Imperatriz derrota o Náutico no Frei Epifânio

O Cavalo de Aço enfrenta o Treze neste domingo (14), às 16h, no Estádio Amigão.

Em crescimento desde a chegada do técnico Paulinho Kobayashi, o Imperatriz conquistou, na noite desta segunda-feira (8), um importante resultado na fase de grupos do Campeonato Brasileiro Série C. Em partida válida pela 11ª rodada da Terceirona e disputada no Estádio Frei Epifânio, o Cavalo de Aço derrotou o Náutico por 2 a 0, abriu vantagem na luta contra o rebaixamento e entrou de vez na disputa por uma das quatro vagas para as quartas de final da competição nacional.

No primeiro tempo, o Imperatriz encontrou dificuldades diante de um animado Náutico, mas a equipe pernambucana teve que mudar sua postura após a expulsão do volante Josa, aos 23 minutos. Com um jogador a mais, o Cavalo de Aço dominou o Timbu no restante da partida e abriu o placar aos 10 minutos do segundo tempo, com o atacante Manoel, após cobrança de escanteio de Rayllan. Já nos acréscimos, Rayllan aproveitou um contragolpe e fez o segundo gol do Imperatriz, para delírio da torcida colorada no Frei Epifânio.

Com a vitória em casa, o Imperatriz chegou aos 15 pontos em 11 partidas e subiu para a sexta colocação do Grupo 1 da Série C. O Cavalo de Aço está a um ponto do quarto colocado Botafogo (PB) e abriu seis pontos de vantagem para ABC e Treze, equipes que estão na zona de rebaixamento. Já o Náutico, que iniciou a rodada no G4, caiu para a sétima posição do grupo, com os mesmos 15 pontos do Imperatriz, mas com saldo de gols inferior.

Na próxima rodada da Série C, Imperatriz e Náutico terão compromissos como visitante: enquanto o Cavalo de Aço enfrenta o Treze neste domingo (14), às 16h, no Estádio Amigão, o Náutico encara o líder Ferroviário na noite da próxima segunda-feira (15), às 20h, na Arena Castelão.

Para surpresa da torcida colorada no Frei Epifânio, o Náutico pressionou o Imperatriz no início da partida. Logo aos cinco minutos, Matheus Carvalho arriscou um chute cruzado pelo Timbu, e a bola saiu pela linha de fundo. Esperança de gols do Alvirrubro, Wallace Pernambucano teve uma ótima oportunidade aos nove, mas a cabeçada foi para fora. Enquanto o Imperatriz sofria para ditar o ritmo de jogo, o Náutico continuava no campo de ataque.

Wallace Pernambucano, aos 21 minutos, chutou forte e quase surpreendeu o goleiro Jean. A ousadia do Timbu, entretanto, acabou aos 23: o volante Josa recebeu o segundo cartão amarelo e deixou a partida mais cedo. Com um jogador a mais, o Imperatriz avançou suas linhas, mas quase foi surpreendido aos 27: após cobrança de escanteio de Hereda, Wallace Pernambucano conseguiu o desvio, Jean fez a defesa, e a bola ainda bateu na trave.

Mais discreto depois da expulsão de Josa, o Náutico foi dominado pelo Imperatriz na reta final do primeiro tempo. Manoel, aos 31 minutos, teve a chance de abrir o placar após cruzamento de Vitor Xavier e cabeceou para fora. Pouco depois, aos 34, Renan Luís avançou, arriscou o chute e parou em grande defesa de Jefferson. Já aos 41, Gabriel Caju tentou a finalização, e Jefferson salvou o Timbu mais uma vez.

Disposto a sufocar o Náutico, Paulinho Kobayashi promoveu a entrada do meia-atacante Rayllan no time do Imperatriz, substituindo o lateral-direito Jonas. A mudança surtiu efeito, e o Cavalo de Aço assumiu o domínio da partida: aos oito, Dos Santos aproveitou sobra de bola e arriscou o chute, por cima do gol de Jefferson. Pouco depois, aos 10, o Imperatriz abriu o placar com Manoel, que aproveitou cobrança de escanteio de Rayllan e fez o desvio para o gol.

Mesmo em desvantagem no placar e no número de jogadores, o Náutico ainda teve forças para assustar o Imperatriz. Aos 18 minutos, Thiago finalizou bem, e a bola passou perto do gol de Jean. A resposta do Cavalo de Aço veio aos 22 minutos, em duas cabeçadas de Renan Dutra, que foram salvas por Jefferson. Os minutos finais de partida no Frei Epifânio foram marcados pelo avanço do Náutico e pela organização tática do Imperatriz, que apenas esperava a chance de matar o jogo. O Timbu desperdiçou uma chance de ouro aos 40: após erro de passe de Jean, Rafael Oliveira arriscou o chute por cima, sem sucesso. Alheio aos erros pernambucanos, o Imperatriz confirmou a vitória aos 50 minutos, com Rayllan, que recebeu passe de Xaves e fez o segundo gol colorado no Frei Epifânio.

Deixe uma resposta