Mais uma pesquisa confirma: Flávio Dino amplia vantagem sobre Roseana Sarney

A vinte dias da eleição, pesquisa Interpreta divulgada nesta segunda-feira (17) pelo jornal Correio aponta uma ampliação da vantagem do governador Flávio Dino sobre a candidata Roseana Sarney. De acordo com o levantamento, feito em todas as regiões do Maranhão, Flávio Dino subiu de 60,2% para 61,82% dos votos válidos, consolidando vitória no primeiro turno.

Já Roseana, que aparecia em segundo lugar na pesquisa Interpreta publicada no início de setembro, caiu quase quatro pontos percentuais, saindo de 33% das intenções de voto para 29,57%.

Ainda segundo a pesquisa, Maura Jorge (PSL) figura na terceira posição com 4,18%, seguida de Roberto Rocha (PSDB), com 4,01%; Ramon Zapata (PSTU), com 0,25% e Odívio Neto (PSOL), com 0,17%.

Rejeição

Segundo o estudo, a candidata Roseana Sarney é a mais rejeitada entre os eleitores: 29,4% dos entrevistados afirmaram não votar na candidata do MDB de jeito nenhum. Dino aparece com 14%. Roberto Rocha aparece com 10,1%; Maura Jorge, com 7,8%; Ramon Zapata, com 5,4%; Odívio Neto, com 5,3%. Para 21,3% dos eleitores, todos os candidatos merecem votos e 6,7% disseram não votar em nenhum deles.

A Pesquisa Interpreta ouviu 1.524 pessoas em 53 municípios do Maranhão entre os dias 8 e 10 de setembro. Registrada no TSE sob o nº MA-01920/2018, a margem de erro do levantamento é de 3 pontos para mais ou para menos.

Nova pesquisa Exata/JP: Flávio Dino amplia vantagem sobre Roseana Sarney

Pesquisa realizada esta semana pelo Instituto Exata a pedido do Jornal Pequeno aponta crescimento das intenções de voto no governador do Maranhão, Flávio Dino, que é candidato à reeleição encabeçando uma coligação de 16 partidos. Dino ampliou de 61% para 64% suas intenções na contagem de votos válidos.

Por outro lado, a segunda colocada, Roseana Sarney, quatro vezes ex-governadora, teve uma ligeira queda de dois pontos, de 31% para 29%

Portanto, o Instituto Exata projeta hoje uma vitória de Flávio Dino no primeiro turno com 64% dos votos válidos, mais que o dobro de votos de Roseana, que aparece com 29%.

No estudo divulgado hoje, Maura Jorge (PSL) aparece em terceiro lugar com 4%, seguida de Roberto Rocha (PSDB), com 3%. Os candidatos Ramon Zapata (PSTU) e Odívio Neto (PSOL) não pontuaram.

Pesquisa Exata/JP publicada no dia 24 de agosto já apontava vitória do comunista. A novidade é que a diferença que já era de 30 pontos ampliou-se para 35 pontos percentuais.

Entre uma pesquisa e outra, teve início a campanha eleitoral na TV e rádio. E foi declarado o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao atual governador.

Indecisos e nulos

Na votação nominal, que considerada os números de indecisos, brancos e nulos, Flávio Dino também aparece na frente, com 56% das intenções de votos. Em segundo lugar está Roseana Sarney, com 25%, seguida de Maura Jorge, com 3% e Roberto Rocha, que aparece com 2%. Ramon Zapata e Odívio Neto não pontuaram. Nenhum, brancos e nulos somaram 8%; e 6% dos entrevistados disseram não saber em quem votar.

Registrada no TSE sob o nº MA-09907/2018, a pesquisa Exata/JP realizou 1.400 questionários na Grande São Luís e nas regiões Norte, Sul, Leste, Oeste e Central do Maranhão, entre os dias 10 e 13 de setembro. A margem de erro é de 3,3 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiabilidade é de 95%.

São Luís recebe aprovação de 87% dos turistas, diz pesquisa do Observatório do Turismo do Maranhão

A política de fomento ao turismo colocada em prática pela gestão do prefeito Edivaldo tem dando bons resultados. Pesquisa realizada pelo Observatório do Turismo do Maranhão – projeto realizado pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), em parceria com a Prefeitura de São Luís, o Governo e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae-MA) – divulgou dados animadores do perfil dos turistas na alta temporada em São Luís. A pesquisa aponta que mais de 87% dos visitantes classificaram a sua experiência durante a estadia na cidade como boa, muito boa ou excelente. As ações realizadas pela Prefeitura voltadas ao incremento da área têm contribuído para o desenvolvimento da cidade como destino turístico importante no país.

