Policial teria fechado acordo de delação sobre contrabando no Maranhão, diz site

O soldado da Polícia Militar Fernando Paiva Moraes Júnior, de 25 anos, teria fechado acordo de delação premiada sobre o suposto esquema de contrabando envolvendo policiais no Maranhão.

O acordo teria sido firmado com o Ministério Público Federal, que está à frente do caso desde o fim do mês de março.

Segundo o Blog do Neto Ferreira, Fernando teria recebido proposta dos procuradores federais Juraci Guimarães Júnior e José Leite, de benefícios durante ação penal em que é um dos acusados.

Ainda segundo a publicação, os advogados de defesa de Paiva teriam deixado o cliente após o acordo, e um defensor público já teria sido designado para cuidar do caso.

Paiva foi um dos presos em flagrante no povoado de Arraial, por formação de milícia para contrabandear cigarros e bebidas.

O ex-delegado da SEIC, Tiago Bardal, também está preso por suspeita de participação no esquema criminoso.

Deixe uma resposta