“Sem apoio da população, Escola Digna não seria possível”, afirma Felipe Camarão na Timbira

Levando ao público as ações realizadas desde 2015 na Secretaria de Estado de Educação (Seduc), da atual gestão do Governo do Maranhão, o secretário Felipe Camarão concedeu entrevista nesta segunda-feira (2) ao Programa Bom Dia Secretário, da Rádio Nova 1290 Timbira. Ele enfatizou uma série de benefícios conquistados pela população maranhense, como o criterioso trabalho de educação desenvolvido no estado.

“Eu quero começar agradecendo em nome do governador Flávio Dino o apoio que nós temos recebido da população, principalmente dos educadores do Maranhão e dos estudantes. Sem eles nada disso seria possível. Está havendo um movimento bonito em torno da macropolítica, como o Programa Escola Digna. O programa não é somente a substituição das escolas de taipa, de barro, mas que tem o objetivo de melhorar a educação de todo o estado, colaborando com as prefeituras, construindo e reconstruindo a rede estadual do Maranhão. Em breve chegaremos em todas, climatizando, reformando e construindo”, destacou.

Com o recorde de equipamentos entregues em junho, sendo 34 em um mês, Felipe Camarão deu destaque às escolas construídas e aos Faróis dos Saberes. “O Programa Escola Digna também são os IEMAs, as escolas em tempo integral, o Bolsa Escola, o Cidadão do Mundo, ressaltando uma outra política de educação, e o melhor, com uma gestão democrática. E nesse mês de junho nós demos um passo enorme, sendo que na maioria essas escolas saíram do chão, entregamos Faróis dos Saberes, efetivamos as rondas escolares, construímos quadras esportivas em cidades que nunca tiveram, como o exemplo da cidade de Governador Newton Bello, o que leva e garante a prática de esporte para esse povo”, reiterou.

Reconhecendo de forma positiva que o Governo do Maranhão vem plantando educação para colher desenvolvimento, o ouvinte Alberto Sampaio, que expressou essa frase, foi um dos primeiros a interagir com o chefe da pasta por meio da rádio. “Este é o Maranhão que queremos, de todos nós. Estamos apoiando muito o Governo e principalmente o desenvolvimento da Educação”, pontuou.

Já o ouvinte Joelson Chaves de Queiroz parabenizou o Governo do Maranhão pela iniciativa e extensão do Programa Escola Digna. “Quero parabenizar o Escola Digna e dizer que ele é essencial para a melhoria do povo”, validou.

Maior remuneração 

Citando números, Felipe Camarão deu destaque a maior remuneração salarial dos professores do Ensino Médio da rede estadual do país. Pontuando a progressão salarial no Estado, Felipe lembrou que os educadores que estão em começo de carreira recebem, por 40 horas trabalhadas semanalmente, mais de R$ 5.800. Em comparação, ele destacou que na cidade de São Paulo o professor na mesa situação ganha R$ 2.400. “O governador faz uma valorização da nossa classe com o pagamento desse piso salarial”, comentou.

Entre outras temáticas, o secretário falou dos investimentos em formação de professores, do critério das eleições dos gestores escolares de educação, dos empenhos para as doutrinas pedagógicas, da unificação e ampliação das matrículas, da abertura dos concursos públicos na área de educação, dos seletivos abertos paralelamente aos concursos, na construção de escolas próprias, na melhoria das estruturas e revitalizações das instituições de educação.

Em Barreirinhas, Governo entrega Escola Digna no povoado Sobradinho

Os jovens do povoado Sobradinho, em Barreirinhas, só tinham duas opções para continuar os estudos, ou iam para a sede do município, que fica a 8 km de distância, ou estudavam em outro povoado, que também era longe. Essa realidade mudou na última quinta-feira (28), quando o governador Flávio Dino entregou à comunidade de Barreirinhas uma Escola Digna, o Centro de Ensino Plínio Portugal.

Para o governador, o Programa Escola Digna, que é o maior programa de educação sendo executado hoje no Brasil, e o maior já executado no Maranhão, significa a busca constante por igualdade e justiça social. “O nosso governo busca constantemente a igualdade de direitos, de chances e oportunidades. O meu desejo é que esses jovens lutem por aquilo que acreditam, que lutem por seus objetivos e que nós possamos viver em uma sociedade em paz, para isso nós precisamos ter justiça social e é isso que nós estamos praticando através do programa Escola Digna”, ressaltou o governador Flávio Dino.

