Preso suspeito de comandar chacina em Coelho Neto

O suspeito será apresentado à imprensa nesta segunda (17) na sede da Polícia Civil, quando serão revelados os detalhes dos crimes.

A Polícia Civil do Maranhão capturou, na cidade de Vitória do Mearim, Antônio Carlos Sobral da Rocha, conhecido por “Didoca”. Ele é acusado de ser mandante da chacina que ocorreu no dia 09 de junho, na cidade de Coelho Neto, e resultou na morte de quatro pessoas e cinco feridos.

O preso responde por sete homicídios e porte ilegal de arma, além ser o líder e mandante de diversas investidas contra grupos de ciganos rivais em várias cidades do interior do Maranhão. O suspeito será apresentado à imprensa nesta segunda-feira (17) na sede da Polícia Civil, quando serão revelados os detalhes dos crimes.

Uma briga entre ciganos, registrada na manhã deste domingo (09) na cidade de Coelho Neto, terminou com 4 homens mortos e 5 pessoas feridas, entre elas uma criança. O confronto entre os ciganos rivais aconteceu nas proximidades do Mercado Público Municipal, em horário de grande fluxo de clientes e feirantes.

Segundo populares, os crimes podem ter sido motivados por acerto de contas. Um grupo teria chegado de carro já atirando à queima-roupa e as vítimas passaram a revidar; todos eram ciganos de Coelho Neto e localidades vizinhas.

Do grupo que chegou atirando, um suspeito morreu. Os corpos devem ser levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Timon e os feridos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município.

Nenhum popular foi atingido pelos tiros e a Polícia Militar recebeu reforço para atuar nas buscas pelos suspeitos e para garantir na segurança do local. Até a manhã deste domingo apenas uma pessoa, que se feriu, foi presa.

O resto do bando conseguiu fugir se embrenhando pela mata após abandonar o veículo usado na ação criminosa.

Deixe uma resposta