Governo leva atividades do Projeto Direção Certa para a Feirinha São Luís

O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), por meio da Coordenação de Educação para o Trânsito, realizou, neste domingo (15), na Feirinha São Luís, na Praça Benedito Leite, mais uma ação do Projeto ‘Direção Certa: mais que um papo de bar’, com o objetivo de conscientizar a população sobre suas responsabilidades no trânsito.

Segundo a coordenadora de Educação para o Trânsito do Detran-MA, Rositânia  de Farias, o local da atividade educativa proporciona o alcance a pessoas de diversas  faixas etárias.

“A Equipe do Detran-MA escolheu a Feirinha São Luís para o trabalho de conscientização dos perigos da mistura  entre bebida alcoólica e direção, por reunir semanalmente centenas de pessoas  em busca de alimentos, artesanatos regionais e atividades culturais. Encontramos desde familiares até amigos reunidos para um momento de lazer”, afirmou ela.

A equipe de educadores do Detran-MA distribuiu material  informativo sobre a Lei Seca e realizou o teste educativo do etilômetro em dezenas de pessoas que procuraram a tenda do órgão curiosos  sobre o uso do aparelho e em busca de informações.

Para o farmacêutico Fabrício Azevedo Leite, a ação de demostrar como funciona o teste do etilômetro é muito importante.

“O diferencial dessa ação é que, além de fazer o teste, o pessoal do Detran-Ma também  explica  o que pode acontecer se formos pegos em uma blitz e como  estamos  arriscando a nossa vida e a do próximo”, disse ele.

O autônomo Ricardo José Silva Santos, parabenizou o Detran-MA pela participação de membros do Projeto Humanizar, que reúne vítimas de acidentes de trânsito, na ação educativa.

“Colocar vítimas de acidentes de trânsito para compartilhar as suas experiências com outras pessoas é sensacional. É um alerta de que a vida não tem preço e que devemos respeitar a legislação”, declarou Ricardo.

Feirinha São Luís será destaque na imprensa do Nordeste

Neste domingo (8), a Feirinha São Luís, projeto da Prefeitura de São Luís na gestão do prefeito Edivaldo, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, (Semapa), foi cenário para o programa de TV “Expedição Nordeste”, do SBT Nordeste. A Feirinha São Luís foi escolhida como destaque na capital por reunir muitas atrações, por ser um espaço que congrega produtos agrícolas, cultura, literatura e lazer. Na ocasião, também foram comemorados o Dia Mundial da Atividade Física e Dia Mundial da Saúde, celebrados, respectivamente, nos dias 6 e 7 de abril.

A 44ª Feirinha São Luís teve apoio das Secretarias Municipais de Saúde, (Semus) e de Desportos e Lazer, (Semdel). Na ocasião foi promovido o evento “Corpo em Movimento é Corpo com Saúde”, com parceria do Governo do Estado, via Secretaria Estadual de Saúde (SES). O vice-prefeito, Julio Pinheiro esteve presente nessa edição da Feirinha São Luís, com o governador em exercício, Carlos Brandão, acompanhados de diversos secretários e presidentes de órgãos públicos.

“A capacidade da Feirinha São Luís é surpreendente, um projeto realizado a partir de uma determinação do prefeito Edivaldo, abraçado pela população e que gera esse sentimento de que os governos se unem para melhorar a vida da nossa gente. É um momento importante para nossa cidade” destacou Julio Pinheiro.

O titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues, destacou a importância do evento para a cidade. “Reunimos o que há de melhor na cidade, como a cultura, gastronomia, literatura, artesanato e agricultura, em meio a um cenário arquitetônico histórico, tombado como patrimônio da humanidade, e podendo agregar com ações pontuais e necessários trazendo para perto do público por exemplo serviços sociais e de saúde, que podem ainda desfrutar de todos os setores da Feirinha São Luís, ficamos muito felizes com a união e parceria dos órgãos”, destacou.

O público presente contou com o programa Saúde para Todos – Consultório Volante, que ofertou serviços de prevenção contra o câncer de colo do útero e mama, além de consulta odontológica. Já no circuito Estação Saúde, teve teste de glicemia, aferição de pressão arterial, cálculo do índice de massa corporal (IMC) e orientação nutricional. Além de informação sobre atividades físicas e alimentação saudável, Infecção Sexualmente Transmissível (IST), prevenção de violência contra a mulher e sobre doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

“A inatividade física é o quarto principal fator de risco de morte no mundo; por isso, precisamos ter essas ações que gerem conscientização da população e provoquem mudanças de comportamento. Essa também é uma forma de promover saúde e bem estar”, explicou o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.

