“Maranhão Juros Zero” é tema do Café Político

Empresários, convidados e representantes de instituições ligadas ao programa se reuniram para tratar dos trâmites do programa de incentivo empresarial

A Associação dos Jovens Empresários do Maranhão (AJE-MA) realizou, na manhã desta sexta-feira (11), o Café Político, com o tema “Objetivos e aplicabilidade do Programa Maranhão Juros Zero”, programa do Governo do Estado de incentivo às micro e pequenas empresas locais. O evento aconteceu na sala de conferências da Fecomércio, no Calhau, e reuniu associados e convidados do meio empresarial.

A apresentação ficou por conta do secretário de Governo do Estado do Maranhão, Antônio Nunes, o gerente de Mercado do Banco do Brasil, Danilo Batista, e o presidente da Junta Comercial do Maranhão (Jucema), Sérgio Sombra. Após, os representantes responderam a perguntas do público. Quem abriu o evento foi o presidente da AJE-MA, Jurandy Theophilo, seguido do anfitrião e presidente da Fecomércio, José Arteiro da Silva, que deu boas-vindas aos presentes e destacou a importância da iniciativa. Segundo o representante da AJE, esta edição do Café Político objetivou aproximar a associação das entidades públicas.

O primeiro a fazer uso da palavra foi o secretário Antônio Nunes, que expôs o “Cenário econômico do Maranhão: equilíbrio e potencialidades”, com um panorama da situação fiscal do estado, abordando tópicos como o orçamento da administração pública, investimentos em serviços públicos e ações governamentais em prol da cultura empreendedora.

Iniciativa do Governo do Estado em parceria com o Banco do Brasil, o programa “Maranhão Juros Zero” tem objetivo de ajudar principalmente as micro e pequenas empresas locais, dando acesso a empréstimos bancários de até R$ 20 mil, sem incidência dos juros. O dinheiro pode ser usado para ampliar os negócios, comprar equipamentos ou formar capital de giro. “É sempre um prazer falar ações do governo, ainda mais que são ações que visam justamente melhorar o estado, mas, antes de tudo, melhorar a vida empresarial”, comentou Nunes. Vale lembrar que o programa é originado da Medida Provisória 233/2017.

Jurandy Theophilo também destacou a importância do projeto para a cultura empreendedora local. “Com medidas dessa natureza, é propiciado aos jovens empresários poder alavancar as vendas, a cadeia produtiva, gerar mais emprego e negócios entre os próprios empresários. Isso gera emprego e renda no estado. Isso é louvável e a AJE apoia”.

Sérgio Sombra deu sequência ao evento, situando os participantes sobre o histórico e ações da Jucema — instituição responsável por todo o registro mercantil do estado —, além de tratar do perfil empresarial local. “Nós temos mais de 243 mil empresas. A grande maioria é na área do comércio, e mais de 90% são de pequenos empreendimentos. 70% das empresas do Maranhão estão em 21 municípios. E os outros 30% ficam em 196 municípios, sendo São Luís com 30% do total de todas as empresas do estado”, explanou.

Por fim, o gerente de Mercado do Banco do Brasil, Danilo Batista, falou sobre alguns requisitos para participação no programa e sanou dúvidas sobre trâmites burocráticos. “O prazo dessa operação, conforme foi combinado com o Estado, é até doze meses. É de seis a doze. O valor, vinte mil reais. Pode ser menos, mas o valor máximo é vinte mil reais. Uma operação por empresário, e precisa ser correntista do banco”. O gerente também avaliou a iniciativa, mostrando que a demanda tem sido grande. “O programa é muito interessante”, apontou. “Estamos conseguindo fazer uma média de 30 a 40 operações por semana. A gente já está, entre operações contratadas e demandas, em torno de 400 operações no banco”.

Com o empréstimo liberado, as parcelas passam a ser cobradas mensalmente. Se pagas em dia, o Governo do Maranhão devolve a ele o valor do juro cobrado pelo banco. Ou seja, ao final do empréstimo, o empresário terá recebido de volta todo o juro cobrado. Microempresários ou proprietários de empresas de pequeno porte, com faturamento anual de até R$ 3,6 milhões, podem se cadastrar até 30 de novembro.

De Assessoria

Deixe uma resposta