Requalificação da Pedro II executada pelo Iphan em parceria com a Prefeitura entra em fase final

Os serviços integram um pacote de obras que estão sendo realizadas na região do Centro Histórico; as intervenções representam um dos maiores investimentos de revitalização realizados na região nos últimos 30 anos.

Os serviços de requalificação da Praça Pedro II e entorno, executados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís, entrou na fase final da obra. No local, já foram realizados, com recursos do PAC Cidades Históricas, serviços como recuperação de piso e paisagismo urbano, instalação de bancos e lixeiras, reforma da fonte que abriga a escultura da Mãe D’água, além de sinalização e pavimentação no entorno.

A requalificação da Pedro II integra um pacote de obras que estão sendo executadas na região do Centro Histórico e que representam um dos maiores investimentos de revitalização realizados na região nos últimos 30 anos. Entre as obras, realizadas pelo Iphan em parceria com a Prefeitura, estão a requalificação das praças Deodoro e Pantheon, das alamedas Silva Maia de Gomes de Castro e a urbanização da Rua Grande, que também estão com obras seguindo o cronograma de entrega.

“Temos uma cidade linda, e um Centro Histórico que guarda nossa rica história e reúne traços da nossa cultura. Essas obras do Iphan, que têm o apoio da Prefeitura, vão contribuir para que os ludovicenses sintam ainda mais orgulho da nossa cidade. Estamos muito felizes com o andamento dessa obra que irá fomentar o turismo e movimentar o comércio nessa região”, destacou o prefeito Edivaldo.

O superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary, destaca a importância da obra para a cidade. “A reforma da Praça D. Pedro II devolve o esplendor de um dos mais belos cartões-postais da cidade e que confere ao lugar a grandiosidade reconhecida pela Unesco pelo título de Patrimônio da Humanidade”, afirmou Itapary.

Entre os serviços já concluídos estão a instalação de bancos de concreto e madeira, recuperação do piso em pedras portuguesas, tanto na praça quanto no calçamento do entorno, além de colocação de novas lixeiras e troca de toda a tubulação da fonte da Mãe D’água também reformada. Também foi finalizada a construção da travessia elevada que liga a praça à Igreja da Sé. Com 15 centímetros de altura, o espaço foi sinalizado para que os pedestres possa trafegar com segurança pela área.

Para conclusão do projeto está sendo finalizada a automação da fonte, que foi revestida de cerâmicas e receberá de volta a escultura da Mãe D’Água, retirada para restauro. A restauração da escultura do maranhense Newton Sá foi acompanhada por técnicos do Iphan e se encontra nos jardins do Museu Histórico e Artístico do Maranhão, localizado na Rua do Sol, no Centro.

PARCERIA

Os espaços estão recebendo melhoria da iluminação e pavimentação do entorno e ações de paisagismo executadas pela Prefeitura por meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), respectivamente.

Conforme projeto paisagístico da Praça Pedro II, foi realizado o transplantio de seis palmeiras imperiais. O projeto inclui ainda a colocação de grama do tipo esmeralda nos canteiros e ornamento com flores de alamanda, lantana, onze horas e outras espécies propícias ao clima local.

DEODORO E PANTHEON

Também em andamento seguem os serviços nas praças Deodoro e Pantheon. Na Pantheon, por onde os serviços começaram, está sendo concluída a pavimentação, a instalação do mobiliário urbano que inclui o retorno dos bancos em pedra de lioz e os serviços na área do paisagismo. Nos próximos dias, estão no cronograma de execução da obra os serviços de pavimentação das alamedas. Na Praça Deodoro, foi finalizado o serviço de terraplanagem e está sendo concluída a construção do muro de arrimo para início da construção de espaços como banheiros e salas administrativas.

Deixe uma resposta