Com ações culturais gestão do prefeito Edivaldo movimenta o Centro Histórico de São Luís

Noite de poesia, música e reverência à cultura e literatura maranhenses em mais uma edição do Passeio Serenata, na noite de quarta-feira (22), no Centro Histórico. O bairro mais cultural da cidade se encheu de cor e música brindando um grande público que compareceu à Praça Benedito para saber mais sobre a capital. Uma iniciativa da Prefeitura de São Luís, o cortejo é uma das atividades do programa Reviva, que ao longo do ano terá atividades no bairro histórico. O prefeito Edivaldo e a primeira-dama Camila Holanda compareceram à edição do Passeio Serenata. O gestor tem acompanhado as edições do programa, reforçando a importância de prestigiar a cultura local. O programa Reviva, realizado por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur) reúne ainda o Sarau Histórico e o Roteiro Reggae.

O Passeio Serenata possibilita ao público conhecer mais a cidade e sua história. Um projeto que reúne moradores e turistas movimentando o Centro Histórico e promovendo a cultura local, pontua o prefeito Edivaldo. “É um evento de sucesso, que a cada edição atrai ainda mais pessoas e nos deixa orgulhosos da singularidade que nossa capital possui. Agradecemos a presença de todos e o empenho e dedicação dos artistas que nos proporcionam esse belo espetáculo”, destacou o prefeito.

O cortejo é apontado como um ponto positivo para a cidade, tanto por turistas, quanto pelos ludovicenses. Iniciando na Praça Benedito Leite, o Passeio Serenata mistura a cultura e turismo e ao longo do trajeto retorna aos tempos da antiga São Luís. “A união do turismo e cultura tem funcionado perfeitamente como atrativo para desenvolvimento das atividades econômicas, e principalmente, da divulgação da nossa história”, destacou a secretária de Turismo Socorro Araújo.

A carioca Andreia Mendes Pereira, veio conhecer o evento com toda a família – o marido alemão, Francisco Alfieri e os dois filho Davi Alfieri, 08 anos e Julia Alfieri, 10. A ocasião serviu para apresentar a cidade e a serenata aos filhos. “Estamos de férias, curtindo a cidade e gostando demais do que já conhecemos. Com o evento tive a oportunidade de mostrar aos meus filhos e meu marido sobre a história da cidade e eles conhecerem a serenata. Uma bela iniciativa. Estão de parabéns!”, disse Andreia Pereira que mora com a família na Alemanha.

“Fiquei bastante satisfeita em conhecer e participar do Passeio Serenata. São Luís é uma bela cidade e é uma alegria poder passear à noite por estas ruas, acompanhada de boa música e uma rica e interessante história”, disse Simone Belfort, que aproveitou o clima cultural para curtir o evento. O evento reuniu turistas de diversos Estados como Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do norte e de outros países como Alemanha.

CORTEJO

A história de São Luís é contada por personagens da história de São Luís e transmitida ao público durante o trajeto do cortejo Passeio Serenata. São textos teatralizados por atores maranhenses em percurso com duração de pouco mais de duas horas. O encerramento aconteceu na praça do Catraieiros, na Praia Grande, depois de paradas em pontos turísticos mais expressivos do centro. Os detalhes sobre a São Luís antiga são repassados de forma lúdica.

PROGRAMA

O Passeio Serenata faz parte do Reviva, programa da Prefeitura de São Luís, realizado por meio da Setur. Fazem parte dele também o Sarau Histórico, no qual a população aprecia poesias e músicas que contam histórias sobre São Luís, e o Roteiro Reggae, que apresenta ao público mais da cultura maranhense, enraizada pelo ritmo que agita a ilha quando toca.

PROGRAMAÇÃO

Setembro
Dia 6 – Roteiro Reggae
Dia 14 – Sarau Histórico
Dia 26 – Passeio Serenata

Outubro
Dia 19 – Sarau Histórico
Dia 31 – Passeio Serenata

Novembro
Dia 9 – Sarau Histórico
Dia 21 – Passeio Serenata

Dezembro
Dia 7 – Sarau Histórico
Dia 19 – Passeio Serenata

Prefeitura de São Luís assina acordo nacional para proteção do Centro Histórico

Fortalecendo as ações de valorização do Centro Histórico da capital, a Prefeitura de São Luís assinou “O Compromisso de Goiás – Brasil – 200 anos de independência o patrimônio que nos une”, elaborado com o objetivo de instituir o Sistema Nacional de Patrimônio Cultural, através de projeto de lei. Com o documento, a proposta é inserir a requalificação de espaços e monumentos considerados patrimônios mundiais na agenda política do país. A assinatura do acordo aconteceu durante o Seminário Internacional Gestão de Sítios Culturais do Patrimônio Mundial no Brasil, organizado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e realizado esta semana na cidade de Goiás (GO).

