Maranhense assina com gravadora internacional e lança primeiro EP

O cantor e compositor maranhense, Jesus Luhcas, de 25 anos, lançará no dia 1º de março, em todas as plataformas digitais, o seu primeiro EP, intitulado de “Bicho Solto”. O trabalho autoral possui seis faixas, sendo uma inédita. O EP é composto por canções como “Garupa”,“Moços e moças”,“Isso é amor”, a inédita “Eu tenho um coração”,“É o choque” e “Bicho solto”. Sob o selo da Miranda Records, o EP será distribuído pela Altafonte, gravadora internacional responsável por nomes como Caetano Veloso, Tribalistas, Gilberto Gil e de artistas da nova geração como Baco Exu do Blues, Baiana System, Jaloo, Liniker e os Caramelos.

O cantor Jesus Luhcas falou sobre o significado desse trabalho.“Esse EP signica o primeiro passo de um grande sonho que nasceu ainda quando eu era criança. Tem doçura,tem força,tem protesto,tem Amor e tem muita vontade de deixar bons sentimentos a quem ouvir e se permitir sentir o que quero passar neste trabalho”, conta

As músicas têm inspiração em coisas do cotidiano do cantor, nos seus sentimentos e, também, nas histórias e descobertas musicais vividas por ele ao longo de dois anos como músico profissional. O EP carrega em si influências que variam do Pop à música Afro.

Sobre o cantor
Nascido em São Luís, Luhcas viveu na capital maranhense até aos 18 anos. O seu primeiro contato com a música ocorreu na própria festa de formatura do primário, quando ele tinha apenas seis anos. Dos 18 até aos 25 anos Luhcas morou na cidade de Joinville, em Santa Catarina, onde se formou em Designer e chegou a trabalhar na área por alguns anos. Atualmente Luhcas mora em São Paulo. A mudança do músico para a nova cidade ocorreu, justamente, por conta do contrato com a gravadora e a intensa agenda de apresentações que começa a fazer parte de sua rotina.

Musical “João do Vale: O Gênio Improvável” encerra programação do GEMA antes de turnê nacional

Após o grande sucesso da última temporada, o musical João do Vale, O Gênio Improvável encerra a programação do GEMA – Grandes Espetáculos do Maranhão, evento promovido pelo Governo do Maranhão e pela Secretaria de Estado da Cultura e Turismo, por meio do Teatro Arthur Azevedo. Serão quatro apresentações nos dias 22/02 às 21h, no dia 23/02 às 18h e às 21h e no dia 24/02 às 19h. As apresentações marcam a preparação para a turnê nacional prevista para iniciar ainda neste semestre.

O músico e compositor maranhense João do Vale é a inspiração do espetáculo produzido e idealizado pelo diretor do Teatro Arthur Azevedo, Celso Brandão. “Quando assumi a direção da casa em 2016, me deparei com o enorme privilégio de estar aqui nas vésperas dos seus 200 anos. E eu pensei que precisaria fazer algo que marcasse esse bicentenário. A fascinação por João do Vale sempre foi muito presente na minha vida e na minha carreira. Ele é uma figura excepcional, que representou o Maranhão Brasil afora e precisava de uma homenagem como essa que veio a casar com os 200 anos da maior casa de espetáculos do nosso Estado”, conta.

Desde 2017, o musical já percorreu diversas cidades do interior do Estado com a turnê “De Teresina a São Luís”. São Luís, Caxias, Codó, Coroatá, Pedreiras e também a capital do Piauí, Teresina, estiveram no roteiro do espetáculo, que lotou praças e espaços públicos por onde passou.

“Ficamos maravilhados com as pessoas expressando seu encanto por prestigiar o musical. Muita gente comentou que precisava de mais espetáculos como esse. Teve um rapaz que fez questão de dizer que precisava disso no dia a dia. Isso faz uma diferença enorme na vida da gente, levar para o maior número de pessoas possível uma produção 100% maranhense, com elenco 100% maranhense, fortalecendo a nossa arte e levando uma superestrutura para ocupar espaços públicos do nosso estado”, ressalta Celso.

“João do Vale, O Gênio Improvável” retrata a trajetória de João do Vale, um homem simples, natural da cidade de Pedreiras, no interior do Maranhão, que ainda na adolescência abandonou a sua terra para viver o sonho de ser compositor. Suas canções ganharam destaque nas ondas do rádio nas décadas de 60 e 70, na voz de grandes interpretes da música brasileira como Nara Leão, Zé Kéti, Chico Buarque e muitos outros.

