Prefeito Edivaldo nomeia mais 143 aprovados no concurso para a Secretaria Municipal de Educação

O prefeito Edivaldo assinou, esta semana, mais 143 decretos de nomeação relativos ao concurso da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Deste total, 125 são professores e os outros 18 são profissionais das áreas de Assistência Social, Cuidador Escolar e Monitor de Transporte Escolar, que vão atuar na rede municipal garantido mais qualidade ao ensino público da capital. A ação reforça o quadro de servidores municipais da Prefeitura de São Luís, que segue realizando concursos públicos e contemplando áreas importantes para a população.

“Estamos ampliamos o quadro de servidores e garantindo mais qualidade ao ensino na rede municipal, uma das prioridades da nossa gestão. Os avanços que temos conquistado vão desde a requalificação de mais de 120 unidades e climatização de cerca de 800 salas de aula, até a modernização da gestão escolar e a qualificação dos professores. São ações em todas as frentes para proporcionar à comunidade escolar um ambiente cada vez mais adequado de aprendizagem”, destacou o prefeito.

Na contramão do cenário de crise nacional, a gestão do prefeito Edivaldo consolida uma forte política de incremento do efetivo e de valorização dos servidores. A iniciativa reflete na melhoria dos serviços ofertados à população e na garantia de novas oportunidades de trabalho em um momento em que há retração da oferta de emprego em todo o país. Os decretos de nomeação serão publicados no Diário Oficial do Município.

Para o secretário de Educação, Moacir Feitosa, a gestão do prefeito Edivaldo comprova, mais uma vez, o compromisso com a educação. “Este concurso, que reflete positivamente para que tenhamos um ensino cada vez mais qualificado, é um marco na educação municipal”, destaca o secretário municipal de Educação (Semed), Moacir Feitosa.

O concurso para a rede municipal de educação foi realizado ano passado, oferecendo 822 vagas nos níveis médio e superior, mais cadastro de reserva. Entre os já empossados estão professores, monitores de transporte escolar, nutricionistas e cuidadores escolares, contemplando, pela primeira vez, a Educação Especial. Com os novos nomeados, já são 564 convocados do concurso da educação desde 2017.

MAIS OPORTUNIDADE

O mais recente concurso em andamento é o da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), que visa preencher vagas na função de Auditor Fiscal de Tributos. São 10 vagas e cadastro de reserva, com remuneração inicial de mais de R$ 10 mil. Com a decisão firme, o prefeito Edivaldo garante a abertura de novas oportunidades de trabalho e movimenta a economia, neste momento de forte retração do mercado. As provas ocorreram no dia 29 de julho, em São Luís. O último concurso para esta área havia sido realizado há quase 30 anos.

O fortalecimento da gestão municipal está intimamente ligado à valorização do servidor público, por isso, a realização de concursos públicos tem sido uma prioridade na administração do prefeito Edivaldo, avalia a secretária municipal de Administração (Semad), Mittyz Rodrigues. “Considerando os cinco certames realizados até o momento, vislumbramos benefícios e avanços, tanto no quadro de pessoal, quanto nos serviços de áreas fundamentais como Educação, Assistência Social, Fazenda, Procuradoria e Controladoria”, pontua a gestora.

Entre os órgãos atendidos pela realização de concursos estão Procuradoria Geral do Município (PGM), Controladoria Geral do Município (CGM), Secretaria Municipal de Educação (Semed), Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) e Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), este dois últimos em andamento, totalizando 914 vagas oferecidas por meio de edital e a convocação de 615 candidatos aprovados em concursos até julho de 2018.

Concurso da Prefeitura de São Luís reúne candidatos maranhenses e de outros estados

O domingo foi de provas do Concurso Público para Auditor Fiscal de Tributos da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz). Promovido pela Prefeitura de São Luís, o certame, que reuniu candidatos maranhenses e de outros estados, contribuirá para o fortalecimento das ações na área da Fazenda Pública, considerando que o último concurso para o cargo foi realizado há quase trinta anos. Este é o quinto concurso realizado pela gestão do prefeito Edivaldo que tem como objetivo dar excelência aos serviços prestados aos cidadãos ludovicenses em todas as áreas.