Representando o prefeito Edivaldo durante o encontro, o presidente do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), Fábio Henrique de Carvalho, destacou que o documento gerará bons frutos no futuro. “A Carta de Goiás traça metas para a preservação dos sítios patrimônios mundiais. Foi extremamente honroso para São Luís poder contribuir com a elaboração dessa carta, que dará novos rumos e diretrizes à defesa do Patrimônio Mundial. Juntos, demos um grande passo, que resultará em benefícios para as cidades que são patrimônios”, ressaltou.

O documento foi assinado pelas prefeituras das 13 cidades brasileiras que têm patrimônios mundiais da cultura, além dos ministérios da Cultura, Meio Ambiente e Turismo, a Organização das Cidades Brasileiras Patrimônio Mundial e a Confederação Nacional de Municípios. A carta será encaminhada ao Congresso Nacional e será entregue aos candidatos à Presidência da República. O objetivo é instituir a Política Nacional de Gestão Turística do Patrimônio Mundial no Brasil.

O evento na cidade de Goiás ocorreu 47 anos após a carta de Salvador, encontro que foi realizado no ano de 1971. A presidente do Iphan, Kátia Bogéa, afirmou que a assinatura do documento representa um reforço nas iniciativas implementadas para a preservação do patrimônio. “Este evento é muito importante para a construção de novas propostas para a Gestão dos Sítios Culturais do Brasil, prioritariamente dos Patrimônios Mundiais. É a primeira vez que os ministérios trabalham juntos em diretrizes para cuidar desses patrimônios. Antes, as políticas não eram transversais, ninguém conversava, então isso é um avanço muito grande”, destacou.

A Carta Compromisso de Goiás envolve concessão de linhas de crédito para as cidades com sítios históricos com a chancela da Unesco, assegura um tratamento diferenciado para as 13 cidades, amplia a abrangência de ações em políticas públicas e econômicas e prioriza programas de infraestrutura urbana, como mobilidade e acessibilidade. O documento também sugere a continuidade e a ampliação de programas que viabilizem obras de melhoria estrutural nas cidades de interesse histórico, como linhas de financiamento do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC – Cidades Históricas).

São 14 os sítios culturais reconhecidos como Patrimônio Mundial no Brasil: o Centro Histórico de São Luís (MA); a cidade de Brasília (DF); o Cais do Valongo, no Rio de Janeiro (RJ); o Centro Histórico de Goiás (GO); o Centro Histórico de Diamantina (MG); o Centro Histórico de Ouro Preto (MG); o Centro Histórico de Olinda (PE); o Centro Histórico de Salvador (BA); o Conjunto Moderno da Pampulha, em Belo Horizonte (MG); as Missões Jesuíticas Guaranis no Brasil, ruínas de São Miguel das Missões (RS); o Parque Nacional Serra da Capivara (PI); a Praça São Francisco, em São Cristóvão (SE); as paisagens entre a montanha e o mar do Rio de Janeiro (RJ); e o Santuário do Bom Jesus de Matozinhos, em Congonhas (MG).

Do Maranhão também participaram do evento o superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary; o superintendente do Patrimônio Cultural do Governo do Maranhão, Eduardo Longhi; a secretária municipal de Turismo de São Luís, Socorro Araújo; o presidente da Fundação Municipal do Patrimônio Histórico, José Aquiles Andrade; e o secretário adjunto de Fiscalização/Blitz Urbana,Joaquim Azambuja.

O presidente da Fumph, Aquiles Andrade, enfatizou a importância da participação da cidade de São Luís no seminário. “São Luís tem grande importância por ser patrimônio mundial. Juntamente a outras cidades que também têm essa característica, foi realizada essa discussão para fortalecimento da gestão desses sítios culturais que são patrimônios mundiais e para a construção de uma nova perspectiva para a política de gestão do patrimônio cultural no Brasil para os próximos anos. Todas as cidades puderam expor seus anseios, suas dificuldades e as possíveis contribuições que podem realizar”, disse.

SEMINÁRIO

O Seminário Internacional Gestão de Sítios Culturais do Patrimônio Mundial no Brasil contou com a participação do Centro do Patrimônio Mundial e especialistas estrangeiros, de cidades reconhecidas pela Unesco, na Europa e América Latina. O encontro teve a intenção de promover a troca de experiências na gestão dos 14 sítios culturais, de excepcional valor universal para a humanidade. Na ocasião, também foram apresentados cases de sucesso como o da gestão do patrimônio cultural em Portugal, que contribuiu para colocar aquele país como o quarto maior destino turístico da Europa.

