Parque Estadual do Rangedor tem obras de revitalização em ritmo acelerado

Segue em ritmo acelerado a revitalização do Parque Estadual do Rangedor. O local está ganhando pistas para caminhada, ciclovias, além de praças para práticas esportivas e em breve será aberto à população. Em vistoria às obras, o governador Flávio Dino conferiu o andamento da construção e anunciou a previsão de entrega da primeira etapa do equipamento público, que deve ser realizada ainda este ano.

“Temos aqui uma pista de 3,5 km tanto para caminhadas como também para bicicletas que já está em fase final de construção e nós temos várias praças esportivas, campos e a nossa expectativa é fazer entregas em etapas”, detalhou Flávio Dino.

“O nosso desejo é entregar a primeira delas até o final deste ano de 2018 e mais duas etapas no ano de 2019, até termos todos os equipamentos disponíveis para a população”, completou o governador.

Do total de 120 hectares que compõe o Parque, apenas uma pequena parte será utilizada para a construção dos espaços de desporto e lazer. A área aproveitada para instalação desses novos espaços estava degradada pelo desmatamento que o parque sofria há algumas décadas, o que comprometeu cerca de 44% da área total.

“Essa obra veio trazer mais segurança para que o Parque do Rangedor se preserve, por exemplo, nós temos aqui 44% de área degradada, vamos utilizar apenas 7% desse que estava desmatado, o restante da área será toda reconstituída, recuperada e reflorestada pela secretaria”, afirmou Marcelo Coelho, secretário de Meio Ambiente.

Política pública

Nos últimos três anos, o Governo do Maranhão promoveu a revitalização de parques como o Complexo Ambiental da Área de Proteção Ambiental do Itapiracó, em São Luís; o Parque Ambiental de Codó; e o Parque Centenário de Balsas, o que segundo o secretário aprimora a política de proteção de área verdes.

“Isso garante que o parque tenha mais segurança, depois que a população tiver essa convivência aqui dentro, essa interação com a natureza, acontece como nos outros parques, como o de Codó e o de Balsas, em que as pessoas se preocupam com a limpeza, com tudo e têm uma vida melhor”, completou.

Além do Complexo Ambiental do Parque Estadual do Sítio do Rangedor, também estão em construção os parques ambientais de Timon, Anapurus, Bacabeira e Arari.

Deixe uma resposta