Governo prestigia posse de Othelino Neto na Assembleia Legislativa do Maranhão

O governador em exercício, Carlos Brandão, e o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, acompanharam a solenidade de posse do novo presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), o deputado Othelino Neto (PCdoB), nesta quinta-feira (4), na sala de reunião da presidência.

“O governo do Estado não poderia deixar de estar presente neste momento porque acredita que o deputado Othelino Neto sempre trabalhou em consonância com Humberto Coutinho. Tenho a certeza de que Othelino saberá conduzir os trabalhos na Assembleia Legislativa como sempre conduziu: da melhor forma possível”, afirmou Carlos Brandão.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, reforçou a importância desta relação equilibrada, em especial com a pasta da Saúde, que apresenta regularmente o relatório de execução orçamentária do Governo do Estado, na área da saúde, com foco na gestão fiscal.

“É preciso ter harmonia entre o poder Legislativo e o Executivo, pois há muitas matérias de interesse do Estado que são votadas e aprovadas pela Assembleia. Somos a secretaria que mais tem de vir a casa, por conta do relatório. Quando os dois poderes não têm harmonia, historicamente se tem soluções que geram crises”, disse o secretário Carlos Lula.

O diálogo harmonioso com os demais poderes, iniciado pelo deputado Humberto Coutinho (PDT), falecido na última segunda-feira (1º), deve ser mantido por Othelino Neto.

“Um dos objetivos é que nós continuemos com esta harmonia, mesmo em um ambiente de crise nacional. Em um Estado Democrático de Direito, nenhum dos poderes pode se sobrepor a outro poder. No Maranhão, conseguimos manter esta relação respeitosa com o Judiciário e com o Executivo, uma harmonia que é boa para a sociedade e para os maranhenses”, disse o novo presidente Othelino Neto.

O cargo de presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão abriu vacância, nesta segunda-feira (1º), com a morte do deputado Humberto Coutinho. Por ordem de sucessão natural, assumiu o 1º vice-presidente.

Deixe uma resposta