As provas objetiva e discursiva para o provimento de dez vagas, mais cadastro de reserva, aconteceram manhã e tarde na Universidade Ceuma – Campus Renascença. Os candidatos disputam o preenchimento de dez cargos de nível superior, mais cadastro de reserva. Após trinta anos da realização do último concurso público para auditor, com a defasagem de profissionais e o aumento de demandas na área de fiscalização, a realização do certame para o fisco se tornou de grande necessidade.

As provas objetivas de Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos I foram aplicadas pela manhã e as provas discursivas de Conhecimentos Específicos II foram realizadas a tarde. O concurso está sendo executado pela Fundação Carlos Chagas (FCC).

Para o secretário municipal da Fazenda, Delcio Rodrigues, com a contratação de novos profissionais, a prestação de serviços tende a melhorar. “A realização do concurso faz parte de uma série de ações realizadas na gestão do prefeito Edivaldo que visam à modernização da gestão tributária do município de São Luís”, garantiu o titular da pasta.

Este é o quinto concurso realizado pela gestão do prefeito Edivaldo que tem como objetivo dar excelência aos serviços prestados aos cidadãos ludovicenses em todas as áreas. De acordo com informações da FCC 1.673 candidatos se inscreveram no concurso.

“Diante de um certame valorizado, constatamos o quão oportuna é sua realização tanto para a melhoria dos serviços prestados pela Prefeitura de São Luís quanto pela oferta de empregabilidade aos profissionais interessados em ingressar no funcionalismo municipal”, assegurou a secretária Municipal de Administração, Mittyz Rodrigues.

A remuneração inicial bruta dos cargos será de R$ 10.181,24. São oferecidas dez vagas para o cargo de Auditor Fiscal de Tributos I, sendo oito vagas para a área de Abrangência Geral e duas para a de Tecnologia da Informação.

A contadora Tânia Freitas estava aguardando o lançamento do edital para o concurso na área. “É um concurso muito bom e muito esperado, porque já faz quase trinta anos da realização do último concurso na área, e tinha muita gente esperando que a Prefeitura renovasse esse quadro da Semfaz. É um bom salário que garante uma boa estabilidade financeira, mas como todo concurso é bem concorrido”, ressaltou.

Profissionais de outros estados vieram a São Luís para prestar o concurso. O advogado Adriel de Aguiar, natural de Fortaleza, prestou concurso para a área há duas semanas no estado de São Paulo e agora veio à capital maranhense. “Estou fazendo concurso para a área de fiscalização em diversas cidades na tentativa de passar e a gente estuda e se prepara é pra conseguir uma aprovação. Achei muito boa a iniciativa da Prefeitura de São Luís em promover um concurso bom como este”, afirmou.

O resultado preliminar das provas objetiva e dissertativa está previsto para ser divulgado no dia 26 de setembro no Diário Oficial (www.saoluis.ma.gov.br) e também no site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br).

Prefeitura realiza concurso para Auditor Fiscal de Tributos da Fazenda neste domingo (29)

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Administração (Semad), realiza neste domingo (29) as provas objetiva e discursiva do concurso público para o provimento de dez vagas mais cadastro de reserva para o cargo de Auditor Fiscal de Tributos na Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz).O último concurso foi realizado há quase 30 anos. O objetivo do certame é reforçar o quadro de servidores municipais que atuam na área da Fazenda e fortalecer as ações da política para o setor colocadas em prática na gestão do prefeito Edivaldo.

As provas objetivas de Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos I serão aplicadas pela manhã e as provas discursivas de Conhecimentos Específicos II serão feitas a tarde. Todos os candidatos inscritos farão as provas na Universidade Ceuma, no campus Renascença, em São Luís.

Segundo o Edital de Convocação para as provas, publicado no Diário Oficial do Município nº 133, de 23 de julho de 2018, e disponível no site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br) e da executora do certame (www.concursosfcc.com.br ), o horário de apresentação dos candidatos ao local de provas do turno matutino será 7h30 com fechamento dos portões às 8h. Já no período da tarde, os candidatos devem estar no local de prova às 14h, com fechamento dos portões às 14h30. Os candidatos deverão estar munidos de documento original oficial com foto e do Cartão Informativo, fornecido por e-mail pela Fundação Carlos Chagas no endereço eletrônico informado no ato da inscrição.