O GEMA trouxe para o palco do Teatro Arthur Azevedo grandes produções maranhenses. A comédia “O Auto da Compadecida” teve duas sessões lotadas nos dias 2 e 3 de fevereiro. No dia 10, foi a vez do espetáculo “O Miolo da Estória”, que emocionou a todos com a dramática história do operário João Miolo. “Chico, Eu e Buarque” mostrou porque é considerado o melhor espetáculo de dança do nosso Estado sendo sucesso com uma única apresentação no dia 15, seguida de “Pai e Filho, nos dias 16 e 17, que encantou o público e foi sucesso de crítica.

Os ingressos para assistir ao musical João do Vale no GEMA estão sendo vendidos nos pontos da Bilheteria Digital (Rio Poty Hotel, Shopping da Ilha e Rio Anil Shopping), na bilheteria do Teatro Arthur Azevedo (aberta de terça a domingo, das 14h às 18h30) ou pelo site (bilheteriadigital.com). Os valores são: plateia e frisa R$ 50,00, camarote R$ 40,00, balcão R$ 30,00 e galeria R$ 20,00. Para mais informações ligue: (98) 99167-2696 ou acesse o site (cultura.ma.gov.br/taa) e as redes sociais do Teatro Arthur Azevedo

Sucesso de público, Chico, Eu e Buarque se apresenta nesta sexta

Mais uma vez o espetáculo “Chico, Eu e Buarque” retorna ao palco do Teatro Arthur Azevedo nesta sexta-feira, 15, para apresentação única no GEMA – Grandes Espetáculos do Maranhão – evento realizado pelo Governo do Maranhão e Secretaria de Estado da Cultura e Turismo por meio do Teatro Arthur Azevedo, com apoio do Foto Sombra e da Rede de Academias Bodytech.

Sucesso de público e de crítica, “Chico, Eu e Buarque” foi desenvolvido a partir da obra poética do compositor brasileiro Chico Buarque de Hollanda, idealizado pelo diretor do Teatro Arthur Azevedo, Celso Brandão, que também coordena o Núcleo de Arte de Educação (NAE), do qual fazem parte os jovens bailarinos da turma de aperfeiçoamento em dança.

“Nós tivemos a felicidade de escolher Chico Buarque, um dos maiores nomes da Música Popular Brasileira, e colocar ele, artisticamente falando, dentro de um espetáculo de dança. A música dele nos permite passear pela a sua genialidade, poesia e história e transformar tudo isso em movimento. Através do trabalho fenomenal do coreógrafo e diretor Anderson Couto, nossos estudantes bailarinos adquiriram todo esse conhecimento que pra mim é uma mistura de sucesso”, pontua o produtor, Celso Brandão.

Em pouco mais de um ano de montagem, o espetáculo já foi visto por aproximadamente cinco mil pessoas somente na capital maranhense. Além de São Luís, Chico, Eu e Buarque também já se apresentou em Fortaleza, em junho de 2018, como espetáculo de abertura do Fendafor, maior festival de dança do Ceará. Ainda no mesmo ano, passou por Campina Grande (PB), no aniversário de 55 anos do Teatro Municipal Municipal Severino Cabral, e dia 18 de Janeiro de 2019, no festival “Janeiro de Grandes Espetáculos” em Recife – PE.

“Todo esse sucesso é fruto de um trabalho coletivo que começa com a coordenação da Débora Buhaten, juntamente com o Egnaldo, com o Leonidas Portela, Cléo Júnior, o próprio Anderson Couto e isso faz com que a gente consiga elevar o desempenho do nosso ballet e transforme grandes bailarinos, como foi o caso do Kleverson Fróz, logo eu tenho certeza que nós vamos mandar outros bailarinos pra outros horizontes do brasil e quem sabe pro mundo”, ressalta Celso Brandão, Diretor do Teatro Arthur Azevedo.

Na agenda de Chico, Eu e Buarque já estão marcadas passagens por Salvador (BA), no dia 17 de maio, para abertura oficial do Festival Internacional Viva Dança, além de temporada por diversas cidades do eixo Rio/São Paulo, ainda no primeiro semestre deste ano. “Eu acredito que esse projeto só tende a crescer. A força com que ele foi criado, os nossos desejos e ambições de levar arte do Maranhão pro mundo, só vai se concretizando a cada dia, por conta desse trabalho coletivo”, conclui Celso.

O GEMA ocorre durante todo o mês de fevereiro, sempre aos finais de semana. Após o sucesso da abertura, com o espetáculo “O Auto da Compadecida” e “O Miolo da Estória”, a aguardada apresentação de “Chico, Eu e Buarque” ocorre no mesmo fim de semana do espetáculo “Pai e Filho, da Pequena Companhia de Teatro, que se apresenta nos dias 16 e 17/02. E fechando a primeira edição do evento, sobe ao palco o musical “João do Vale: o Gênio Improvável”, nos dias 22, 23 e 24 de fevereiro.

