Prefeito Edivaldo vistoria obras no Centro de São Luís

As obras estão sendo realizadas pela Prefeitura de São Luís, sob coordenação da Fundação Municipal do Patrimônio Histórico (Fumph), em parceria com Iphan. O casarão da rua da Palma é uma construção do século XIX e após a restauração e requalificação do prédio, a Prefeitura irá dividir o espaço interno em 14 apartamentos, que serão destinados ao público-alvo do programa habitacional na região do Centro Histórico de São Luís. Com área de 800 metros quadrados, distribuídos nos dois pavimentos, os 14 apartamentos que serão construídos seguem três modelos, com sala e um a três quartos e banheiro social, além de cozinha e lavanderia integrada à sala.

A obra integra um conjunto de intervenções realizadas no Centro Histórico pela gestão do prefeito Edivaldo. Além deste casarão, a Prefeitura realizará obras em mais três casarões. Serão revitalizados o prédio da Rua do Giz, onde serão construídos oito apartamentos; e também na Rua da Palma, com projeto para edificação de 19 residências. No total, as ações, que têm como característica a requalificação dos espaços urbanos, contribuindo para a elevação da qualidade de vida da população, devem contemplar 41 famílias em situação de vulnerabilidade, que atualmente estão abrigadas em cortiços de casarões.

O superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary, considera a revitalização dos casarões destinados ao programa de habitação uma medida de vários alcances, contribuindo para o fortalecimento da identidade cultural da cidade, ao mesmo tempo promovendo uma política de amparo social às famílias. “Este imóvel de habitação de interesse social é mais uma obra que modifica para melhor o Centro Histórico. Esta é mais um resultado da parceria de sucesso entre a Prefeitura de São Luís e o Iphan. É o maior investimento realizado no Centro Histórico, a exemplo do Complexo Deodoro e da Praça Pedro II”, comentou o superintendente.

Para o presidente da Câmara, Osmar Filho, a obra é de grande alcance e reforça a política habitacional que tem sido implementada na gestão do prefeito Edivaldo, buscando reduzir o déficit de moradia na cidade e contemplando quem mais precisa. “O sonho da casa própria de dezenas de pessoas será materializado a partir do momento que este equipamento social e habitacional for entregue. Na condição de vereador, estamos acompanhando a evolução da obra”, destacou Osmar Filho.

O presidente da União de Moradores do Centro Histórico, Cláudio Nogueira, está acompanhando de perto o andamento das obras. Junto com a Fundação Municipal do Patrimônio Histórico, a união que reúne moradores dos bairros Desterro, Portinho e Praia Grande, realizou o cadastro dos moradores que participarão do sorteio dos apartamentos. Este é o segundo móvel do programa de habitação de Interesse Social realizado na região. O sorteio vai considerar critérios de prioridades por faixa etária, condições de mobilidade e antiguidade de moradia no Centro.

Segundo o presidente da Fumph, os investimentos em revitalização e restauração de prédios do casario histórico de São Luís que a Prefeitura vêm realizando tem como aspecto positivo a valorização do patrimônio humano. “A reabilitação de um território deste tão importante para a cidade de São Luís só pode acontecer se forem realizadas diversas ações paralelamente. Tem sido visível a mudança no centro e a quantidade de investimentos que estão sendo aplicados”, afirmou Aquiles Andrade, presidente da Fumph.

Em parceria com o Iphan, a Prefeitura tem promovido a revitalização de espaços, prédios e monumentos do Centro Histórico. Espaços como a Praça da Alegria, Complexo Deodoro, Rua Grande, Praça da mãe D´Água e Avenida Pedro II são algumas das obras que realçam a beleza arquitetônica da cidade reconhecida como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.

Além da criação de habitações para atender a famílias que vivem no local em situação vulnerabilidade social, o processo de revitalização do espaço visa ainda desenvolver projetos de caráter institucional, econômico e cultural, para promover o desenvolvimento dessas áreas e propiciar uma dinâmica maior ao local, como foi a criação da Casa do Bairro, instituição voltada ao desenvolvimento de atividades sociais destinadas aos moradores da região.

Já na visita às obras da Rua Grande, o prefeito Edivaldo e o superintendente do Iphan, Maurício Itapary, foram vistoriados os serviços de intervenções da última quadra das dez que compõem a mais importante via comercial da cidade. “Nesta fase estão sendo colocadas as canaletas de drenagem e a tubulação elétrica. Posteriormente será feita toda a parte de pavimentação e colocação do mobiliário urbano”, afirmou Maurício Itapary.

O prefeito também acompanhou os serviços de lavagem hidrotérmica em escadarias do Centro Histórico. Com a utilização de equipamento importado, de tecnologia alemã, a lavagem tem resultado mais eficiente na limpeza de praças, escadarias e ruas com pavimentação em pedras como no Centro Histórico. O trabalho foi acompanhado pelo prefeito Edivaldo, que tem investido constantemente nas ações de limpeza urbana e já contabiliza importantes resultados na área.