“A expectativa é de que, assim como todos os concursos realizados na gestão do prefeito Edivaldo, as provas para Fazenda sejam realizadas com tranquilidade em cumprimento ao previsto no edital. O ingresso de servidores de carreira na área da auditoria fiscal de tributos trará uma nova perspectiva ao avanço do setor na gestão municipal”, afirmou a secretária municipal de Administração, Mittyz Rodrigues.

A atual gestão é extremamente preocupada com a excelência na prestação de serviços aos cidadãos. Com o passar do tempo, as demandas do fisco municipal cresceram e aumentar a quantidade de auditores para a fiscalização se tornou necessária. “O último concurso foi realizado há quase 30 anos e estamos com uma carência muito grande de profissionais para atuar nessa área que está sobrecarregada. Com a realização deste concurso, esperamos que o fisco municipal seja o principal beneficiado com a admissão de novos profissionais”, assegurou o secretário municipal de Fazenda, Délcio Rodrigues.

SOBRE O CONCURSO

O objetivo do concurso, cujo edital foi publicado no Diário Oficial do Município nº 100 de 30 de maio de 2018, é reforçar o quadro de servidores municipais que atuam na área da Fazenda e, assim, fortalecer as ações da política para o setor colocadas em prática na gestão do prefeito Edivaldo.

A remuneração inicial bruta dos cargos será de R$ 10.181,24. Estão sendo oferecidas 10 vagas para o cargo de Auditor Fiscal de Tributos I, sendo 08 vagas para a área de Abrangência Geral e 02 para a de Tecnologia da Informação.

MPMA aciona ex-prefeito por favorecimento de candidatos em concurso realizado em 2014

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) ajuizou, em 25 de junho, Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Alcântara, Domingos Cunha Júnior, em função de irregularidades em um concurso público, realizado em 2014, para a prefeitura. As ilegalidades incluem o favorecimento de inscritos ligados ao ex-gestor.

A manifestação, formulada pela promotora de justiça Alessandra Darub Alves, é baseada no Procedimento Administrativo nº 06/2016, instaurado após denúncias do ex-vereador Benedito Barbosa, feitas em março de 2014 e reforçadas em abril do mesmo ano.

As irregularidades incluem a divergência entre o CNPJ divulgado no edital e o endereço do Instituto Somar (que executou o certame). Além disso, os códigos de atividade do CNPJ não permitiam que a empresa realizasse concursos. Também causou surpresa o pedido para que o pagamento das taxas de inscrição fosse realizado em mãos, na sede da Secretaria Municipal de Cultura.

Ademais, as vagas oferecidas no concurso não atendiam às necessidades do município. Cargos de servidores operacionais, merendeiras, vigias, motoristas; técnicos e auxiliares de Enfermagem; supervisores escolares e garis, não foram previstos.

EM NEGRITO

Em abril de 2014, as denúncias foram reforçadas com outras irregularidades, dando conta da existência de candidatos com nomes destacados em negrito na lista de aprovados. Na visão do MPMA, isso indica que o próprio Instituto Somar grifou os nomes daqueles que deveriam ser aprovados.

Outros pontos também chamam atenção. Um deles é o número de parentes e pessoas próximas ao vereador considerado como “braço direito” do ex-prefeito, além de pessoas com cargos comissionados na administração de Domingos Cunha Júnior.

No dia da prova, foram constatados vários casos de uso de celulares, “colas” e conversas paralelas. Antes disso, um texto foi divulgado via Whatsapp, dando conta de alguns supostos aprovados, incluindo a então chefe de gabinete do prefeito, Soraya Gleide Chagas.

Além disso, não houve aprovados para alguns cargos, mesmo havendo diversos candidatos concorrendo.

APURAÇÃO

Em janeiro de 2017, a Secretaria de Administração do município encaminhou ao MPMA documentos, entre eles, a relação de cargos comissionados, referente ao período de 2013 a 2016, e as listas dos aprovados, nomeados e empossados em 1º de dezembro de 2016.

Também foram encaminhados a lista de servidores nomeados no concurso e decreto de homologação do certame, publicado no Jornal Oficial dos Municípios do Estado do Maranhão, e um relatório de inconsistências encontradas em relação ao concurso público.

