tema  ‘A Agricultura Sustentável na Era Digital’ a expectativa é receber cerca de 70 mil visitantes nos dias de evento. Organizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Corredor de Exportação Norte (Fapcen) com apoio do Governo do Estado, a Agrobalsas prossegue até dia o 19, na Fazenda Sol Nascente, em Balsas.

O governador Flávio Dino marcou presença na abertura e destacou a importância da iniciativa como estímulo aos negócios no setor: “A Agrobalsas é um momento de comemoração, de consagração e de estímulo para que os produtores continuem essa história exitosa de associar a produtividade à tecnologia e esse ano traz esse tema relevantíssimo, que confirma o empreendedorismo dessa região”, pontuou.

O governador também agradeceu o empenho produtivo do setor, que garantiu a produção de riquezas para o estado.

“Trago uma mensagem de gratidão aos produtores do campo e de todos aqueles que ao longo desse ano de 2017, e comecinho de 2018, deram uma enorme contribuição para o fato de, pela primeira vez na história brasileira, o Maranhão ter sido o estado com maior Produto Interno Bruto (PIB), em grande parte por ter sido puxado pelo êxito da safra do ano passado e que vai se repetir esse ano”, completou.

Agrobalsas

O evento é tradição entre os produtores locais, considerada a maior feira de negócios do Maranhão e reconhecido nacionalmente por contribuir para o desenvolvimento do agronegócio.

“Balsas é uma cidade eminentemente agrícola, do agronegócio, e esta é a maior feira do agronegócio no Maranhão. Pessoas de todo o país estão aqui para fazer negócios, trocar experiências e esse momento é fundamental para alavancar o agronegócio do estado”, destacou o prefeito de Balas, Doutor Erik Augusto.

No conjunto de atividades, a Agrobalsas terá palestras sobre agricultura digital, oficinas, exposições e painéis; apresentação de tecnologia em máquinas e implementos; vitrines vivas com as principais espécies cultivadas na região; e atividades de turismo, cultura e esportes radicais. Para o presidente da Fapcen Paulo, Roberto Kreling, a expectativa é de superação.

“Nesta 16ª Agrobalsas pretendemos superar a anterior em 20% de faturamento, no ano passado atingimos R$ 450 milhões em vendas, mas este ano tivemos uma safra muito boa, além disso, teremos muitas tecnologias expostas aqui, no âmbito da agricultura digital, por isso temos a expectativa de superar a Agrobalsas 2017″, disse o presidente.

“2018 é ano para ficar para ficar na história, tivemos um recorde de produtividade e o Agrobalsas nesse ano vem buscar novas oportunidades para 2019 e começa a enxergar o que a tecnologia vem somar, para que consigamos aumentar a produtividade sem precisar desmatar, sem aumentar áreas de cultivo”, comentou o José Antônio Gorgen, proprietário do Grupo Risa.

As palestras relacionam agricultura e tecnologia por meio dos temas ‘Importância de irrigação para pequenos produtores’, ‘Registro de agroindústria familiar de pequeno porte e artesanal’, ‘Produção do Biofertilizante Verdão’ e ‘Tecnologia para cultivo sustentável de mandioca na Agricultura Familiar’, entre outros, que serão discutidos nos dias de evento. Nesta edição, são apresentados resultados de ações de Governo na área, como o Mais Produção e Agropolos.

As secretarias de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e Agricultura Familiar (SAF), entre outras de referência, promovem atividades em espaços preparados para os agricultores, investidores e estudantes. Na programação, mostra de programas e iniciativas aos pequenos, médios e grandes produtores; distribuição de insumos do programa Mais Sementes e gincana ‘Tabuleiro Agrotóxicos’, de incentivo ao descarte adequado das embalagens de agrotóxicos.

A Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur) e o Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) também marcam presença na feira de negócios.

Logística

A Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) montou estande para apresentar o Porto do Itaqui como patrimônio público do Maranhão e do Brasil. O porto público contribui para o crescimento do estado, com atração de investimentos que geram emprego e renda ao longo de uma área de influência distribuída em mais de 20 milhões de hectares servidos por 55 mil quilômetros de rodovias estaduais e federais, além de conexões com importantes ferrovias.

“Estamos acompanhando a comitiva do governador Flávio Dino à Agrobalsas, que promove uma das principais regiões geradoras de carga para o Porto do Itaqui e para nós é de fundamental importância participar desse evento, voltado ao desenvolvimento do estado”, afirma o presidente da EMAP, Ted Lago. Ele afirmou ainda que “a região de Balsas teve um papel importante na retomada de crescimento do Maranhão, que no ano passado ficou bem acima da média nacional. Estar presente é uma maneira de prestigiar todo o segmento do agronegócio, que fortalece o nosso estado e cria oportunidades de emprego e geração de renda para as pessoas”.

Equipe EMAP estará disponível para falar sobre as vantagens competitivas, a eficiência multimodal, infraestrutura, principais cargas operadas, gestão ambiental e projetos de responsabilidade social. O visitante poderá levar para casa uma fotografia instantânea de sua visita ao estande.

Maranhão é o segundo maior produtor de soja do Nordeste

 

Deixe uma resposta