Prefeitura de São Luís convoca aprovados em concurso da Semfaz

A Prefeitura de São Luís anunciou a convocação de 20 aprovados no concurso público para Auditor Fiscal de Tributos I. Serão convocados 16 pessoas para o quadro geral e quatro para a área de Tecnologia da Informação da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz).

Sede da Secretaria Municipal da Fazenda de São Luís — Foto: Divulgação/Semfaz

A lista com o nome dos selecionados foi publicada no Diário Oficial do Município e está disponível no site da Secretaria Municipal de Administração (Semad). Todos os convocados devem comparecer conforme o edital, à sede da Perícia Médica de São Luís, localizada na Avenida Beira Mar próximo à antiga REFFSA, para apresentar e homologar os resultados de exames admissionais.

Em seguida, os convocados devem comparecer à Secretaria Municipal de Administração, no setor da Central de Atendimento ao Servidor (CEAT), para apresentação dos documentos exigidos para a nomeação. A sede do CEAT está localizada na Avenida Jaime Tavares, no bairro Praia Grande, em frente ao Terminal de Integração, na capital. Segundo o edital, o candidato que não comparecer nos prazos determinados para apresentar a documentação exigida não será nomeado.

Os candidatos com deficiência devem também comparecer à Perícia Médica com o laudo que comprove o grau de deficiência, de acordo com a Classificação Internacional de Doenças (CID). Caso a deficiência não se enquadrar no artigo 43 do Decreto Federal n 3.298/1999, o candidato será eliminado da lista de candidatos com deficiência e passa a fazer parte da lista geral de ampla concorrência.

Prefeitura certifica 800 estudantes por meio do programa Brasil Alfabetizado

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), certificou 800 alunos que participaram do programa Brasil Alfabetizado, iniciativa do Governo Federal executado pela gestão municipal. A cerimônia de certificação ocorreu nesta quarta-feira (31). O programa tem o objetivo de contribuir para a universalização do Ensino Fundamental, promovendo apoio às ações de alfabetização de jovens a partir dos 15 anos, adultos e idosos.

O programa é executado pela Superintendência da Área de Educação de Jovens e Adultos (Saeja/Semed). Este ciclo 2016/2018 do PBA contou 49 alfabetizadores, 10 coordenadores e 51 turmas. De acordo com a secretária Adjunta de Ensino, Maria de Jesus Gaspar Leite, na ocasião representando o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, o momento de certificação é a certeza do dever cumprido. “Cada vez que participo de uma cerimônia desta natureza, fico com a alma renovada. Entendemos que o conhecimento melhora a qualidade de vida das pessoas e a Semed vem cumprindo este dever de fomentar o conhecimento”, disse.

A superintendente de Educação de Jovens e Adultos da Semed, Áurea Borges, frisou que este era o momento de festejar a alegria do aprendizado. “Todos que chegaram até aqui são vencedores, e se chegaram até o final do curso cumprindo a meta de ser alfabetizado é porque acima de tudo teve compromisso consigo. Agora é hora de seguir em frente”, pontuou.

“Depois de meses de aprendizado tivemos êxito, pois estamos fechando este ciclo com 800 alfabetizados vencedores, que chegaram até aqui, apesar das dificuldades”, frisou a coordenadora do programa Brasil Alfabetizado, Danielle de Jesus Costa.

“Só tenho a agradecer a Deus por ter abençoado até aqui. Aprendi muito e sou grato”, resumiu Dionísio Pereira de Castro, alfabetizado.

Há 12 anos participando do programa, a alfabetizadora Maria de Lourdes revelou que o aprendizado e a motivação acontecem dos dois lados. “Nós mudamos a vida das pessoas, mas a nossa também. Eu, com 60 anos, resolvi entrar na faculdade, e estou formada há dois anos, porque acredito que temos que melhorar sempre”, falou.

Prefeitura garante circulação integral da frota de ônibus para o Enem e reforça ações de trânsito

Como apoio à realização do processo seletivo do Exame Nacional de Ensino Médico (Enem), a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), vai reforçar o disciplinamento e ordenamento do trânsito em vários pontos estratégicos e de maior fluxo durante o acesso de estudantes aos locais de prova. Além da ação no trânsito, a Prefeitura de São Luís também autorizou, por meio de portaria, a circulação integral da frota de ônibus urbano da capital. A ação, que segue orientação do prefeito Edivaldo, será realizada durante os dois domingos de prova, dia 04 e 11 de novembro.

Para a efetivação das ações de trânsito a SMTT disponibilizará um total de 60 agentes de trânsito, 15 motos e 11 viaturas nos dois dias do certame. As motocicletas serão utilizadas para chegar com agilidade aos locais de difícil acesso em decorrência de possíveis colisões e bloqueios viários.

