Prefeitura de São Luís assina acordo de cooperação na China

Depois de passar pela França, onde foram assinados acordos de cooperação técnica com a cidade de Saint-Malo, a equipe maranhense composta por representantes da Prefeitura de São Luís e do Governo do Estado chega à China onde também cumpre uma vasta agenda de intercâmbio. A mais recente foi a assinatura de um memorando de entendimento com a Universidade de Hubei, na cidade de Whuan, em um encontro esta semana. O termo de cooperação assinado favorece a área de humanas, principalmente em turismo, educação e cultura. O vice-prefeito Julio Pinheiro representa o prefeito Edivaldo na missão.

“A missão está sendo muito positiva para as cidades envolvidas, estabelecendo trocas e parcerias importantes para a ciência, para a pesquisa, à cultura, ao turismo, o que vai contribuir em desenvolvimento para o nosso estado do Maranhão e para a cidade de São Luís”, ressaltou o vice-prefeito, Julio Pinheiro.

No encontro com a Universidade de Hubei, além do vice-prefeito de São Luís, participaram o reitor da universidade chinesa, Xiong Jianmin, e sua equipe; a secretária de Turismo de São Luís, Socorro Araújo; a secretária municipal de Articulação, Ana Paula Rodrigues; o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Maranhão (Fapema), Alex Oliveira, e o pró-reitor de Pesquisa da Universidade Federal do Maranhão, Alan Kardec.

Foram tratados vários temas, entre os quais a instalação do Instituto Confúcio em São Luís, assunto que já vem sendo abordado pela Prefeitura com a China desde 2016. Outros assuntos tratados foram a cooperação entre as universidades que funcionam em São Luís (estadual e federal) e a Universidade de Hubei, sobre a mobilidade acadêmica, na qual professores e estudantes de São Luís possam ir para a China, assim como professores e estudantes chineses possam vir para São Luís.

Segundo o presidente da Fapema, Alex Oliveira, foi um momento ímpar a assinatura de um memorando de entendimento entre as universidades. “Esse memorando vai abrir uma série de possibilidades para os pesquisadores do Maranhão, especialmente nas áreas de Letras, Turismo e Agricultura Familiar. Há um grande entusiasmo da universidade chinesa que já desenvolve parceria com o Brasil, com estudos sobre a cultura brasileira, o que vai permitir uma grande aproximação com o Maranhão. Há também interesse no planejamento de ações de turismo, com vários enfoques como a economia criativa”, disse Alex Oliveira.

“Foi importante essa troca de informações. São Luís é patrimônio da humanidade e esse nosso produto cultural será conhecido aqui na China, destacando o turismo como desenvolvimento econômico e possibilidade de crescimento da nossa cidade”, ressaltou a secretária de Turismo de São Luís, Socorro Araújo.

Para Ana Paula Rodrigues, a demonstração do interesse em instalar o Instituto Confúcio em São Luís foi um dos temas mais relevantes. “A parceria já acontece com êxito com Universidade Estadual Paulista (Unesp), em São Paulo, prestando grandes serviços ao Brasil. Sendo implantado em São Luís, será muito importante para o desenvolvimento da nossa cidade”, frisou a secretária.

Segundo o pró-reitor da UFMA, Alan Kardec, a Fapema já está com edital aberto para que alunos possam se inscrever e participar do programa “Cidadão do Mundo – Estágio Internacional”. Por meio do edital, estudantes de graduação em qualquer área podem pleitear um auxílio da Fapema para apoio a projetos, podendo passar até três meses na China, desenvolvendo suas pesquisas. “O governo do Estado está investindo R$ 700 mil reais no edital e com isso vai abrir muitas portas para os nossos alunos. O mesmo edital permite que alunos de mestrado e doutorado possam pleitear essa mobilidade acadêmica internacional, assim como professores pesquisadores dos programas de pós-graduação”, ressaltou Alan Kardec.

São Luís ganha novos pontos de iluminação pública

Um cronograma de serviços executados pela Prefeitura de São Luís garante que novas áreas da cidade sejam contempladas diariamente com expansão ou melhoria da rede de iluminação pública. O trabalho, realizado pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), faz parte do programa de Expansão, Melhoria e Modernização do Parque de Iluminação de São Luís, que inclui serviços em grandes avenidas e ruas da zona urbana e zona rural da capital.