Os ingressos para o GEMA estão sendo vendidos nos pontos da Bilheteria Digital (Rio Poty Hotel, Shopping da Ilha e Rio Anil Shopping), na bilheteria do Teatro Arthur Azevedo (aberta de terça a domingo, das 14h às 18h30) ou pelo site (bilheteriadigital.com). Os valores são: plateia e frisa R$ 50,00, camarote R$ 40,00, balcão R$ 30,00 e galeria R$ 20,00. Para mais informações ligue: (98) 991672696 ou acesse o site (cultura.ma.gov.br/taa) e as redes sociais do Teatro Arthur Azevedo.

Só Safados promete atrair multidão neste sábado na Beira Mar

Criado em 2008 com o mero intuito de reunir amigos e familiares para cantar antigas marchinhas carnavalescas, o Bloco Só Safados hoje é um dos maiores sucessos do carnaval de rua de São Luís, arrastando multidões por onde passa. Neste ano, o Bloco vem ainda mais forte e é uma das principais atrações da programação do Pré-Carnaval de Todos, evento produzido pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), e em parceria com a Prefeitura de São Luís.

Durante todos os sábados de fevereiro, o Só Safados vai comandar a festa no Circuito Beira Mar, um dos mais belos cartões-postais da cidade e que há dois anos se
transformou em um dos principais pontos da folia momesca na capital maranhense. A primeira apresentação do Só Safados no pré-carnaval 2019 acontece neste sábado , dia 2, a partir das 16h. Ao lado dos grupos Maratuque Upaon Açú e Batuque das Onças, o Bloco Só Safados promete contagiar ludovicenses e turistas com um repertório que mescla músicas autorais, marchinhas de carnaval, afoxés e muito samba.

A produtora cultural e cantora do Só Safados, Fernanda Preta, explica que para o précarnaval deste ano,“a idéia é ocupar a Avenida Beira Mar com muita música, batucada, amor, respeito, alegria e tudo isso com segurança para a população que vem às ruas para viverem o sonho do Carnaval”. Bom humor, respeito e paz
A artista lembra que, apesar das letras irreverentes e do bom humor, o Só Safados apresenta letras com críticas sociais, ao tempo em que defende bandeiras como o resgate do carnaval de rua gratuito e descentralizado, bem como a valorização da diversidade das manifestações culturais de São Luís.

“O Só Safados deseja que o carnaval do Maranhão nesse ano marque o carnaval do país. Que as ruas sejam invadidas pela liberdade de existência de um povo que levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima o ano inteiro para sobreviver às mazelas e segregações
causadas pela diferença de classes”, pontua.

Fernanda Preta também fala com entusiasmo da oportunidade de se apresentar em um “cenário lindo”, onde o mar e a cidade se encontram, e com estrutura para comportar o público do Só Safados, que se multiplica a cada ano. “Há 3 anos o bloco arrastava no máximo 500 foliões. Na última saída do bloco,tivemos a concentração de quase 20 mil pessoas no Centro Histórico. Foi aí que percebemos que precisávamos da ajuda do Estado para continuar garantindo a brincadeira”, ressalta.

A cantora adverte ainda que o Só Safados não aceitará qualquer forma de assédio aos brincantes e que nenhum conflito será tolerado. “Nosso bloco preza pela cultura de paz. Somos contra a homofobia e exaltamos as nossas diversidades sexuais e culturais. Que sejamos plurais!”, defende.

Maratuque

Quem também promete contagiar os foliões neste sábado é o Maratuque Upaon Açú. Formado por boa parte dos integrantes do Só Safados, o Maratuque já contabiliza maisde 10 anos de atividade, mas esta será a primeira vez que o grupo se apresenta no
carnaval.

Mesclando o peso do maracatu pernambucano com ritmos da cultura maranhense, como a dança de coco e o bumba meu boi, o Maratuque Upaon Açú promete estremecer o Circuito Beira Mar com o poderoso som das alfaias, caixas e agbês, com explica a regente do grupo, Cristiane Lima Souza. “Essa oportunidade foi maravilhosa. A gente se inscreveu no edital do Governo do Estado e dentro do projeto do Só Safados a gente incluiu o Maratuque. Tá sendo muito graticante pra gente poder mostrar o nosso batuque, o nosso som, no carnaval”, frisou Cristiane.

A programação do Pré-Carnaval de Todos para este sábado conta ainda com a folia do já tradicional Bloco da Imprensa, que a partir das 18h, vai animar a Praça dos Catraeiros, também no Centro Histórico de São Luís.

