São João de Todos tem quarto ano de programação sem ocorrências graves

Pelo quarto ano consecutivo, o São João de Todos encerra sem ocorrências graves no circuito oficial da Região Metropolitana de São Luís.

Pelo quarto ano consecutivo, o São João de Todos encerra sem ocorrências graves no circuito oficial da Região Metropolitana de São Luís. O evento reuniu milhares de pessoas nos arraiais oficiais – Ipem (Calhau), Praça Maria Aragão (Beira-Mar), Vila Palmeira (Vila Palmeira) e Praça Nauro Machado (Centro Histórico). A programação, realizada em parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de São Luís, ocorreu de 15 de junho a 1° de julho.

“Podemos comemorar mais um período junino de paz, tranquilidade e diversão”, enfatizou o secretário de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), Diego Galdino. O gestor acrescentou que, a exemplo do Carnaval, esta data, que é a referência para as manifestações da cultura maranhense, repetiu o êxito na segurança. “É resultado dos esforços reunidos de toda a organização”, avaliou.

O tenente-coronel Alexandre Francisco dos Santos, responsável pelo Comando de Policiamento de Área Metropolitana (CPAM I), destacou o trabalho realizado pela polícia durante o período junino. “Chegamos ao final desta grande festa da cultura popular e que reúne as famílias, sem qualquer caso de morte violenta ou outro grave nos circuitos do Governo e apoiados. O plano de segurança colocado em prática repete os anteriores tendo como fim a tranquilidade do público, para que pudessem se divertir com segurança”, frisou.

Além do circuito oficial da capital, o Governo promoveu o período junino na Beira-Rio, em Imperatriz; e apoiou organizações nos Vivas e bairros de Fátima, Liberdade, Cohatrac, Anil, Cohajap, João Paulo, João de Deus, Cidade Operária, Anjo da Guarda e Vila Embratel. Apoio ainda às programações do Largo de Santo Antônio na Igreja Santo Antônio, Centro Histórico; festejo de São Pedro (29 de junho), na Capela de São Pedro, bairro Madre Deus; e o São Marçal (30 junho), no João Paulo.

Planejamento

A diversão teve a paz garantida a partir do planejamento organizado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), que incluiu equipes das Polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros, colocando o efetivo e equipamentos à disposição. Também foi mobilizado o efetivo da Companhia de Polícia Militar Rodoviária Independente (CPRV Ind) com apoio do Detran-MA, para fazer cumprir a Lei Seca; o Batalhão de Polícia Militar Turismo (BPTur); e a Delegacia da Mulher e Patrulha Maria da Penha.

Durante o período, a Polícia Militar realizou abordagens a pessoas, estabelecimentos e veículos (carros, motos, ônibus, vans, táxis e outros), paralelo às ações de rotina nos bairros. A Polícia Civil prestou apoio às operações atendendo a comunidade nas delegacias de bairros e plantões que funcionaram 24 horas durante as festas.

O policiamento atuou com firmeza no cumprimento das normas da Lei Seca, com as fiscalizações coordenadas pelo comando do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRV) da Polícia Militar na abordagem a veículos; realização de testes de bafômetro; vistorias a motoristas e documentos de habilitação.

O período também foi de mobilização e articulações da rede de proteção à mulher para combate à violência e crimes de gênero como assédio, estupros e outros. A Delegacia da Mulher atuou com apoio da Patrulha Maria da Penha e manteve plantão especial para atender este público durante o período nos circuitos e outros pontos de festejo.

Deixe uma resposta