A escola foi entregue completamente equipada com seis salas de aula, sala de informática, biblioteca, sala de jogos dentre outros espaços, o investimento foi de R$ 1.722.564,27.

Estiveram presentes na cerimônia de inauguração, o governador Flávio Dino, os deputados federais Weverton Rocha e Eliziane Gama, além do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto; a secretária de Estado da Mulher, Terezinha Fernandes; e o secretário adjunto da Seduc, Daniel Carvalho.

Para o jovem estudante Roniere Conceição, de 18 anos, morador do povoado Olho d’Água dos Pereiras, o Centro de Ensino Plínio Portugal veio para melhorar os seus estudos. “Eu achei essa escola muito bonita e grande, com salas e carteiras boas. Eu espero que todos os que vierem estudar aqui possam aprender mais e se esforçar. Aqui tem sala para a gente poder aprender mais e ser alguém na vida”, afirmou Roniere.

Já para a Marina Cardoso Silva, de 19 anos, que sonha em ser policial, a nova escola se tornou um instrumento para ela conseguir alcançar os seus sonhos e objetivos. “A escola é muito grande, e o que eu mais gostei foi da sala de informática. Com essa escola eu vou aprender muito mais do que eu aprendia antes na minha antiga escola. Meu sonho é ser policial e eu vou correr muito atrás disso”, declarou a jovem Marina.

“Este é o Brasil que a gente quer”, diz moradora sobre Rua Digna, Escola Digna e rodovia em Santo Amaro e Barreirinhas

Chegar à paradisíaca cidade de Santo Amaro, na região dos Lençóis Maranhenses, está muito mais fácil com a inauguração nesta quinta-feira (28) da rodovia que liga o município à BR-402. E estudar também ficou mais fácil para os alunos do povoado Sobradinho, em Barreirinhas, com a entrega de uma nova Escola Digna – o Centro de Ensino Plínio Portugal – igualmente nesta quinta.

As inaugurações foram feitas pelo governador Flávio Dino e levam mudanças significativas ao dia a dia dos moradores. Com a nova estrada, Santo Amaro vai ter mais condições de desenvolver o turismo e gerar empregos, além de ter uma ligação mais rápida, segura e fácil com outros pontos do Estado.

Sem a rodovia, o acesso a Santo Amaro era feito só por carros com tração 4 x 4, na areia. “Antes eram 3 horas, e agora apenas 40 minutos de percurso”, diz a moradora Silvia Menezes.

“É uma rodovia que vai dar mais acesso a serviços públicos e fortalecer muito a gigantesca vocação turística de Santo Amaro como uma das principais portas de entrada do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses”, afirma o governador.

“Vai trazer emprego e renda, além de facilitar o acesso das pessoas da zona rural para a sede do município”, diz a prefeita Luziane Lopes.

Rua Digna

Flávio Dino também foi ao povoado Pedrorreiro, onde foram feitos 500 metros do Rua Digna e onde ele anunciou novas obras do programa, que usa blocos de concreto para tirar os moradores da lama e da poeira.

“Antes era só areia, hoje temos essa rua calçada. Este é o Brasil que a gente quer, que olhe para comunidades como a nossa”, diz Maria da Luz Rodrigues dos Santos, moradora do povoado. Alzenira Sousa Santos, presidente da Associação dos Moradores, é cadeirante e diz se sentir “um pássaro fora da gaiola” com a chegada do Rua Digna.

Ainda em Santo Amaro, 700 uniformes foram entregues para alunos da rede estadual. O governador também entregou kits do Mais Renda para o ramo de beleza. É um programa do Governo para formar microempreendedores. Eles recebem treinamento e, depois, o equipamento para trabalhar por conta própria.

“Vai aumentar mais a minha renda e trazer benefícios para a cidade”, disse Maria Raimunda Santos, 30 anos, que recebeu um dos carrinhos do Mais Renda.

Escola em Barreirinhas

A nova Escola Digna no povoado Sobradinho, em Barreirinhas, representou um dia de muita movimentação para os estudantes. Uma delas é Marina Cardoso Silva, 19 anos, que estudava em outro povoado e agora vai conhecer uma Escola Digna. “É muito grande, gostei das salas, da informática, de tudo. Com essa escola, vou estudar mais do que estudava antes”, afirmou ao entrar no colégio.