Veja a programação para o sábado e o domingo:
Sábado (2 de fevereiro)
Circuito Beira-Mar
16h – Só Safados
17h – Batuque das Onças
18h – Maratuque Upaon Açú
Bloco da Imprensa
18h – Bem Dito Samba
19h – Bloco Tradicional Príncipe de Roma
20h – Brasileirinhas
21h – Favela do Samba
22h – Máquina de Descascar’alho

Domingo (3 de fevereiro)
Beco do Gavião
17h – Filhos de Iaiá
18h – Bloco Tradicional da Apae
19h – Bloco Afro Didara
20h – Escola de Samba Império Serrano
22h – Tirando Onda
Largo do Caroçudo
18h – Filhos da Terra
19h – Patota do Samba
20h – Grupo Apoteose

Alunos do IFMA lançam curta na capital maranhense

Com fim para a conclusão de curso da primeira turma de Produção Cinematográfica do Instituto Federal do Maranhão – IFMA os acadêmicos da rede de ensino lançam na próxima sexta-feira um curta-metragem chamado “Preamar”. A obra será lançada na próxima sexta-feira, dia , às 19h30, no Cine Praia Grande.

O curta conta a história de um casal, Ricardo e Cristina ,que após sete anos de casados, passam por alguns problemas em sua relação. Em um dia de feriado, o casal decide ir à praia com a sua filha Beatriz. Por um deslize dos pais, Beatriz desaparece, e o clima de tensão e suspense em uma praia lotada aumenta entre Ricardo e Cristina que desesperadamente tentam por fim àquela situação. Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em estudo feito a pedido do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, a cada hora, o Brasil registra oito desaparecimentos de pessoas. De 2007 a 2016, foram 693.076 boletins de ocorrência por desaparecimentos. Segundo a ONG Mães da Sé, em todo o Brasil, 40 mil crianças e adolescentes desaparecem anualmente.

“Preamar” tem como objetivo discutir um problema recorrente em muitas famílias, o desaparecimento de uma criança. Há muitos fatores contribuintes para estes incidentes como por exemplo a responsabilidade nos cuidados e zelo pelas crianças e a deficiência da segurança pública. O curta discute-se ainda a sociedade distraída que nos tornamos quando estamos utilizando aparelhos eletrônicos, em especial o celular e nos excluímos do mundo em nossa volta, e também sobre a fragilidade das relações conjugais.

Segundo a assessoria do grupo, o curta-metragem tem inúmeras referências visuais. A intenção é utilizar filmes reconhecidos pela critica cinematográfica como tema de cenas de “Preamar”. As principais inspirações para o curta-metragem são os filmes “Plano de Voo” (Dir. Robert Schwentke), “A Busca” (Dir. Luciano Moura), “Tubarão” (Dir. Steven Spielberg) e “Praia do Futuro” (Dir. Karim Ainouz).

Prefeitura promove edição do Sarau Histórico de Carnaval na Praça Panteon dia 31 de janeiro

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), realizará o primeiro Sarau Histórico de Carnaval no dia 31 de janeiro. O evento terá como tema ‘Eu te conheço Carnaval’ e ocorrerá na Praça Panteon, que integra o Complexo Deodoro, completamente requalificado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura e entregue à população no final do ano passado. O logradouro será palco para músicas, poesias e uma peça teatral, ressaltando as belezas e a história do local que já serviu para muitas Folias de Momo em tempos áureos. O evento começa às 19h e integra a política de fomento ao turismo implantada na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

A companhia Teoria das Artes será a responsável pela parte teatral da noite, com um roteiro que vai relembrar os tempos áureos da Deodoro. “A cidade de São Luís tem diversos espaços para reunir os amigos em grandes festas. A Praça Panteon já foi, em outros tempos, palco de grande eventos e volta a ser, após a reforma do Instituto do Iphan em parceria com a Prefeitura de São Luís. Todos deveriam aproveitar o nosso evento e se apropriar deste espaço”, disse a secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo.

A noite também será repleta de música. A banda Máquina do Tempo tocará as melhores músicas que já marcaram época nos bailes e festas de São Luís. Músicas clássicas dos bailes de carnaval estarão presentes na noite, que também falará sobre as personalidades que têm um busto na praça – Josué Montello; o poeta modernista, Bandeira Tribuzi; a primeira mulher negra romancista do Brasil, Maria Firmina dos Reis; o teatrólogo e jornalista, Arthur Azevedo; o literário Gomes de Sousa; o escritor do Parnasianismo no Brasil Raimundo Correia; o cronista e ensaísta Nascimento de Morais. Durante o evento o público será convidado a participar e interagir no evento, dançando e cantando.