A pesquisa aponta informações fundamentais para entender como os turistas veem a capital maranhense, contribuindo para tornar o fluxo turístico cada vez maior, gerando renda e movimentando a economia local. “Temos investido fortemente na estruturação do turismo em nossa cidade por acreditarmos ser este um caminho importante para a geração de emprego e renda para nossa população. Ações como o programa Reviva, que destaca as belezas do Centro Histórico, a Feirinha São Luís, as ações de capacitação dos profissionais da área e ainda a divulgação do nossa destino fora do nosso estado são algumas das inciativas da nossa gestão para a pasta. Estes dados mostram que estamos no caminho certo”, destaca o prefeito Edivaldo.

A secretária municipal de turismo, Socorro Araújo, explica que o prefeito Edivaldo incentiva o turismo por meio de ações diversificadas na Setur. “Esta aprovação dos turistas é resultado de um trabalho contínuo da Prefeitura de São Luís e de diversas instituições em prol de melhorias na infraestrutura urbana e preservação do patrimônio da capital maranhense. Dessa maneira que vamos conquistar cada vez mais pessoas para conhecerem a nossa cidade”, acrescenta a secretária.

PESQUISA TURÍSTICA

Em relação à movimentação econômica, mais de 35% dos turistas informaram que o gasto médio, diário, foi de R$ 100,00 ou mais, durante a estadia que variou de 1 a 10 dias na capital. Durante a viagem a São Luís, os visitantes aproveitaram para visitar as cidades do entorno, sendo que 30% visitou Barreirinhas, 20% a Raposa, 18% São José de Ribamar e 4% Alcântara.

A pesquisa foi realizada durante os dias 26, 27 e 28 de julho de 2018, data de grande movimentação turística, no Aeroporto Internacional de São Luís – Marechal Hugo da Cunha Machado, no Ferry-Boat, no Terminal Rodoviário de São Luís e na estação do Trem da Vale.

Os dados também revelam o principal público de turista do Brasil. A maior parte deles vêm da região sudeste do Brasil, representando, em número aproximado, 18% dos visitantes. Essa região é seguida da região Nordeste (13,4%) e Norte (13,1%). Já os turistas estrangeiros vieram, principalmente, da Argentina e da França. “A maioria dos turistas que passaram por São Luís são de fora do nosso próprio Estado, o que é muito bom, porque eles utilizam os produtos direcionados para a atividade turística, como a malha aérea, os transportes privados, hospedam-se em meios de hospedagem como hotéis e pousadas e frequentam os restaurantes da cidade também”, analisa o professor dr. Saulo Ribeiro, coordenador do Observatório do Turismo no Maranhão.

PERFIL DO TURISTA

A maioria dos turistas de São Luís são do gênero feminino (58,7%), contra 41,2% do gênero masculino. Em relação à idade, os adultos entre 26 e 45 anos predominam, chegando a, aproximadamente, 49% dos turistas. Já sobre a motivação da viagem, a maioria das pessoas vieram à capital maranhense por lazer, representando 33,8% do público. A segunda maior motivação foi visita à família, sendo estes 21,7% dos turistas da alta temporada.

Os turistas frequentaram as praias (28%), o Centro Histórico (24%), a Lagoa da Jansen (13%) e o Espigão Costeiro (11%). O meio mais utilizado para chegar a São Luís foi avião (38,3%), seguido de ônibus (35%) e também o Ferry-Boat (17%). Conforme já mencionado anteriormente, mais de 87% dos turistas classificaram a sua estadia em São Luís como boa, muito boa e excelente, representando um ótimo índice para a cidade, em pleno aniversário de 406 anos.

ATRATIVOS TURÍSTICOS

Em relação aos itens estruturais da cidade, os turistas destacaram a iluminação pública, que foi classificada por 57% como boa ou excelente. Os restaurantes da cidade receberam 59% de aprovação dos turistas, os atrativos naturais receberam como maior classificação o excelente (28,1%) e os atrativos turísticos históricos e culturais tiveram sua classificação maior na categoria bom (25,8%).

