Homicídios caem pela metade na Grande Ilha em novembro

Durante o mês de novembro, houve redução de 54% no número de homicídios na Região Metropolitana de São Luís, comparativamente com o mesmo período do ano passado. Enquanto em novembro de 2017 foram registradas 50 ocorrências deste tipo, em 2018 foram registrados 23 casos. Os dados são da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA). A redução é resultado das ações realizadas para combate à violência com o trabalho integrado das Polícias Civil e Militar.

“Os homicídios têm causa, em geral, na disputa pelo tráfico de drogas e nos assaltos. Uma vez que a polícia consegue combatê-los, está impedindo o avanço das demais criminalidades. Por isso, a Segurança criou uma instituição especifica para tratar destes casos e o resultado é a diminuição pontual deste tipo de morte violenta, inclusive em datas que representam grande movimentação de pessoas como férias e as comemorativas”, pontuou o delegado-geral de Polícia Civil, Leonardo Diniz.

Os casos de homicídios são investigados por equipes especializadas e exclusivas da Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP). O órgão, criado em 2015, conta com efetivo treinado, equipamentos tecnológicos e estrutura física adequada, com apoio de unidade móvel e plantão específico. Os homicídios integram o grupo de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) – composto, ainda, pelo registro das lesões corporais com morte e os latrocínios, que são os roubos seguidos de morte.

Os CVLIs também apresentaram redução durante o mês de novembro. Foram 53% menores este ano, com 26 registros, do que no mesmo período em 2017, quando totalizaram 55 destes casos. Paralelo à atuação da SHPP, a Segurança Pública tem em sua estrutura ainda as superintendências de Combate à Corrupção (Seccor) e de Repressão ao Narcotráfico (Senarc). “É a partir destes três pilares que o sistema de Segurança vem atuando para prevenir, controlar e combater o crime”, reforça o delegado Leonardo Diniz.

Deixe uma resposta