O roteiro do Sarau mostrará os grandes poetas, como Aluísio de Azevedo, Graça Aranha, Gonçalves Dias e Josué Montello, em um grande baile de carnaval no Panteon, aproveitando a noite e falando sobre as suas histórias, poesias e sobre a Ilha do Amor.

SARAU HISTÓRICO

O Sarau Histórico integra o programa Reviva, criado na gestão do prefeito Edivaldo e que contempla ainda o Passeio Serenata e o Roteiro Reggae. Outras edições do Sarau foram realizadas na Praça Bendito Leite e costuma reunir grande público. O evento é um mix cultural de literatura, teatro, música e história que tem atraído a atenção do público local e turistas. Atores caracterizados com roupas de época evocam o passado áureo da cidade, transmitindo uma sensação de nostalgia ao mesmo tempo de aprendizagem da história.

No último dia 18 o Complexo Deodoro foi palco do Sarau Histórico do Complexo Deodoro que teve como o “Panteon Maranhense” e homenageou vultos da história representados pelos bustos que fazem parte da Praça do Panteon e que contribuíram com a literatura e cultura do Estado. O evento teve como objetivo ressaltar ainda mais a beleza e a importância histórica dos espaços resgatados após as obras de revitalização. A reforma e melhorias feitas são consideradas um dos maiores investimentos na área do Centro de São Luís nos últimos 30 anos.

Feirinha São Luís tem programação voltada para o carnaval neste domingo

Neste domingo a Feirinha São Luís vai dar mais um grito de carnaval. Há duas semanas, a Feirinha São Luís iniciou sua programação voltada para o pré-carnaval maranhense e tem atraído turistas e ludovicenses interessados não só na cultura popular maranhense mas também em gastronomia, artes plásticas, produtos orgânicos e literatura.

Tudo isso acontece aos domingos, na Praça Benedito Leite. A próxima edição acontece neste domingo (27) e as atrações já estão decididas. Já sabe quem vai passar por lá? Confira a programação da Feirinha São Luís

27/01/2019
8h – Bandinha da Feirinha
9h –  Bloco Tradicional Os Apaixonados
10h – Grupo de Capoeira Matroá
11h – Banda Sambores com Alysson Ribeiro e Zé Paulo
12h – Escola de Samba Flor de Samba
13h – Grupo Argumento encerra a programação deste domingo

“São Luís é berço de riquezas inestimáveis” diz prefeito Edivaldo durante Sarau Histórico

Na primeira edição deste ano do Sarau Histórico deu vida aos bustos da Praça Panteon e encantou o público, atraído pela beleza do cenário que conta parte da história, da cultura e da arte ludovicense. Pela primeira vez, o evento realizado pela Prefeitura de São Luís teve como palco as duas praças que referenciam a cidade e foram recentemente entregues à população, totalmente revitalizadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Prefeitura. Nem o clima chuvoso afastou o público que acompanhou toda a programação. O prefeito Edivaldo Holanda Junior, acompanhado da primeira-dama Camila Holanda, prestigiou todo o evento que teve ainda a participação de secretários municipais, do superintendente do Iphan no Maranhão, Mauricio Itapary e dos presidentes das academias Maranhense e Ludovicense de Letras, Benedito Buzar e Antônio Norberto, respectivamente.

O Maranhão foi exaltado em um verdadeiro teatro a céu aberto homenageando personalidades que marcaram a nossa história, em um espaço totalmente requalificado, apontou o prefeito Edivaldo. “É um momento especial, em que as pessoas saíram de suas casas para prestigiar a história de nomes maranhenses importantes. São Luís é um berço de riquezas inestimáveis, que se fortalece com a revitalização do Complexo Deodoro. O Sarau, por sua vez, promove o turismo, valoriza a história e divulga a cultura local”, enfatizou.

O prefeito Edivaldo acrescentou ser este mais um momento de conhecimento para o grande público, para que seja despertado o sentimento de pertencimento e de mais amor pela cidade. “Neste momento, a população presencia e usufruiu do maior investimento dos últimos 30 anos já realizado na área central da cidade. É sempre uma satisfação prestigiar as programações deste evento que contribui para valorizar nossa história”, destacou.

O Sarau Histórico do Complexo Deodoro teve como tema o Panteon Maranhense, destacando os grandes nomes da literatura e artes imortalizados nos 18 bustos da Praça Panteon. O evento integra as atividades do programa Reviva, criado na gestão do prefeito Edivaldo e tem como objetivo valorizar a literatura, a cultura e a história de São Luís.

O superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan-MA), Maurício Itapary, também prestigiou o evento. “É uma felicidade estar presente em um dos mais belos espaços da cidade em um primeiro evento de grande significado para todos os maranhenses”. Itapary relembrou a maior obra de todos os tempos promovida no local, que transformou o Complexo Deodoro, resultado da parceria da entidade com a Prefeitura de São Luís. “É uma alegria ver que a população está prestigiando, cuidando e realmente se apropriando deste espaço”, acrescentou o gestor do Iphan-MA.

O ESPÉTACULO

Palco de antigos carnavais, de shows memoráveis e espaço de contemplação, a Praça Deodoro foi apresentada em todo seu esplendor. A Panteon, que após as obras de revitalização voltou a abrigar os bustos de 18 grandes nomes da literatura maranhense, foi outro destaque do sarau temático. O Sarau Histórico do Complexo Deodoro foi marcado por belas canções dos antigos bailes, cantadas pelo grupo Serenata Musical composto pelos cantores Tássia Campos e Léo Espirro e músicos instrumentistas; além de rica encenação alusiva às personalidades homenageadas na Panteon, com os atores do Tramando Teatro.

O espetáculo fez referência à vida e obras de nomes que se destacaram na literatura, letras, arte, teatro, educação, jornalismo, política, entre outras áreas do conhecimento como José da Silva Maia, Artur Azevedo, Coelho Neto, Raimundo Corrêa, Maria Firmina dos Reis, José Ribamar Bogéa, João Dushes de Abranches e muitas outras personalidades.

“Uma apresentação fantástica, emocionante e de bom gosto, lembrando nomes que fizeram a história do nosso Estado, mostrando que as pessoas sabem apreciar o que é bom e que têm orgulho de sua história. É importante que eventos como este sejam mantidos. Parabéns à Prefeitura de São Luís”, enfatizou o presidente da Academia Maranhense de Letras, Nonato Buzar.

Na apresentação, o elenco ricamente caracterizado com figurinos do século XIX embelezaram o momento e acompanhados por música contaram histórias sobre a cidade. Ainda no evento, um breve relato sobre os nobres personagens imortalizados nos bustos da Praça Panteon. O Sarau, que traz à memória da população histórias sobre um dos mais belos cartões-postais de São Luís, é coordenado pela Secretaria Municipal de Turismo (Setur).

A secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo, enfatizou as possibilidades que a capital oferece, devido a seu histórico de Patrimônio Cultural da Humanidade e que, a partir das ações da gestão do prefeito Edivaldo, vem sendo divulgado e valorizado ainda mais. “Nossa cidade é bela, rica em histórias, berço de importantes nomes das Letras no país e Patrimônio Mundial. Nada mais justo que seja reverenciada e incluir essa histórica no Sarau é uma forma de reforçar essa importância”, pontuou. A secretária destacou ainda que o Programa Reviva tem sua importância por promover a ocupação dos espaços públicos com eventos deste porte, favorecendo a interação social e o turismo.

Pela primeira vez visitando as praças, a farmacêutica Jeilda Chaves, 33 anos, estava animada com o espetáculo e se disse sensibilizada. “Não pensei que seria tão lindo e gostei demais de saber mais da nossa história de uma forma tão leve, descontraída. Gostei mesmo. Valeu muito a pena ter vindo assistir a programação”, afirmou. Ela estava acompanhada do namorado Muctah Mansaray, 29 anos, que também aprovou o evento. “Vamos estar aqui sempre que pudermos. É um belo espaço para contemplar e assistir uma boa programação”, disse.

O evento superou as expectativas da dona de casa Paula Santos, 52 anos. “Foi tudo além do que eu esperava. A diversidade de atrações prende a nossa atenção. Os atores são muito bons e os músicos, espetaculares. Foi um show de criatividade, participativo, que interagiu bem com o público e chamou muito minha atenção. Parabéns a todos que nos trouxeram esse belo espetáculo sobre nossa cidade”, avaliou.

O Programa Reviva consiste em um pacote de atividades voltadas para o fomento do turismo, visando movimentar e revitalizar o Centro Histórico da capital. Ano passado foram realizadas cinco edições do Reviva, entre julho e dezembro. A iniciativa vem se consolidando como uma das ações mais importantes do setor, por atrair grande volume de pessoas que prestigiam as atividades, entre elas o Sarau Histórico, o Passeio Serenata e o Roteiro Reggae.

VALORIZAÇÃO CULTURAL

O Sarau Histórico resgata a memória e a rica história de São Luís, além de promover e valorizar o Centro Histórico, com apresentações musicais e teatrais na Praça Benedito Leite. O Reviva conta ainda com o Passeio Serenata, que percorre o largo da Praça Dom Pedro II e ruas da Praia Grande, com acompanhamento musical durante todo o percurso, ressaltando a história e a cultura da cidade, sob a apreciação de turistas e nativos.

