Prefeitura de São Luís entrega base descentralizada do Samu

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), colocou à disposição da população nesta quarta-feira (11), uma base descentralizada do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), na Vila Vicente Fialho. O objetivo é diminuir o tempo resposta às chamadas feitas para o 192. O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, entregou a nova base, ressaltando o investimento da gestão do prefeito Edivaldo na ampliação e melhoria dos serviços da rede de urgência e emergência da capital maranhense.

O Samu passou a contar com quatro bases descentralizadas, situadas no São Bernardo, Maracanã, Anjo da Guarda e Vila Vicente Fialho, além da sede situada no Filipinho. Na próxima semana, a Semus vai colocar em funcionamento também uma base na Cidade Olímpica, cumprindo integralmente o protocolo do Ministério da Saúde que regulamenta os serviços de urgência e emergência.

“Além das reformas e ampliações já feitas nos ambientes dos Socorrões, a Prefeitura priorizou também a descentralização do Samu para otimizar a logística de deslocamento das ambulâncias, que agora vão chegar mais rapidamente aos locais das ocorrências”, disse o secretário acrescentando que a Prefeitura deverá aumentar a fronta, nos próximos meses, com a aquisição de mais ambulâncias.

A base do Samu na Vila Vicente Fialho comporta até duas ambulâncias de suporte básico e os ambientes contemplam sala de estar, repouso para duas equipes, banheiros, almoxarifado e estacionamento. Ela vai operar 24 horas, atendendo à população nos chamados e fazendo o encaminhamento às unidades hospitalares de São Luís.

OCORRÊNCIAS

O diretor geral do Samu, Giuseppe Oliveira Rocha, diz que o serviço atende a uma média de 150 ocorrências diariamente, mas nem sempre os atendimentos exigem deslocamento dos socorristas. A maior parte dos atendimentos com o uso de ambulâncias do Samu são decorrentes de violência e traumas causados por acidentes de trânsito.

“Temos equipes permanentes na sede do Samu que são demandadas pela população apenas com orientações sobre como proceder com pacientes que estão doentes em casa, primeiros socorros, e até dúvidas quanto ao uso de medicação. Esse trabalho, também muito importante, é feito totalmente por telefone”, explicou.

Em São Luís, o Samu tem convênio com o Centro de Operações Integradas de Segurança (Ciops), que dá suporte ao atendimento das ocorrências.

SAIBA MAIS

Para entrar em contato com o Samu, basta ligar para o número 192 e responder às perguntas dos atendentes que estão de plantão 24 horas.