DESTAQUE NACIONAL

A alternativa de lazer familiar atrai a população e os turistas, reunindo além de produtos e subprodutos agroecológicos, o artesanato marcante, a gastronomia única, literatura e apresentações culturais em um único espaço.

Tantas atrações em um só espaço, despertou o interesse do novo programa de TV “Expedição Nordeste”, do SBT Nordeste, em que dois jovens partem em viagem pelas estradas nordestinas em meio a descobertas e aventuras. O programa destaca as belezas, cultura, paisagens e identidade dos estados nordestinos.

Em São Luís, os apresentadores Caiã e Tauã Cordel – filhos do cantor e compositor Nando Cordel – gravaram para o novo “road-show” mostrando a diversidade cultural da cidade, assim como a arquitetura única do Centro Histórico e as delícias da gastronomia local. A Feirinha São Luís foi escolhida como destaque na capital por reunir muitas atrações.

O apresentador Caiã Cordel disse estar empolgado e cercado de expectativas com o novo projeto. “Eu e meu irmão somos músicos e essa experiência tem sido muito legal, a gente já tinha vindo aqui nessa cidade linda com nosso pai, e escolhemos São Luís como primeira parada desse novo projeto na TV, também pela riqueza cultural musical, tem o reggae e o forró que nós gostamos e tocamos também”, disse o cantor e agora apresentador. A Feirinha será tema do primeiro programa que deve estrear no primeiro semestre deste ano.

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

Na programação cultural teve aulas de alongamento, zumba e orientação postural, além de apresentações de capoeira. E abrilhantando mais ainda a festa teve Boi Brilho da Ilha (sotaque de orquestra), tambor de crioula Arte Nossa, bandas Raiz Tribal e Love in Roots, Dhean Britto e Banda, e a Banda da Feirinha. Como sempre, a Barraca do Chef, ofertou o melhor da gastronomia local, no comando de Rosangela Roxo do Restaurante “Crioulas”.

Apenas no primeiro ano de realização, a Feirinha movimentou, em média, 15 toneladas de produtos e subprodutos agrícolas, tornando-se uma importante janela para o escoamento da agricultura familiar da capital. São Luís tem 11 polos agrícolas, fortalecendo a geração de renda do produtor, com o estímulo à venda do que é plantado e cultivado na região.

Segundo estimativa da Polícia Militar, a média de público para cada edição é de cerca de 4.500 pessoas. A Feirinha São Luís fomenta economia criativa aos produtores e micro empreendedores, que oferecem seus produtos por preços justos. Ao longo das primeiras 40 edições já movimentou mais de nove milhões de reais.

Feirinha São Luís atrai público mesmo em domingo chuvoso

A 42ª edição da Feirinha São Luís que aconteceu nesse domingo (25), trouxe uma mistura de ritmos brasileiros para o palco da Praça Benedito Leite, com bandas de samba, reggae e forró que animaram o público que compareceu ao evento mesmo com a chuva. A Feirinha é um projeto da Prefeitura, executado na gestão do prefeito Edivaldo por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), que ocorre sempre aos domingos, das 7h às 15h, na Praça Benedito Leite e tem como objetivo principal incentivar a venda de produtos agroecológicos oriundos da agricultura familiar e apresentar ao público a cultura e gastronomia ludovicenses. Na programação cultural Forró Pé de Serra.com, Rafael Guterres e Samba de Iaiá. Além da Banda da Feirinha e Bloco Tradicional Os Guerreiros.

O secretário Ivaldo Rodrigues, titular da Semapa, explica o sucesso da Feirinha mesmo com as variações do clima. “Pensando no conforto do público e continuação do projeto, independente de chuva ou sol, a Feirinha São Luís possui tendas em todos os setores, recebendo bem todos que passam pela Praça Benedito Leite aos domingos”, afirma o secretário.

Além das atrações culturais, venda de produtos e gatronomia, a Feirinha São Luís abriu espaço, este mês de março, para ações voltadas para as mulheres. Assim,  foram ofertadas ações de saúde por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) que neste domingo levou ao público presente informações sobre diversas doenças. No local também foram aplicados questionários para averiguar as demandas a população no que diz respeito à rede municipal de Saúde.