A sinalização turística também recebeu destaque na pesquisa, sendo a maior classificação apontada como bom (27,8%). Esse é um trabalho também realizado pela Prefeitura por meio da Setur. Desde 2017, há um trabalho intenso de sinalização turística na cidade, sendo realizado de forma contínua, para atingir resultados positivos como este. “Nós realizamos um trabalho voltado para o turista se sentir melhor na nossa cidade. Dessa maneira, nós vamos conseguir aumentar o fluxo turístico, aquecendo a economia ludovicense cada vez mais”, finaliza a secretária Socorro Araújo.

Flávio Dino segue na liderança e vence no 1º turno, diz nova pesquisa DataIlha/Difusora

O candidato à reeleição Flávio Dino (PCdoB) lidera a corrida pelo governo do Maranhão e deve vencer as eleições no primeiro turno com 60,47% dos votos válidos. É o que aponta nova pesquisa DataIlha encomendada pela TV Difusora e divulgada nesta segunda-feira (3).

O levantamento aponta que, se as eleições fossem hoje, Flávio venceria com quase o dobro de votos de Roseana Sarney (MDB), que aparece com 31,08%.

Em seguida, estão os candidatos Roberto Rocha (PSDB), com 4,4%; Maura Jorge (PSL), com 3,56%; Ramon Zapata (PSTU), com 0,6%; e Odívio Neto (PSOL), com 0,25% das intenções de voto.

Na votação nominal, quando são considerados os indecisos, brancos e nulos, Dino também segue na frente, com 49,19% dos votos. Em seguida aparecem Roseana Sarney, com 25,28%; Roberto Rocha, com 3,29%; Maura Jorge, com 2,90%, Ramon Zapata, com 0,5%; e Odívio Neto, com 0,20%. Brancos e nulos somaram 8,20%. Não sabem ou não responderam totalizaram 10,45%.

A pesquisa DataIlha/Difusora projetou ainda cenário onde há confronto direto entre Flávio Dino e Roseana Sarney. Aqui a vantagem de Dino é ainda maior, com 66,69% dos votos válidos contra 33,31% de Roseana.

Corrida presidencial

O estudo aferiu ainda a intenção de voto dos maranhenses na disputa pelo Palácio do Planalto. Quando foi levada a campo, a pesquisa considerou panorama com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como candidato, mas em sessão ordinária na última sexta-feira (31), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu barrar a candidatura do petista.

Caso fosse candidato, Lula venceria as eleições no primeiro turno com 69,41% dos votos válidos. Atrás dele aparecem Jair Bolsonaro (PSL), com 18,58%; Ciro Gomes (PDT), com 5,44%; Marina Silva (Rede), com 3,98%; Geraldo Alckmin (PSDB), com 1,83% e João Amoêdo (Novo), com 0,43%.

Os candidatos Henrique Meirelles (MDB), Alvaro Dias (Podemos) e Cabo Daciolo (Patriota) obtiveram 0,11% cada um. Guilherme Boulos (PSOL) e Vera Lúcia (PSTU) não pontuaram.

Haddad

DataIlha/Difusora estimulou ainda cenário onde Fernando Haddad (PT) é candidato com apoio de Lula.  Nesse caso, Haddad aparece na frente com 29,84% dos votos válidos, seguido por Jair Bolsonaro, com 24,87%; Marina Silva, com 18,98%; Ciro Gomes, com 14,40%, Geraldo Alckmin, com 9,82%; João Amoêdo, com 0,52%; Henrique Meirelles, com 0,20%; Guilherme Boulos, com 0,13%; Alvaro Dias, com 0,52%; Vera Lúcia, com 0,39% e Cabo Daciolo, com 0,33%.

Registrada no TRE sob o nº MA-03940/2018, a pesquisa DataIlha/Difusora foi realizada com 2.037 entrevistados em 37 cidades do Maranhão por meio de escutas individuais entre os dias 27 e 30 de agosto de 2018. O intervalo de confiança é de 95 % e a margem de erro é de 3,3 pontos.

Disputa pelo Senado segue embolada, diz pesquisa TV Guará/Econométrica

Continua bastante acirrada a disputa pelo Senado nas eleições maranhenses deste ano. De acordo com a pesquisa TV Guará/Econométrica divulgada neste sábado (1), há múltiplos empates técnicos entre os primeiros colocados.

A disputa está assim: Edison Lobão tem 26,3% das intenções de votos, seguido por Sarney Filho (25,7%), Eliziane Gama (24%), Weverton Rocha (20,5%) e Zé Reinaldo (18,1%).

Como a margem de erro é de 2,61%, há uma série de empates técnicos entre os candidatos.

