20/Jun/2019 10:04:08
Publicidade

Novas paradas de ônibus serão instaladas na Praça Deodoro

A iniciativa, fruto de pedido formulado conjuntamente pelos vereadores Osmar Filho (PDT), presidente da Câmara Municipal, Edson Gaguinho (PHS), Antônio Garcez (PTC) e Pavão Filho (PDT), após encontro de trabalho com lojistas realizado na semana passada, facilitará o fluxo de pessoas nesta região da cidade, beneficiando diretamente o comércio localizado na Rua Grande e adjacências.

Cinco paradas de ônibus, de acordo com o secretário, serão retiradas da Rua Rio Branco e reinstaladas na Rua Silva Maia. Com a alteração, o usuário do transporte coletivo voltará a embarcar e desembarcar em locais mais próximos da área onde está localizado o comércio formal e informal, em especial o da Rua Grande, situação que refletirá em um reaquecimento das vendas, segundo os próprios lojistas, que garantiram terem perdido 40% das suas vendas depois que alguns abrigos e pontos de ônibus foram retirados da região.

“Agradecemos a Câmara Municipal de São Luís, que acatou nosso pedido e, através de seus membros, intercedeu para que o mesmo fosse concretizado. Também agradecemos o prefeito Edivaldo e ao secretário Canindé. Esta alteração beneficiará não apenas os usuários do transporte, mas também todos os lojistas, que estão sofrendo com a queda considerável das vendas, o que também resulta em elevação da taxa de desemprego no setor do comércio”, disse Flávio Nascimento, presidente do Sindicato dos Lojistas da Rua Grande, após a reunião, da qual também participou o vereador Astro de Ogum (PR).

Secretario Municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, informou que, tão logo tomou conhecimento da reivindicação dos parlamentares e lojistas, conversou com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que prontamente autorizou a mudança.

OTHELINO NETO É REELEITO PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Fruto de um grande consenso envolvendo todas as correntes políticas que atuam no plenário da Assembleia Legislativa, a chapa “Igualdade e Democracia”, liderada pelo atual presidente Othelino Neto (PCdoB), foi eleita para o biênio 2021-2022. Todos os 41 deputados presente votaram a favor, apenas o deputado Hélio Soares (PR) esteve ausente.

Após a confirmação da vitória, vários líderes partidários se revezaram no pronunciamento ressaltando a maturidade da Casa em discutir e optar pelo consenso que permitiu a antecipação da eleição. Em seu discurso de agradecimento, o presidente reeleito também destacou o consenso com respeito às divergências, natural em parlamento plural.

“A opinião predominante que este era o melhor momento para fazer a eleição. O resultado demonstra este espírito de unidade. Respeitando as diferenças a diversidade. Aqui nesta mesa diretora atual e na que foi eleita estão representadas as mais diversas forças da Assembleia inclusive o bloco de oposição. Embora não seja regimental, é habitual. É uma forma de reconhecer que a Casa não é de iguais, mas que tem objetivos em comum: legislar pelo Maranhão”, observou Othelino.

Outro ponto destacado pelo presidente é a continuidade do trabalho que vem desenvolvendo na Casa e o bom relacionamento com os outros poderes. “Quando conseguimos dialogar com os outros poderes, não significa se curvar ao outro. Quando dialogamos estamos cumprindo com nosso dever constitucional pelo bem da sociedade, sem abrir mão das nossas prerrogativas. Os poderes não devem se chocar, pois quando isso acontece a democracia e o estado democrático de direito sai perdendo”.

Falando a um grupo de jornalista no final da sessão extraordinária, Othelino explicou que o movimento a favor da antecipação da eleição começou sendo puxado por alguns parlamentares a cerca de uma mês e que esse movimento foi crescendo e acabou no consenso que permitiu a eleição da nova Mesa Diretora que tomará posse em fevereiro de 2021.

Prefeituras e Câmaras Municipais: discrepância

Em encontrados no sítio eletrônico do Tribunal de Contas do Estado (TCE), é verificada a triste e estranha constatação de que 88 prefeituras e 216 Câmaras Municipais do Maranhão não cumprem com a Lei da Transparência. O que soa discrepante é que de 217 municípios existentes no estado, 216 Câmaras estão irregulares, contra 88 prefeituras, uma diferença gritante, quando executivo e legislativo municipais deveriam estar alinhados não só politicamente, mas de acordo com a Lei. Por que será?

Membros do Judiciário, Executivo e Legislativo defendem Flávio Dino

Juízes, deputados, prefeitos, presidentes de partidos e secretários manifestaram solidariedade e saíram em defesa do governador Flávio Dino, após este ter sido citado em delação da Odebrecht.

“A generalização da lista da Odebrecht será a principal dificuldade para chegar ao joio e separá-lo do trigo. Quem é do joio está comemorando”, afirmou o ex-presidente da Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA), juiz de direito Gervásio Santos Jr.

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior (PDT) solidarizou-se com o governador. “Manifesto minha solidariedade ao governador Flávio Dino e ratifico que a verdade haverá de prevalecer”, escreveu nas redes sociais.

O vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto, destacou a trajetória de Flávio Dino. “Tenho absoluta confiança no governador Flavio Dino, homem de vida limpa, que exerceu com probidade e competência todos os cargos que ocupou”, afirmou.

Para o deputado e lider do governo na Assembleia, Rogério Cafeteira (PSB), Dino deve aguardar o desenrolar dos fatos com a tranquilidade dos que têm a consciência limpa. “a história de vida, a honestidade e a conduta digna prevalecerão.”, vaticinou.

Presidente do Solidariedade no Maranhão, Simplício Araújo, afirmou ter anos de convivência com Flávio Dino e enfatizou que o governador “não faz e não aceita corrupção”. “A verdade prevalecerá com certeza”, concluiu Simplício.