“Durante este mês demos atenção especial à oferta de serviços para a mulher, especialmente com foco na prevenção das principais doenças que acometem o público feminino. Entendemos que este pode ser um espaço para lazer e também de cuidar da saúde”, disse o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.

FEIRINHA

A Feirinha São Luís é ponto de encontro, compras, lazer e diversão de famílias, amigos e turistas que visitam a capital maranhense. Motivos para visitar o espaço é que não faltam: abastecer a geladeira de produtos agroecológicos cultivados na região metropolitana, encontrar artigos decorativos artesanais, boas leituras com obras de autores locais ou tomar café da manhã e almoçar. Tudo isso com diversas atrações artísticas.

Para o dentista Gustavo Barbosa, o lugar merece ser visitado. “Vim pela segunda vez, acho a ideia do projeto muito boa, que mesmo com chuva não para. A gente aproveita pra passear e aproveitar nossa comida típica, vendida por um preço acessível, além de todas as outras vertentes, como as atrações culturais, que fazem desse projeto um evento único”, concluiu Gustavo.

A Feirinha São Luís iniciou em junho de 2017 e conquistou o público ao longo das edições. Apenas no primeiro ano, movimentou, em média, 15 toneladas de produtos e subprodutos da agricultura local. A comercialização no entorno de toda a Praça Benedito Leite conta com uma média de 90 pontos de empreendimentos, movimentando o turismo na capital e a renda na região.

Ações voltadas para o público feminino celebram mês da mulher na Feirinha São Luís

Durante o mês de março, a Feirinha São Luís está com ações voltadas para o público feminino. Neste domingo (18), em celebração ao Dia Municipal da Mulher, foram ofertados diversos serviços de educação em saúde, prevenção e orientação. A ação foi coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus). A programação da Feirinha incluiu, ainda, ações de beleza para elas, atrações culturais, produtos da agricultura familiar, gastronomia e artesanato.

A Feirinha São Luís é um projeto da Prefeitura, executado por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), que ocorre sempre aos domingos, das 7h às 15h, na Praça Benedito Leite e tem como objetivo principal incentivar a venda de produtos agroecológicos oriundos da agricultura familiar e apresentar ao público a cultura e gastronomia ludovicenses.

Para o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues, o espaço democrático da Feirinha reforça a política de valorização da mulher, implementada na gestão do prefeito Edivaldo. “Damos voz e vez aos mais diversos públicos durante esses nove meses de execução do projeto e, em março, voltamos os olhos para elas, trazendo ações específicas que mostram o cuidado da gestão com a população feminina”, destacou o secretário.

No local foi disponibilizado o Consultório Volante Móvel, com a oferta de serviços na área de saúde, como vacinação e avaliação odontológica. Nas tendas da saúde, houve atendimento fitoterápico, aferição de pressão e glicemia. Em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), foram oferecidos serviços na área de educação em saúde, com orientações sobre o câncer de mama e sobre o combata à violência contra a mulher e contra a pedofilia. Na central de turismo foram ofertados testes rápidos de HIV, hepatite e sífilis.

O público mais uma vez aprovou a programação da Feirinha. Socorro de Jesus, 65 anos achou as ações louváveis. “Moro aqui no Centro e ter esses serviços tão perto de casa para mim é muito bom. Ainda aproveitei e fiz a feirinha de casa, tudo muito prático. Gostei!”, garantiu a aposentada.

O projeto Feirinha São Luís é ponto de encontro, compras, lazer e diversão de famílias, amigos e turistas que visitam a capital maranhense. Motivos para visitar o espaço é que não faltam: abastecer a geladeira de produtos agroecológicos cultivados na região metropolitana, encontrar artigos decorativos artesanais, boas leituras com obras de autores locais ou tomar café da manhã e almoçar. Tudo isso com diversas atrações artísticas.

CULTURA

Na programação cultural, a Banda da Feirinha começou os trabalhos, que contou ainda com a animação dos Blocos Tradicionais Vinagreira Show e Os Gladiadores, além de Grupo Musical Los Sanchos, Erasmo dibel e Banda Diamante Gold.