Mais afastados, estão Alexandre Almeida (9,3%), Preta Lú (2,2%), Samuel Campelo (2%), Saulo Arcangeli (1,6%), Saulo Pinto (1,4%) e Iêgo Bruno (0,6%).

Brancos e nulos somam 30,7%. Outros 37,5% não sabem ou não responderam. A soma total dá 200% porque, neste ano, os eleitores votam em dois senadores.

Votos válidos

Considerando apenas os votos válidos – que excluem brancos, nulos e indecisos – Lobão tem 20%; Sarney Filho, 19,5%; Eliziane, 18,5%; Weverton, 15,5%; Zé Reinaldo, 14%; Alexandre Almeida, 7%; Preta Lú, 1,5%; Samuel Campelo, 1,5%; Saulo Arcangeli, 1%; Saulo Pinto, 1%; Iêgo Brunno, 0,5%.

Nesse caso, a soma dá 100% porque são apenas os votos válidos, como são computados na apuração oficial.

A pesquisa está registrada no TSE sob o número MA-08877/2018. Foi feita entre 21 e 25 de agosto, com 1.407 entrevistados. A margem de erro é de 2,61 pontos.

Flávio Dino vence no 1º turno com 60% dos votos, diz pesquisa TV Guará/Econométrica

A TV Guará divulgou pesquisa Econométrica neste sábado (1) mostrando que está consolidada a ampla liderança de Flávio Dino na eleição pelo governo. A menos de 40 dias da votação, ele tem 60% dos votos válidos, o que garantiria a vitória logo no primeiro turno.

Roseana Sarney aparece com 32,5% das intenções de votos. É uma diferença de quase 30 pontos. Reverter essa desvantagem em apenas cinco semanas se mostra bastante improvável.

Roberto Rocha tem 4,2%, seguido por Maura Jorge, com 2,4%. Ramon Zapata chega a 0,8%, contra 0,1% de Odívio Neto.

Todas as pesquisas vêm mostrando que Flávio Dino vence a eleição no primeiro turno. Até mesmo o Ibope, contratado pela Mirante, que pertence aos Sarney, revelou esse cenário.

A pesquisa tem margem de erro de 2,61 pontos e entrevistou 1.407 pessoas entre 21 e 25 de agosto. O registro no TSE é MA-08877/2018.

Com apoio de Lula, Haddad lidera disparado com 47% no Maranhão

Revista Fórum

O ex-prefeito de São Paulo e atual candidato a vice-presidente na chapa encabeçada por Lula, Fernando Haddad, lidera com folga as intenções de voto no estado do Maranhão. Pesquisa Exata, contratada pelo Jornal Pequeno, aponta que ele é o preferido entre os eleitores maranhenses na disputa presidencial, com 47%.

De acordo com o Exata/JP, para o eleitorado do Maranhão o candidato apoiado por Lula, Fernando Haddad, venceria as eleições no primeiro turno com uma diferença de 30 pontos percentuais em relação ao segundo colocado, Jair Bolsonaro (PSL), que aparece com 17% no levantamento.

Na sequência, aparecem Marina Silva (Rede), com 8%; Ciro Gomes (PDT), com 6% e Geraldo Alckmin (PSDB), com 2%. Álvaro Dias (Podemos), Vera Lúcia (PSTU) e Henrique Meirelles (MDB) têm 1% cada um. Cabo Daciolo (Patriota), Guilherme Boulos (PSOL), João Amoêdo (Novo), João Goulart Filho (PPL) e José Maria Eymael (DC) não pontuaram.  Brancos e nulos somaram 13% e 4% disseram que não sabem ou não responderam.

O Instituto Exata projetou, também, cenário com Lula candidato. Nesse caso, o ex-presidente ganharia também no primeiro turno, com 67% das intenções de votos, mais de 50 pontos à frente de Jair Bolsonaro, que aparece com 15%.

Pesquisa Exata/JP confirma vitória de Flávio Dino no primeiro turno com 61% dos votos

Mais uma pesquisa Exata/Jornal Pequeno vem confirmar a vitória do governador Flávio Dino na disputa do próximo dia 7 de outubro. O estudo revela que se as eleições fossem hoje, Dino seria reeleito com 61% dos votos válidos, com praticamente o dobro de votos de Roseana Sarney (PMDB), que figura na segunda posição, com 31%.

Ainda segundo o levantamento do Exata, no terceiro lugar aparece Roberto Rocha (PSDB), com 5%, seguido de Maura Jorge (PSL), com 3%. Os candidatos Odívio Neto (PSOL) e Ramon Zapata (PSTU), não pontuaram.

