Governo do Estado inicia reforma em escola na cidade de Bom Lugar

Durante a obra, os alunos terão aula em prédio escolar cedido pelo município.

O Governo do Estado iniciou, nesta quinta-feira (8), a reforma do Centro de Ensino Teresa Leite de Miranda, na cidade de Bom Lugar. Por determinação do governador Flávio Dino, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, esteve no município para dar notícia do início das obras.

“Vim aqui, em nome do governador Flávio Dino, anunciar a reforma do Centro de Ensino Teresa Leite de Miranda. Sonho de toda a comunidade escolar e nossa prioridade”, ressaltou o secretário. A escola, localizada na região do Médio Mearim, funciona em três turnos e possui seis salas de aula, dois laboratórios, biblioteca, sala de professores, secretaria, diretoria, quadra poliesportiva, entre outros espaços.

A obra, com valor aproximado de R$ 400 mil será realizada pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), com o prazo total de 100 dias para a sua conclusão. Nesse período, os alunos terão aula em prédio escolar cedido pelo município.

O anúncio da reforma foi feito na sede da escola e contou com a participação da comunidade escolar e de autoridades locais como a prefeita Luciene Costa e o esposo Rogério Costa, vereadores e lideranças como a professora Marilene Miranda.

“Estamos hoje muito gratos com a presença do secretário Felipe Camarão aqui, em nome do governador Flávio Dino, para iniciar a reforma da nossa escola, obra tão sonhada por toda a comunidade escolar. O que nós almejamos é ter a nossa escola reformada, com a quadra, com salas novas, carteiras novas, banheiros, enfim, oferecendo a toda a nossa comunidade, aquilo que todos nós desejamos, que é na verdade uma escola digna”, comemorou o vereador e gestor escolar, Agamenon Sampaio.

Reforma em Olho D’água das Cunhãs

O secretário Felipe Camarão também esteve na cidade de Olho D’Água das Cunhãs, para fazer a vistoria das obras que estão sendo executadas no Centro de Ensino José de Matos. Na ocasião, ele aproveitou para conversar com alunos e gestores. “Em breve, professores e estudantes terão uma escola digna para desenvolverem com mais conforto as suas atividades”, concluiu.

Deixe uma resposta