Na última semana, os trabalhos contemplaram a Travessa Paulo VI (São Cristóvão), a Rua São José (Aurora), a Rua Nova Jerusalém (São Cristóvão), a Avenida Odylo Costa Filho (Parque Universitário), a Rua Litorânea (Jardim São Cristóvão II), a Praça Gomes de Souza (Centro) e diversas ruas do João de Deus e do Residencial Taguatur, Parque dos Nobres, Avenida Guajaras, Cajueiro, Alto do Calhau e São Raimundo, entre outros.

O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo, destacou os objetivos dos investimentos nessa área. “Esse é um projeto de revitalização e modernização do sistema de iluminação de diversas vias da capital, que vem sendo executado pela Prefeitura de São Luís seguindo orientação do prefeito Edivaldo, com o objetivo de tornar as ruas da cidade mais iluminadas e contribuindo com a segurança da população”, observou o secretário.

ILUMINAÇÃO

Os trabalhos abrangeram ainda, além da iluminação com luz branca, a instalação de iluminação artística em vários pontos da cidade. Na Praça Gomes de Sousa, nas proximidades da sede do Laborarte, os trabalhos executados pela Prefeitura incluem a instalação de luminárias decorativas em postes metálicos.O objetivo da ação é valorizar os ambientes e tornar os espaços públicos mais atraentes e aprazíveis.

As ações de expansão e melhorias do programa também já beneficiaram grandes corredores urbanos como as avenidas Litorânea, Jerônimo de Albuquerque, Guajajaras, Libaneses, Castelo Branco, Colares Moreira e Daniel de La Touche. Também já foram contempladas as avenidas Odilo Costa Filho (Anjo da Guarda), Tubinambá (Ponta d’Areia) e Euclides Figueiredo (Calhau).

Prefeitura de São Luís reforça trabalho de limpeza urbana com ações nos finais de semana

O trabalho de limpeza que é feito de forma rotineira nos bairros da capital está sendo reforçado nos finais de semana pela Prefeitura de São Luís. Várias localidades já receberam a ação como o Turu, Porto do Tibiri, na zona rural de São Luís, e as margens do Rio das Bicas abrangendo a área popularmente conhecida como Praça dos Gatos. Neste sábado (14) a grande ação de limpeza foi realizada no Residencial Pinheiros. O trabalho é coordenado pelo Comitê Gestor de Limpeza Urbana e segue determinação do prefeito Edivaldo.

O Residencial Pinheiros tem cerca de 1000 residências. O local foi escolhido para a ação de limpeza porque apesar da instalação do Ecoponto, a região ainda tem pontos de descarte irregular de resíduos sólidos. “A comunidade tem essa consciência de que a limpeza é responsabilidade de todos. A ação conta com a participação da associação de moradores. Juntos fizessêmos uma ação de conscientização na área, conforme orienta o prefeito Edivaldo”, afirmou Carolina Estrela, presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana.

Entre outras finalidades, a ação de limpeza teve também o objetivo de contribuir para a proteção da saúde pública e da qualidade ambiental do Residencial Pinheiros; o descarte correto de pequenos volumes; a extinção dos lixões; além de estimular o reaproveitamento e a reciclagem de materiais descartáveis e propiciar à população um local específico para fazer a destinação do lixo reciclável acumulado em sua casa.

DESCARTE IRREGULAR

Uma área no bairro onde o descarte irregular de resíduos ainda é uma prática recorrente é a Rua 17, que é vizinha à Rua Dr. Ribeiro, onde está localizado o Ecoponto Residencial Esperança. “A população precisa entender que ela também tem responsabilidade na limpeza das ruas. Nós temos um local no bairro para receber entulho, mas ainda há pessoas que jogam na calçada, por isso, procuramos a Prefeitura para educar a população”, disse Marcos Vinícius Costa Nunes, presidente da Associação dos Moradores do Residencial Pinheiros.

Segundo Carolina Estrela, o engajamento da população é fundamental para manter a cidade limpa. “O que nós, da Prefeitura de São Luís, estamos fazendo aqui hoje é uma ação pontual. Todos os dias temos equipes de limpeza cumprindo o cronograma dos bairros. Aqui no Residencial Pinheiros trouxemos um esforço operacional concentrado, mas estamos conversando com a comunidade que eles é que devem manter. Como eles já estão mobilizados não teremos dificuldades”, disse.