Para Flávio Dino, a escola “significa uma avenida de oportunidades e de chances. Todos que estão aqui tem todo o direito de sonhar e realizar o sonho de vocês. E só é possível realizar os sonhos mediante a escola”.

Em Barreirinhas, além da entrega da escola Plínio Portugal da Rocha, também foram entregues uniformes para alunos da rede estadual e inaugurado o projeto Maranet, que disponibiliza internet gratuita para os moradores e turistas.

O ponto do Maranet fica na sede de Barreirinhas e permite 200 conexões simultâneas. Dezenas de outras cidades estão recebendo os pontos de internet gratuita.

Escola Digna é inaugurada em Marajá do Sena como ação do Mais IDH

“A nossa antiga escola era de taipa, piso de chão cheio de buracos e não tinha banheiro. As crianças tinham que ir no mato”. Essa era a realidade da Escola Municipal Princesa Isabel, relatada pela professora Maria Oliveira de Sousa. O novo prédio escolar foi inaugurado na quarta-feira (13), no povoado Bandeira, em Marajá do Sena, no dia da Maratona do Mais IDH.

“As cadeiras não eram muito ‘boinha’ não, porque às vezes grudava na roupa da gente”, afirma uma das alunas da unidade escolar, Luciele da Conceição Moraes, 8 anos.

A Escola Digna Princesa Isabel, foi entregue juntamente com o poço artesiano para o atendimento das 22 famílias da comunidade. A água e a escola eram o maior sonho da comunidade que existe há mais de 20 anos. “Hoje nós temos água e também essa escola para os nossos filhos estudarem. Meus dois filhos vão estudar aqui. Eu ‘tô’ muito feliz”, comemora a moradora Elizângela Pereira Cândido da Conceição, mãe dos estudantes Wellington, 14 anos, e Raisa, 11 anos.

Para o secretário adjunto de Suporte e ao Sistema Educacional da Seduc, Anderson Lindoso, o Governo tem feito um resgate da dignidade das pessoas mais vulneráveis e da educação do Maranhão. “O Governo Flávio Dino chegou aqui no povoado Bandeira e trouxe mais uma obra estruturante, uma Escola Digna, para crianças e jovens que antes estudavam em uma escola de taipa e barro. Isso é levar dignidade às pessoas e justiça social. E vamos continuar, as obras não param”, ressaltou.

Na ocasião, o secretário adjunto da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular, Bruno Lacerda, destacou a Caravana Mais IDH e as ações que tiveram na cidade de Marajá do Sena e em outras oito cidades maranhenses. “Estamos aqui em Marajá do Sena em mais uma Caravana do Mais IDH nessa cidade e em outras oito do Maranhão, nós estamos fazendo entregas hoje comprovando que o Governo do Estado investe nos municípios mais vulneráveis, melhorando a qualidade de vida das pessoas. Prova disso é essa escola no povoado Bandeira”, finalizou.

Jenipapo dos Vieiras

Durante a Caravana Mais IDH, a Escola Digna Indígena Antônio Mariano, em Jenipapo dos Vieiras, passou por vistoria do secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, durante a Caravana do Mais IDH, na última quarta-feira, (13). A Escola Digna pertence aos índios da Aldeia Ywyporang, que atenderá a demanda de 175 alunos e terá quatro salas, mobília completa, secretaria e banheiros adaptáveis.

Caravana Mais IDH entrega dezenas de obras, inaugura Escola Digna e faz aluno voltar a estudar

A Caravana Mais IDH levou dezenas de entregas a nove cidades maranhenses nesta quarta-feira (13), incluindo escola, sistemas de abastecimento de água, cisternas, títulos de terra, sementes e kits de irrigação, entre outras ações.

Trata-se de um esforço concentrado do Governo do Maranhão para melhorar a qualidade de vida nesses locais, que fazem partes dos 30 municípios mais pobres do Estado. O Plano Mais IDH foi lançado logo no início da gestão Flávio Dino.

As cidades desta quarta-feira foram Água Doce do Maranhão, Centro Novo do Maranhão, Jenipapo dos Vieiras, Lagoa Grande do Maranhão, Marajá do Sena, Primeira Cruz, São João do Caru, São Raimundo do Doca Bezerra e Satubinha.