Dino também aparece na frente na votação nominal, onde são considerados os números de indecisos, brancos e nulos, com 52% das intenções de votos. Atrás dele está Roseana Sarney, com 26%; Roberto Rocha, com 4% e Maura Jorge, com 3%. Nessa modalidade, os candidatos Odívio Neto e Ramon Zapata também não pontuaram. Não souberam ou não responderam somaram 10%. Brancos e nulos totalizaram 5%.

Registrada no TSE sob o número MA-07422/2018, a pesquisa Exata utilizou 1401 questionários e ouviu a opinião de eleitores de todo o Maranhão entre os dias 19 e 23 de agosto. A margem de erro da pesquisa é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiabilidade é de 95%.

Os dados divulgados nessa pesquisa confirmam levantamentos anteriores realizados pelo Exata, que já apontavam vitória de Dino no primeiro turno. Segundo o Instituto Exata, ele teve um crescimento de quatro pontos percentuais entre os meses de junho e agosto. Em junho, aferição já indicava a reeleição do governador com 57% das intenções de votos. No mês de julho, o mesmo Instituto Exata revelava que Dino era o candidato preferido para 60% dos eleitores maranhenses.

Ibope também aponta decisão no primeiro turno

Outro instituto também revela vitória de Dino no primeiro turno. Contratada pela TV Mirante, pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (23), aponta que Dino está na liderança com 43%, contra 34% de Roseana. Maura Jorge e Roberto Rocha aparecem com 3% cada e Ramon Zapata com 1%. O candidato Odívio Neto não pontuou.

No cenário apresentado pelo Ibope, a soma dos percentuais de todos os adversários que pontuam, mais os números de Roseana Sarney, não é suficiente para levar a disputa ao segundo turno. A pesquisa Ibope foi registrada no TRE-MA sob o nº MA-00502/2018. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

REJEIÇÃO

A candidata Roseana Sarney é a mais rejeitada com 41% dos eleitores, que disseram não votar em Roseana de jeito nenhum. Nesse quesito, Flávio Dino (PCdoB) aparece com 30%, Roberto Rocha (PSDB) com 19%, Maura Jorge (PSL) com 14%, Ramon Zapata (PSTU) com 13% e Odívio Neto (PSOL) com 11%. Para 2% dos eleitores, qualquer um dos candidatos poderia receber voto e 13% disseram não saber.

Aumenta a intenção de gastos para o Dia dos Pais 2018 em São Luís, aponta pesquisa

O levantamento de intenção de consumo para o Dia dos Pais, realizado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA), indicou que 54,0% dos consumidores ludovicenses estão predispostos a comprar presentes este ano. O resultado apresenta ligeiro recuo de -3,2% em relação à intenção de consumo registrada no mesmo período de 2017.

A desaceleração na perspectiva de consumo foi motivada pela migração dos consumidores para a zona de indecisão, uma vez que a parcela de ludovicenses que diz ainda não saber se irá comprar presentes subiu de 4,0% no ano passado para 7,4% este ano, revelando uma possibilidade de aumento do nível positivo de consumo.

“Apesar desse leve recuou na intenção de compras, o nosso estudo apresenta outros dados que devem desenhar um cenário de vendas positivo para o comércio de São Luís no Dia dos Pais. Além do aumento do número de indecisos, houve crescimento dos que desejam comprar mais de um presente e também na intenção de gastos para o período”, destacou o presidente da Fecomércio-MA, José Arteiro da Silva.

De acordo com o estudo, entre os consumidores que estão convictos que irão às compras no período, o percentual de ludovicenses que apontou que deverá comprar apenas um item para presentear foi de 66,6%, revelando uma redução de -18,5% nesse perfil de consumo e abrindo espaço para os consumidores que desejam comprar dois produtos, que era de 13,6% em 2017 e dobrou para 25,7% em 2018, e aqueles que têm a intenção de adquirir três presentes, que também dobrou de 3,3% no ano passado para 6,0% este ano.

Além disso, o levantamento realizado pela Federação do Comércio do Maranhão traz como destaques positivos o crescimento de +17,0% na intenção de comemorar, assim como o aumento da média do valor do presente (+2,0%) e do valor total da compra, que inclui os gastos com o produto e a comemoração, que avançou +21,5% este ano, reflexo da tendência do consumidor em adquirir mais de um presente este ano e da elevação da intenção de comemorar a data fora de casa.