A secretaria informou, ainda, a ocorrência de “diferenças grosseiras” no quadro de aprovados no concurso, como a nomeação de pessoas que não foram aprovadas no certame e a modificação das áreas de abrangência de seus cargos, para tentar dar aparência de legalidade às suas nomeações.

SEM JUSTIFICATIVA

No final da gestão do ex-prefeito, em dezembro de 2016, foram nomeados e empossados 42 novos servidores públicos, dentre os quais sete não constam na relação de aprovados divulgada pelo Instituto Somar e nem na relação de aprovados divulgada pela prefeitura no Diário Oficial.

Os nomes dos sete aparecem no Jornal Oficial dos Municípios e foram incluídos na relação de aprovados, divulgada anexa ao decreto de homologação dos aprovados no concurso público, sem qualquer justificativa.

Três destes servidores, que foram nomeados indevidamente, ocuparam cargos em comissão na gestão de Domingos Cunha Júnior, nos cargos de auxiliar de protocolo e secretário de administração e diretor escolar.

“Todas as irregularidades representam uma afronta direta aos princípios da legalidade, impessoalidade, publicidade, eficiência e moralidade administrativas, estipulados no artigo 37 da Constituição”, esclarece Alessandra Darub.

PEDIDOS

O MPMA pede a condenação de Domingos Cunha Júnior às penas previstas no artigo 11 da Lei de Improbidade (Lei 8429/92), resultando na perda da função pública; ressarcimento integral do dano; na suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco a oito anos e no pagamento de multa civil até o dobro do dano.

Outra pena é a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos.

Homologado resultado final do concurso do Detran-MA

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores (Segep), homologou o resultado final do concurso público do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), que teve edital de abertura das inscrições publicado no Diário Oficial do Poder Executivo do dia 30 de novembro de 2017.

A homologação do certame, assim como o resultado definitivo da avaliação dos candidatos às vagas reservadas para pessoas negras, foi publicada no Diário do Poder Executivo do dia 3 de julho de 2018. A listagem com todos os nomes dos candidatos habilitados, em ordem de classificação, foi publicada no Diário do dia 16 de maio de 2018. Além disso, o resultado final também pode ser consultado no site da Fundação Carlos Chagas (FCC), empresa que realizou o concurso: http://www.concursosfcc.com.br/concursos/detma117/index.html

O certame visa o preenchimento de 170 vagas: 168 para o cargo de assistente de trânsito e duas vagas para analista de trânsito.

Divulgado resultado final do concurso da Polícia Militar do Maranhão

Divulgado na quinta-feira (5), o resultado final do concurso público da Polícia Militar do Estado Maranhão (PMMA) para os cargos de 1º Tenente do Quadro de Oficiais de Saúde e Soldado do Quadro de Praça Policial. No total, mais de 100 mil pessoas se inscreveram para participar do certame.

O concurso, que teve edital de abertura publicado em setembro de 2017, visa o preenchimento de 1.171 vagas para o cargo de soldado e 43 vagas para o cargo de 1º Tenente do quadro de Oficiais de Saúde da corporação, além de formação de cadastro de reserva.

A listagem com o resultado final pode ser consultada no site do Centro Brasileiro de Pesquisas em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), empresa que realizou o certame: http://www.cespe.unb.br/concursos/PM_MA_17/.

“É a minha realização profissional”, dizem nomeados aprovados em concurso da Emserh

Na noite desta segunda-feira (2), 319 candidatos aprovados no último concurso da Saúde foram empossados pelo Governo do Estado e a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh).

A cerimônia de posse foi realizada no Teatro Arthur Azevedo e, além dos aprovados, amigos e familiares também participaram da solenidade marcada pela alegria e satisfação dos novos empregados públicos estaduais.

“Estou muito feliz, Deus abençoou esta vitória, já sou seletivada e agora concursada, estou realizada!”, disse a enfermeira Ivelta Coqueiro Azevedo, que veio acompanhada do marido.

A também enfermeira Naira Sousa Araújo também não escondia a felicidade pelo cargo conquistado. Além da realização profissional, ela disse se sentir feliz por participar do momento histórico.