Uma nova Escola Digna foi inaugurada em Marajá do Sena, substituindo uma casa improvisada de taipa que não oferecia condições adequadas. A nova Escola Municipal Princesa Isabel, no povoado Bandeira, já coleciona histórias de impacto.

Welligton Cândido da Conceição, de 14 anos, tinha parado de estudar: “A escola mais perto ficava no Jenipapo. E agora eu tô feliz porque vou estudar nessa escola perto de casa”.

Franciel Alves da Silva, 10 anos, conta que “a minha escola antiga era bem ruinzinha. Era de taipa, não tinha banheiro, a gente tinha que ir pro mato. Hoje a escola nova é muito bonitona com essas cadeiras novas, e tem banheiros pra gente”.

Raisa Cândido da Conceição, de 11 anos, diz que a transformação é radical: “Eu estudava em uma escolinha de taipa, e não era boa. O chão tinha buraco, a gente saía tudo sujo. Essa escola nova é muito bonita. A gente vai aprender muito nela”.

Mais Água

Quatro Sistemas de Abastecimento de Água foram entregues em Centro Novo, São João do Caru, Jenipapo dos Vieiras e São Raimundo do Doca Bezerra, beneficiando mais de mil pessoas. São novos poços com interligação até a residência dos moradores.

“Já estávamos há algum tempo aguardando o poço. A gente agradece porque vai melhorar muito. A gente era obrigado a fazer poço longe de casa, comprar bomba. Era dispendioso. Assim vai ficar mais fácil”, diz Antônio Lucena, morador do povoado de Jabuti, em São João do Caru.

Já as 166 famílias da aldeia indígena El-Betel, em Jenipapo dos Vieiras, receberam 18 cisternas de 25 mil litros destinadas para produção da agricultura familiar e criação de animais, além de uma cisterna escolar com capacidade de 52 mil litros para o colégio Cacique Adebaldo, beneficiando centenas de estudantes.

As comunidades indígenas da cidade receberam 85 cisternas para o consumo dos animais e agricultura familiar. “A preocupação do Governo é garantir água nas escolas, água na agricultura, água para os animais, e com isso, melhorar a produção e qualidade de vida nas aldeias indígenas”, afirma o secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves.

Direitos e benefícios

Dois novos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) agora estão funcionando em Marajá do Sena e Jenipapo dos Vieiras. Os prédios atendem crianças, adolescentes, idosos e grupos familiares, garantindo direitos básicos e benefícios como o Bolsa Escola e o Bolsa Família.

O Mais Renda também participou da Caravana, entregando dez kits de beleza para cabeleireiro e manicure em Água Doce do Maranhão. O programa forma microempreendedores, que recebem assistência técnica e acompanhamento para que o negócio dê certo.

Reforço para o produtor

Também foram feitas três Feiras de Agricultura Familiar. Uma delas foi em Lagoa Grande, onde o agricultor Amilton de Araújo esteve presente: “Estava com duas barracas, vendi tudo em uma hora. Chegou a ter fila para comprar o feijão verde. Agradeço demais todo o auxílio dos técnicos do Mais IDH”.

A Caravana Mais IDH também entregou kits de irrigação e sementes a agricultores familiares. E cerca de 80 títulos de terra agora estão nas mãos dos moradores.

Exames e consultas

A Força Estadual de Saúde (Fesma) também esteve presente. Em Lagoa Grande, foram feitos exames de pressão, de glicose e atendimento médico. “É muito bom achar esse pessoal fazendo esse trabalho belíssimo aqui”, diz Raimunda Lopes

Em São João do Caru, Damiana dos Santos da Silva, 33 anos, recebeu os médicos em casa, no povoado Jabuti. “A gente queria levar a mãe no médico, mas ela é daquele pessoal antigo. Só vai se for o jeito. A equipe veio aqui em casa. Nunca tinha acontecido isso de alguém vir aqui em casa consultar. Me sinto orgulhosa”, conta.

Cidadania

A Caravana Mais IDH levou também o Orçamento Participativo para oito cidades. É uma iniciativa para que os moradores escolham as prioridades que serão incluídas no Orçamento do próximo ano.

Mais cinco escolas serão entregues nesta semana no Maranhão

A agenda do Governo do Maranhão, nesta semana, começa por Apicum-Açu, nessa quinta-feira (07), onde serão entregues duas Escolas Dignas, uma reformada e outra construída pelo programa Escola Digna a comunidades do referido município.