PAC CIDADES HISTÓRICAS

O PAC Cidades Históricas foi criado em 2013, como o maior conjunto de investimentos já feitos no Patrimônio Cultural Brasileiro. O incentivo, até então inédito na história das políticas de preservação, veio atuar diretamente em 44 cidades brasileiras, totalizando R$ 1,6 bilhão em orçamento previsto para 424 obras em edifícios e espaços públicos. Com isso, essas ações objetivam melhorar a qualidade de vida nessas cidades, por meio da revitalização de seus centros históricos.

Até o momento, 53 obras já foram concluídas e 71 estão em execução, além de outras 51 que estão com seus projetos aprovados e prontos para serem iniciados. O programa também possibilitou a criação de um banco de projetos destinados ao Patrimônio Cultural, além de qualificação de mão de obra, geração de emprego e renda para as cidades e estímulo ao turismo e outras políticas transversais, como a educação e a produção artística e cultural.

INVESTIMENTOS EM SÃO LUÍS

Em São Luís, obras com financiamento do PAC Cidades Históricas dão uma nova configuração à cidade. Os investimentos contemplam o projeto de revitalização da Rua Grande e do Complexo Deodoro – compreendido pelas praças Deodoro e Pantheon e as alamedas Silva Maia e Gomes de Castro, além dos serviços de requalificação da Praça Pedro II e entorno. As obras beneficiam a população, favorecendo o turismo e somando às iniciativas da Prefeitura de São Luís para a preservação do Centro Histórico da Cidade.

Compromisso de Goiás – 200 Anos de Independência o Patrimônio que Nos Une (clique aqui)

Prefeitura promove valorização da cultura com nova edição do Programa Reviva no Centro Histórico

Depois do sucesso do Programa Férias Culturais, que movimentou o Centro Histórico da capital no mês de julho, a Prefeitura de São Luís irá atrair mais uma vez um grande público para a região com o Programa Reviva. Realizado por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), o Reviva inicia a programação neste segundo semestre de 2018 apresentando a cultura ludovicense para turistas e para a população local por meio de música, teatro, poesia e informações sobre os detalhes encantadores da cidade que é Patrimônio da Humanidade. As atividades, que começam dia 10 de agosto, fazem parte das ações colocadas em prática na gestão do prefeito Edivaldo com o objetivo de fomentar o turismo na capital e garantir mais uma opção de lazer para as famílias ludovicenses.

O programa Reviva engloba o ‘Passeio Serenata’, o ‘Roteiro Reggae’ e o ‘Sarau Histórico’. Este último abrirá oficialmente a programação no dia 10 de agosto, sexta-feira, às 19h, na Praça Benedito Leite. O tema do primeiro Sarau Histórico do ano será ‘O Grande Baile’.

A secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo afirma que o programa Reviva vem cumprindo um de seus principais objetivos. “Que é de promover a educação através de um passeio concreto pela história, incentivando a ocupação do Centro Histórico e a preservação do nosso patrimônio, graças a um olhar sensível do prefeito Edivaldo que entende que ações como esta são extremamente importantes para preservação deste patrimônio”, afirmou a secretária.

O ‘Sarau Histórico’ tem como principal objetivo resgatar a cultura de São Luís por meio do teatro, da música e da poesia, trazendo atuações profissionais para mostrar a todos a riqueza imaterial da capital. A Cia Teoria das Artes será a responsável por transformar a cultura em um grande espetáculo lúdico, enquanto a música que vai envolver a noite ficará por conta do Combo 363.

Trata-se de um mix cultural de literatura, teatro, música e história que tem atraído a atenção do público local e turistas. Atores caracterizados com roupas de época evocam o passado áureo da cidade, transmitindo uma sensação de nostalgia ao mesmo tempo de aprendizagem da história.

Já o ‘Passeio Serenata’ contribui de forma significativa para que os turistas conheçam a cidade. Não só os pontos turísticos, mas também os artistas, cultura e a história local. Fugindo do convencional, o evento oferece aos visitantes uma São Luís mais lúdica, através de músicas regionais e do cancioneiro popular e personagens da história ludovicense, em inserções durante o passeio.

Com o ‘Roteiro Reggae’, o passeio pelas ruas de São Luís passa por locais no Centro Histórico que tenham identificação com o estilo musical que deu a São Luís o título de “Jamaica Brasileira”. Um guia especializado conduz os visitantes aos lugares que foram representativos para a história do reggae, com apresentação de grupo de dança do ritmo.