ECOPONTO

O Residencial Pinheiros é um dos bairros atendidos pelo Ecoponto Residencial Esperança, o sétimo entregue pelo prefeito Edivaldo, atendendo também à demanda dos bairros Vila Fialho, Cohama, Cantinho do Céu, Conjunto Manoel Beckman, Vila 07 de Setembro, Residencial Esperança, Vila Regina, Residencial Primavera Turu, Vila Cruzado, Vila União e Recanto Fialho, beneficiando 40 mil habitantes.

Os Ecopontos são espaços disponibilizados à população para entrega voluntária de materiais descartáveis e inservíveis que não são recolhidos pela coleta convencional de lixo. O espaço recebe todo tipo de resíduos que não entram na coleta diária, como entulhos da construção civil, utensílios domésticos, móveis velhos, pneus e óleo de cozinha usado.

SAIBA MAIS

O que são Ecopontos?

Em São Luís, os Ecopontos são unidades de recebimento de pequenos volumes e possuem como objetivo proporcionar aos carroceiros um local regulamentado para a realização de destinação ambientalmente adequada de materiais recicláveis e resíduos não coletados através do serviço de coleta convencional, como resíduos de construção civil (RCC) e volumosos (restos de poda e capina).

Onde já tem Ecopontos?

– Ecoponto da Avenida dos Africanos Avenida dos Africanos, s/nº, Bairro de Fátima, entrada do Parque Amazonas;

– Ecoponto do Angelim Rua 27, s/nº (antes do Makro, próximo ao Restaurante Chico Noca);

– Ecoponto do Bequimão Avenida 1, s/nº, Bequimão;

– EcopontoTuru Travessa G, s/nº, Habitacional Turu;

– Ecoponto Jardim América Avenida 03, s/nº, Jardim América (Ao lado da União de Moradores)

– Ecoponto Jardim Renascença Rua Netuno, próximo à Paróquia de São Paulo Apóstolo

– Ecoponto Residencial Esperança Rua Doutor Ribeiro, s/nº, Residencial Esperança

Qual o horário de funcionamento dos ecopontos?

Segunda-feira à Sábado, das 7h às 18h

Que materiais são recebidos nos Ecopontos?

Plástico

Vidro

Papel

Metal (até 200 kg/dia por pessoa)

Gesso

Resíduos de construção civil

Resíduos de poda

Móveis velhos (até 2m³/dia por pessoa)

Pneus (2 unidades/dia por pessoa)

Óleo de cozinha (4 litros/dia por pessoa)

Madeira

Eletrônicos como TVs, monitores, celulares, mouses, impressoras, teclados etc.

Que materiais os Ecopontos não recebem?

Lixo doméstico

Animais mortos

Resíduo hospitalar

Resíduos perigosos/contaminados como pilhas/baterias, lâmpadas, cartucho de tinta, tonner, óleos e suas embalagens

Outras Informações:

Central de Atendimento do Comitê Gestor de Limpeza Urbana: 0800 098 1636.

Prefeitura de São Luís entrega base descentralizada do Samu

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), colocou à disposição da população nesta quarta-feira (11), uma base descentralizada do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), na Vila Vicente Fialho. O objetivo é diminuir o tempo resposta às chamadas feitas para o 192. O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, entregou a nova base, ressaltando o investimento da gestão do prefeito Edivaldo na ampliação e melhoria dos serviços da rede de urgência e emergência da capital maranhense.

O Samu passou a contar com quatro bases descentralizadas, situadas no São Bernardo, Maracanã, Anjo da Guarda e Vila Vicente Fialho, além da sede situada no Filipinho. Na próxima semana, a Semus vai colocar em funcionamento também uma base na Cidade Olímpica, cumprindo integralmente o protocolo do Ministério da Saúde que regulamenta os serviços de urgência e emergência.

“Além das reformas e ampliações já feitas nos ambientes dos Socorrões, a Prefeitura priorizou também a descentralização do Samu para otimizar a logística de deslocamento das ambulâncias, que agora vão chegar mais rapidamente aos locais das ocorrências”, disse o secretário acrescentando que a Prefeitura deverá aumentar a fronta, nos próximos meses, com a aquisição de mais ambulâncias.

A base do Samu na Vila Vicente Fialho comporta até duas ambulâncias de suporte básico e os ambientes contemplam sala de estar, repouso para duas equipes, banheiros, almoxarifado e estacionamento. Ela vai operar 24 horas, atendendo à população nos chamados e fazendo o encaminhamento às unidades hospitalares de São Luís.

