Polícia Federal do Maranhão desarticula quadrilha de tráfico de drogas

A Polícia Federal no Maranhão, por meio da Delegacia de Repressão a Drogas (DRE), deflagrou na manhã de hoje, em São Luís, a 2ª Fase da Operação “MD”, com o objetivo de desarticular um grupo criminoso especializado no tráfico de drogas utilizando-se dos Correios.

A Polícia Federal cumpriu cinco Mandados de Prisão Temporária e quatro Mandados de Busca e Apreensão em São Luís. As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Estadual do Maranhão, com o objetivo de colher provas do crime que auxiliassem nas investigações.

Na 1ª fase da operação, em abril deste ano, quatro pessoas foram presas em São Luís e uma em Teresina. A partir dos interrogatórios e da análise de algumas mídias, foram identificados os outros integrantes do grupo criminoso especializado na distribuição de ecstasy e LSD, além de cocaína, skunk e maconha, em festas na capital maranhense, especialmente em eventos de música eletrônica, onde há grande concentração de jovens.

A equipe de investigação interceptou várias encomendas contendo as substâncias entorpecentes que chegavam até os investigados, via postal, proveniente dos estados do Rio de Janeiro, Pernambuco e Mato Grosso do Sul.

Os envolvidos foram conduzidos à Superintendência de Polícia Federal no Maranhão, onde serão indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico, crimes previstos nos arts. 33 e 35 da Lei nº 11.343/06. Caso sejam condenados, responderão por penas que chegam até 15 anos de reclusão.

“MD” são as letras iniciais da substância (metileno-dióxido) que compõe o ecstasy, uma das principais drogas traficadas pelo grupo criminoso.

Polícia descobre plantação com 100 kg de maconha em Grajaú, no MA

A Polícia Militar descobriu na manhã desta sexta-feira (3) uma plantação de maconha do tipo “camarão” no município de Grajaú, a 580 km de São Luís. Esse tipo de maconha, segundo a polícia, é um tipo especial de entorpecente e possui maior valor financeiro em comparação a maconha comum.

A plantação ficava em uma fazenda chamada ‘Fortaleza’, nas margens da MA-006, onde um homem identificado como “Metabí” foi preso e confessou ser o responsável pelo plantio da droga.

Armamento pesado e explosivos são apreendidos em Araioses

Em uma ação realizada na cidade de Araioses-MA, por conta da polícia Militar e a Polícia Civil resultou na apreensão de armas e encartuchados de explosivos. Foram
apreendidos no interior de um veículo, modelo Prisma, um fuzil calibre 7,62mm; uma escopeta calibre 12; 19 encartuchados de Explosivos Nitropenta; 95 munições da escopeta calibre 12, e ainda 17 munições do fuzil. A apreensão aconteceu na manhã do último sábado (23), onde sucedeu após uma perseguição a um veículo modelo Prisma, de cor branca.  O suspeito que estava com a posse das armas e dos explosivos teria se evadido, após abandonar o veículo.

A apreensão aconteceu na zona rural do município de Araioses-MA, onde a equipe da Polícia Militar de plantão na cidade recebeu uma denúncia anônima de agressão à mulher no “Povoado Capitão”. Chegando ao local, os policiais não localizaram o acusado, mas, a guarnição visualizou um veículo modelo Prisma, de Branca, se dirigido em alta velocidade. O condutor do veículo desobedeceu a ordem de parada dos policiais, e ainda tentou atropelar os militares. Em ato contínuo, a guarnição fez o acompanhamento do veículo por alguns Povoados da região, aonde o condutor veio perder o controle do carro em um lamaçal.

Polícia apreende carga de 5000 carteiras de cigarro ilegais no Maranhão

A polícia apreendeu na quarta-feira (9) um contrabando de carga de 5000 carteiras de cigarros em Imperatriz, a 626 km de São Luís. A carga sairia do município com destino ao estado do Pará. Segundo a polícia, a carga de cigarros foi encontrada durante uma abordagem realizada em veículos que trafegam no setor da antiga rodoviária situada na cidade. No local, que é conhecido como ponto de embarque de vans, foi abordado um microonibus e durante a busca foram encontradas 10 dez caixas contendo 5000 cinco mil carteiras de cigarro.