No povoado Ponta D´Areia, a 13 quilômetros da sede, será entrega a Escola Municipal Eurico Gaspar Dutra, construída pelo programa Escola Digna, em substituição a antiga estrutura inadequada. A escola de 02 salas, secretária, cozinha, banheiros e pátio interno, recebeu investimentos na ordem de R$ 388.595,87, oriundos do BNDES, que vão beneficiar 21 alunos da comunidade.

Junto com a escola, a comunidade também vai receber um poço artesiano perfurado pela Caema, que vai levar água de qualidade para as 33 famílias da localidade, além da unidade escolar. Já na sede de Apicum-Açu, o governo entregará, totalmente reformada, o Centro de Ensino Amado Joaquim.

A escola construída em 1986, em 32 anos nunca havia passado por uma reforma. “As únicas coisas feitas nesse tempo todo, foram pinturas, uma vez ou outra. E cada gestor novo que chegava na escola colocava piso novo, sobre o piso antigo. Tanto, que o piso já estava muito acima do nível”, disse a gestora auxiliar, Elitane Sousa Ferreira.

A Reforma realizada pelo Governo do Maranhão, por meio de parceria entre a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e a Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), garantiu serviços de: troca do telhado, do forró PVC, do piso, instalações elétrica e hidráulica; substituição das louças antigas e inadequadas dos banheiros; além de colocação de revestimento cerâmico, climatização, entre outros serviços.

A escola também ganhou uma biblioteca totalmente mobiliada e com mais de 500 livros didáticos, paradidáticos e de literatura. A cozinha que, antes funcionava em puxadinho, agora tem estrutura adequada e higiênica.

Ainda como parte da reestruturação da escola, foram garantidos: 180 carteiras, freezer, fogão, 350 kits de merenda. “O governador não tem medido esforços para transformar a educação do Maranhão, e um dos pilares dessa transformação é a garantia de estruturas dignas para que estudantes e professores possam caminhar com tranquilidade no processo de ensino e aprendizagem. Com o programa Escola Digna, o governo vem garantindo as condições adequadas ao aprendizado, ao mesmo tempo que retira milhares de estudantes, professores e gestores de situações indignas e desumanas”, destacou o secretário de Estado de Educação (Seduc), Felipe Camarão.

Só esta semana, será entregue um total de 04 Escolas Dignas, construídas e reformadas pelo programa que está transformado a educação do Maranhão, e 01 Farol do Saber.

Na sexta-feira (08) serão entregues duas escolas em Coelho Neto e Aldeias Altas, na região dos Cocais. Já no sábado (09), será a vez da comunidade de Vitorino receber o Farol do Saber, totalmente reformado, por meio de parceria entre a Secretária de Estado de Cultura e Turismo (Sectur) e a Seduc.

Governador entrega escolas e obras do Mais Asfalto em três municípios neste sábado (02)

O governador Flávio Dino cumpre agenda nos municípios de Lima Campos, Cachoeira Grande e Presidente Juscelino, inaugurando obras nas áreas de educação e infraestrutura. A agenda tem início às 9h, com entrega de prédios do programa Escola Digna a comunidades de Lima Campos. No local, serão duas novas escolas inauguradas, além de uma praça. Outras duas unidades e obras do Mais Asfalto serão entregues nos demais municípios.

Uma nova escola com quatro salas de aulas e outras dependências, equipada com materiais pedagógicos e mobiliário será entregue à comunidade do povoado São José dos Mouras. A Unidade Integrada Maria Adelina de Sousa Chagas tem capacidade para acolher 200 alunos. Para as obras, o Governo investiu recursos de mais de R$ 510 mil.

“O governador sabe dos esforços de professores e alunos para ensinar e estudar, e o caminho era tortuoso e difícil devido às condições precárias e até sub-humanas em muitas destas unidades. O programa Escola Digna vem garantir as condições adequadas ao aprendizado e retirar estas comunidades estudantis da situação indigna e desumana”, pontuou o secretário de Estado de Educação (Seduc), Felipe Camarão.

O governador entrega ainda o novo prédio da Unidade Escolar Lourenço Coimbra, no povoado São Lourenço. Com capacidade para 46 alunos, a escola tem duas salas e demais áreas, construídos com recursos de mais de R$ 380 mil. A agenda na cidade encerra com a inauguração da Praça Municipal.

