Medidas garantiram manutenção de serviços durante greve dos caminhoneiros

O abastecimento em postos de combustíveis, supermercados e comércios de varejo estão normalizados na capital e principais centros do Estado. São estabelecimentos que tiveram o movimento reduzido e em alguns casos, suspenso, por conta da paralisação dos caminhoneiros, que durou 10 dias. Para amenizar os prejuízos da crise federal e assegurar produtos e serviços essenciais à população, o Governo do Estado editou medidas resolutivas.

A segurança, com a intensificação do policiamento; a normalidade dos atendimentos na saúde, setor de transporte coletivo, terrestre e hidroviário; e a coleta de lixo foram priorizados nas ações da força tarefa das instituições públicas estaduais. O Governo manteve diálogo com representantes dos sindicatos, empresas privadas e Forças Armadas para somar no planejamento.

Todos os pontos de bloqueio foram desmobilizados, apontou o secretário de Estado de Segurança Pública (SSP-MA), Jefferson Portela. “Os efeitos desta crise foram menores no Maranhão, pois aqui o Governo do Estado tomou todas as providências para garantir os serviços e bens essenciais à população”, enfatizou o secretário ao comparar o cenário dos efeitos da crise federal no Maranhão e em outros Estados da federação.

Durante todo o período de paralisação dos caminhoneiros, a Segurança Pública foi mantida com as polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros de prontidão. Um plano logístico para abastecimento das viaturas garantiu as atividades regulares no período. “A posição do Governo foi manter os serviços aos cidadãos maranhenses”, reitera Portela.

As estratégias para fornecimento de combustivél no momento crítico incluíram fiscalização de postos, para que estes não praticassem valores abusivos; na manutenção das atividades do Porto do Itaqui, que não foi afetada com a paralisação; e a regularidade do abastecimento na capital e cidades do interior. “A ação emergencial planejada garantiu o transporte urbano, ferry-boat e a coleta de lixo”, pontuou o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), Ted Lago.

Equipes de fiscalização do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor (Procon-MA) estiveram nas ruas vistoriando postos de combustíveis, para evitar e prevenir aumento abusivo dos preços e agindo conforme o Código de Defesa do Consumidor. “A norma considera prática abusiva a exigência de vantagem manifestamente excessiva e elevação de preços de produtos e serviços sem justa causa, o que as fiscalizações combateram”, destacou a diretora do órgão, Karen Barros. Eram apuradas ainda denúncias recebidas pelo 151, aplicativo e redes sociais da instituição.

Atuação da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), em reuniões com o Sindicato das Empresas de Transporte (SET) e empresas que atuam no ferry boat, somaram para a regularidade dos serviços no Estado.

“Trabalhamos em conjunto para manter a logística necessária ao funcionamento dos serviços essenciais e para que a população tivesse seu direito de ir e vir resguardado”, destacou o presidente da MOB, Lawrence Melo.

O Governo do Estado garantiu o abastecimento de mais de 420 caminhões-tanque, entre os dias 25 e 29 de maio, para reduzir os efeitos da crise federal de combustível. O combustível atendeu à capital e municípios do interior, sendo que, desse total, 73 caminhões foram para 29 cidades da Baixada.

“Apesar da paralisação, o Governo do Estado manteve o abastecimento, o transporte público e os atendimentos na rede estadual de educação e saúde”, concluiu o presidente da Emap, Ted Lago.

Prefeitura de São Luís realiza manutenção em semáforos visando garantir mais segurança

Como parte das ações voltadas para a segurança no trânsito, a gestão do prefeito Edivaldo prossegue com os serviços de manutenção do sistema semafórico da capital. Os serviços contemplam as avenidas de grande fluxo de veículos onde existem cruzamentos semafóricos. O trabalho, realizadodo pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), tem como objetivo melhorar as condições destes equipamentos e garantir a adequada sinalização dos cruzamentos.