Serão reforçadas, nos dias do Enem, as linhas de ônibus Campus/Terminal Praia Grande, Campus/Praça Deodoro, Uema/Ipase e Terminal/BR 135, garantindo assim o deslocamento dos candidatos. As empresas do Sistema de Transporte Urbano de São Luís deverão operar nos dias 4 e 11 de novembro, nas faixas de horários das 7h às 11h e das 14h às 18h, com frota total operante programada para os dias úteis.

A operação de trânsito será realizada com a intensificação do disciplinamento e orientação dos condutores, destacando as intervenções em rotatórias, bloqueio de conversões e retornos, liberação de áreas de embarque e desembarque, regularização e orientação de estacionamentos, além de ações para garantir a preferencial do fluxo no sentido das instituições de ensino, locais de realização do Enem.

A Prefeitura fará ações em pontos como Avenida Jerônimo de Albuquerque (elevado da Cohama, rotatória da Cohab); avenidas São Luís Rei de França (Faculdade Pitágoras/Fama) e São Sebastião; cruzamento da Forquilha com Cruzeiro do Anil; cruzamento do Parque Vitória, Posto Natureza; rotatória da Polícia Militar (Calhau); rotatória Avenida dos Holandeses com a Avenida Daniel de La Touche; Ceuma Anil; UNDB; Canto da Fabril; cabeceira da Ponte São Francisco; CEST (Anil); Cintra; e pontos estratégicos no Centro.

De acordo com o superintendente de trânsito da SMTT, Rodrigo Fonseca, locais não citados nesta lista podem ser inseridos de acordo com a necessidade. “As equipes de apoio de fiscalização de trânsito estarão a postos para intervir conforme a demanda e gerar fluidez no trânsito. Alertamos aos candidatos que façam o deslocamento com antecedência, evitando possíveis atrasos e transtornos na via pública”, enfatizou Rodrigo Fonseca.

Prefeitura investe na melhoria da sinalização vertical e horizontal em ruas e avenidas de São Luís

Dando continuidade às ações de melhorias no trânsito da cidade, a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior está trabalhando na implantação e revitalização da sinalização horizontal e vertical. O trabalho da Prefeitura de São Luís, que contempla os principais corredores da capital, inclui a pintura faixas de pedestres, além da instalação de semáforos e placas indicativas, entre outros serviços. A ação é coordenada pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), já foi concluída na Avenida Daniel de La Touche e segue para a Avenida São Marçal, no João Paulo.

A iniciativa reforça a preocupação da gestão do prefeito Edivaldo tanto com os condutores quanto com os pedestres. O secretário de Trânsito e Transporte, Canindé Barros, ressalta que a ação contribui para um trânsito mais seguro para todos. “Esse reforço à sinalização soma às demais iniciativas da gestão do prefeito Edivaldo para favorecer a mobilidade urbana e promover um trânsito mais seguro para todos”, disse o titular da SMTT.

A pintura das faixas está sendo realizada com tinta termoplástica que dura até quatro anos. Só na região do João Paulo e da Avenida Daniel de La Touche, são cerca 40 faixas que foram e estão sendo revitalizadas. Também estão inseridos na programação dos serviços bairros como Ponta d’Areia, especialmente a área do Espigão; Ponta do Farol; Vinhais; e avenidas como Colares Moreira, Castelo Branco, Santos Dumont, São Luís Rei de França e toda a Jerônimo de Albuquerque, até o retorno da Forquilha.

Também será reforçada a pintura das faixas que estão localizadas nas proximidades das escolas, em retornos e cruzamentos viários e em vias de grande fluxo nos bairros. De forma simultânea ao serviços que estão sendo executados ao longo do mês de novembro, serão realizadas ações educativas com a presença do mascote Joca, reforçando o disciplinamento de condutores e a conscientização dos pedestres.

Além da sinalização horizontal, com faixas de pedestres e faixas tracejadas, o trabalho inclui reforço da sinalização vertical, com a instalação de semáforos em locais como na saída da Avenida IV, no Itapiracó. “Com esse trabalho, estamos também atendendo às reivindicações da população, implantando a sinalização onde há necessidade, a fim de promover a segurança no trânsito”, reforça o secretário Canindé.

AVANÇOS

Os serviços que estão sendo executados pela Prefeitura dá continuidade ao trabalho já realizado pela gestão do prefeito Edivaldo em bairros como o Renascença II, que ganhou uma nova configuração com a intervenção realizada na região. As alterações incluíram a instalação de nova sinalização vertical, horizontal e semafórica, a fim de melhor orientar os condutores que trafegam pela região.

No Renascença, as mudanças envolveram cerca de 50 vias e além da substituição da antiga sinalização e instalação de novas placas de orientação para os condutores, a Prefeitura implantou um novo cruzamento semaforizado, com remoção do canteiro central que existia entre a Rua Mitra e a Avenida do Vale, nas proximidades da Escola Crescimento.