A Feirinha São Luís iniciou em junho de 2017 e conquistou o público ao longo das edições. Apenas no primeiro ano, movimentou, em média, 15 toneladas de produtos e subprodutos da agricultura local. A comercialização no entorno de toda a Praça Benedito Leite conta com uma média de 90 pontos de empreendimentos, movimentando o turismo na capital e a renda na região.

Em sua 40ª edição, Feirinha São Luís celebra o Dia Internacional da Mulher

Nesse domingo (11), a Feirinha São Luís, realizada pela Prefeitura por orientação do prefeito Edivaldo e coordenada pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), celebrou o Dia Internacional da Mulher, que ocorreu no dia 8. Uma das novidades desta edição foi a presença no local do Consultório Móvel com a oferta de serviços na área de saúde. A ação foi coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde. A programação da Feirinha incluiu ainda a ações de beleza voltadas para o público feminino, atrações culturais, produtos da agricultura familiar e artesanato.

A Feirinha ocorre sempre aos domingos, das 7h às 15h, na Praça Benedito Leite e tem como objetivo principal incentivar a venda de produtos agroecológicos oriundos da agricultuira familiar. Durante todo este mês, serão celebradas no espaço as conquistas femininas e a luta por igualdade

Para o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues, celebrar o Dia da Mulher tem uma grande importância social e corrobora a política de valorização implementada na gestão do prefeito Edivaldo. “Por tudo o que elas representam socialmente, fibra, garra, lutas e vitórias, as mulheres merecem ser valorizadas sempre”, destacou o secretário.

A cada edição o público da Feirinha se depara com uma novidade. O Consultório Móvel foi a deste domingo. A Secretaria Municipal de Saúde (Semus), disponibilizou a unidade móvel de saúde Consultório Volante com a oferta de serviços como aferição de pressão arterial, glicemia, vacinação (tétano, hepatite B, rubéola e febre amarela), testes rápidos e preventivo de câncer de colo uterino. O Consultório Volante é uma novidade da Prefeitura, resultado de emenda parlamentar do vereador Pavão Filho que também acompanhou as ações da unidade na Feirinha.

O secretário Municipal de Saúde, Lula Fylho, acompanhou a ação e explicou que a unidade vai possibilitar atendimentos médico (pediátrico, clínico geral e ginecologista) e odontológico em áreas onde não têm Unidade Básica de Saúde. “É mais uma alternativa de acesso aos serviços de saúde, pois com isso poderemos chegar a comunidades bem distantes; além de atender também em grandes eventos, oferecendo novas alternativas à população”, disse o secretário.

A ação também terá como foco a educação e saúde, com a realização de capacitações, palestras e várias atividades que possam sensibilizar a população a cuidar da saúde de um modo geral, tais como alimentação, higiene e cuidados básicos que ajudam a melhorar a condição de saúde da população.

EMBELEZAMENTO

Na área da beleza foi oferecido, em parceria com a empresa Mary kay, limpeza de pele, maquiagem e demonstração de produtos estéticos da marca. E ainda por meio da parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi), foi ofertado para as mulheres serviços como oficina de flores de papel e performance teatral com o ator Josimael Caldas.

Maria Antônia, de 37 anos, trabalha com serviços gerais e aprovou a iniciativa. “É muito bom comemorar o Dia da Mulher se sentindo valorizada, com serviços bons, em um ambiente agradável e ainda uma festa ao ar livre acessível a todos”, garantiu.

O projeto Feirinha São Luís é ponto de encontro, compras, lazer e diversão de famílias, amigos e turistas que visitam a capital maranhense. Motivos para visitar o espaço é que não faltam: abastecer a geladeira de produtos agroecológicos cultivados na região metropolitana, encontrar artigos decorativos artesanais, boas leituras com obras de autores locais, ou tomar café da manhã e almoçar. Tudo isso com diversas atrações artísticas.

CULTURA

A programação cultural ficou toda no comando das mulheres nessa edição voltada para elas. No gospel, Dory Lima e Banda. Na MPB, Rose Maranhão. A energia e empoderamento feminino do Trio 123 (Tássia Campos, Milla Camões e Camila Boueri), e As Brasileirinhas com um mix musical, encerraram a festa.

A Feirinha São Luís iniciou em junho de 2017 e conquistou o público ao longo das edições. Apenas no primeiro ano, movimentou, em média, 15 toneladas de produtos e subprodutos da agricultura local. A comercialização no entorno de toda a Praça Benedito Leite conta com uma média de 90 pontos de empreendimentos, movimentando o turismo na capital e a geração de renda.