De modo geral, a intenção de consumo apresenta-se mais favorável entre o público feminino (58,4%), consumidores com idade de 21 a 35 anos (64,6%), com ensino superior completo (59,1%) e renda familiar mensal superior a três salários mínimos (62,4%).

Produtos

O tripé formado pelos artigos de vestuário, calçados e itens de perfumaria segue liderando a preferência do consumidor assim como no ano anterior. No entanto, os artigos de vestuário deixaram a liderança isolada ao apresentar uma queda na intenção de consumo de -35,0% na comparação com 2017, mas se mantiveram como primeira escolha dos ludovicenses para o Dia dos Pais com 28,7% das indicações deste ano.

Na segunda e terceira posição na lista, os calçados, com 24,6%, e os perfumes, com 23,6% das escolhas em 2018, absorveram a queda da intenção de consumo pelos artigos de vestuário e registraram crescimentos percentuais de, respectivamente, +72,0% e +110,7% na passagem do ano passado para este ano.

Na análise por gênero, o público feminino apresenta uma opção acima da média pelos artigos de vestuário (31,6%) e itens de perfumaria (28,6%). Já o público masculino destaca-se com uma escolha acima da média para os materiais esportivos (12,4%).

Em relação à faixa etária do consumidor, o público mais jovem, de até 20 anos, apresenta maior intenção de consumo pelos itens de perfumaria (33,1%), enquanto para consumidores com mais de 36 anos a preferência é pelos calçados (29,0%).

Na avaliação a partir do nível de renda, os consumidores com renda familiar mensal de até 3 salários mínimos apresentam preferência pelos artigos de vestuário (34,0%). Para os consumidores com renda de 3 a 6 salários mínimos, a indicação mais preponderante é pelos itens de perfumaria (30,8%). Já para os consumidores com renda familiar superior a 6 salários mínimos, o destaque é pelos eletrônicos como acessórios para computador, tablets e celulares (23,4%).

Comemoração

O levantamento também avaliou o nível de intenção de comemorar o Dia dos Pais, que alcançou 57,2%.  Além do aumento da intenção de consumidores dispostos a celebrar de alguma forma a data, a pesquisa revela que o número de pessoas indecisas com relação à comemoração também aumentou de 3,1% em 2017 para 10,2% em 2018, fazendo recuar em -32,1% o percentual de consumidores convictos de que não irão comemorar a data este ano.

O público feminino, com 60,7% de indicação de que deseja comemorar a data, apresenta mais propensão à comemoração do que os consumidores do sexo masculino. Formam, ainda, o público com intenção de comemorar o Dia das Pais acima da média geral os consumidores com idade de 21 a 35 anos (74,5%), ludovicenses com ensino superior completo (64,9%) e aqueles com renda familiar mensal de 3 a 6 salários mínimos (65,2%).

Quanto ao local para a realização da comemoração, a intenção de celebrar a data em casa caiu -32,3% na comparação com o ano anterior, perfazendo o percentual de 58,8% de ludovicenses dispostos a comemorar na própria casa. A queda abriu espaço para o crescimento exponencial da intenção de comemoração em todos os demais locais em relação a 2017. Os shopping centers e cinemas deixaram o índice de 1,0% do ano passado para registrar 20,9% este ano, assim como os restaurantes, que apontavam apenas 1,6% e alcançaram 12,8%, além das praias ou clubes, com aceleração de 3,1% para 10,5% na passagem anual.

“O aumento da intenção de comemorar e também daqueles que desejam celebrar a data fora de casa, demonstram o aquecimento no setor de serviços que deve alcançar resultados positivos nesse período. Isso reflete também os bons resultados apresentados nos últimos meses quanto ao aumento das contratações realizadas no setor de serviços ludovicense, que encerrou o mês de maio com um saldo de 1.420 novas vagas de emprego criadas no segmento, e deve permanecer nessa perspectiva de crescimento”, explica José Arteiro da Silva.

Gastos e pagamento

A média de intenção de gastos com o presente em 2018 é de R$ 152,00, enquanto a média total de gastos, incluindo os presentes e a comemoração, é de R$ 220,00. O aumento no valor médio das compras foi puxado, principalmente, pelo público do sexo feminino, onde a média de gastos é de R$ 237,00. Para os homens, essa média cai para R$ 197,00.