Os investimentos do poder público municipal para melhorar o trânsito da capital incluem, além da implantação de nova sinalização horizontal e vertical, alterações geométricas realizadas em trechos estratégicos como as Avenidas Jerônimo de Albuquerque, Africanos, São Luís Rei de França e Franceses. As melhorias já foram promovidas em mais de 30 pontos, melhorando o fluxo de veículos por toda a cidade.

Prefeitura abre Semana Lixo Zero São Luís com ação de educação ambiental para servidores

Ao longo de toda esta semana, a gestão do prefeito Edivaldo desenvolve atividades da I Semana Lixo Zero São Luís, promovida pela Prefeitura de São Luís. A programação inclui ações de educação ambiental e o combate ao descarte irregular de resíduos nas ruas da cidade com o objetivo incentivar ações sustentáveis, conscientizar as pessoas sobre a gestão de resíduos e a preservação do meio ambiente. Nesta segunda-feira (22), foi feito um trabalho de conscientização para os servidores municipais que trabalham no Palácio La Ravardière – sede da Prefeitura – para reduzir a geração de resíduos durante o expediente.

O trabalho de conscientização faz parte das ações de educação ambiental realizadas pelo Comitê Gestor de Limpeza Urbana. Ao longo de 2018, mais de 11 mil pessoas entre estudantes de escolas públicas da rede municipal, estadual e privada, além da população em geral já participaram de palestras educativas, visitas guiadas aos Ecopontos e foram mobilizadas em atividades realizadas em locais de grande concentração de pessoas. Em 2018, o número de ações de educação ambiental já realizadas representam mais que o dobro em comparação ao ano de 2017.

Segundo a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, este trabalho de conscientização é fundamental para que a população adote práticas Lixo Zero. “Ser um cidadão Lixo Zero é ser um cidadão preocupado com a redução da geração de resíduos no seu dia a dia. Para isto, podem ser adotadas medidas como usar uma caneca em substituição do copo descartável, priorizar a utilização de ecobags no lugar de sacolas plásticas, usar canudos reutilizáveis entre outras que contribuam para o meio ambiente”, afirmou.

CIDADÃOS CONSCIENTES

Servidores municipais que trabalham na sede da Prefeitura receberam dicas de práticas mais sustentáveis no seu dia a dia

Durante o dia, o Cidadão Limpeza Cidade Beleza visitou todos os setores da Prefeitura e conversou com os servidores sobre a importância de adotar práticas mais sustentáveis. Isolda de Assunção disse que está sempre atenta no seu dia a dia para evitar desperdício e evita o uso de descartáveis. “Eu sei que um copo demora vários anos para se decompor na natureza e se a gente somar todos os copos que usamos no dia a dia já é um prejuízo enorme, por isso, eu uso o menos possível”, afirmou.

Quem também está preocupada com o meio ambiente e não joga lixo na rua é Talita Oliveira. “Se cada um de nós tivermos atitudes simples no dia a dia, conseguimos fazer a diferença, por isso, eu não jogo lixo na rua e sempre que posso, ando com uma garrafinha na bolsa para beber água”, conta. Até o fim de semana o Cidadão Limpeza Cidade Beleza vai voltar à Prefeitura para “fiscalizar” se de fato as pessoas começaram a mudar seus hábitos.

A servidora Talita Oliveira recebeu as dicas de práticas Lixo Zero do Cidadão Limpeza Cidade Beleza

PROGRAMAÇÃO

A programação da I Semana Lixo Zero São Luís segue até a quinta-feira (25) com diversas atividades pela cidade. Entre as ações programadas estão palestras em escolas, atividade de mobilização social no Terminal de Integração da Praia Grande, ação de combate ao descarte irregular e uso dos Ecopontos entre outras ações.

A Semana Lixo Zero é uma plataforma mobilizadora por nichos que tem como objetivo empoderar e trazer soluções para que a meta Lixo Zero seja alcançada. Seu objetivo é mobilizar o maior número possível de organizações a realizar um evento Lixo Zero e conscientizar as comunidades a se tornarem Lixo Zero.

SAIBA MAIS – COMO SER LIXO ZERO?

Ecobag: tenha sempre sacolas reutilizáveis consigo estando sempre preparado para uma eventual compra;
Canudo reutilizável: tenha sempre com você um canudo reutilizável;
Copo reutilizável: carregue sempre uma garrafa ou copo reutilizável. Se esquecer o seu, solicite um durável ao estabelecimento;
Guardanapo: leve o seu próprio guardanapo de pano;
Embalagens reutilizáveis: leve com você seus próprios recipientes para comprar comida e levar as sobras;
Talheres: leve o seu próprio kit de talheres ou peça opções duráveis no local;
Supermercado: opte sempre por refis, ao invés das embalagens. Uma vez que você possui a embalagem, pode comprar o refil para enchê-las. Além de proteger o meio ambiente, você economiza na hora da conta.

O QUE É SER LIXO ZERO?