Programação cultural atrai público para Feirinha São Luís neste domingo

A 38ª edição a Feirinha de São Luís, realizada neste domingo (25), atraiu várias famílias e turistas à praça Benedito Leite, mesmo com a chuva. A programação cultural deste domingo contou com apresentação de Beto Ehongue e Dub Black, além da Banda Nina Show. A Feirinha São Luís é um projeto permanente da Prefeitura, realizado por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), e acontece todos os domingos das 7h às 15h.

O ponto de encontro dominical da família ludovicense, além de expor a diversidade cultural da Ilha, fomenta a economia criativa dos produtores de mais de 11 polos da grande Ilha, que comercializam produtos diversos a preços competitivos em 27 barracas de produtos agroecológicos.

Durante o período chuvoso, as tendas que funcionam como praça de alimentação protegem o público da chuva. Para maior conforto quem quer saborear o melhor da gastronomia e aproveitar as atrações culturais, são disponibilizadas cadeiras e mesas.

O titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues, explica que a Feirinha é um projeto desenvolvido continuamente. “Por determinação do prefeito Edivaldo, manteremos a Feirinha São Luís de forma contínua, mesmo durante o de tempo chuvoso. O público abraçou o evento e está sempre presente, para aproveitar a programação cultural, a gastronomia e o produtos vendidos na feirinha”, disse o secretário Ivaldo Rodrigues..

AGRICULTURA

As comunidades agrícolas da grande ilha produzem vasta variedade frutífera, além de hortaliças leguminosas, folhagens e verduras, cultivadas de forma agroecológica, ou seja, sem o uso de fertilizantes que agridem o solo, água e meio ambiente. As produções são de pequeno porte e geralmente realizadas por famílias da zona rural.

Reginaldo Fonseca Cantanhede é produtor agrícola e cultiva tangerina, mamão, abricó, maracujá, abacate, manga e goiaba. “Estou aproveitando esse espaço dado para poder escoar a produção também aos domingos, pois não podemos perder a oportunidade de fazer uma renda extra para a nossa família. O retorno tá sendo muito proveitoso”, constatou Reginaldo.

GASTRONOMIA E ARTESANATO

Outro ponto forte do projeto são as 22 barracas com foco na gastronomia, que mostram toda a variedade da culinária regional, que é marcante em São Luís. São oferecidos ao público caldos diversos, bolos, doces em compotas, geleias, queijos, tortas salgadas, frutos do mar, mocotó, entre outros ítens que podem ser consumidos a preços acessíveis, além de barracas temáticas com culinária Paraense e Bahiana e de 11 modernos foodtrucks com bebidas, lanches e comidas diversas.

Produção artesanal é um dos muitos atrativos da Feirinha São Luís, que acontece aos domingos na Praça Benedito Leite

São ainda destinadas trinta barracas para artesãos exporem e venderem suas artes manuais. A criatividade é a palavra de ordem do setor, que usa as mais variadas matérias primas, como renda, lã, palha, biscuit, vidro e couro.

A comercialização no entorno de toda a Praça Benedito Leite conta com uma média de 90 pontos de empreendimentos, movimentando o turismo na capital e a geração de renda.

Prefeitura incentiva formalização de empreendedores da Feirinha São Luís

Realizada desde junho de 2017 pela Prefeitura, a Feirinha São Luís é uma oportunidade de renda para quase 100 permissionários, além de outros vendedores e estabelecimentos localizados no entorno da Praça Benedito Leite, local onde ocorre o evento, sempre aos domingos, das 7h às 15h. Para fortalecer o trabalho desses empreendedores, foi realizada, na manhã dessa quinta-feira (22), no auditório da Associação Comercial do Maranhão (ACM), palestra de capacitação com incentivo para a formalização de Micro Empreendedores Individuais (MEI).

A capacitação foi uma ação conjunta da Semapa e da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento (Seplan) em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae-MA). A ação contou ainda com o apoio das secretarias municipais de Fazenda (Semfaz) e Habitação e Urbanismo (Semurh).

Para o titular da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues, a capacitação é mais uma estratégia para levar para a formalidade bons negócios. “Por determinação do prefeito Edivaldo, estamos proporcionando dinamização da economia local, acesso às políticas públicas e a aproximação entre poder público e micro empreendedores, onde todos ganham, com acesso a informações valiosas, e, assim, fortalecemos o programa Feirinha São Luís”, explicou o secretário.