PROGRAMAÇÃO

Os eventos do Reviva começam no dia 10 de agosto e seguem até o fim de 2018. Todas as edições apresentam novidades e são feitas por companhias diferentes, dando a oportunidade para grupos culturais da cidade apresentarem o seu trabalho para o público. Além disso, todos os saraus também têm temas diferentes. Veja a programação completa!

Agosto
10 – Sarau Histórico (O Grande Baile)
22 – Passeio Serenata

Setembro
6 – Roteiro Reggae
14 – Sarau Histórico
26 – Passeio Serenata

Outubro
19 – Sarau Histórico
31 – Passeio Serenata

Novembro
9 – Sarau Histórico
21 – Passeio Serenata

Dezembro
7 – Sarau Histórico
19 – Passeio Serenata.

Prefeito Edivaldo acompanha Passeio Serenata pelo Centro Histórico de São Luís

Atraídos pela programação de férias da Prefeitura de São Luís, ludovicenses e turistas lotam o Centro Histórico na noite desta quarta-feira (18) para acompanhar o Passeio Serenata. O prefeito Edivaldo participou da atividade e caminhou todo o percurso, de quase duas horas, ao lado de populares. O evento integra o Programa Férias Culturais que se estende durante todo este mês. Durante o passeio os participantes têm a oportunidade de conhecer mais sobre a história da capital maranhense, por meio de música, interpretações teatrais e informações de um guia de turismo. O programa, coordenado pela Secretaria de Turismo, reforça as ações que vêm sendo colocadas em prática na gestão do prefeito Edivaldo para o fortalecimento do turismo e a valorização da cultura local.

“São Luís é uma ilha encantadora, e nossa história atrai cada vez mais os turistas e ludovicenses. O Passeio Serenata é uma oportunidade para que, de forma lúdica e cultural, as pessoas possam conhecer e descobrir as riquezas e belezas da nossa São Luís. Essa é mais uma ação da Prefeitura de São Luís para valorizar o Centro Histórico”, ressaltou o prefeito Edivaldo, que esteve acompanhado da primeira-dama Camila Holanda e da secretária de Turismo, Socorro Araújo.

O Passeio Serenata teve início na Praça Benedito Leite e seguiu por vias do Centro Histórico como Avenida Dom Pedro II, Rua de Nazaré, Rua da Estrela, Rua da Alfândega, mostrando também os detalhes do Beco Catarina Mina e da Rua Portugal, finalizando o passeio na Praça da Praia Grande. O trajeto é acompanhado por guia de turismo e ao longo do percurso, personagens como Daniel de La Touche, Marquês de Pombal, Ana Jansen e Dom Sebastião contam a história da capital maranhense.

A secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo, conta que a intenção do programa, bem como das demais ações desenvolvidas na área do Centro Histórico contribuem para o fortalecimento do turismo na capital. “Estamos promovendo uma série de atividades, projetos e desenvolvendo parcerias, a fim de fazer com que a população e os turistas tenham um olhar diferenciado para esta região da cidade, que carrega grande parte da nossa história e concentra traços da cultura local”, diz a titular da Setur.

Durante o passeio, além da história contada por personalidades históricas, um guia de turismo contava ao público curiosidades sobre as famosas lendas, as pedras de cantaria, os azulejos e a arquitetura da cidade. A música também fez parte da caminhada. O público acompanhou o grupo musical que entoava canções como Perfídia, Quando te vi, Ilha Bela, Luar do Sertão, Ilha Magnética e muitas outras.

“Estou adorando este passeio. É muito importante a gente conhecer e descobrir coisas novas sobre a história da nossa cidade. Estou encantada”, disse a ludovicense, Maria Vitória Dias, 70 anos, que participou do passeio ao lado do filho. “É muito bom para que ela possa lembrar das histórias contadas a ela no passado”, contou Josuelton Dias, que também aprovou a iniciativa da Prefeitura de São Luís.

O Passeio Serenata contribui de forma significativa para que os turistas conheçam a cidade. Não só os pontos turísticos, mas também os artistas, a cultura e a história local. A turista Ana Cristina Soares, que mora no Rio de Janeiro, ficou impressionada com o passeio. “É muito rica essa mistura de música, história e todo esse ambiente. É a primeira vez que venho a São Luís e é muito difícil a gente ver iniciativas como essa em outros lugares. Eu nunca tinha participado de um movimento como esse. É muito linda a quantidade de gente que está aqui hoje”, contou.

FÉRIAS CULTURAIS

As atividades do Programa Férias culturais estão sendo realizadas ao longo do mês de julho com o objetivo de fortalecer o turismo na cidade durante o período de férias. Além do Passeio Serenata, fazem parte do programa atividades como o Roteiro Reggae e o Conheça São Luís nas Férias.