Lixo Zero é uma meta ética, econômica, eficiente e visionária para guiar as pessoas a mudar seus modos de vidas e práticas de forma a incentivar os ciclos naturais sustentáveis, onde todos os materiais residuais são projetados permitindo seu uso no pós-consumo. Lixo Zero significa projeto de produto e gerenciamento de processos para evitar e eliminar sistematicamente o volume e a toxicidade dos resíduos e materiais, conservar e recuperar todos os recursos e não aterrar ou incinerá-los. Ao implementar o Lixo Zero, todos os descartes para a terra, água e ar são evitados, o que são uma ameaça à saúde do planeta e dos seres vivos.

Prefeito Edivaldo participa de festa no Circo Escola para crianças atendidas pela Prefeitura

O picadeiro do Circo Escola, programa social executado pela Prefeitura de São Luís, foi palco de muitas brincadeiras, animação e alegria na manhã especial de lazer promovida, nesta quinta-feira (18), para as crianças e adolescentes atendidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), na capital. A iniciativa, que integra a programação de atividades desenvolvidas pela Prefeitura em comemoração ao Dia das Crianças – 12 de outubro – contou com a presença do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Cerca de 400 crianças participaram da ação, oportunidade na qual também puderam aprender um pouco da arte circense, com integrantes do grupo O Circo tá na Rua.

No evento, Edivaldo acompanhou as atividades desenvolvidas especialmente para promover momentos de interação e socialização à garotada da região. “Aqui no Circo Escola a nossa gestão já promove diversas atividades de cidadania, artísticas e culturais para o desenvolvimento educacional e psicossocial das crianças e, hoje, celebramos mais um dia especial em que elas puderam brincar, aprender e se socializar. A alegria e espontaneidade delas nos encanta e também nos estimula a fazer cada vez mais por cada menino e menina da nossa cidade”, afirmou o prefeito, que esteve acompanhado da primeira-dama Camila Holanda; do vice-prefeito, Julio Pinheiro; e da secretária municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), Andréia Lauande.

Além das brincadeiras, houve ainda distribuição de brinquedos, lanches, apresentação da Turma Mateus Kids, do Grupo Mateus, parceiro da ação, entre outras atrações culturais. Também presente ao evento, o vice-prefeito Julio Pinheiro destacou o trabalho desenvolvido pela gestão municipal voltado às crianças. “A gestão do prefeito Edivaldo tem investido em ações da Assistência Social, visando à proteção, à inclusão e ao desenvolvimento saudável de nossas crianças”, observou Julio Pinheiro.

Segundo a secretária municipal da Criança e Assistência Social, Andréia Lauande, o programa Circo Escola está incluído no grupo de equipamentos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Atende mais de cinco mil pessoas de 60 bairros e tem parceria de rede socioassistencial formada por 58 entidades conveniadas. São assistidas crianças até seis anos; crianças de seis a 15 anos; adolescentes de 15 a 17 anos; e idosos.

“Na gestão do prefeito Edivaldo, todo dia é Dia das Crianças, porque trabalhamos incessantemente para promover o seu bem-estar. Todas as crianças e adolescentes atendidos pelo Circo Escola ou outra ação executada nas demais instituições sociais mantidas pela Prefeitura, participam das atividades desenvolvidas sempre no contraturno escolar, para que esse tempo seja utilizado de forma criativa e educativa. Nossas políticas públicas são voltadas as todas as crianças, independentemente do território a qual pertença”, ressaltou Andreia Lauande.

A secretária afirma ainda que, além do Circo Escola, a Prefeitura desenvolve ações socioassistenciais em mais 62 entidades conveniadas, além da Casa do Bairro e o Centro de Convivência da Vila Luizão.

BRINCADEIRAS

São para crianças como os garotos Davi Castro, 12 anos, e Alessandro, 11 anos, que as ações são destinadas. No evento, eles participaram ativamente das brincadeiras e se interessaram em aprender a arte dos malabares, com a orientação da arte educadora. “Eu adoro circo e sempre fico admirado quando vejo os malabaristas fazendo aquelas apresentações. Por isso quis tentar aprender. Acho que se eu treinar um pouco mais consigo fazer melhor as manobras”, disse Alessandro.

Já a estudante Anna Hadassa, 6 anos, era pura animação ao tentar usar um brinquedo artesanal que nunca tinha visto: o pé de lata. “É muito divertido andar com o pé de lata e eu adorei participar de todas as brincadeiras aqui”, disse a menina.

INCLUSÃO

O Circo Escola foi criado com a proposta de promover inclusão social e ofertar atividades a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. No espaço são desenvolvidas ações como oficinas de capoeira, música, dança, rodas de leitura e outros. Além da qualificação e do lazer, as atividades realizadas buscam fortalecer o sentimento de pertencimento e identidade, valorizando e respeitando as configurações sociais, locais, assim como os costumes, história e cultura.