O secretário de Planejamento e Desenvolvimento, José Cursino Raposo, reforçou a importância do evento. “Esta é mais uma ação da Prefeitura de São Luís, que estimula o desenvolvimento produtivo da cidade, gerando emprego, renda e independência financeira das pessoas”, pontuou o secretário.

A Feirinha foi pensada com o objetivo de estimular à economia criativa, fortalecendo os pequenos produtores da capital e servindo como meio para escoamento da produção agrícola familiar, além de reocupar o Centro Histórico.

Integrando o projeto desde o início, a produtora agrícola, Theya Ferraz acredita que o cadastro no MEI traz benefícios tanto para o empreendedor como para o cliente. “O melhor de tudo é que você tem mais reconhecimento como empreendedor, o seu produto chega ao mercado trazendo a certeza para o cliente da qualidade e segurança, além de garantir direitos e benefícios para o empreendedor”, destaca a empreendedora.

ATIVIDADES

Durante a ação, foram explanados critérios para que os comerciantes possam fazer o cadastro como MEI. O principal é ter um faturamento de até R$ 81 mil por ano, ou seja, R$ 6.750 mil por mês. Além disso, o trabalhador não pode ter outra empresa, nem ser sócio. Outra questão abordada foram as profissões que podem ser cadastradas como microempreendedores individuais.

Como benefício, um MEI formalizado tem direitos trabalhistas e previdenciários, além de outras possibilidades que ajudam o trabalhador autônomo. Uma delas é a emissão de nota fiscal. Em relação aos direitos trabalhistas e previdenciários, o microempreendedor individual tem direito a aposentadoria, auxílio doença, licença maternidade, entre outros. O trabalhador também pode ter até um colaborador.

Diretor Técnico do Sebrae-MA, Antônio Paixão Garcês destaca que tratar sobre o projeto Feirinha São Luís é principalmente falar sobre mercado consciente e economia criativa. “O desenvolvimento rural é uma das vertentes do Sebrae, que prioriza informar também o produtor agrícola sobre seus direitos e benefícios através da legalização. Estamos avançando na capital com o projeto Feirinha São Luís, capacitando cada vez mais e estimulando os empreendedores”, disse.

Estiveram presentes a superintendente de Produção Agropecuária da Semapa, Daniela Máximo, a coordenadora da Feirinha São Luís, Jovita Arruda, secretária Adjunta de Desenvolvimento Sustentável da Seplan, Cáritas Ribeiro, e a gerente da Unidade Regional do Sebrae, Marise Abdalla.

Venda de adereços carnavalescos movimenta comércio na Feirinha São Luís

O clima chuvoso não desanimou o grande público que foi curtir mais uma edição da Feirinha São Luís, uma realização da Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa). O evento, que ocorre na Praça Benedito Leite todos os domingos de 7h às 15h, tem como proposta principal o fortalecimento e o escoamento da produção rural, estimulando a agricultura familiar e movimentando o Centro Histórico. Este mês a programação cultural vem em ritmo de pré-Carnaval, o que tem impulsionado as vendas de artesanato com esta temática já que a iniciativa também abre espaço para outras vertentes como as artes plásticas, gastronomia e cultura maranhenses.

“Quando se pensa no que fazer aos domingos, a Feirinha São Luís é uma alternativa e esse é o propósito do prefeito Edivaldo. Este projeto é para a população da cidade, para os turistas e para quem aprecia a cultura e a gastronomia regional. A chuva não impede as pessoas de fazerem deste espaço um ponto de encontro e contribuir para valorizar o que é nosso”, enfatizou o secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues.

Durante o período carnavalesco novas opções de produtos artesanais são encontrados nas 30 barracas destinadas para comercialização do setor, na Feirinha São Luís. As opções vão desde fantasias infantis completas, como acessórios, enfeites florais para a cabeça, tiaras com orelhas de bichinhos, e a mais pedida dessa temporada, a tiara de unicórnio, incrementadas com brilhos, lantejoulas e missangas, tudo feito à mão, valorizando o trabalho das artesãs.