Ainda de acordo com a polícia, o condutor, identificado como Edvaldo Vieira Lopes, de 37 anos, disse que não portava nota fiscal do produto. Ele apenas informou que a carga seguiria para o estado do Pará. Diante dos fatos, Edvaldo Vieira foi encaminhado juntamente com o seu veículo e a carga apreendida para o Plantão Central da Polícia Civil de Imperatriz, onde foi autuado pelo crime de contrabando.

Polícia Civil realiza grande apreensão de maconha e desarticula quadrilha de tráfico

Nos seis primeiros meses deste ano, a Superintendência Estadual de Repreensão ao Narcotráfico (Senarc) apreendeu mais de 1,5 toneladas de drogas. A maconha representa cerca de 90% do montante. A maior parte da droga foi apreendida na rota entre os municípios de Miranda do Norte e Itapecuru Mirim. Em operação ano passado, a Senarc interceptou 1,5 de drogas na mesma rota. O número corresponde a 78,8% do total apreendido no período, que foi 7,1 toneladas. O trecho, um dos maiores pontos de tráfico no Maranhão, está sob monitoramento policial permanente. A estatística deste semestre inclui, ainda, a apreensão de 30 armas e prisão de 138 pessoas.

A Senarc trabalha em operações com foco nos distribuidores e em rotas mais utilizadas pelos traficantes, afirma o superintendente da Senarc, delegado Carlos Alessandro Rodrigues. “Com essa estratégia, as equipes têm conseguido impedir a atividade do tráfico em áreas que, historicamente, eram ponto de atuação. O volume de apreensões mostra o êxito do planejamento e o compromisso das equipes com a missão de combater esse crime e prevenir outros, resultantes do tráfico”, enfatiza.

Além de Miranda do Norte e Itapecuru, outras rotas de tráfico, no Maranhão, estão na Região Tocantina, com drogas vindas de Goiás, passando por Imperatriz, entre as cidades de Açailândia e Buriticupu e a Baixada Maranhense. Os maiores fornecedores são estados da região Centro-Oeste, principalmente Mato Grosso e Goiás, e, também, do Paraguai.
Carlos Alessandro Rodrigues reforça que a Senarc tem desenvolvido planejamentos estratégicos e operacionais com o mapeamento das rotas e o policiamento destas áreas. “São as que apresentam as maiores apreensões e refletem na desarticulação das quadrilhas”, diz.

Estrutura 

Para combater este crime, a Senarc trabalha com departamentos específicos de investigação e estrutura em viaturas, armamentos e demais equipamentos. Utiliza o canal no WhatsApp (98) 99163-4899, funcionando 24 horas e tem apoio de cães farejadores do setor de cinofilia. Atua em conjunto com as regionais de Timon e Imperatriz, que contam com unidades especializadas de investigação a este crime. Realiza, também, ação conjunta com as superintendências e departamentos de outros estados.

Recorde

Este ano, o maior resultado foi de 300 quilos de maconha, também apreendidos na rota Miranda do Norte e Itapecuru, avaliado em aproximadamente R$ 300 mil. O produto estava prensado e pronto para ser distribuído. Na ocasião, três homens foram presos em flagrante enquanto negociavam a droga – todos já tinham condenações por tráfico. Com a operação, a Senarc desarticulou mais uma quadrilha e segue monitorando a área.

O trabalho da Senarc garantiu ao Maranhão o primeiro lugar em apreensões do Nordeste, com a expressiva marca de mais de 7,1 toneladas tiradas de circulação em 2017. A apreensão avaliada em mais de R$ 17 milhões foi a maior do ano. Em novembro do mesmo ano, por meio da operação Libertar, a Senarc prendeu 42 pessoas de uma organização criminosa – entre estes, o maior fornecedor de drogas para o Maranhão, detido em Goiás.

Mais 20 mil pés de maconha são incinerados em reserva indígena

Mais de 20 mil pés de maconha foram incinerados pela  Polícia Civil do Maranhão, Polícia Militar e o Centro Tático Aéreo (CTA)  durante operação, nesta quarta-feira (23), na Área Indígena da Aldeia Massaranduba, em Alto Alegre do Pindaré.

Um total de 25.967 pés da planta, além de 07 sacas (140 Kg) da droga pronta para ser prensada, foram destruídos. A plantação com as sacas somariam 4,4 toneladas da droga pronta para o consumo, segundo a polícia.

A operação destruiu ainda 5kg de semente de maconha ainda não plantadas. Uma espingarda foi apreendida na aldeia. A polícia contabiliza um prejuízo de mais de R$ 3 milhões para o tráfico.