Na cidade de Cachoeira Grande, o governo entregará o Centro de Ensino Sotero dos Reis, totalmente reformado e reequipado. O investimento de R$ 481.899,54 garantiu que fossem realizados serviços de recuperação de paredes e painéis, pintura geral, estrutura do telhado, instalação de forro pvc, revestimento cerâmico, piso, além de substituição das instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, com louças novas e adequadas. A obra já está beneficiando 786 estudantes com uma estrutura escolar muito mais digna e acolhedora.

A agenda segue em Presidente Juscelino, com a entrega da Escola Municipal Raimundo Marques de Menezes, no povoado Mata dos Caboclos. A escola que possui quatro salas de aula e demais dependências, foi totalmente mobiliada e equipada. O governo investiu de R$ 510 mil, que estão beneficiando 290 alunos da comunidade e dos povoados Prata, Cocal e Riacho Grande.

Na cidade de Presidente Juscelino, haverá inauguração de obras de pavimentação asfáltica em diversas vias, integrando o programa Mais Asfalto. O Governo investiu mais de R$ 1 milhão para recuperar as ruas. “O Mais Asfalto garante tráfego seguro e impacta positivamente no desenvolvimento econômico das regiões. Com esta iniciativa o governo vem possibilitando as condições de mobilidade e o acesso a serviços públicos como segurança, saúde e educação”, afirma o secretário de Estado da Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto.

Estado contabiliza mais de R$ 11 milhões investidos em educação em 15 dias

Levar esperança e dignidade para a sala de aula é um dos objetivos do Governo do Maranhão quando entrega escolas com estruturas totalmente transformadas. Atualmente, em uma parceria das secretarias de Infraestrutura (Sinfra) e Educação (Seduc), o Governo já entregou mais de 750 escolas – entre construções, reformas e revitalizações – em todo o estado. E, só nos primeiros 15 dias de maio, foram mais de R$ 11 milhões investidos em mais de seis cidades maranhenses.

Os investimentos iniciaram pela região da Baixada Maranhense, onde o Governo do Maranhão entregou as reformas dos Centro de Ensino Rio Grande do Sul, em Palmeirândia, e Artur Teixeira de Carvalho, em Peri Mirim. As escolas receberam serviços de demolição e reconstrução de paredes, pintura geral, revestimento, troca de telhado, instalação de forro, substituição de piso, portas, janelas, além da melhoria dos sistemas hidráulico e elétrico.

“O governador Flávio Dino entrega, toda semana, escolas reformadas, construídas ou revitalizadas. Já são mais de 750 obras na educação em todas as regiões maranhenses, resultado do Programa Escola Digna, que já se consolidou como o maior programa de investimentos educacionais da história do Maranhão. A cada escola que entregamos, a maior realização é ver o brilho nos olhos de estudantes e professores felizes com a mudança”, destacou o secretário Felipe Camarão.

A região Leste também foi contemplada com a entrega do Centro de Ensino Robson Parentes Noleto Silva, na cidade de Timon. Mais de 160 alunos que moram no bairro Novo Tempo, e que antes precisavam fazer um deslocamento de mais de 5 quilômetros para poder chegar até a escola, receberam um prédio novinho com seis salas, banheiros adaptados, cozinha, pátio, e salas de: informática, professores, direção, secretaria, depósito e biblioteca.

Pastos Bons e Nova Iorque do Maranhão também receberam investimentos para a comunidade escolar. O Centro de Ensino Anália Neiva, em 49 anos, nunca havia passado por uma reforma. A estrutura do prédio que estava em um péssimo estado de conservação desestimulava quem estudava e quem trabalhava na unidade.

O prédio escolar foi totalmente reformado do telhado ao piso. Com uma subestação de energia, a escola agora possui o conforto de possuir um sistema de climatização em todas as salas. Além disso, ganhou salas de professores, diretoria e um pequeno auditório.

“São os investimentos do Governo Flávio Dino que possibilitam a consolidação do maior programa educacional do estado, beneficiando todas as regiões maranhenses, garantindo mais dignidade, melhores condições de aprendizagem e futuro próspero com maiores oportunidades para todos; esse é o governo da mudança”, destacou o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto.