O Roteiro Reggae propõe um passeio pelas ruas de São Luís e, durante o trajeto, o público passa por locais no Centro Histórico que tenham identificação com o estilo musical que deu a São Luís o título de “Jamaica Brasileira”. Um guia especializado conduz os visitantes aos lugares que foram representativos para a história do reggae, com apresentação de grupos de dança que apresentam e contagiam os participantes com o ritmo.

Com o Conheça São Luís nas Férias, os participantes percorrem as ruas conhecendo os principais pontos turísticos localizados no Centro Histórico da capital. A história, em cada ponto é contada por personagens icônicos da história de São Luís, que destacam os fatos mais importantes da nossa história.

Todos os passeios têm início na Praça Benedito Leite. As atividades do Conheça São Luís nas Férias acontecerá, ainda, no dia 26 de julho, a partir das 16h. Já o Roteiro Reggae acontecerá no dia 25 de julho, com concentração às 19h.

Prefeitura movimenta o Centro Histórico com o Programa Férias Culturais nesta quinta-feira (12)

O Programa Férias Culturais, iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo, vai movimentar ainda mais o Centro Histórico durante o mês de férias. Realizado por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), o objetivo do programa é oferecer a turistas e ludovicenses a oportunidade de conhecer melhor a cidade, cada detalhe da nossa riqueza material e imaterial. A primeira atividade do programa será o Conheça São Luís nas Férias, com concentração na Praça Benedito Leite, às 16h, nesta quinta-feira (12).

A atividade consiste em um passeio que segue para a Praça Dom Pedro II e espaços no entorno, que concentra prédios históricos como a Igreja da Sé, o Palácio de La Ravardière, o Palácio dos Leões e a Capitania dos Portos. O percusso continua pela Rua de Nazaré, Rua da Estrela, Rua Portugal, Beco Catarina Mina, Rua da Alfândega, sendo finalizando na Praça Nauro Machado.

A proposta do Programa Férias Culturais, que também inclui atividades como o Passeio Serenata e o Roteiro Reggae, é promover a valorização da cultura local para os moradores da cidade e para os turistas. “Nós temos que entender a nossa cultura e conhecer a nossa história para repassar as informações com propriedade para quem nos visita. E quem chega aqui e tem a oportunidade de participar dos nossos eventos, percebe a grandiosidade da nossa cidade”, explica Socorro Araújo, titular da Setur. O programa integra as ações colocadas em prática na gestão do prefeito Edivaldo que têm como objetivo fomentar o turismo e a geração de emprego e renda, bem como garantir mais uma opção de lazer para os ludovicenses.

PASSEIO SERENATA E ROTEIRO REGGAE

Também fazem parte do Férias Culturais as iniciativas do Passeio Serenata e Roteiro Reggae. Esses dois programas já fazem parte das ações de valorização do Centro Histórico, que vêm sendo implementadas pelo poder público municipal.

O Passeio Serenata contribui de forma significativa para que os turistas conheçam a cidade. Não só os pontos turísticos, mas também os artistas, a cultura e a história local. Fugindo do convencional, o evento oferece aos visitantes uma São Luís mais lúdica, conhecida através de músicas regionais e do cancioneiro popular nacional e personagens da história ludovicense, em inserções durante o passeio.

Já o Roteiro Reggae propõe um passeio pelas ruas de São Luís e passa por locais no Centro Histórico que tenham identificação com o estilo musical que deu a São Luís o título de “Jamaica Brasileira”. Um guia especializado conduz os visitantes aos lugares que foram representativos para a história do reggae. Durante o passeio, apresentação de grupos que dançam ao ritmo do reggae e contagiam os participantes.

PROGRAMAÇÃO

Os passeios terão início na Praça Benedito Leite. As atividades do Conheça São Luís nas Férias acontecerão nos dias 12, 19 e 26 de julho, a partir das 16h. Já o Passeio Serenata, começa às 19h e será realizado no dia 18 de julho. O Roteiro Reggae acontecerá no dia 25 de julho, também às 19h.

Com programação junina Feirinha São Luís anima o Centro Histórico

Com a proposta de unir o período de férias escolares e estender o clima de São João na cidade, durante o mês de julho as atrações culturais da Feirinha São Luís continuam em clima junino. A estratégica visa, especialmente, à promoção da cultura local, considerando a grande movimentação de turistas e ludovicenses pelo Centro Histórico durante o mês de julho.