“A gente almeja muito um concurso público e por isso essa nomeação é minha realização profissional. Além disso, sinto também que estou fazendo história; há muito tempo não tinha concurso para a Saúde no Maranhão e quando teve eu passei”, disse.

De acordo com o secretário de Saúde, Carlos Lula, foram cerca de 25 anos sem a contratação de profissionais via concurso público.

“A forma de acesso ao sistema de saúde se dava infelizmente por razões outras que não eram por mérito. O governo Flávio Dino permite que as pessoas tenham condições de ingressar no sistema de saúde sem padrinhos, fazer carreira e seguir adiante”, comentou o secretário.

Empresa pública que foi estruturada a partir de 2015, a Emserh atualmente administra 70% da rede de saúde estadual. Antes eram apenas sete hospitais geridos pela iniciativa pública, agora são 44 unidades.

O presidente da empresa, Wanderley Ramos, também destacou que a nomeação dos profissionais representa a confirmação do compromisso do Governo do Estado com a gestão dos recursos públicos e a oferta de melhores serviços.

“É um momento histórico, que reflete a intenção do Governo em priorizar a política pública de saúde e a reestruturação da carreira dos profissionais de saúde do estado”, comentou.

Ele também falou das futuras nomeações: “Foram mil vagas e, como o Governo busca a ampliação dos serviços, com certeza chamaremos além dos mil profissionais aprovados em concurso”, completou o presidente.

Concurso 

Os empossados nesta terça-feira foram selecionados em concurso que recebeu 44.371 inscrições para preenchimento de mil vagas para o quadro efetivo da Emserh. As provas foram aplicadas em 18 de fevereiro deste ano. O número total de candidatos presentes foi 38.084 e 14,21% dos candidatos não compareceram.

As vagas totais no concurso estão divididas em 28 cargos nas áreas médica, assistencial e administrativa, totalizando 1.000 vagas. Os salários variam de R$ 1.000 até R$ 7.425,31.

342 candidatos aprovados no concurso da Saúde serão empossados na segunda (2)

O Governo do Estado e a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) realizam, na próxima segunda-feira (2), a posse de 342 candidatos aprovados no concurso da Saúde.

O certame recebeu 44.371 inscrições para preenchimento de mil vagas para o quadro efetivo da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh). As provas foram aplicadas em 18 de fevereiro deste ano. O número total de candidatos presentes foi 38.084 e 14,21% dos candidatos não compareceu.

As vagas totais no concurso estão divididas em 28 cargos nas áreas médica, assistencial e administrativa, totalizando 1.000 vagas. Os salários variam de R$ 1.000 até R$ 7.425,31.

Concurso Emap tem 13.675 inscritos

O concurso público da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP) recebeu um total de 13.675 inscritos para as 42 vagas oferecidas. As provas serão realizadas no domingo (24), tanto para os cargos/áreas de nível superior quanto para o cargo/área de nível médio, com duração de 4 horas e 30 minutos. Para o nível superior serão realizadas pela manhã, às 8h; e para o nível médio, às 15h.

Os locais de aplicação de provas estão disponibilizados no site da instituição realizadora, o Cespe/Cebraspe: http://www.cespe.unb.br/concursos/emap_18, por meio de consulta individual. Também estão disponibilizados no site os números de inscritos por cargo, bem como a demanda de candidatos por vaga (http://www.cespe.unb.br/concursos/EMAP_18/arquivos/EMAP_18___DEMANDA.PDF).

Como empresa pública, a EMAP é regida pelo princípio constitucional de preenchimento de cargos mediante concurso público. De acordo com o plano de ação da empresa, será realizado outro concurso em 2019 para o provimento dos demais cargos criados.

Dicas para o dia da prova

O inscrito deve comparecer ao local de realização das provas com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o início e apresentar comprovante de inscrição e do documento de identidade original. Para responder às questões o candidato deve usar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente.

Equipamentos eletrônicos e alguns objetos são proibidos durante a realização das provas e caso o candidato seja surpreendido portando algum deles poderá ser eliminado. Entre os itens vetados estão celulares, calculadoras e qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens; relógio de qualquer espécie, óculos escuros, protetor auricular, lápis, lapiseira/grafite, marca‐texto e (ou) borracha.  O mesmo vale para chapéu de qualquer tipo, recipiente ou embalagem que não seja transparente e qualquer dos objetos citados no item 5 do edital.

