PCdoB rebate jornal de Sarney: querem “conturbar processo eleitoral”

Em nota, o partido confirma que a empresa citada na reportagem teve serviços prestados ao partido durante campanha eleitoral de 2014, o que foi declarado à Justiça Eleitoral.

O Diretório Estadual do PCdoB no Maranhão se manifestou sobre matéria veiculada no jornal O Estado do Maranhão este sábado (dia 09/06).
Em nota, o partido confirma que a empresa citada na reportagem teve serviços prestados ao partido durante campanha eleitoral de 2014, o que foi declarado à Justiça Eleitoral. No entanto, parte do pagamento dos serviços não foi concluída, entrando nas dívidas de campanha que foram assumidas pelo partido.
“Transformar esse reconhecimento de dívida, registrado oficialmente, em crime só faz sentido entre os interessados em conturbar o processo eleitoral”, afirma a nota
Confira a íntegra da nota enviada pelo partido.
A citada empresa prestou serviços para a campanha, conforme consta em contrato e na prestação de contas apresentada à Justiça Eleitoral – e aprovada. Parte dos serviços foi paga à época e o restante consta de assunção de dívida pelo partido, tudo nos marcos da legislação eleitoral e partidária.
Transformar esse reconhecimento de dívida, registrado oficialmente, em crime só faz sentido para os interessados em conturbar o processo eleitoral.

Deixe uma resposta