Ainda, o Roteiro Reggae, que leva o público a percorrer as ruas do Centro Histórico ao som do ritmo jamaicano muito apreciado pelos maranhenses e que deu à capital maranhense o título de Jamaica Brasileira. Este ano, o Programa Reviva inova com o Sarau Histórico do Complexo Deodoro e o Sarau de Carnaval, que vai relembrar as marchinhas dos antigos festivais e levar o público a um passeio pela folia de momo dos tempos antigos na capital. Além da Praça Benedito Leite, a programação agora se estende às praças Deodoro e Panteon.

Tambor de crioula dá início a programação cultural de férias desta semana

A Casa do Tambor de Crioula, as Praças Nauro Machado e da Lagoa e o Forte Santo Antônio serão palcos das atrações culturais e artísticas dos programas ‘Mais Cultura e Turismo’ e ‘Ocupações Artistas’, com apresentações de quarta-feira (16) a domingo (20). A programação gratuita de férias é uma realização do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur).

Samba, chorinho, tambor de crioula e recreação infantil estão na grade de atração que será realizada até o fim do mês de janeiro sempre de quarta a domingo. A Casa do Tambor de Crioula, no Centro Histórico, dá inicio a programação de férias desta semana. Nesta quarta (16), os grupos tambor de crioula ’30 de Outubro’ e ‘Alegria de São Benedito’ foram convidados para comandar a festa.

Quem irá esquentar a noite desta sexta–feira (18), a partir das 19h, na Praça Nauro Machado, no Centro Histórico, será o grupo de samba Boscotô e os cantores Nivaldo Santos e Serrinha do Maranhão. Ainda na sexta-feira, a cena musical começa na Praça Pedro II, a partir das 17h30, com o grupo ‘Instrumental Tangará’.

Todos os sábados e domingos o Forte Santo Antônio recebe atração musical embalando os fins de tarde de quem vai apreciar a paisagem, visitar o museu ou mesmo só assistir à apresentação. Localizado no complexo turístico do Espigão Costeiro, na Ponta d’Areia, o Forte é equipamento cultural do estado vinculado à Sectur.

Neste sábado (19), o Forte recebe o grupo ‘Cantinho do Choro’, formado por Carlinhos Reis, no violão, Vitor Monteiro, na flauta, Vadico no pandeiro, Márcio Guimarães no cavaquinho e Ricardo no sax. Criado há seis anos, o grupo toca os chorinhos tradicionais e músicas maranhenses também. Além de uma boa música os visitantes poderão contemplar o pôr do sol em um dos pontos mais bonitos da cidade.

No domingo (20), é a vez do grupo ‘Instrumental Tangará’. No repertório, os músicos pretendem fazer uma viagem musical de grandes compositores maranhenses como ‘Ponteira’, de Sérgio Habibe, ‘Chorinho da Beatriz’, do Professor Domingos Santos. As atrações no Forte podem ser conferidas a partir das 17h30.

Programação Infantil

Na Praça da Lagoa a brincadeira corre solta com atrações para toda família. Neste sábado (19), a banda Vagalume comanda a festa junto a personagens infantis, recreação, camarim com pintura fácil, show de mágica e atrações circenses. A programação começa às 17h.

Programação:

Dia 18 (sexta-feira) – Praça Nauro Machado
A partir das 19h
Shows Boscotô
Show Nivaldo Santos
Show Serrinha do Maranhão

Dia 18 (sexta-feira) Pôr do Sol – Palácio dos Leões
A partir das 17h30
Instrumental Tangará
Dia 19 (sábado) – Forte Santo Antônio
A partir das 17h30
Cantinho do Choro

Dia 19 ( Lagoa) – Banda Vagalume
A partir das 17h30
Parque de diversões
Personagens infantis
Recreação
Camarim c/ pintura facial
Banda infantil
Show de mágica
Atrações circenses

Dia 20 (domingo) – Forte Santo Antônio
A partir das 17h30
Instrumental Tangará

#10yearschallenge: conheça o desafio que virou moda no instagram

Usar as hashtags #10yearschallenge e #10yearchallenge (“desafio dos 10 anos”, em livre tradução) é a nova brincadeira entre os usuários de redes sociais como Instagram, Twitter e Facebook. A ideia é comparar sua aparência em duas fotos, uma de 2009 e outra de 2019. Outras marcações como #HowHardDidAgingHitYou (algo semelhante a “o quão difícil foi o envelhecimento para você”) e #GlowUp (“brilhe”) também foram usadas. A moda do “antes e depois” caiu nas graças dos usuários anônimos e famosos, que têm feito suas próprias combinações. Até a noite desta terça-feira (15) havia mais de 1 milhão de publicações no Instagram sobre o 10 Years Challenge.

