Investimentos do Governo na malha viária melhoram tráfego na Grande Ilha

O Governo do Maranhão vêm melhorando gradativamente a malha viária da Grande Ilha. Ao realizar intervenções estruturantes para desafogar o trânsito e aumentar a segurança nas rodovias, o Governo oferece melhores condições de ir e vir aos mais de 1,5 milhão de moradores que vivem nas cidades de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

Segundo o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, o Governo tem intensificado as ações para garantir mais qualidade de vida aos maranhenses com as ações de mobilidade. “Essa é a marca do Governo Flávio Dino, levar obras para trazer mais conforto ao cidadão. Poder levar ações que promovam maior conforto e comodidade às pessoas melhora o dia a dia de toda a população, garantindo o direito de ir e vir com segurança em vias iluminadas, sinalizadas e requalificadas”, disse.

Em andamento está a construção de um corredor de ligação da MA-201 à avenida Jerônimo de Albuquerque. O corredor, popularmente conhecido como ‘ponte Pátio Norte’, possui 220 metros de comprimento, 11 metros de largura e seu objetivo é facilitar o acesso entre as cidades de São Luís, São José de Ribamar e Paço do Lumiar. Está em andamento, ainda, a troca da iluminação amarela para LED das quatro rodovias. Os investimentos garantem ainda maior segurança aos que precisam utilizar diariamente as rodovias.

A construção de pontes nas rodovias que interligam a Grande Ilha e a recuperação das MAs são ações que, somadas às outras intervenções como alteração geométrica da Forquilha, criam caminhos e alternativas para um trânsito melhor. As obras também promovem mais desenvolvimento, atraem pequenas e grandes empresas e geram emprego e renda.

Também elevam a qualidade de vida de pessoas como Nélio José de Jesus, de 60 anos, morador do Cajueiro há 40 anos, um dos bairros cortados pela ponte Pátio Norte. “Nenhum governo tinha realizado uma obra de melhoria aqui. Isso vai trazer muito benefício, porque vamos ter mais acesso. Para a gente ir ao outro lado, tínhamos que ir pela Forquilha, o que gastava muito tempo. Era perto e longe ao mesmo tempo. Isso vai fazer com que nossa área fique mais movimentada. Estou muito grato”, diz Jesus.

Mais investimentos

Além de investir na melhoria das rodovias, o Governo do Maranhão também realiza intervenções nas áreas de saúde, segurança, educação, lazer e mobilidade urbana das quatro cidades. Para este ano, o Governo, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), deve investir mais de R$ 180 milhões nas cidades que compõem a Grande Ilha.

MA-307, entre Centro do Guilherme e Presidente Médici, é primeira rodovia entregue em 2018

Foi finaliza a primeira rodovia a ser entregue em 2018, a MA-307, no trecho entre os municípios de Centro do Guilherme a Presidente Médici.  A obra é do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra).

“Essa é uma rodovia que vem atender a um desejo antigo da população, não apenas desses dois municípios, mas de toda a região e que se incorpora a um conjunto de investimentos que o governo Flávio Dino tem feito desde 2015 para melhorar a nossa malha rodoviária estadual”, diz o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto.

O cenário já é outro com a construção dos 32 quilômetros da rodovia que nunca havia recebido pavimentação asfáltica. Foram investidos pelo Estado R$ 27 milhões em serviços de pavimentação, substituição de três pontes de madeira por pontes de concreto sobre os rios Imbaúba, Igarapé Grande, Maracaçumé e Várzea, além da sinalização horizontal e vertical.

Com o investimento, a Região Oeste do estado ganha uma nova rota para escoamento da produção, beneficiando diretamente três municípios: Centro do Guilherme, Maranhãozinho e Presidente Médici. Quem já está sentindo as melhorias é Izaias Leão, que trabalha com o transporte de legumes e frutas de Maracaçumé para Centro do Guilherme, Sodrelândia, Veracruz, Nunes Freire e Amapá.

“Ah, aqui era ruim demais. Muitos buracos, o carro vivia quebrando. Além disso, tinha que dar a volta pela 25 (estrada vicinal) e demorava três horas num trecho que se faz em 40 minutos. Agora melhorou e muito. E vai melhorar mais”, comemora Leão.

Para Noleto, a melhoria da rodovia também reforça a atividade econômica da região, que é formada em sua maioria por pequenos produtores: “Nós estamos alcançando aproximadamente 1.000 mil quilômetros de novas rodovias, contribuindo dessa maneira para retirar comunidades do isolamento”, frisa.

“Isso ajuda no escoamento da produção, no direito de ir e vir das pessoas, no transporte de produtos e, claro, contribui para o desenvolvimento econômico e social do nosso estado”, acrescenta o secretário.

Além de beneficiar o comércio, a nova rota facilita atendimentos emergenciais de saúde e segurança nos povoados ao longo da estrada. “Agora podemos chamar a ambulância no (povoado) Maranhãozinho que chega rápido. Antes, demorava demais”, lembra Ozilina Oliveira, que mora há 36 anos no povoado Bom Jesus da Mata.

Malha viária

O Governo do Maranhão vem transformando a malha viária em todas as regiões do estado. Desde 2015 foram entregues à população 16 trechos rodoviários, que somados resultam num total de 551 quilômetros de estrada, com um investimento de R$ 404 milhões.

Atualmente, a Sinfra está pavimentando mais 21 trechos com investimento de R$ 862 milhões que irão somar mais 1.000 quilômetros de novas estradas no Maranhão. Com essa mudança, o Estado melhora as rodovias, facilita o escoamento da produção e amplia a mobilidade urbana entre os municípios. A nova malha viária ainda incentiva o turismo ao pavimentar novos caminhos, como a Rota das Emoções.