A Feirinha São Luís é uma ação da Prefeitura, executada na gestão do prefeito Edivaldo pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa). “Por determinação do prefeito Edivaldo o São João de São Luís continuará durante todo o mês de julho, mostrando para os visitantes toda a variedade cultural da nossa capital, além da hospitalidade do nosso povo e as delícias gastronômicas. A Feirinha São Luís já faz parte do calendário tradicional das atividades de lazer da população da cidade, e sempre surpreende com a quantidade e animação do público presente”, disse o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues.

Nessa 57ª edição da Feirinha, as brincadeiras e atrações que animaram o público foram o Boi Mocidade Axixaense, Quadrilha Fogueira Viva, Erickson Andrade e Banda. Além dos interativos aulão de zumba e roda de capoeira e, claro, a anfitriã Banda da Feirinha.

Guido Mancini é de Montechio na Itália e veio conhecer São Luís pela primeira vez. “Uma experiência enriquecedora. É a primeira vez que venho conhecer a cidade de minha esposa. Estou feliz por ter tido a oportunidade de vivenciar todas essas cores e danças tão belas. Posso dizer que minha vinda a São Luís está sendo surpreendente”, disse o turista.

FEIRINHA SÃO LUÍS

O Programa Feirinha São Luís nasceu em junho de 2017 e acontece todos os domingos na Praça Benedito Leite, de 7h as 15h, tendo como objetivo principal incentivar a venda de produtos agroecológicos oriundos da agricultura familiar, além de apresentar aos visitantes a cultura e gastronomia ludovicense.

Em apenas um ano de existência, a Feirinha movimentou mais de 20 toneladas de produtos e subprodutos da agricultura local, recebendo cerca de 240 mil pessoas que geraram um capital circulante de quase R$ 12 milhões nos mais de 120 pontos de comercialização dentro e no entorno da Praça. No palco montado em frente à Associação Comercial já foram realizadas aproximadamente 300 apresentações culturais.

Cerca de 100 barracas são distribuídas pela Praça Benedito Leite para compor a Feirinha São Luís, destinadas para venda de produtos oriundos da agricultura familiar, artesanato, alimentação e ainda conta com foodtrucks e foodbikes.

Abertura das prévias do São João terá Boi Pirilampo nesta sexta-feira, 1º, no Centro Histórico

A exuberância da grande festa popular, o São João do Maranhão, e toda a sua criatividade presente nos vários estilos de brincar, começa nesta sexta-feira, 1º de junho, nas prévias do São João de Todos 2018. O evento é promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur).

Nessas duas semanas que antecedem a abertura oficial do São João de Todos, as prévias juninas serão realizadas às sextas-feiras, a partir das 18h, no Canto da Cultura, localizado no cruzamento das ruas Portugal e da Estrela, na Praia Grande, centro histórico. Aos domingos, as prévias também contam com programação especial no Parquinho da Litorânea, no mesmo horário.

Boi Pirilampo
Nesta sexta-feira, 1ª, o público pode conferir no canto da cultura a apresentação do Boi Pirilampo, sotaque de orquestra, um dos grupos de Bumba-meu-boi de maior destaque no Maranhão, fundado há 22 anos, conhecido pela toada ‘Esqueça’, uma das mais tocadas nos arraiais. A apresentação está prevista para as 18h30.

Ainda no canto da cultura quem abre a programação é o grupo de forró ‘Raimundinho Pé no Chão’, prometendo muita animação para o público. A brincadeira começa às 18h.
No domingo, 3, no Parquinho da Litorânea, o Boi Novilho Branco movimenta o espaço com todos os tipos de sotaque, a partir das 18h30. Na abertura, o forró ‘Raimundinho Pé no Chão’ leva um repertório variado com sucessos do ritmo, ao som de sanfona, zabumba e triângulo.

No próximo fim de semana, dias 8 e 10 de junho, a programação terá como atração principal o Boi Barrica no canto da cultura, e no Parquinho da Litorânea quem faz a festa do público é a Cia Encantar, com suas músicas e coreografias que retratam a riqueza e diversidade da cultura popular maranhense.

Temporada oficial
O São João de Todos 2018 começa oficialmente no dia 15 de junho, no circuito oficial formado pelos arraiais da praça Nauro Machado, praça Maria Aragão, Ipem e Vila Palmeira. Com seis atrações por noite em cada arraial, entre grupos de bumba-meu-boi, quadrilhas, danças tradicionais e shows de artistas locais e nacionais, a programação segue até o dia 1º de julho.

Já os arraiais de bairros, que contam com apoio do Governo, levarão alegria e tradição para o João Paulo, Bairro de Fátima, João de Deus, Liberdade, Cohatrac, Anil, Anjo da Guarda, Cidade Operária, Vila Embratel, Largo Santo Antônio (no período de 23 a 30 de junho), e Cohajap (de 1º a 13 de junho).

