SES suspende contrato com GERIR por violações contratuais por parte da empresa

O instituto foi o único a apresentar "resistência" em se adequar às "melhorias do sistema de prestação de contas de recursos públicos".

A Secretária de Estado de Saúde do Maranhão SES informou, por meio de nota pública, que suspendeu o contrato com a empresa de administração hospitalar Instituto Gerir, por violações contratuais realizadas pela empresa. A Gerir administrava três unidades de saúde no estado, entre elas, e o Hospital Carlos Macieira, em São Luís.

Segundo a SES, membros do instituto “resolveram reagir com ameaças e chantagens, inclusive envolvendo indevidamente uma emissora de TV”.

De acordo com o Estado, o Gerir foi o único a apresentar “resistência” em se adequar às “melhorias do sistema de prestação de contas de recursos públicos”.

Confira a nota na íntegra:

 

Deixe uma resposta