OCORRÊNCIAS

O diretor geral do Samu, Giuseppe Oliveira Rocha, diz que o serviço atende a uma média de 150 ocorrências diariamente, mas nem sempre os atendimentos exigem deslocamento dos socorristas. A maior parte dos atendimentos com o uso de ambulâncias do Samu são decorrentes de violência e traumas causados por acidentes de trânsito.

“Temos equipes permanentes na sede do Samu que são demandadas pela população apenas com orientações sobre como proceder com pacientes que estão doentes em casa, primeiros socorros, e até dúvidas quanto ao uso de medicação. Esse trabalho, também muito importante, é feito totalmente por telefone”, explicou.

Em São Luís, o Samu tem convênio com o Centro de Operações Integradas de Segurança (Ciops), que dá suporte ao atendimento das ocorrências.

SAIBA MAIS

Para entrar em contato com o Samu, basta ligar para o número 192 e responder às perguntas dos atendentes que estão de plantão 24 horas.

Prefeitura inicia campanha de Vacinação Antirrábica Animal pelo Centro e Coroadinho

A primeira etapa da campanha de Vacinação Antirrábica Animal começou nesta sexta-feira (6) e causou muita expectativa na pequena Juliana, de 7 anos, moradora do Lira, que desde cedo preparou a gatinha Ariel para tomar a vacina porque, disse ela, ” é importante para proteger contra a raiva”. A campanha, realizada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) foi bem recebida nos distritos do Centro e Coroadinho, onde os 245 técnicos visitaram as residências para vacinar cães e gatos contra a raiva. A meta da campanha é imunizar 160 mil animais até o fim do ano.

“A vacina contra a raiva é apenas uma dose, e organizamos um calendário que vai cobrir toda a cidade até dezembro para garantir que todos os animais sejam vacinados e a doença continue longe da capital maranhense”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica e Sanitária da Semus, o trabalho da gestão municipal está direcionado para manutenção do controle epidemiológico com a oferta permanente da vacina; por isso, os proprietários de animais que não estiverem em casa durante a visita dos agentes vacinadores deverão procurar na Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), localizada na Estrada de Ribamar, nº 5, Forquilha, para realizar a vacinação.

No primeiro dia, a campanha contou com o apoio da população que colaborou com o trabalho, seguindo as orientações da Prefeitura. “É importante o morador da casa verificar a identificação do vacinador e segurar o cão ou gato para tomar a vacina. Sempre pedimos que o animal seja conduzido por um adulto”, explica João Batista Pires, coordenador da UVZ.

A campanha está imunizando cães e gatos com idades a partir de três meses, e a única restrição é para animais que estejam doentes e fêmeas no último mês de gestação. As visitas domiciliares vão acontecer sempre às sextas-feiras (13h às 17h) e sábados (7h às 13h).

A raiva é uma doença infecciosa aguda, que não tem cura e só pode ser prevenida com a vacina. Ela é transmitida pela saliva do animal contaminado. Entre os sintomas estão mudança de comportamento, dificuldade para engolir e excesso de salivação.

Sorteados no programa “Minha Casa, Minha Vida” têm até sexta-feira (06) para atualização cadastral

Sorteados no programa habitacional Minha Casa, Minha Vida executado pela Prefeitura de São Luís estão sendo convocados para realizar atualização cadastral. São mais de 1,3 mil pessoas inscritas e contempladas com imóveis dos residenciais Eco Tajaçoaba, no bairro Santa Bárbara e Morada do Sol, na Vila Maranhão. Para realizar a atualização os sorteados devem comparecer à Central de Atendimento do Programa Minha Casa Minha Vida, localizada na Avenida Marechal Castelo Branco, nº 59 – Bairro São Francisco, até esta sexta-feira (6), das 8h às 17h.

“Essa é a oportunidade para que os contemplados possam regularizar suas pendências e garantir o recebimento dos imóveis. Esse chamamento é importante para que possamos seguir com o andamento do processo e entregar os imóveis a quem foi devidamente contemplado”, destacou o secretário municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), Mádison Leonardo Andrade.

A lista completa dos convocados com pendências na documentação está disponível no Portal da Prefeitura, no site www.saoluis.ma.gov.br, na aba ‘Editais’. Os convocados que não comparecerem para a regularização podem perder o imóvel, informa a secretaria. O procedimento é uma exigência do Governo Federal.