Também estiveram presente ao evento no Circo Escola, a coordenadora geral do Cras São Luís, Keli Cristiane; a coordenadora do Cras Cidade Operária, Noly Luzeiro; a superintendente da Proteção Social Básica da Semcas, Rosângela Miranda; a superintendente de Articulação Institucional da Semcas, Daniela Araújo; a coordenadora do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, Catiane Santos Sousa; a presidente da ONG Natureza, Arte, Vida e Educação (NAVE), organismo com a qual a Prefeitura de São Luís firmará convênio para a realização de atividades na área, no Circo Escola.

Prefeitura convoca titulares do sorteio do Minha Casa, Minha Vida para entrega de documentação

A Prefeitura de São Luís convoca os sorteados como titulares,para aquisição de imóveis dos residenciais Morada do Sol I e II,para apresentação dos documentos comprobatórios das informações prestadas por ocasião da inscrição no Cadastro Habitacional de Interesse Social da Prefeitura.A entrega da documentação se dará por ordem alfabética. Os contemplados no certame do programa habitacional federal ‘Minha Casa, Minha Vida’ para os residenciais devem comparecer à Central de Atendimento Habitacional (localizada na Avenida Marechal Castelo Branco, nº 565 – São Francisco), para formalizarem a documentação. A apresentação dos documentos deve ser realizada no período de 15 de outubro a 21 de novembro, das 8h às 16h, respeitando a tabela de atendimento.

Neste primeiro momento foram sorteadas mais de duas mil casas dos residenciais Morada do Sol I e II, localizados no Maracanã; com o sorteio a gestão do prefeito Edivaldo amplia oportunidades para famílias que sonham em adquirir a casa própria por meio do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’.

O edital de convocação com a tabela de atendimento, bem como a lista de beneficiários podem ser acessados por meio do endereço habitacao.saoluis.ma.gov.br/. O atendimento obedecerá ordem alfabética conforme consta no edital Nª 05/2018 disponível no site.

De acordo com o secretário de Urbanismo e Habitação (Semurh), Mádison Leonardo Andrade, após o prazo estabelecido, os beneficiários que não formalizarem seus dossiês com a documentação necessária terão seu processo indeferido. “Os convocados foram contemplados nos sorteios do dia 9 de outubro de 2018, que corresponde ao residencial Morada do Sol I e II localizados no bairro Maracanã. É importante que eles fiquem atentos ao prazo porque, após este período, eles serão considerados como desistentes”, ressalta o secretário.

A aquisição do imóvel, pelos contemplados no sorteio, se dará pela contratação de financiamento habitacional subsidiado pelo programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, junto à Caixa Econômica Federal, atendendo a regras específicas, conforme determinação do Ministério das Cidades; devendo o candidato preencher, simultaneamente, todas as condições previamente estabelecidas pelo edital.

CRONOGRAMA DE ATENDIMENTO PARA SELECIONADOS/SORTEADOS TITULARES

 
LETRAS DATA DE ATENDIMENTO
A,B e C 15, 16 e 17 DE OUTUBRO
D, E e F 18,19 e 22 DE OUTUBRO
G,H,I e J 23,24 e 25 DE OUTUBRO
K,L e M 26,29 e 30 DE OUTUBRO
N,O,P e Q 31 DE OUTUBRO/ 1º E 05 DE NOVEMBRO
R,S,T,U 06,07 E 08 DE NOVEMBRO
V,W, X, Y e Z 09,12 E 13 DE NOVEMBRO
RETARDATÁRIOS 19,20 E 21 DE NOVEMBRO

OS SORTEADOS DEVERÃO COMPARECER PORTANDO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

GRUPO 01 – IDOSOS
a) RG/ CPF atualizados (original e cópia)
b) Certidão de Nascimento e/ou Casamento atualizados (original e cópia)
c) Comprovante de Renda atualizado (original e cópia) para aqueles que
possuem vínculo empregatício
d) Comprovante de Residência atualizado (original e cópia)
GRUPO 02 – DEFICIENTES
a) RG/ CPF atualizados (original e cópia)
b) Certidão de Nascimento e/ou Casamento atualizados (original e cópia)
c) Comprovante de Renda atualizado (original e cópia) para aqueles que
possuem vínculo empregatício
d) Comprovante de Residência atualizado (original e cópia)
e) Laudo médico (original)
GRUPO 03 – MULHERES CHEFES DE FAMÍLIA
a) RG/ CPF atualizados (original e cópia)
b) Certidão de Nascimento ou Casamento ou Averbação atualizados
(original e cópia)
c) Comprovante de Renda atualizado (original e cópia) para aqueles que
possuem vínculo empregatício
d) Comprovante de Residência atualizado (original e cópia)
f) Cartão Bolsa Família
GRUPO 4 – MORADORES DE ÁREA DE RISCO
a) RG/ CPF atualizados (original e cópia)
b) Certidão de Nascimento e/ou Casamento atualizados (original e cópia)
c) Comprovante de Renda atualizado (original e cópia) para aqueles que
possuem vínculo empregatício
d) Comprovante de Residência atualizado (original e cópia)
e) Declaração de ente público ou laudo da Defesa Civil
GRUPO 5 – GERAL
a) RG/ CPF atualizados (original e cópia)
b) Certidão de Nascimento e/ou Casamento atualizados (original e cópia)
c) Comprovante de Renda atualizado (original e cópia) para aqueles que
possuem vínculo empregatício
d) Comprovante de Residência atualizado (original e cópia)