Aliana Leitão é apaixonada por artesanato, e exerce o ofício por amor, aproveitando para conseguir renda extra. “Desde os 8 anos aprendi com minha mãe a fazer artesanato, aí começou uma paixão pela arte, e não quis mais parar. Nós, artesãos, sentimos valorização por nosso ofício aqui na Feirinha, a clientela sempre elogia os trabalhos, e nesse período de Carnaval as vendas melhoram bastante, e nós podemos abusar da criatividade”.

Sidney Carvalho, 33 anos, foi às compras de produtos agrícolas e também curtiu as atrações culturais sem se importar com a chuva. “Está é muito bom, com esse friozinho que dá vontade de passear mais. Tomar um café bem quente é uma opção muito boa para gente sair daquela calmaria que é o domingo e se animar com as atrações. Sempre que posso eu venho e gosto bastante. Mesmo com a chuva”, disse ele.

DIVERSÃO E CULTURA

O público que passou pela Feirinha São Luís dançou e cantou ao som de grupos musicais e folclóricos locais. A programação de pré-Carnaval do evento teve início com a já conhecida Banda da Feirinha, que esquentou o público com um repertório de canções maranhenses, além de marchinhas e outras músicas consagradas nacionalmente.

A programação cultural seguiu com o forte bater dos tambores do bloco Originais do Ritmo; marchinhas e sambas carnavalescos com as atrações Juarez e Banda, Sem Limites e Grupo Lamparina. Encerrando as apresentações, um dos maiores e mais representativos grupos folclóricos da cidade, o Jegue Folia, animou e fez todo mundo tirar o pé do chão com marchinhas, frevos, sambas e a alegria contagiante e irreverente.

Feirinha São Luís estimula escoamento da produção dos polos agrícolas de capital

Em sua 34ª edição, a Feirinha São Luís, realizada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), é uma importante janela para o escoamento da agricultura familiar da capital, composta por 11 polos agrícolas, fortalecendo a geração de renda do produtor, com o estímulo à venda do que é plantado e cultivado na grande ilha. O espaço, que também contempla artesanato, artes plásticas, gastronomia, e apresentações culturais, acontece todo domingo na Praça Benedito Leite, de 7h às 15h.

Por orientação do prefeito Edivaldo, ao todo, 30 barracas são destinadas para exposição e venda dos mais diversos produtos artesanais, com matérias-primas locais, além das que ofertam produtos da agricultura familiar.

“A presença maciça da população e turistas está sendo muito importante, pelo intercâmbio sociocultural. Essa ação surgiu com o objetivo principal de criar mais um canal de escoamento da agricultura familiar local, aumentando a renda dos produtores rurais da capital, são quase 30 barracas de produtos e derivados oriundos do cultivo agroecológico na Feirinha São Luís auxiliam para melhorar a vida dos trabalhadores do campo da nossa cidade”, destaca o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues.

As comunidades agrícolas da grande ilha produzem vasta variedade frutífera, além de hortaliças leguminosas, folhagens e verduras, cultivadas de forma agroecológica, ou seja, sem o uso de fertilizantes que agridem o solo, água e meio ambiente. As produções são de pequeno porte e geralmente realizadas por famílias da zona rural.

Reginaldo Fonseca Cantanhede é produtor agrícola e cultiva tangerina, mamão, abricó, maracujá, abacate, manga e goiaba. “Estou aproveitando esse espaço dado para poder escoar a produção também aos domingos, pois não podemos perder a oportunidade de fazer uma renda extra para a nossa família. O retorno tá sendo proveitoso”, constatou Reginaldo.

PROGRAMAÇÃO

Durante o período pré-carnavalesco, a folia de momo dita o som para animar o público, as atrações deste domingo foram Máquina de Descascar Alho, Bloco Tradicional Reis da Liberdade, Banda Mara Ritmos, e Banda Amigos do Samba e seus metais de ouro.

CULINÁRIA

Outro ponto forte do projeto são as 22 barracas com foco na gastronomia, que mostram toda a variedade da culinária regional, que é marcante em São Luís. São oferecidos ao público caldos diversos, bolos, doces em compotas, geleias, queijos, tortas salgadas, frutos do mar, mocotó, e outros ítens que podem ser consumidos por preços acessíveis, além de barracas temáticas com culinária Paraense e Bahiana e de 12 modernos foodtrucks com bebidas, lanches e comidas diversas.