A capital possui cerca de 160 cruzamentos, sendo que em 40 destes os semáforos já foram substituídos e os demais, passam por manutenção, informa o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros. “Esse cronograma que a Prefeitura está executando por determinação do prefeito Edivaldo tem por finalidade garantir a melhor organização do fluxo de veículos e nesta etapa, estamos trabalhando nos principais corredores viários. São intervenções que vão dar mais fluidez ao trânsito e melhor orientar os condutores”, reforça o gestor.

“Esta é mais uma ação da Prefeitura para reordenar o trânsito na cidade, especialmente em bairros com vias de intenso fluxo”, reitera Canindé Barros. Os serviços são realizados a noite, para não comprometer o trânsito. Com a programação, a SMTT vai alcançar toda a sinalização semafórica vertical das principais avenidas de São Luís. Na lista para receberem as ações estão as avenidas dos Holandeses, Jerônimo de Albuquerque, Guajajaras, Daniel de La Touche, Franceses, São Luís Rei de França, entre outras.

MAIS MELHORIAS

Além dos serviços de manutenção semafórica, a Prefeitura implantou o videomonitoramento em tempo real do tráfego, que já funciona nas vias da cidade. O monitoramento é realizado pelo Centro de Controle e Operações (CCO), instalado na sede da SMTT.

O sistema é composto por 36 câmeras fixas e 32 de rotação de 360 graus, de longo alcance e com alta capacidade de angulação, instaladas em pontos estratégicos dos principais corredores viários da cidade.

Ainda como parte das ações voltadas para a segurança de motoristas e pedestres, a Prefeitura realizou, no Renascença II, nova configuração de tráfego que incluiu instalações de sinalização vertical, horizontal e semafórica – melhorias que alcançam cerca de 50 vias.

Além da substituição da antiga sinalização e instalação de novas placas de orientação para os condutores, a Prefeitura implantou um novo cruzamento semaforizado, com remoção do canteiro central que existia entre a Rua Mitra e a Avenida do Vale, nas proximidades da Escola Crescimento, com fins a evitar o congestionamento.

Os investimentos do poder público municipal para melhorar o trânsito da capital incluem, além da implantação de nova sinalização horizontal e vertical, alterações geométricas em trechos estratégicos como as Avenidas Jerônimo de Albuquerque, Africanos, São Luís Rei de França e Franceses. As melhorias foram promovidas em mais de 30 pontos melhorando o fluxo na cidade.

Prefeitura de São Luís prossegue com trabalho de prevenção e manutenção da rede pluvial

Com o objetivo de prosseguir com as ações de prevenção aos alagamentos na cidade, a Prefeitura de São Luís tem intensificado os trabalhos de desobstrução de bueiros e galerias em diversos bairros da capital. Executados pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), os serviços já contemplaram bairros como Coroado, Vicente Fialho, Turu, Renascença, Bairro de Fátima, Cohab e Cohatrac. Nesta sexta-feira (12), as ações chegaram à Avenida João Pessoa, no Filipinho.

O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araujo, destacou que os trabalhos preventivos, realizados de forma contínua, foram intensificados desde os últimos meses do ano passado. “A limpeza é uma das prioridades da gestão do prefeito Edivaldo, tendo em vista os benefícios que essa ação, realizada de forma eficaz, traz para as pessoas. Nosso objetivo com ações como essa de limpeza de galerias é reduzir os pontos de alagamento pela cidade e, consequentemente, favorecer a população”, disse o secretário.

Na limpeza de bueiros e galerias, a Semosp utiliza o caminhão hidrojato, eficaz no desentupimento de rede águas pluviais. Entre as vantagens do uso do caminhão estão o baixo custo operacional e a alta eficiência. A desobstrução das galerias com a remoção dos resíduos favorece o escoamento adequado das águas da chuva, reduzindo, assim, a incidência de alagamentos pela cidade, favorecendo especialmente a mobilidade dos cidadãos ludovicenses durante o período chuvoso.

