Leci Brandão leva multidão ao Centro Histórico na abertura do Réveillon de Todos 2018

Cantando ‘Se não existisse o Sol, como seria para terra se aquecer…’, um dos mais conhecidos hinos de Bumba Meu Boi dos últimos tempos, gravado pelo Boi da Maioba, a sambista Leci Brandão, abriu a primeira noite do Réveillon de Todos 2018, em São Luís. A homenagem ao Maranhão emocionou maranhenses e turistas, que lotaram a Praça Nauro Machado, na noite de sexta-feira (29). O evento é promovido pelo Governo do Maranhão e segue neste sábado (30) com o show da cantora de reggae Etana, e vai até o dia 31, com a tradicional festa da virada do ano, com a participação do cantor Péricles, na Avenida Litorânea.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, esteve na abertura e falou da felicidade em ver o grande sucesso do evento, com a enorme participação popular. “É a valorização da cultura do Maranhão, com a grande presença dos turistas de vários estados. A entidade empresarial dos hotéis apresentou o crescimento de turistas no estado para a Secretaria de Cultura e Turismo. Estamos mostrando a eficácia de uma política séria e permanente de valorização da cidade, valorização do nosso estado”, analisou.

Flávio Dino pontuou ainda as diversas ações de divulgação do Maranhão em todo o Brasil e ressaltou, como resultado de todo o esforço, o sucesso da primeira noite do evento. “A festa é importante para as pessoas que moram no Maranhão e para aqueles que nos visitam, é importante socialmente e economicamente, levando geração de oportunidade de trabalho para milhares de pessoas que estão, neste momento, trabalhando aqui, tanto como em Carolina, Barreirinhas e outros pontos turísticos do nosso estado”, observou o governador, reiterando o sucesso da festa.

Sucesso esse que conseguiu ser maior ainda, quando a dama do samba, subiu ao palco e colocou a plateia maranhense para sambar. Leci Brandão falou da felicidade que é retornar ao Maranhão em mais uma apresentação ao seu estilo. “É um momento de muita felicidade e muita emoção. Eu ouso dizer que foi um presente de Deus estar aqui, neste momento de preparação para o ano novo. Existem coisas na vida da gente que nos fortalecem e nos emocionam, e estar em São Luís é isso. É uma cidade onde o povo recebe a gente com carinho, com muita energia e vamos aproveitar para fazer um bom samba com essa turma maravilhosa”, comentou Leci.

A sambista ressaltou a importância da iniciativa do governo em promover programações culturais no Maranhão, democratizando o acesso à arte, à música e à cultura. “Eu vejo um compromisso social, pois todos os governos que se propõem a abrir o espaço para o povo, é porque os gestores estão realmente preocupados com essas demandas e estão representando o povo da forma que tem que ser”, pontuou.

Leci levou o público ao delírio, homenageando artistas maranhenses, como a saudosa Tété, do Cacuriá, e Alcione. A sambista relembrou muitos sucessos gravados na década de 80. Na lista de músicas do show que fez, Leci evidenciou a música ‘Bate o Tambor’, composição criada em São Luís, quando participava de uma das apresentações de Dona Teté. “Foi uma grande inspiração que a cidade me deu, dentro do contexto da rica cultura que se tem. É muita diversidade, que vai do Bumba Meu Boi à dança do cacuriá, o que rende muita história para quem visita São Luís”.

Além da música produzida no Maranhão, Leci cantou ‘Papai vadiou’, ‘As coisas que mamãe me ensinou’, ‘Café com pão’, ‘Só quero te namorar’, ‘Fogueira de uma paixão’ de Arlindo Cruz, ‘Olodum força divina’, ‘Meu Oceano’ do grupo Revelação, ‘Sorriso aberto’ de Jovelina Pérola Negra, ‘Perdoa’ de Xandy de Pilares, entre outras canções.

Antes da apresentação de Leci, passou pelo palco a cantora maranhense Patativa com diversos convidados, entre eles, Rosa Reis. As Brasileirinhas e a banda Btukanego também foram atrações que deixaram o público empolgado.

Patativa adorou a programação montada para o palco do primeiro dia de atrações: “Os artistas da terra já me conhecem, são acostumados a fazer shows comigo. O que eu sinto, horas antes de entrar em cena, é um frio na barriga, o que é natural quando você faz o que mais gosta nessa vida, que é cantar. De resto, tiro de letra e manda a afinação no gogó”, confessou a artista, antes de entrar ao palco.

Do outro lado, da plateia, o público caiu no samba com os artistas. “Isso aqui está maravilhoso. Aqui no Maranhão todo mundo adora samba e reggae, então, a programação foi certeira e vamos saldar os últimos dias de 2017 em grande estilo, esperando o novo ano”, comentou a funcionária pública Eula de Assunção, de 32 anos.

Quem também curtiu a festa de olhos vidrados foi o estudante Régis Garreto, de 31 anos. “A festa está impecável, melhor do que nunca. Eu posso falar que três dias de festa com estes gêneros musicais mais populares no nosso estado traz um certo estímulo para receber 2018”, pontuou.

O secretário de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), Diego Galdino, destacou o sucesso do evento. “Mais um ano de muita alegria, onde o público compareceu novamente, já no primeiro dia de festa, o que nos deixa muito orgulhoso de poder saber que estão privilegiando os nossos artistas e os convidados Agora vamos aguardar as próximas atrações que ocorrerão na Avenida Litorânea nos próximos dois dias”, avaliou.

O evento organizado pelo Governo do Maranhão vai até 31 de dezembro, com a presença de vários outros artistas como a cantora de reggae Etana e o sambista Péricles, que se apresentará no Réveillon de Todos, encerrando 2018 com chave de ouro.

Segurança 

A ‘Operação Réveillon’ iniciou com a abertura oficial da programação do Governo do Estado, na Praça Nauro Machado, e vai até a segunda-feira (1º), último dia de programação. Além das imediações da orla marítima, a operação também inclui a segurança da área metropolitana da cidade, mantendo o policiamento ostensivo já realizado em ruas e bairros.

PROGRAMAÇÃO

Dia 30 – Av. Litorânea, Rua Vale do Pimenta
Reggae-Palco Principal:
19h – Dj Andrezinho Vibration/Henrique Chaves
20h- Capital Roots
20h30- Santa Cruz
21h – Dj Andrezinho Vibration/Henrique Chaves
21h30 – Barba Branca
22h – Célia Sampaio
22h30 – Dj Andrezinho Vibration/Henrique Chaves
23h – Raiz Tribal
23h30 – Etana
00h30 – Orquestra Maranhense de Reggae

Dia 31 – Av. Litorânea, Rua Vale do Pimenta 
Palco Principal:
19h – Dj Waltinho
20h30 – Panda S.A
22h -Grupo Argumento
23h30 – Pericles
00h30 – Banda Mix Brasil

Dia 31 – Av. Litorânea, Rua Vale do Pimenta 
Tenda Eletrônica:
19h – Jorge Choairy
21h – Leo Scarter
23h – Ksyfux
01h – Thais Habibe

Deixe uma resposta