Programação prévias juninas
Dia 1º de junho (sexta-feira)
Canto da Cultura – Praia Grande, centro histórico
18h – Forró ‘Raimundinho Pé no Chão’
18h30 – Boi Pirilampo

Dia 3 de junho (domingo)
Parquinho da Litorânea
18h – Forró ‘Raimundinho Pé no Chão’
18h30 – Boi Novilho Branco

Dia 8 de junho (sexta-feira)
Canto da Cultura – Praia Grande, centro histórico
18h – Forró ‘Raimundinho Pé no Chão’
18h30 – Boi Barrica

Dia 10 de junho (domingo)
Parquinho da Litorânea
18h – Forró ‘Raimundinho Pé no Chão’
18h30 – Cia Encantar

Centro Histórico de São Luís é sinônimo de segurança e cultura no ‘Pré-carnaval de Todos 2018’

A Praça Nauro Machado, localizada no Centro Histórico de São Luís, é um dos pontos da cidade que recebe a programação do ‘Pré-carnaval de Todos 2018’, e tem atraído pessoas de todas as idades. Desde o ano de 2015, o lugar  tem recebido atividades que contribuíram para a sua revitalização, contrastando o cenário histórico com o modernos.

Para quem frequentava o lugar antes das ocupações promovidas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur), diz que o projeto Reviver era considerado um ponto da cidade pouco frequentado devido à falta de segurança e a pouca luminosidade. O professor Augusto Lopes, disse que por muito tempo se questionou sobre motivo de não haver ações culturais no Centro Histórico, já que por muito tempo o lugar foi mal aproveitado e esquecido.

“Hoje andando pelo Centro Histórico não sinto mais aquela tensão que sentia antigamente, pois sempre andei sobressaltado por essas ruas. De uns tempos para cá tenho percebido certo empenhado para transformar aquela antiga realidade em algo totalmente mais agradável, acessível e seguro”, disse Augusto Lopes.

Durante estes períodos de festas de prévias carnavalescas, o espaço tem atraído turistas de várias partes do Brasil e do mundo, além de ser sua época do ano favorita para visitar a cidade. As atrações no Centro Histórico chamaram a atenção de turistas como a do paulista Jean Schmitz, que visita o Maranhão pela segunda vez.

“Eu conheci o Maranhão no ano passado e adorei tanto a cidade quanto as pessoas. O carnaval aqui tem uma energia diferenciada, me sinto seguro e gosto bastante das atrações. Aqui vocês fazem uma mistura entre carnaval e São João, o que fica muito mais bonito e demostra ainda mais o que o Maranhão tem de melhor”, disse o turista.

Segurança

O “Pré-carnaval de Todos 2018” tem contado com o apoio do Serviço de Inteligência e do Batalhão de Polícia de Turismo (Bptur), da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), que tem  garantido o trabalho de segurança pública em São Luís. A segurança no Centro Histórico de São Luís durante as prévias carnavalescas tem sido realizada de maneira motorizada e a pé, além disso, os policiais estão divididos de maneira estratégica realizando rondas nos perímetros internos e externos para maior conforto do público.

Segundo o capitão Amorim do Bptur, o Centro Histórico de São Luís no período de prévias de carnaval conta com participação de mais de 60 policiais, que estão realizando o policiamento ostensivo e de preservação da ordem pública.

“O Batalhão do Turismo possui policiais especializados no atendimento aos turistas, com policiais que falam fluentemente outros idiomas como: inglês, francês e  espanhol. Também fazemos o policiamento ostensivo e preventivo para cuidar do público durante esse período de festas, estamos fazendo revistas para garantir que nada venha atrapalhar a festa”, disse o capitão.

Além da presença da polícia militar, o Centro Histórico conta com a presença do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) que esteve realizando serviço de prevenção, verificando as instalações elétricas nos palcos, condições de aterramento dos geradores e presença de extintores de incêndio.

O tenente Silva Filho, que realiza a função de auxiliar de coordenador de operações, disse que as equipes do CBMMA ficam em pontos de maior movimentação para atender aos brincantes de mais maneira mais eficiente.

“Temos que ficar mais próximos do público máximo possível, pois sabemos que é em lugares de grandes aglomerações que ocorrem algumas situações. Além de várias equipes  do CBMMA de prontidão aqui no Centro Histórico, também contamos com duas ambulâncias para caso ocorra alguma emergência”, disse o tenente Silva Filho.

