Governo do Estado e entidades pactuam alfabetização plena de crianças

Governo do Estado e entidades parceiras iniciaram neste sábado (11), nas Unidades Regionais de Educação (UREs), a primeira etapa da formação continuada do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (2017/2018).

A formação tem o objetivo de preparar docentes para assegurar a plena alfabetização de todas as crianças, no máximo até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental.

O Pacto responde à Meta 5 do Plano Nacional da Educação (PNE) e é um compromisso assumido pelos governos Federal, do Distrito Federal, dos Estados e dos municípios.

O eixo principal é a formação continuada de docentes com o apoio de material específico, sendo complementado por outros três eixos de atuação: materiais didáticos e pedagógicos para uso com as crianças, avaliação, controle social e mobilização.

Neste primeiro momento da formação o público-alvo são os formadores locais de 213 municípios maranhenses e, em seguida, os seus respectivos professores, coordenadores pedagógicos, articuladores e mediadores escolares.

A formação, que se repetirá no próximo dia 18, é organizada pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-MA) e Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

A primeira etapa da formação continuada é realizada nas sedes das regionais: Barra do Corda, Zé Doca, Santa Inês, Viana, Imperatriz, Açailândia, Bacabal, Balsas, Caxias, Chapadinha, Codó, Itapecuru-Mirim, Presidente Dutra, Rosário, São João dos Patos, São Luís, Timon, Presidente Dutra e Pedreiras.

No Maranhão, a 5ª versão do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa alcança 5.232 coordenadores pedagógicos da educação infantil e do 1º ao 3º ano, 9.098 professores da educação infantil, 18.957 professores alfabetizadores, 1.439 articuladores e 5.328 mediadores de aprendizagem do Programa Novo Mais Educação.

Deixe uma resposta