Nesta semana, o Governo entregou cinco unidades em um mesmo dia em São Luís. O Centro de Ensino em Tempo Integral Professora Estefânia Rosa, a Unidade Integrada Maria Firmina dos Reis, a Unidade Integrada Estado de São Paulo, o Centro de Ensino Paulo Freire e o Centro de Ensino em Tempo Integral Dr. João Bacelar Portela foram totalmente recuperados pelo Programa Escola Digna.

As cinco unidades receberam do Governo do Estado um investimento de R$ 6,7 milhões, recursos oriundos do Tesouro Estadual. Mais de 2.681 estudantes de Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular e Integral foram contemplados com a entrega das obras.

‘A mudança chegou até nós’, diz professora de escola reconstruída em Palmeirândia

“A mudança chegou até nós, não ficou só na promessa”, diz professora de escola reconstruída em Palmeirândia. Com os olhos marejados, em uma fala de agradecimento, a educadora e gestora adjunta do Centro de Ensino Rio Grande do Sul, Leoneza Cunha Ribeiro, destacou a “mudança radical” ocorrida na escola após a ampla reforma feita pelo Governo do Estado. A inauguração aconteceu nesta quarta-feira (2).

“Era uma escola que estava a ponto de desabar. Total calamidade. E hoje a gente vê se cumprindo uma promessa que marcará para sempre a história da educação de Palmeirândia, com a entrega de uma escola digna moderna”, revelou.

Essa é a primeira reforma geral na escola, que recebeu também uma para biblioteca, laboratório de informática, banheiros novos e com acessibilidade, e a climatização de todas as salas de aula.

“Mudou tudo aqui. Agora vamos realizar os sonhos que já tínhamos de fazer atividades com os alunos na biblioteca, que a gente não tinha, e agora tem; e no laboratório de informática, o que eles mais gostam”, ressaltou a professora Silvana Torres, que está há 36 anos na escola e, atualmente, é gestora da unidade.

Ainda na Baixada Maranhense, o Governo entregou, também nesta quarta, o novo Centro de Ensino Arthur Teixeira de Carvalho em Peri Mirim, beneficiando 388 estudantes do ensino médio. O antigo Cema, como era conhecido, foi fundado em 1978 e desde 1993 não recebeu qualquer tipo reforma.

“Ao assumir a gestão do Estado, o governador Flávio Dino mandou logo um recurso para garantir que as aulas iniciassem naquele ano. Isso já nos trouxe uma esperança; em seguida veio a tão sonhada reforma, que tanto pedimos em gestões passadas e nunca nos atenderam”, contou Hilário Silva, gestor auxiliar.

“A escola era degradada. Tudo muito sujo. Faltavam condições para os professores darem suas aulas, as salas quentes, banheiros insuportáveis. Agora temos salas amplas, climatizadas, vamos até poder colocar um jaleco! Qual é o professor que não gostaria de dar aula numa escola dessas? Hoje temos uma escola digna de um professor ensinar. Sinto-me privilegiada de ensinar aqui”, realçou a professora Laurijane Nunes, uma das fundadoras da escola.

A ex-estudante do CE Artur Teixeira de Carvalho, Gracinete Silva, ficou surpresa ao ver a escola após a reforma. “Antes não tinha vontade de estudar aqui, agora quero ficar aqui. O que antes era feio, sujo e acabado, agora é uma nova escola. Transformaram esse espaço, que era um depósito cheio de coisa velha, em uma linda biblioteca”, disse, admirada.

A escola foi totalmente reconstruída, recebeu climatização das salas e teve a quadra recuperada. Os banheiros, que segundo o técnico escolar, Paulo Sérgio Correia, ficavam na entrada da escola, causando má impressão para quem chegava pelas condições precárias, foram refeitos e colocados em uma área adequada na escola.

“Os banheiros eram um terror. Hoje, sim, temos uma nova escola”, destacou.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, enfatizou que este é um Governo que cuida da educação.

“O Governo está recuperando um atraso de anos na educação. Ainda há muito para fazer, mas gradativamente o governador Flávio Dino está mudando a cara da educação do Maranhão”, realçou.

“Como deputado federal e ex-militante do movimento estudantil, posso dizer que o governador Flávio Dino tem feito uma verdadeira revolução na educação”, ressaltou o deputado federal Weverton Rocha.