O ‘Pré-carnaval de Todos 2018’ acontece sempre as sextas-feiras na Praça Nauro Machado e domingo na tradicional Praça da Saudade na Madre Deus e Espigão Costeiro do bairro Ponta d’Areia. A programação do ‘Carnaval de Todos 2018’ inicia a partir do dia 9 de fevereiro e segue até ao dia 13 de fevereiro. A programação ocorrera na Praça Nauro Machado, Praça da Saudade, na Passarela do Samba, Apa do Itapiracó, Vila Gracinha, Largo do Caroçudo, Casa das Minas, Espigão Costeiro e na Beira Mar.

Casarão Tecnológico será inaugurado nesta sexta (19)

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), vai inaugurar na próxima sexta-feira (19), o primeiro hub de inovação do estado, o Casarão Tech Renato Archer, localizado na Rua da Estrela, no Centro Histórico de São Luís.

Com ampla estrutura de laboratório maker, laboratório kids, espaço de coworking, auditório, sala de reunião, sala para incubação de empresas, e sala de treinamentos, o prédio histórico tem a missão de inserir o estado no cenário tecnológico e inovador do Brasil. A proposta é ser um espaço para reunir e conectar empreendedores e empresas inovadoras (startups).

O projeto é uma iniciativa da Secti por meio do programa Inova Maranhão, inspirada em modelos de inovação do exterior, onde prédios reúnem os principais players e talentos ligados à inovação e, dessa maneira, fortalecem a economia criativa local.

“O Governo do Maranhão tem investido muito em ciência e tecnologia, o Casarão Tech Renato Archer é resultado desse investimento. Aqui teremos diversas atividades, todas buscando incentivar e desenvolver novas empresas”, destacou o secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação, Davi Telles.

Além de ser focado em iniciativas voltadas para o empreendedorismo digital e empresarial, o Casarão Tech promoverá a inclusão social da comunidade do entorno. Aberto ao público, o hub de tecnologia do Maranhão, também terá espaço destinado para as 67 startups aprovadas na primeira fase do edital da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA Nº 034/2017.

Os membros das startups aprovadas na primeira fase do edital do Inova Maranhão participarão do Workshop Lean Startup durante três dias.

Museu do Reggae será inaugurado nesta quinta-feira, no Centro Histórico

O primeiro museu temático de reggae fora da Jamaica abre suas portas nesta quinta-feira (18), a partir das 18h, no Centro Histórico de São Luís. A nova casa de cultura é a realização de um sonho antigo dos regueiros, através da  iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur).

O Museu do Reggae Maranhão tem como objetivo materializar as memórias do ritmo jamaicano que conquistou o Maranhão. Na inauguração haverá um show que reunirá a história viva desse movimento. Cantores, radiola e DJs históricos se apresentarão no palco da Praça do Reggae, logradouro situado ao lado do Museu.

Na programação haverá a radiola FM Natty Naifson, como os DJs Neturbo, Ademar Danilo, Maestro Jaílder, Carlinhos Tijolada, Roberthanko e outros, além de shows com Célia Sampaio, Oberdan Oliveira (Nonato e Seu Conjunto), Tadeu de Obatalá ( Banda Guetos), Mano Borges & Celso Reis, Garcia (banda Reprise) e vários outros também.

Após o descerramento da placa de inauguração, o público poderá conhecer os cinco ambientes do Museu do Reggae Maranhão. Um dos ambientes será a sala dos Imortais, destinado aos grandes nomes do reggae maranhense que já morreram. Os outros quatro espaços homenagearão tradicionais clubes de reggae  da cidade: Clube Pop Som , Clube Toque de Amor, Clube União do BF e Clube Espaço Aberto.

O ambiente contará com relíquias do reggae, como é o caso de uma guitarra da banda maranhense Tribo de Jah, instrumento que acompanhou a banda por mais de 20 países e fez parte da história do grupo, além de ter sido usada nas primeiras gravações de suas canções e em grandes shows nacionais e internacionais.

Outra joia que poderá ser encontrada no Museu do Reggae Maranhão, é a radiola “Voz  de Ouro Canarinho”, de Edmilson Tomé da Costa conhecido como Serralheiro, um dos pioneiros do reggae no Maranhão, e disseminador do gênero musical nos anos de 1970.

O público poderá ter contato com discos raros, vídeos e fotos históricas, moda Reggae ao longo do tempo, além de depoimentos gravados com personagens da cena reggae, livros, artigos, teses e dissertações compõem o acervo imaterial e digitalizado do museu.

O Museu do Reggae Maranhão permitirá que seus frequentadores sejam transportados para uma festa em um clube de reggae em um de seus ambientes, além de despertar a paixão pelo ritmo que denomina São Luís como a Jamaica brasileira, já que a cidade é considerada o maior polo de cultura reggae fora da Jamaica.