DOCUMENTOS

O convocado deve apresentar os seguintes documentos: RG, CPF, Certidão de nascimento e casamento (em caso de casamento também são necessários os documentos do conjugue), comprovante de endereço, carteira de trabalho e laudo médico para pessoas com deficiência.

Os imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida são destinadas a pessoas de baixa renda, que não tenham residência própria. Cada empreendimento habitacional de São Luís reserva ainda cerca de 3% a 5% das moradias para pessoas residentes em áreas de risco, desabrigadas ou que sejam beneficiárias do Aluguel Social.

Prefeitura de São Luís paga servidores municipais neste sábado (30)

Mais uma vez, honrando o compromisso com o servidor e antecedendo o calendário de pagamento estabelecido para o ano de 2017, a Prefeitura de São Luís, efetuará o pagamento dos funcionários públicos municipais, neste sábado (30).

O pagamento antecipado mostra o compromisso e o empenho do prefeito Edivaldo em garantir a folha em dia. Para o secretário Municipal da Fazenda, Delcio Rodrigues, cumprir o calendário de pagamentos e antecipar as datas já estabelecidas é resultado de muito esforço, dedicação e é uma das prioridades da atual gestão.

“O mês de setembro é um dos mais difíceis para a arrecadação municipal. Apesar da crise financeira nacional e a baixa nas receitas transferidas pelo governo federal, a Prefeitura está trabalhando com planejamento e organização para cumprir o compromisso com o servidor”, disse Rodrigues.

Os servidores municipais têm acesso às informações de seus vencimentos nos terminais de autoatendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. A informação também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, menu do lado esquerdo, informando o número da matrícula e senha.

Intensificadas ações de combate ao Aedes aegypti no São Francisco e Ilhinha

Até sexta-feira (29), os bairros São Francisco e Ilhinha recebem uma grande ação de limpeza urbana realizada pela Prefeitura de São Luís com o objetivo de combater o mosquito Aedes aegypti, intensificando as ações de coleta de resíduos que já é feita diariamente nestes locais. Durante o “bota fora”, que começou nesta terça-feira (27), os agentes de controle de arboviroses visitam ruas e avenidas dos bairros com atividades de nebulização espacial com o carro fumacê, visitas às residências para a coleta de resíduos volumosos e colocação do “Selo Legal” em estabelecimentos comerciais como borracharias, ferros-velhos e oficinas que estão seguindo as recomendações de prevenção.

O trabalho segue determinação do prefeito Edivaldo e está sendo coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde por meio da Superintendência Municipal de Vigilância Epidemiológica e Sanitária com o apoio do Comitê Gestor de Limpeza Urbana. A ação tem o objetivo de combater as chamadas arboviroses, que são doenças transmitidas por insetos, como a dengue, febre chikungunya e zika vírus, e educar a população sobre o descarte correto de resíduos sólidos.

No primeiro dia da ação o principal alvo das equipes foram as borracharias. “Estamos voltando a estes estabelecimentos para verificar se eles fizeram as adequações que pedimos durante nossa visita na última ação realizada nesta área da cidade”, informou o coordenador municipal de Controle às Arboviroses, Pedro Tavares.

Pneus podem se tornar criadouros do mosquito Aedes aegypti, que transmite dengue, febre chikungunya e zika vírus. Alguns deles acabam sendo descartados em terrenos baldios que foram limpos por equipes de remoção mecanizada da Prefeitura. “Todo ponto de descarte irregular de resíduos representa riscos à saúde pública porque favorece a proliferação de insetos e outros animais transmissores de doenças”, destacou a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Estrela.

Ao longo dos três dias, será feito o recolhimento porta a porta de resíduos volumosos – móveis velhos como sofás e colchões, aparelhos como TVs, restos de capina e poda domésticas e de material de construção. A população deve colocar estes resíduos do lado de fora de suas casas para que sejam recolhidos.

“Estes materiais já são recolhidos nos sete Ecopontos em funcionamento em São Luís. Na região do São Francisco e Ilhinha funciona o Ecoponto Jardim Renascença, localizado na Rua Netuno, próximo à Paróquia São Paulo Apóstolo, mas durante o ‘bota fora’ fazemos uma coleta mais concentrada, indo direto nas casas da população”, afirmou Carolina Estrela.