Completam o perfil dos consumidores mais propensos aos gastos, levando-se em consideração o valor total dos gastos com a data, os consumidores com mais de 36 anos (R$ 254,00), aqueles com ensino superior completo (R$ 319,00) e renda familiar mensal superior a 6 salários mínimos (R$ 391,00). Para os consumidores com renda familiar inferior a 3 salários mínimos, a média de gastos com as compras recua para apenas R$ 163,00.

Em relação à forma de pagamento, as modalidades à vista mantiveram o mesmo nível do ano anterior com 85,7% dos consumidores optando pelo uso do dinheiro em espécie ou o cartão de débito. Em 2017 esse índice foi de 84,3%, o que revela uma variação de apenas +1,7%. No entanto, entre as duas modalidades de compra à vista, a escolha pelo uso do dinheiro em espécie recuou -23,0% na comparação anual e registrou 53,8% das indicações dos consumidores, enquanto a opção pelo uso do cartão de débito obteve um crescimento percentual de 121,5% entre 2017 e 2018, saindo de 14,4% para 31,9% este ano.

Por outro lado, um em cada quatro consumidores (25,5%) também apontou que deverá utilizar o cartão de crédito para financiar parte das compras relacionadas ao Dia dos Pais. A decisão pelo uso do cartão de crédito se destaca, principalmente, entre as pessoas na faixa etária de 21 a 35 anos (32,1%) e renda familiar mensal de 3 a 6 salários mínimos (36,5%).

Locais

Para os locais em que os consumidores pretendem realizar as compras, a preferência é pelas lojas dos shoppings, que registrou 55,8% e apresentou aceleração anual de +25,7% nas escolhas. O destaque do levantamento é para as lojas do Centro Comercial e da Rua Grande que, após duas datas comemorativas em queda acentuada, voltou a ocupar a segunda posição nas opções dos consumidores com 32,7% das indicações, tendo apresentado um recuo na comparação anual de apenas -3,2%. O resultado indica que os consumidores começam a se adaptar às complicações de acesso a essa área central da cidade ocasionados pelas obras de requalificação urbana da Rua Grande e Praça Deodoro.

As lojas de bairro e galerias comerciais pontuaram 13,0% da preferência e mantiveram o mesmo nível do ano anterior. Os supermercados ficaram na quarta posição com 9,8% das escolhas. Outros locais também apontados pelos consumidores ludovicenses foram os catálogos (4,6%), comércio informal (4,2%), internet (2,6%) e lojas no centro histórico (1,2%).

Outros dados

O dia planejado para ir às compras, de acordo com o levantamento, ficou disseminado entre a quarta-feira (15,5%), quinta-feira (16,0%), sexta-feira (21,2%) e o sábado (22,3%). Já para um em cada três consumidores (31,1%) ainda não existe um planejamento para o dia em que irá realizar as compras para o Dia dos Pais.

Quanto aos motivos que influenciam o consumidor na hora da compra, a pesquisa revelou que os preços são a maior preocupação dos consumidores para este ano, com 59,3% dos ludovicenses indicando esse fator como determinante para a concretização da compra. As promoções, que lideravam a lista até o ano passado, passou para a segunda colocação com 45,0% das indicações. Outros motivos apontados foram a variedade dos produtos na loja (34,5%), qualidade dos produtos (22,7%) e atendimento dos vendedores (11,0%).

Saiba mais

A Pesquisa de Intenção de Consumo para o Dia dos Pais 2018 em São Luís, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA), entrevistou 700 consumidores na capital maranhense, entre homens e mulheres com idade acima dos 18 anos, nos principais pontos de movimentação da cidade no período de 11 a 14 de julho de 2018. A margem de erro da amostra é de 3,7% e a margem de segurança é de 95%.

São João de São Luís é aprovado por mais de 96% dos turistas que estiveram na capital, diz pesquisa

Mais de 96% dos turistas que estiveram em São Luís durante o período junino qualificaram como bom, muito bom ou excelente a estadia na capital maranhense. É o que aponta pesquisa realizada entre os dias 15 de junho e 1º de julho pelo Observatório do Turismo do Maranhão, da Universidade Federal Maranhão (UFMA), em parceria com a Prefeitura de São Luís, Governo do Estado e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MA). Ações de incentivo ao turismo implementadas na gestão do prefeito Edivaldo, a exemplo da divulgação do destino São Luís em eventos realizados em outros estados, contribuíram para o grande movimento de turistas no período junino e neste mês de férias.

