OPINIÃO | Rede da pluralidade

Por vezes foi decretada a ‘morte’ do rádio. Na década de 50, com advento da televisão. Quatro décadas mais tarde, com o surgimento da internet. Mas, contrariando as profecias apocalípticas, o rádio se reinventou e hoje navega com desenvoltura nos tempos de convergência de mídias.

No Maranhão, houve quem atentasse contra a rádio pioneira do Estado. Por décadas, a Rádio Timbira AM, patrimônio do povo maranhense, foi praticamente silenciada e chegou a ser extinta, em 1995. Revigorada, a emissora protagonizou mais um momento singular no rádio maranhense, na última segunda-feira, 18. Por duas horas e 15 minutos, jornalistas e radialistas de todas as regiões sabatinaram o governador Flávio Dino, durante entrevista transmitida pelo maior pool de emissoras públicas, educativas e comerciais já realizado no Estado.

Cerca de 30 profissionais de todas as regiões do Estado tiveram oportunidade de perguntar ao governador sobre gestão, política, economia, além de intervenções feitas por internautas, por meio das redes sociais.

Foram 65 emissoras reunidas num exercício prático de pluralidade de vozes, nunca antes visto no Estado, que contou ainda com transmissão, ao vivo, pelas redes sociais, nos perfis da Rádio Timbira AM e do governador Flávio Dino no Facebook.

A iniciativa da Rádio Timbira em entrevistar o governador Flávio Dino em parceria com várias emissoras de rádio remonta a 2015, quando foi realizada a primeira transmissão. Na época, pouco mais de duas dezenas de emissoras. Em 2016, mais de 30 emissoras. Agora, duplicou o número de rádios.

Experiência relevante no processo democrático, mas pouco usual no passado recente. Entrevistas quando existiam resumiam-se à participação de repórteres ligados a veículos de propriedade de quem governava o estado.

Também desde o primeiro ano, Flávio Dino dialoga com a população por meio do programa Conversando com o Governador, veiculado toda segunda em parte das rádios maranhenses.

Estas, contudo, não se tratam de ações isoladas, mas do princípio da transparência previsto na Constituição praticado cotidianamente pelo governador Flávio Dino.

Não por acaso, no mesmo dia em que o governador concedia entrevista para 65 emissoras de rádio, o ranking do Twitter colocava o governador do Maranhão como o mais influente entre os 27 governadores do país na rede social.

Mais que prioridade, a comunicação direta com a população é uma crença do governador Flávio Dino. Todos os dias, o governador presta contas de suas atividades, colhe sugestões e dialoga com a população pelos perfis no Twitter, Instagram e Facebook. Por certo, uma referência no país, num momento em que a maioria dos políticos está com a credibilidade avariada.

Ainda no âmbito da transparência das ações e interação com os cidadãos, há outras iniciativas pioneiras como a disponibilização do sistema de monitoramento de metas em tempo real com a população. Ação prevista no plano de governo constituído por 65 compromissos assumidos pelo governador Flávio Dino, em 2014.

Iniciativas essenciais no processo de democratização de informações. Ações concretas, que demonstram a transparência e o diálogo permanentes do governo e fortalecem a comunicação livre, plural e cidadã.

Radialista, jornalista. Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM

Deixe uma resposta