Mãe e filha foragidas são reconduzidas pela PM

Ambas estavam em prisão domiciliar por porte e comércio ilegal de drogas. Elas estavam foragidas há dois anos

O serviço de inteligencia do 6  Batalhão da Polícia Militar conseguiu recapturar mãe e filha que estavam foragidas. A BPM recebeu informações de que duas mulheres, mãe e filha, estariam foragidas do sistema penitenciário maranhense, uma estando com ordem judicial de prisão.

Desta forma, procedeu-se diligencias em buscas das mesmas, sendo localizadas nas imediações do porto do Braga, município de raposa.

Janice Angela estava foragida do sistema penitenciário desde Janeiro de 2015, quando recebeu prisão domiciliar excepcional pelo prazo de 90 dias para tratamento de saúde, e nunca mais se reapresentou à justiça. Contra ela ainda pesava um mandado de prisão emitido pela primeira vara de execução criminal. Já a Cintia Adriana estava foragida desde o ano de 2014, quando foi beneficiada com saída externa para trabalho e não mais retornou.

Ambas foram apresentadas na delegacia do Maiobão para o tomamento das medidas cabíveis por parte da autoridade policial.

Antecedentes
Janice Angela e Cintia Adriana, mãe e filha respectivamente, foram presas no ano de 2012 pelo serviço de inteligência do 6º batalhão de policia militar em razão do crime de tráfico de drogas.

Na ocasião, outras seis pessoas da mesma família foram presas, entre irmãos, genros e filhos da matriarca Janice.

Na época foi apreendido crack, revólver calibre 38mm, celulares alguns pertences oriundos do mercado ilicíto.

 

Deixe uma resposta