O levantamento, aplicado junto ao público presente nos arraiais da Maria Aragão, Ipem, Nauro Machado e Ceprama, aferiu características como perfil, fluxo de público, gasto médio diário e percepção do turista quanto à infraestrutura e qualidade das manifestações culturais. De acordo com os dados, do universo de turistas que visitaram São Luís, a região Sudeste do país apareceu como a maior emissora de visitantes nesta temporada para a capital maranhense. Foram recebidos turistas de todas as regiões do Brasil e também de outros países.

Para a secretária Socorro Araújo, a singularidade e riqueza cultural dos festejos juninos em São Luís estão se consolidando cada vez mais como atrativo turístico a nível nacional e internacional e, com as ações de incentivo ao turismo executadas pela Prefeitura, a tendência é de crescer cada vez mais. “A gestão do prefeito Edivaldo tem desenvolvido diversas ações de promoção do destino São Luís e do nosso São João. O resultado positivo desse empenho estamos comprovando com essa pesquisa, que mostra o quanto os nossos festejos são encantadores e bem recebidos por quem vem nos conhecer, além, claro, da própria valorização do público local”, avalia a titular da Setur.

De acordo com o estudo, mais de 55% dos turistas pesquisados este ano eram procedentes dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. No ano passado a pesquisa revelou que dos três maiores estados do Sudeste, o percentual deste contingente alcançou 37%, o que representa um aumento de quase 20%.

A secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo, considera esta elevação como resultante das várias ações de promoção do destino desenvolvidas pela Prefeitura de São Luís em feiras e outros eventos do trade turístico realizados na região Sudeste. Outro dado que mostra que as atividades de divulgação do São João de São Luís surtiram efeito é o que aponta que 79,52% estava participando da festividade pela primeira vez.

A divulgação dos atrativos culturais tem sido a principal estratégia para aumentar o fluxo de visitantes durante este período. O objetivo da pesquisa, que contou também com apoio da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira do Maranhão (ABHI/MA), é suprir a necessidade de estatísticas confiáveis pela metodologia para identificar o fluxo turístico no estado, destacando cada polo.

Para o coordenador do Observatório do Turismo da UFMA, professor doutor Saulo Ribeiro dos Santos, a pesquisa aponta os diversos avanços conquistados pelo setor turístico em São Luís. “Em relação ao ano passado, houve crescimento em quase todas as áreas. Todos os números são maiores. Cresceram principalmente em relação à procedência dos turistas das regiões Nordeste e Sudeste”, aponta.

Segundo avalia o professor, a influência das postagens em redes sociais tem fomentado o destino de maneira crescente. As redes sociais divulgaram o São João de São Luís para pelo menos 12% do público que veio para participar dos festejos. O uso das ferramentas on-line foi outra ação consolidada pela gestão Edivaldo, com o lançamento das redes sociais (Instagram, Facebook e Instagram) do destino e o aplicativo Turismo São Luís, disponível gratuitamente para as plataformas iOS e Android.

A pesquisa aponta ainda que o maior número de turistas se deslocou para São Luís utilizando o avião como meio de transporte (77,09%). Destes, 66,31% tiveram o lazer como motivação da viagem, e 66,04% usaram hotéis, pousadas e albergues como meio de hospedagem. Do universo de visitantes, 60,10% foram do gênero feminino e a maioria da faixa etária entre 46 e 60 anos (31,54%), e com ensino superior completo (57,68%). Com estadia média de cinco dias, o turista teve gasto médio de R$ 201,00, cifra muito superior ao registrado em outros períodos, quando fica em torno de R$ 50,00.

Sobre a avaliação da programação cultural dos arraiais organizados pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado os números são robustos, com 88, 95% de aprovação. No quesito Estrutura do Evento, a impressão do turista foi de nível satisfatório. Destes, mais de 93% dos turistas que foram aos arraiais aprovaram a decoração e 93% consideraram a iluminação de qualidade destacável. Na avaliação da sinalização turística, que a Prefeitura vem aperfeiçoando com renovação e inclusão mais pontos, 62,27% consideraram excelente, boa ou regular.

NÚMEROS
Procedência do turista
55% Sudeste
15,37% Nordeste
5,93% Centro-oeste
4,31% Norte
3,24% Sul
Perfil do turista
60,10% mulheres
39,90% homens

42,05% dos turistas tem um gasto médio diário acima de R$ 201 na viagem

57,68% com Superior Completo
23,18% com Pós-Graduação Completa

1 a 5 dias de estadia na cidade

66%,04% utilizaram hotel/pousada/albergue como principais meios de hospedagem
77,09% utilizaram o avião como meio de transporte