O administrador Vitor Matos foi pela primeira vez na Feirinha com a esposa, Fabiana Mendes e gostaram do que viram e provaram. “É tanta comida saborosa e típica da nossa terra, que o difícil é escolher só um prato para saborear. As atrações culturais são ótimas e fazem a gente querer ficar ainda mais para apreciar, ainda encontramos vários amigos que deixaram o passeio ainda mais agradável” disse Vítor.

São parceiros da Feirinha São Luís o Governo do Estado, Citelum, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e Associação Comercial do Maranhão (ACM).

Comércio na Feirinha São Luís é aquecido com pré-Carnaval

Em sua 33ª edição, a Feirinha São Luís, realizada pela Prefeitura de São Luís por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), fortalece a economia na capital não só estimulando a venda de produtos agroecológicos, como também de outros segmentos comerciais no entorno do evento, que este mês traz a temática do Carnaval como destaque cultural. Neste domingo (21), ocorreu também uma ação realizada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus) que abordou a conscientização social sobre assuntos importantes para a sociedade como a campanha Janeiro Branco, voltada para a saúde mental. A Ferinha acontece todos os domingos na Praça Benedito Leite de 7h às 15h

Por orientação do prefeito Edivaldo, ao todo, 30 barracas são destinadas para exposição e venda dos mais diversos produtos artesanais, com matérias-primas locais, além das que ofertam produtos da agricultura familiar.

“Essa ação surgiu com o objetivo principal de criar mais um canal de escoamento da agricultura familiar local, aumentando a renda dos produtores rurais da capital que são divididos em mais de 11 polos. Quase 30 barracas de produtos e subprodutos oriundos do cultivo agroecológico na Feirinha São Luís auxiliam para melhorar a vida dos trabalhadores do campo da nossa cidade”, destaca o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues.

Para animar o público, as atrações deste domingo foram o cantor Pepê Jr, Rosa Reis, Bloco Tradicional Os Apaixonados, e Bloco Sem Limite.

AÇÃO SOCIAL

Com o tema “Quem cuida da mente, cuida da vida”, a campanha Janeiro Branco tem como objetivo a promoção da psicoeducação voltada a pessoas e instituições, fomentando a busca pela saúde mental e o combate ao adoecimento emocional dos indivíduos.

“Temos aproveitado o espaço da feirinha para desenvolver ações que levem a mudanças de hábitos para a geração de comportamentos saudáveis, por isso, neste domingo colocamos em evidência a saúde mental e informamos à população quanto ao serviços assistenciais disponíveis na rede municipal de saúde”, disse o secretário Municipal de Saúde, Lula Fylho.

ECONOMIA

A Feirinha São Luís traz uma proposta diferenciada, unindo produtos agroecológicos cultivados na Ilha, exposição e comercialização de artesanato, artes plásticas, além da gastronomia diversificada.

A loja Nilos Artesanato que funciona há 10 anos nas proximidades da Associação Comercial do Maranhão, tem contabilizado lucros durante o evento. O dono do empreendimento, Francisco José Almeida, explica que os domingos são os melhores dias de venda, desde que a Feirinha São Luís iniciou, em junho do ano passado.

“Trabalhamos com produtos artesanais, a maioria são produzidos aqui no Maranhão, como as pedrarias, cerâmicas, azulejarias, os vestuários em palha, e vários souvenirs. Durante a semana, nosso público predominante são os turistas, mas aos domingos a maioria da clientela é local, o que valoriza bastante o trabalho dos artesãos. Essa iniciativa da Feirinha veio para dar um gás no comércio aqui dessa região, nós comerciantes só temos a agradecer à Prefeitura e torcer para que essa ação continue”, afirmou o comerciante.

Anderson Clésio, de 33 anos, é do agropolo de Paço do Lumiar, ele que trabalha há 20 anos como produtor familiar rural, sustenta a família de quatro pessoas através do que cultiva e vende também em outras feiras da cidade. “Nos domingos o que vendo na Feirinha São Luís supera o valor das vendas durante a semana em outras feiras de bairros como Vinhais, ainda mais agora com as atrações de Carnaval, o público cresceu e as vendas aumentaram. Consigo sustentar minha esposa e os dois filhos com esse trabalho e espero realizar ainda muitas conquistas na minha vida através da agricultura”, destaca o produtor rural.

São parceiros da Feirinha São Luís o Governo do Estado, Citelum, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e Associação Comercial do Maranhão (ACM).