O prefeito Geraldo Amorim, de Peri Mirim, destacou que o Governo tem feito um excelente trabalho à frente da educação.

“Agradecemos muito pela reforma, que representa um benefício para o povo de Peri Mirim, que esperou tanto tempo por este momento”, disse.

Mais três escolas reformadas e reconstruídas serão entregues no Maranhão

A agenda de reinaugurações de prédios escolares da rede estadual, desta semana, começa na região da Baixada Maranhense, onde o Governo do Maranhão, por meio das Secretarias de Estado da Educação (Seduc) e de Infraestrutura (Sinfra), entregará, nesta quarta-feira (2), as obras de reforma dos Centro de Ensino Rio Grande do Sul, em Palmeirândia, e Artur Teixeira de Carvalho, em Peri Mirim. Na quinta-feira (3), haverá a entrega de um Centro Educa Mais em Itapecuru Mirim.

Juntas, as duas escolas da Baixada Maranhense receberam investimentos na ordem de R$ 1,2 mil, garantindo, praticamente uma reconstrução dos prédios escolares, que receberam serviços de demolição e reconstrução de paredes, pintura geral, revestimento, troca de telhado, instalação de forro, substituição de piso, portas, janelas, além da melhoria dos sistemas hidráulico e elétrico.

O Centro de Ensino Rio Grande do Sul, em Palmeirândia, é uma escola com seis salas de aula. Além da obra de reestruturação da infraestrutura do prédio, a escola recebeu 181 kits de carteiras escolares, bebedouro, fogão industrial, três aparelhos de ar condicionado, além de louças para a merenda escolar.

Na quinta-feira (3) será a vez da comunidade estudantil de Itapecuru Mirim receber o novo Centro Educa Mais. O antigo Centro de Ensino Airton Sena foi totalmente reformado e adaptado, e a partir de agora será o Centro Educa Mais Ayrton Senna, um dos novos 25 Centros Educa Mais implantados este ano.

A obra recebeu investimento de R$ 995.748,94, que permitiram serviços de reestruturação dos pilares e vigas, paredes e painéis, troca de portas, esquadria, madeiramento do telhado, estrutura de aço para cobertura, instalação de forro, revestimento, piso, melhoria das instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, assim como aquisição e instalação de louças e assessórios, dentre outros serviços.

A escola também recebeu uma subestação que vai garantir a climatização de todas as salas de aula, beneficiando cerca de 600 estudantes do Ensino Integral e do Ensino Regular, com um espaço salubre, aconchegante e verdadeiramente digno.

“O governador Flávio Dino entrega, toda semana, escolas reformadas, construídas ou revitalizadas. Já são mais de 750 intervenções em escolas em todas as regiões maranhenses, resultado do programa Escola Digna, que já se consolidou como o maior programa de investimentos educacionais da história do Maranhão. A cada escola que entregamos, a maior realização é ver o brilho nos olhos de estudantes e professores felizes com a mudança”, destacou o secretário Felipe Camarão.

Educação Integral

No Centro Educa Mais Ayrton Senna, em Itapecuru Mirim, a Educação Integral está sendo implantada de forma gradativa. Assim, neste ano, 170 alunos das quatro turmas do 1º ano serão atendidos por esse novo modelo educacional. Até 2020 a escola será, exclusivamente, em Tempo Integral.

“Nós estamos vivendo um momento único e de plena felicidade. A nossa escola estava totalmente deteriorada, sem ventilação, sem a mínima estrutura para funcionar, com a quadra interditada. Hoje nós temos uma nova escola, reformada, acolhedora, que certamente teremos muito mais condições de melhorar o processo de ensino e aprendizagem. Uma escola que podemos chamar de Escola Digna”, disse o professor Jean Cleseo Vieira, gestor adjunto da escola.

SERVIÇO
O quê: Entrega dos Centros de Ensino Rio Grande do Sul, em Palmeirândia; Artur Teixeira de Carvalho, em Peri Mirim; e Centro Educa Mais Ayrton Senna, em Itapecuru Mirim.
Quando e onde: Nesta quarta-feira (2), às 9h, no CE Artur Teixeira de Carvalho, em Peri Mirim; às 10h30, no Centro de Ensino Rio Grande do Sul, em Palmeirândia; e na quinta-feira (3), às 10h30, no Centro Educa Mais Ayrton Senna, em Itapecuru Mirim.