Os bairros São Francisco e Ilhinha somam cerca de 6 mil domicílios e mais de 20 mil moradores. A Avenida Ferreira Gular, na Ilhinha, tem pontos de descarte irregular de resíduos sólidos, apesar da coleta ser diária e realizada duas vezes ao dia na localidade.

SELO

No primeiro dia da ação, as equipes da Vigilância Sanitária inspecionaram as borracharias situadas nos bairros para a concessão do “Selo Legal”. O selo é entregue a estabelecimentos comerciais como borracharias, ferros-velhos e oficinas que estão seguindo as recomendações de prevenção da Prefeitura.

O borracheiro Evandro Lopes é dono de uma borracharia na Avenida Ana Jansen e seu estabelecimento já havia sido inspecionado. Na época, ele foi notificado porque não cumpria todas as normas exigidas pela Vigilância Sanitária. “Ele fez muitas melhorias desde a nossa última inspeção, mas ainda tem algumas adequações que precisam ser feitas. Nós o orientamos e vamos voltar aqui novamente para verificar se ele está seguindo todas as normas”, explicou Pedro Tavares.

Na inspeção desta terça-feira (27), os fiscais observaram problemas no acondicionamento dos pneus. “Sei que eu não posso deixar os pneus aqui na calçada porque pode juntar água parada. Eu vou procurar uma forma para poder guardar corretamente os pneus e evitar riscos à população”, disse Evandro Lopes.

Prefeitura recebe Selo de Qualidade Internacional pela “Feirinha São Luís”

A Prefeitura recebeu o Selo de Qualidade Internacional pela execução do projeto Feirinha São Luís, durante a 16ª edição do evento realizada neste domingo (24), na Praça Benedito Leite, Centro. A concessão foi da World Association of Performing Arts (WAPA) e Council Internacional Dance (CID), órgãos ligados à Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), durante a programação do IV Festival Internacional do Folclore e Turismo que levou à praça apresentações culturais de grupos folclóricos internacionais e nacionais.

Representando o prefeito Edivaldo, o titular da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues, recebeu o Selo de Qualidade Internacional, entregue pelo príncipe da família real sul-africana, Zolani Mikiva, que disse estar em São Luís “para para celebrar a beleza das performances e todas as diferenças culturais presentes no mundo”.

O secretário da Semapa disse que agregar o Festival Internacional de Folclore e Turismo à Feirinha é uma excelente oportunidade de divulgação da cidade. “Com a presença de integrantes das delegações estrangeiras e de outros estados brasileiros, o intercâmbio cultural é de grande valia. Uma excelente oportunidade para a nossa população, que pode mostrar o que tem de melhor em São Luís, como nossos produtos agrícolas peculiares, além da culinária local, artesanato e cultura única”, destacou o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues.

O Selo de Qualidade Internacional, é um reconhecimento pelo importante trabalho desenvolvido pela Prefeitura. “Através do projeto Feirinha São Luís, a Prefeitura promove a sustentabilidade econômica criativa, geração de renda para o produtor familiar e pequeno produtor rural, além de divulgação permanente da cultura local. Após rígida análise de materiais do projeto, a Feirinha obteve aprovação em todos os requerimentos exigidos pela entidade”, explicou o Presidente da Comissão Municipal de Folclore, Cláudio Sampaio.

A Feirinha São Luís é mais uma opção de lazer das famílias ludovicenses aos domingos, com comercialização de produtos agroecológicos como carro chefe, agregando ainda artesanato, artes plásticas, literárias, opções gastronômicas variadas e atrações culturais.

ATRAÇÕES

Dos 11 grupos folclóricos do IV Festival Internacional de Folclore e Turismo, sete fizeram parte da programação cultural dessa edição da Feirinha São Luís. Se apresentaram o grupo dos Estados Unidos, Xocoyote; da Polônia, Folkloricas Dance Lany de Pozinan; de Cuba, Compañia de Danças Folclóricas Cubanas Somos; do Paraguai, Puente Kijha; do Pará, Ballet Folclórico da Amazônia; da Paraíba, o Grupo Pisada do Sertão; e do Rio de Janeiro, o Grupo Fera Show.

Também fizeram parte da programação cultural dessa edição atrações locais como a Banda do Exército, o Sarau de Bailados do Laborarte, e grupo As Brasileirinhas, com show de encerramento do evento.

Guido Dayne, bailarino do Paraguai se encantou com a Feirinha. “Fico muito contente de ver esse evento sendo realizado aqui no Brasil, valorizando a cultura da cidade, e ainda mais, por poder mostrar a nossa cultura e de tantos países para um público grande e alegre como esse aqui”, enfatizou Guido.