Prefeitura abre edital para lançamento de livros na 12ª Feira do Livro de São Luís

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult) divulgou o Edital Nº 03/2018 de credenciamento para lançamento de livros de autores maranhenses para compor a programação da 12ª Feira do Livro de São Luís (FeliS), que ocorrerá no período de 16 a 25 de novembro de 2018, no Multicenter Sebrae. Maior evento literário do Maranhão, a FeliS é realizada pela Prefeitura via Secult e Secretaria Municipal de Educação (Semed). A edição deste ano traz o tema “A Brasilidade na Cultura Contemporânea” e o patrono será Graça Aranha.

De acordo com o edital, a inscrição poderá ser realizada pelo autor, co-autor ou responsável legal pela obra, desde que atenda aos requisitos do documento: ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada pelo proponente; resumo da obra para fins de apresentação no momento do lançamento; entregar um exemplar da obra no momento da inscrição, devidamente autografado, que após o lançamento será doado à Biblioteca Pública Municipal José Sarney e ser uma obra publicada no ano de 2018.

A ficha de Inscrição estará disponível no anexo da Chamada Pública no endereço eletrônico da Prefeitura de São Luís: www.saoluis.ma.gov.br, no menu “Editais”. Para realizar a inscrição, os interessados devem entregar a documentação na sede da Secult, situada na Rua do Mocambo, nº 253, Centro, São Luís – MA, até o dia 22 de outubro de 2018, das 13h às 18h, de segunda a quinta-feira, e das 8h às 12h, às sextas-feiras.

A lista com os nomes das obras e autores selecionados será divulgada no site da Prefeitura de São Luís, menu “Editais”, no dia de 25 de outubro. As sessões de lançamentos terão duração, no máximo, de 40 minutos, sequenciada pela sessão de autógrafo com o mesmo tempo de duração. A data e horário de cada lançamento será definido no ato da entrega da ficha de inscrição, conforme indicação do escritor.

12ª FELIS

A 12ª FeliS será realizada no período de 16 a 25 de novembro, no Multicenter Sebrae, espaço localizado em área privilegiada da cidade, de fácil acesso e com estrutura física com capacidade para receber grandes eventos, além de contar com amplo estacionamento.

“A FeliS é um movimento que dialoga com ações que apontam o livro e a literatura como instrumento de transformação e de inclusão social, fato que a consagrou como um dos mais importantes projetos culturais do Estado. Apresenta relevante extensão social, reunindo mais de 20 mil estudantes da rede municipal e estadual, além de jovens e visitantes de outras cidades”, pontua o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão.

O evento já homenageou como patronos grandes expoentes da literatura maranhense e brasileira. Esta 12ª edição, traz o tema “A Brasilidade na Cultura Contemporânea” e o patrono será Graça Aranha, escritor maranhense considerado um dos articuladores do movimento que renovou a literatura e a cultura brasileira, repensando identidades e a busca por referências estéticas que fossem próprias do Brasil: a Semana de Arte Moderna.

É dele a conferência de abertura do movimento cultural realizado no Teatro Municipal de São Paulo, em 1922, intitulada “A emoção estética na arte moderna”. Foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras (ABL) e autor do romance “Canaã”, sua principal obra. O ano de 2018 marca, ainda, seus 150 anos de nascimento.

Além do patrono, a FeliS irá prestar homenagens especiais aos também maranhenses Joaquim Gomes de Souza e João Antonio Coqueiro, o Coqueiro, ambos matemáticos de destaque nacional.

Prefeitura investe em ações de segurança à saúde do paciente e reduz infecções na UTI do Socorrão II

A Prefeitura de São Luís reduziu em cerca de 50% a incidência de casos de infecções do trato urinário associada ao uso de cateter vesical em pacientes internados na UTI do Hospital Municipal de Urgência e Emergência Dr. Clementino Moura (Socorrão II). Esse é um dos dados positivos que já resulta da implementação do programa ‘Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil’, do Ministério da Saúde (MS), desenvolvido na unidade pela Secretaria Municipal da Saúde (Semus). O programa estabelece metas e iniciativas procedimentais visando à redução do índice de infecção nas unidades públicas de emergência do país. A ação integra a política de saúde da gestão do prefeito Edivaldo.

As ações implementadas no Socorrão II contam com o assessoramento de profissionais do Hospital Sírio Libanês. O objetivo principal do projeto é diminuir as Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS), o que tem sido feito pela adoção de medidas simples de prevenção, parametrizadas por uma metodologia proposta pelo Institute of Healthcare Improvement (IHI), instituição sediada em Boston, nos Estados Unidos, que fomenta a qualificação da gestão nos serviços de saúde, através do modelo de melhoria.

