Mulher é esfaqueada por esposo em São João Batista

Segundo informações do hospital do município, a vítima está fora de perigo. O crime aconteceu na noite de domingo (12).

Na semana de combate ao feminicídio no Maranhão, pelo menos três casos de agressões graves foram registrados. Sendo um deles em São João Batista, onde um homem esfaqueou por diversas vezes a esposa.

Segundo informações do hospital do município, a vítima está fora de perigo. O crime aconteceu na noite de domingo (12).

De acordo com o Blog do Jailson Mendes, o agressor foi identificado epenas como Quiqui. Ele teria desferido seis facadas na companheira, identificada como Betiene Soares Pereira, moradora do povoado Arrebenta, na zona rural de São João Batista.

A vítima passou por cirurgias e o suspeito ainda está solto.

Mais Casos

Um homem identificado como Alessandro da Silva Santos, preso no bairro Vila Fiquene por agressão à esposa, posou sorrindo para a foto na delegacia.

Ele foi preso por um soldado da Patrulha Maria da Penha enquanto agredia fisicamente a esposa. Alessandro havia quebrado a tornozeleira eletrônica e mesmo na delegacia ameaçou a vítima, dizendo que voltaria a agredir quando solto.

A prisão aconteceu na manhã desta segunda-feira (13) e Alessandro responderá por violência doméstica.

No sábado (11), a advogada Ludmila Rosa Ribeiro da Silva, foi vítima de espancamento, pelo ex-marido Lúcio André Genésio. O acusado da agressão é irmão do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP).

A ocorrência foi registrada na madrugada deste domingo (12), no Plantão do Cohatrac. Lúcio Genésio pagou fiança de R$ 4.685,00 e foi posto em liberdade pelo delegado Valber Braga.

A prisão preventiva de Lúcio foi decretada, a pedido do Ministério Público, na manhã desta segunda (13).

 

Deixe uma resposta