BARRACA DO CHEF

Nesta edição, a Barraca do Chef trouxe novidade dois chefs que apostaram na culinária diversificada.

Adriana Saulnier e Junior Lisboa, levaram além das comidas típicas regionais, uma proposta “Low Carb” para quem gosta de comidas com pouco carboidrato, ou está de dieta.

A proposta da Barraca do Chef é que a cada edição, seja apresentado um cardápio com a marca de cada profissional.

Nas edições anteriores, nomes como Melquiades Dantas, Cila Brandão, Juja, Danilo Dias, Thiago Ogro, Felipe Marques, Giuseppe Rocha, Paulo Coimbra, Rosângela Roxo e Suely Almeida conquistaram o público pelos sabores variados de seus pratos.

CADASTRADOS

Durante esta semana foi assinado contrato de permissão de uso de barracas para comerciantes da Feirinha São Luís, com objetivo de organizar e melhorar o espaço urbano da Praça Benedito Leite, onde é realizado o evento aos domingos.

“O contrato de permissão do uso das 93 barracas da Feirinha São Luís, é um registro com normas e regras para melhorar a limpeza, higiene, variedade de produtos, assim como toda a logística, garantindo o disciplinamento em parceria com a Blitz Urbana, gerando maior conforto ao público”, disse o secretário, Ivaldo Rodrigues.

Estiveram presentes ainda nessa edição da Feirinha São Luís, o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão; a secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo; a presidente do Comitê Gestor de Limpeza, Carolina Estrela; e o secretário municipal de Governança Solidária e Orçamento Participativo, Olímpio Araújo.

Integram a Feirinha São Luís 11 polos agrícolas da grande Ilha, que comercializam produtos diversos a preços competitivos, distribuídos em mais de 100 pontos de comércio, movimentando o turismo na capital.

A Feirinha conta com 30 barracas para produtos agrícolas, 32 para artesanato, 20 de alimentação e 11 food trucks.

Todos os postos de saúde de SL estão disponíveis para Multivacinação

Crianças e adolescentes menores de 15 anos são o público-alvo da Campanha Nacional de Multivacinação, iniciada nesta segunda-feira (11), em todo o país. A ação, do Ministério da Saúde, tem como objetivo atualizar a caderneta de vacinação e sensibilizar para a importância de manter em dia este calendário. A Prefeitura de São Luís disponibilizou doses em todas as 63 unidades de saúde do município, que vão funcionar das 8h às 17h. A campanha conta com um total de 14 vacinas e prossegue até dia 22 de setembro. O Dia ‘D’ será sábado (16).

“Esperamos, com este chamamento, sensibilizar e provocar a ida da população aos postos para atualizarem as carteiras, porque essa atitude é indispensável para combater as doenças imunopreveníveis. Seguindo orientação do prefeito Edivaldo, estamos disponibilizando vacinas em todas as unidades de saúde esperando ampliar a cobertura nesta campanha”, enfatizou o secretário municipal de Saúde (Semus), Lula Fylho.

Na lista de vacinas disponíveis consta: BCG, Hepatite B, VIP (Vacina Inativada da Poliomielite), VOPb (Vacina Oral da Poliomielite Bivalente), rotavírus humano, pneumocócica 10 valente, Meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral, tetra viral ou tríplice viral + varicela (atenuada), DTP (tríplice bacteriana), Hepatite A, e varicela (para crianças menores de sete anos); Hepatite B, febre amarela, tríplice viral, dT, dTpa, Meningocócica C conjugada, HPV e varicela.

No caso da HPV, devem vacinar meninas a partir dos nove anos e meninos, a partir dos 11 anos. Quem já tomou a primeira dose, deve estar com intervalo de seis meses para que possa tomar a segunda dose, explica a coordenadora de Enfermagem do Centro de Saúde Paulo Ramos, Rita de Cássia Carneiro.

No sábado (16), a campanha se intensifica com as ações do Dia ‘D’. Todos os 63 postos estarão abertos à comunidade disponibilizando os 14 tipos de vacina. “É um dia para que as pessoas possam participar e que terão mais tempo para ir aos postos. Tudo para que nenhuma criança ou adolescente fique sem a imunização”, reforça a superintendente de Vigilância Epidemiológica e Sanitária da Semus, Terezinha Lobo.