Hospital Carlos Macieira debate prevenção do HIV/Aids

O Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM), da rede de unidades da Secretaria de Estado da Saúde (SES), iniciou ações preventivas alusivas ao Dezembro Vermelho. As ações, promovidas pela Comissão de Humanização do hospital, intensificam o combate ao Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) e da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids).

Os profissionais do hospital, na última sexta-feira (1º), Dia Mundial de Luta contra Aids, vestiram literalmente a camisa da campanha, formando um laço vermelho humano, em alusão ao símbolo da luta contra as infecções sexualmente transmissíveis.

“O Hospital Dr. Carlos Macieira não foi escolhido à toa, já que é a instituição pioneira do estado em internar pessoas com HIV. E hoje é um momento emocionante, ao darmos início a essa campanha, com os colaboradores todos abraçando a causa de maneira tão participativa”, disse a diretora administrativa do HCM, Ana Carolina Santos.

As atividades tiveram início com um seminário sobre infecções sexualmente transmissíveis, proferida pelo coordenador do Programa Municipal de IST/Aids e Hepatites Virais de São Luís, Wendel Alencar Oliveira.

“Essa dinâmica já trabalha a política de humanização junto aos profissionais e gestores, do ponto de vista do acolhimento e da necessidade de fortalecer também a pauta internamente, junto aos profissionais. E também acaba amarrando agendas para o futuro, como, por exemplo, a implantação da profilaxia pós-exposição”, pontuou o Wendel. “Então, o laço tem diversos significados na luta contra a Aids”.

Segurança do Trabalho
O Dia D do Dezembro Vermelho também consolidou o encerramento da Semana Interna de Prevenção de Acidentes do HCM. Entre os dias 27 de novembro e 1º de dezembro, o Serviço Especial de Medicina e Segurança do Trabalho (SESMT) realizou uma série de palestras voltadas a colaboradores da instituição, como participação de grupos de musicoterapia e teatro, ginástica laboral mesa redonda, avaliação nutricional e palestras dos mais variados temas, a exemplo de segurança do trabalho, higiene bucal, biossegurança, sustentabilidade e outros.

Durante o encerramento da SIPAT, a nutricionista Márcia Cristina Ferreira apresentou a palestra “Dietas da moda x alimentação saudável”, e a enfermeira Flávia Fernanda Corrêa Mendes, expôs o tema “A conscientização dos profissionais da saúde nas medidas de prevenção”.  A ação contou com apresentação do grupo de teatro Cia Artdam.

Campanha de prevenção à AIDS começa nesta sexta (1º)

Com o tema ‘Aids não aceita desculpas. Tem prevenção. Tem tratamento’, o Governo do Maranhão realiza, nesta sexta-feira (1º), às 10h, a abertura do Dezembro Vermelho, no Dia Mundial de Luta Contra a Aids. A ação ocorrerá no Hospital Presidente Vargas, referência no tratamento de pacientes portadores do vírus da imunodeficiência humana, o HIV.

A campanha, além de alertar para a prevenção, também incentiva a realização do teste rápido para detecção do vírus. O Dezembro Vermelho mobiliza o país inteiro em torno da prevenção da Aids. O mês foi escolhido em razão do dia 1º de dezembro marcar o Dia Mundial da Luta contra a Aids. Segundo o Ministério da Saúde, 827 mil pessoas vivem com a doença no Brasil.

Para ampliar a rede de cuidados, prevenção, diagnóstico e assistência, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Departamento Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, lançará quatro importantes eventos que serão sediados no Maranhão: III Congresso Maranhense de AIDS, I Congresso Maranhense das Hepatites Virais, II Conferência Estadual de Aids e II Seminário das Cidadãs Positivas do Maranhão).

No Hospital Presidente Vargas, durante todo o mês, serão realizadas atividades na Sala de Espera da unidade, distribuição de insumos e ação de testagem rápida para HIV, Sífilis, Hepatite B e C.

Monitoramento 

De acordo com o levantamento epidemiológico, o Maranhão notificou, em 2016, 1.387 casos de Aids, sendo 884 casos em pessoas do sexo masculino e 503 do sexo feminino. O índice parcial de 2017 (até junho) aponta 652 novos casos no estado. Pessoas entre 20 a 34 anos, maioria homens estão entre os mais infectados pela doença. O Ministério alerta para o aumento da doença, a partir de 2015, entre pessoas de 15 a 24 anos.

Diário Oficial publica lei que institui o Dezembro Vermelho de prevenção à Aids

A lei que institui a campanha nacional de prevenção ao HIV/Aids e outras infecções sexualmente transmissíveis, denominada Dezembro Vermelho, está publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (8).

De acordo com a lei, sancionada pelo presidente Michel Temer, a campanha terá foco na prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV/Aids e será constituída de um conjunto de atividades e mobilizações relacionadas ao enfrentamento da doença.

As atividades e mobilizações da campanha serão desenvolvidas de acordo com os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), de modo integrado em toda a administração pública, com entidades da sociedade civil organizada e organismos internacionais.

Entre outras ações, estão previstas a iluminação de prédios públicos com luzes de cor vermelha, promoção de palestras e atividades educativas, realização de eventos que tratem do tema e veiculação de campanhas na mídia.

De Agência Brasil.