Todas as orientações para o candidato estão disponibilizadas no site do Cespe/Cebraspe e também são enviadas por e-mail.

Governo convoca candidatos aprovados no concurso da Saúde

O Governo Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realiza a primeira etapa de convocação dos aprovados no Concurso Público Nº 001/2017 para preenchimento de vagas nas 45 unidades de saúde gerenciadas pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) na capital e interior do Maranhão. Trezentos e quarenta e cinco candidatos estão sendo convocados para as áreas de Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Bioquímica, Fisioterapia, Fonaudiologia, Nutrição, Psicologia, Medicina (endocrinologia, ginecologia e obstetrícia, ortopedia, cardiologia e pediatria), Terapia Ocupacional e Administração.

“Iniciamos a fase de convocação dos candidatos aprovados no concurso da Saúde. O certame é mais uma injeção de recursos da gestão Flávio Dino na reestruturação das carreiras do serviço público estadual, que representa uma estratégia fundamental para o melhor funcionamento da rede pública de saúde no Maranhão”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Os candidatos convocados deverão comparecer junto ao setor de Recursos Humanos na UPA de Timon, Hospital de Presidente Dutra, Hospital Materno Infantil de Imperatriz, UPA de Codó, Hospital Regional Adélia Matos Fonseca, em Itapecuru, e sede da Emserh em São Luís, entre os dias 15 e 18 de junho, conforme edital de convocação, no horário das 9h às 11h e das 14h30 às 17h, para retirar a requisição de exames médicos.

Para os cargos assistenciais é exigido hemograma completo, glicemia em jejum, VDRL e tripagem sanguínea. Já para os cargos administrativos hemograma completo, glicemia e tripagem sanguínea.

O resultado dos exames médicos e laboratoriais necessários para a admissão em cada cargo deverá ser entregue impresso no dia da apresentação dos documentos exigidos. Para este dia, a listagem completa da documentação a ser apresentada pode ser conferida no site www.emserh.ma.gov.br.

De posse de toda a documentação necessária, inclusive os resultados dos exames, os candidatos convocados deverão comparecer no auditório do Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico Dr. Luiz Alfredo Netto Guterres – Pam Diamante, localizado na Rua João Luís, 3684 – Diamante, São Luís, de acordo com o cronograma previsto no edital.

Para o presidente da Emserh, Vanderley Ramos, a realização do concurso na área da saúde teve um significado histórico de ineditismo para o Maranhão. “Neste primeiro momento estamos convocando 345 dos aprovados em diversas áreas do concurso público para a Saúde. Isso comprova a necessidade e seriedade do certame e, acima de tudo, o compromisso do governo Flávio Dino em reestruturar o serviço nas unidades de saúde públicas do estado, prestando atendimento com mais qualidade ao cidadão”, declarou.

O concurso é válido por dois anos, contado a partir da data de homologação do resultado final do certame, podendo ser prorrogado, uma única vez por igual período, por conveniência administrativa. O concurso foi realizado no dia 18 de fevereiro e recebeu 44.371 inscrições. O número total de candidatos presentes foi 38.084.

Calendário de apresentação final dos candidatos no Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico Dr. Luiz Alfredo Netto Guterres – Pam Diamante: 

21/06/2018 – 8h30 às 11h30: Biomédico; Bioquímico; Enfermeiro; Enfermeiro Obstetra; Enfermeiro UTI Adulto; Enfermeiro UTI NEO; Enfermeiro UTI Pediátrica; Farmacêutico.

21/06/2018 – 14h30 às 17h: Fisioterapeuta; Fisioterapeuta – UTI Pediátrica Neonatal; Fonoaudiólogo; Nutricionista; Psicólogo.

22/06/2018 –  8h30 às 11h: Técnico de Enfermagem.

22/06/2018 – 14h30 às 17h: Técnico de Enfermagem; Terapeuta Ocupacional; Médico Ginecologia e Obstetrícia; Médico Ortopedia; Médico Cardiologia; Médico Pediatria; Assistente Administrativo