A atriz de Hollywood Viola Davis e a digital influencer Bianca Andrade, conhecida como Boca Rosa, já entraram na febre. Apesar de estar em alta no exterior, a diversão começou a se espalhar pelo Brasil e um dos pioneiros foi o humorista Fábio Porchat. A popstar Madonna também aderiu ao desafio. Com espírito esportivo, ela modificou a hashtag e publicou “#thechallengeissurviving” (“o desafio está sobrevivendo”). O post tem mais de 177 mil curtidas e ultrapassou os 3 mil comentários – veja a foto mais curtida do Instagram.

Relembre as maiores mudanças da rede social de foto

Desafio 10 Years Challenge vira moda no Instagram — Foto: Eduardo Manhães/TechTudo

Esse tipo de engajamento é comum nas redes sociais, principalmente, no Instagram. No ano passado, pouco tempo depois da Copa do Mundo, em agosto, as hashtags #delechallenge, #deleallichallenge, #delealli e #dele movimentaram a plataforma. O desafio era reproduzir o gesto feito pelo jogador inglês Dele Alli sobre o olho ao comemorar um gol pelo Tottenham. Na época, o jogador brasileiro Neymar Júnior, do Paris Saint-Germain, entrou na onda do colega.

Os usuários também encararam o “Falling Stars Challenge” (“desafio da estrela cadente”), em que o objetivo era posar deitado, com o rosto no chão, e exibir itens de valor que estavam em bolsas ou bolsos antes da falsa queda. Outra brincadeira usava a sigla em inglês “RIP” (“rest in peace” ou “descanse em paz”) para publicar fotos em que os usuários se fingiam de morto. A intenção era conquistar curtidas e, assim, aumentar a popularidade.

Como fazer a montagem

O Instagram tem uma ferramenta grátis chamada Layout, exclusiva para montagens de imagens e disponível em celulares Android e iPhone(iOS). Com ela, os usuários podem criar a comparação das fotos de antes e depois e compartilhar nas redes como Facebook, WhatsApp e o próprio Instagram. Os interessados em colocar legendas com os anos de cada figura da colagem podem usar as ferramentas do Stories para realizar a ação. Ao final, basta salvar na galeria e postar onde quiser.

Passo 1. Instale o Layout em seu celular. Abra o app e veja as fotos salvas “Camera Roll” (“Rolo de câmera”). Caso queira acessar outro álbum no celular, clique na seta ao lado. O app também filtra as imagens pelo rosto em “Faces” (“Rostos”) ou por serem as últimas baixadas em “Recents” (“Recentes). Para capturar uma imagem na hora, toque em “PHOTO BOOTH” (“Cabine de foto”) para tirar de uma a quatro fotos em sequência. Após escolher duas ou mais fotos, role o carrossel para verificar a disposição preferida. Toque na escolhida para prosseguir;

Escolha duas ou mais fotos para fazer a montagem no Layout do Instagram — Foto: Eduardo Manhães/TechTudo

Passo 2. A foto selecionada exibe o entorno na cor azul. A parte mais espessa do contorno permite aumentar ou diminuir o espaço de uma figura na montagem. Toque em “Replace” (“Trocar”) para substituir as imagens escolhidas. Em “Mirror” (“Espelho”), a foto é invertida;

Faça o espelhamento da imagem que quiser no Layout — Foto: Eduardo Manhães/TechTudoFaça o espelhamento da imagem que quiser no Layout — Foto: Eduardo Manhães/TechTudo

Faça o espelhamento da imagem que quiser no Layout — Foto: Eduardo Manhães/TechTudo

Passo 3. O usuário pode inverter a posição da imagem em “Flip” (“Girar”). Para adicionar uma borda entre as figuras e separá-las, vá em “Borders” (“Bordas”). Quando terminar a edição, selecione “Save” (“Salvar”) para salvar a imagem e prosseguir;

Inverta a foto e coloque bordas no Layout — Foto: Eduardo Manhães/TechTudo

Passo 4. Por fim, decida em qual rede social quer compartilhar a montagem. A ferramenta permite escolher Instagram e Facebook, além de WhatsApp e Snapchat ao tocar em “More” (“Mais”). Caso queira salvar na galeria, basta escolher a opção “Done” (“Pronto”), no canto superior direito.

Compartilhe a colagem nas redes sociais a partir do Layout — Foto: Eduardo Manhães/TechTudo