LIMPEZA

O objetivo dos serviços de desobstrução de galerias é retirar areia, lixo e outros tipos de resíduos que se acumulam nesses locais, principalmente por conta do descarte irregular de resíduos sólidos nas vias públicas. Para combater a prática do descarte incorreto, a Prefeitura de São Luís mantém, de forma regular, a coleta domiciliar, executada pelo Comitê Gestor de Limpeza Urbana. No Filipinho, o recolhimento acontece todas as segundas, quartas e sextas, no período diurno.

Além da coleta domiciliar, os moradores contam com pontos específicos para eliminação adequada dos resíduos sólidos como, por exemplo, entulhos da construção civil, utensílios domésticos e móveis velhos. O Ecoponto mais próximo do Filipinho está localizado na Avenida dos Africanos, no Parque Amazonas. Aliados às demais iniciativas de limpeza da cidade, os Ecopontos, distribuídos de forma estratégica pela capital, visam contribuir para a proteção da saúde pública e para a qualidade ambiental. Atualmente são oito equipamentos em funcionamento.

OUTRAS AÇÕES

Além da desobstrução de bueiros e galerias, a Prefeitura de São Luís executa atividades como limpeza de canais e serviços de drenagem superficial e profunda em diversos bairros da cidade. A desobstrução dos canais é realizada de forma mecanizada por meio de retroescavadeiras e já beneficiou bairros como o São Cristóvão, com a limpeza do canal localizado ao final da Avenida 2, e no canal afluente do Rio Paciência, nas proximidades da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

Governo anuncia manutenção corretiva em Biblioteca de João Lisboa e entrega melhoria no acesso do Poço e Encanto Azul, em Riachão

A semana já começou com ótimas notícias para a Região Tocantina e Sul. Na segunda-feira, 27, uma comitiva liderada pelo secretário de Estado da Cultura e Turismo, Diego Galdino, assinou ordem de serviço para início das obras de manutenção corretiva na Biblioteca e Teatro municiais de João Lisboa e entregou a melhoria de acesso aos atrativos turísticos do Poço Azul e Encanto Azul, no município de Riachão.

A comitiva, que também vistoriou outras obras em andamento na região, contou com a presença do secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, dos deputados estaduais Rogério Cafeteira e Marco Aurélio e do superintendente de Patrimônio Cultural da Sectur, Eduardo Longhi, além de gestores locais.

O secretário de Estado da Cultura e Turismo, Diego Galdino, reforçou que o investimento em obras culturais e turísticas faz parte da política do Governo do Maranhão. “O Governador Flávio Dino entende que a política cultural vai muito além da realização de festas e que o desenvolvimento do turismo passa por investimento em infraestrutura”, destacou.

Com investimento de R$ 1.900.000,00 as obras de melhoria de acesso aos atrativos turísticos de Poço Azul e Encanto Azul, no município de Riachão, requalificaram 20 quilômetros de via, oferecendo mais conforto e segurança a turistas, moradores e trabalhadores daquela região, colaborando com o fluxo de pessoas e desenvolvimento do turismo.

“Uma obra como esta representa muito pra o povo de Riachão. Nãos apenas para aqueles que moram aqui e vão se beneficiar diretamente com a melhoria do acesso, mas para toda a cidade, pois uma inciativa como esta ajuda a alavancar o turismo na nossa região e movimentar a economia, o que impacta em toda a cidade”, frisou o prefeito Joabe Santos.

Em João Lisboa, os equipamentos culturais inaugurados em 1991 estavam sem reparos há 26 anos. Atualmente a Biblioteca Municipal Josué Montello funciona em condições precárias e o Teatro Municipal Viriato Corrêa está desativado por falta de condições mínimas. Com a assinatura da OS as obras iniciam imediatamente.

“Nós agradecemos muito ao Governo do Maranhão por todo esse apoio ao nosso município. Além do Mais Asfalto, reforma do ginásio e outras iniciativas, esse investimento na nossa biblioteca e no nosso teatro vão fazer muita diferença para a educação e cultura do nosso povo. Estamos muito felizes”, destacou o prefeito Jairo Madeira.