Motociclista é preso com arma de fogo na BR-222

Uma equipe do Grupo de Patrulhamento Tático da Polícia Rodoviária Federal realizava, neste domingo (29), uma ronda na BR-222, na altura do km 412, próximo a cidade de Santa Luzia, quando flagrou um motociclista com arma de fogo, calibre 38 e seis munições intacta.

De acordo com informações da PRF, o homem, que não teve identidade revelada, foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Santa Inês -MA para lavratura dos procedimentos cabíveis.

 

Polícia apreende cerca de 200 kg de maconha prensada com dois homens em São Luís

Dois homens foram presos em posse de cerca de 200kg de maconha, nesta quarta-feira (18), em São Luís. Cleomarcio Lago Abreu, conhecido como “Junior”, e Tallyson de Lima Santos estavam com 233 tabletes de maconha prensada em um Sandero.

Equipes da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) já vinham investigando os dois homens, e os flagraram enquanto colocavam a droga no carro, de placa PYO-8412, no bairro Engenho, no Tirirical.

Segundo a polícia, os dois homens armazenavam e distribuem a droga na Região Metropolitana. Santos e Abreu foram encaminhados à sede do Senarc, autuados em flagrante delito pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Em seguida, foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficarão à disposição da Justiça.

Polícia apreende drogas e armas de fogo em Pedro do Rosário e São Bento

Policiais Militares estavam fazendo rondas e abordagens a veículos durante a quinta-feira (12), na cidade de Pedro do Rosário, quando abordaram um veículo, um corsa classic. Ao avistar a polícia, o condutor jogou alguma coisa para o banco de trás, o que motivou os policiais a realizarem uma vistoria no veículo e encontram uma pistola e mais 14 cartuchos de munição. O condutor foi identificado como Rubenilson Souza Mendes e foi conduzido à delegacia.

Nesse mesmo dia, foi efetuada a prisão de Adeildo Araújo Belfort que circulava em uma motocicleta Brós vermelha com dois tabletes de aproximadamente 4 kg de crack. O homem ainda tentou empreender fuga, mas caiu da motocicleta e foi capturado pelos policiais.

Na cidade de São Bento, também na quinta-feira, foi efetuada a prisão de Carlos André Pereira de Araújo, 21 anos, e Josiel dos Anjos Barradas, 18 anos, por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Durante a ação também foi apreendido um adolescente de 14 anos.

Durante a ronda da guarnição, Josiel dos Anjos foi visto saindo de uma residência em uma motocicleta, ao avistar a viatura, tentou fugir e se desfez de alguns objetos pelo caminho. Ao ser abordado, foram encontradas pedras de crack em seu poder.

Os policiais retornaram à residência de onde ele tinha saído onde foi encontrado Carlos André Pereira de Araújo e o adolescente com drogas na residência, crack e maconha, além de um revólver calibre 38.

Polícia Civil apreende 60 quilos de maconha e prende suspeito em São Luís

Policiais civis prenderam Rodrigo dos Santos Dias, 25 anos, suspeito do crime de tráfico de drogas, em São Luís. A ação, realizada na noite de terça-feira (19), foi coordenada pela Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc).

Em coletiva de imprensa, na sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), em São Luís, foram apresentados os detalhes da investigação. Conduziram a coletiva o delegado geral de Polícia Civil, Leonardo Diniz; o superintendente da Senac, Carlos Alessandro; e o delegado Valdenor Viegas.

Valdenor Viegas informou que a prisão aconteceu no bairro da Forquilha, no momento em que o suspeito transportava, em uma bicicleta, dois sacos onde foram encontrados 60 quilos de maconha. “Foi em uma ação, dentro desse trabalho de investigação, que a equipe da Polícia Civil conseguiu chegar até Rodrigo Dias”, disse.

O superintendente Carlos Alessandro informou que a droga seria distribuída e comercializada nos bairros da Cohab, Cohatrac e Forquilha. Ele explicou que Rodrigo Dias, também, é suspeito de integrar uma organização criminosa que atua na região da Forquilha/Cohatrac e tem seis passagens pela polícia por furto e roubo.

O delegado geral Leonardo Diniz disse que a partir de ações semelhantes realizadas este ano pela polícia já foi possível a apreensão de mais de três toneladas de drogas, 48 armas de fogo e a prisão de cerca de 300 pessoas pela Senarc.