Os resultados positivos e as estratégias que resultaram na melhora dos indicadores na área, no Socorrão II, foram apresentados na última semana pelo Núcleo de Acesso à Qualidade Hospitalar (NAQH), no Congresso Internacional de Gestão de Serviços de Saúde, promovido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte. O Núcleo responsável pela implementação das ações na área foi criado na gestão do prefeito Edivaldo.

REDUÇÃO DE INFECÇÕES

De acordo com o levantamento, antes da implantação do programa, o Socorrão II apresentava uma incidência de infecções por uso de cateter vesical em torno de 8.17 por paciente/dia. Atualmente, esse número caiu para 4.2, alcançando, em apenas oito meses, quase 100% da meta de 4.31 por paciente/dia, estabelecida para um período de 24 meses.

As iniciativas implementadas na unidade também já conseguiram baixar a densidade de incidências de infecções associada ao uso de cateter venoso central. Com a implementação das iniciativas visando à segurança do paciente internado na UTI da unidade, o Socorrão II apresentava uma densidade de incidência em torno de 12.05 por paciente/dia e hoje esse valor é de 5.68, sendo que a meta de redução desse problema na unidade é de 4.05, estabelecida para ser cumprida também no período de dois anos.

Outro dado positivo relativo à redução da incidência de infecções no Socorrão II diz respeito também à diminuição dos casos de pneumonia associada à ventilação mecânica. Anteriormente ao programa, a unidade registrava uma densidade de cerca de 10.87 por paciente/dia com esse tipo de infecção. Atualmente, esse número caiu para 8.05, sendo que a meta estabelecida para a diminuição desses casos é 4.96 por paciente/dia, em 24 meses.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, a meta do programa é reduzir em 50% o índice de infecções na UTI do Socorrão II, em um prazo de 24 meses, e promover melhorias contínuas visando à redução das IRAS, que são consideradas eventos adversos relacionados à assistência, com indicação de notificação no Sistema Notivisa da Vigilância Sanitária.

“Estamos evoluindo positivamente para alcançarmos as metas de redução desses casos no tempo previsto, no Socorrão II. E como vemos, em apenas oito meses já conseguimos bater a meta de diminuição do número de infecção por uso de cateter vesical e reduzir significativamente a incidência de outros tipos de infecção. Isso é fruto de um criterioso trabalho desenvolvido na unidade pela gestão do prefeito Edivaldo com esse objetivo, o que inclui a execução de um plano de ações estratégicas, adotando medidas que fortaleçam a cultura de segurança nessa unidade de saúde”, afirmou Lula Fylho.

AÇÕES ESTRATÉGICAS

Segundo a coordenadora do Núcleo de Acesso à Qualidade Hospitalar (NAQH), Manuela Veiga Dias, a redução significativa do índice de infecções associadas a esses fatores, na UTI da unidade, deve-se à execução de um plano de ações estratégicas que incluem medidas de fortalecimento da cultura de segurança naquela unidade de saúde. As iniciativas visam melhorar a segurança dos pacientes suscetíveis às infecções relacionadas ao uso de dispositivos utilizados nas UTIs, como cateter venoso central, ventilação mecânica e cateter urinário. A meta do projeto é reduzir as infecções causadas por esses diapositivos em pelo menos 50%, em um período de dois anos.

A diminuição do uso desses instrumentos na UTI foi considerada fundamental para redução do índice de infecção. Segundo a coordenadora, isso foi feito por meio da implementação de práticas, procedimentos e análises caso a caso para avaliar se o paciente preenche de fato os critérios para usar os dispositivos, como os que necessitam de ventilação mecânica, sedados e acamados, por exemplo.

Ainda conforme a coordenadora, com a implementação do programa a unidade já conseguiu também padronizar curativos, fixação de sonda no paciente e desenvolver melhores práticas relacionadas à prevenção de pneumonias associadas à ventilação mecânica e infecção de correte sanguínea.

Entre as iniciativas de prevenção também estão a implantação de protocolos como os de Cirurgia Segura, de Prevenção de Queda, de Notificação e Tratativa de Incidentes, de Identificação do Paciente, de Lesão por Pressão e de Prescrição Segura e a aplicação de uma avaliação da cultura de segurança no hospital.

O trabalho no Socorrão II é desenvolvido por equipes compostas por servidores da própria UTI da unidade, que desenvolvem ações voltadas ao controle e à prevenção das IRAS, entre eles médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeuta, entre outros profissionais. Para isso, foram formadas equipes e frentes de trabalho que planejam e executam ações para o aprimoramento da assistência prestada aos pacientes no cuidado intensivo.

As experiências exitosas desenvolvidas pela maior unidade de urgência e emergência da capital maranhense, e que resultaram também na melhoria do atendimento ao paciente internado na UTI da unidade, foram destacadas positivamente pela coordenadora do programa ‘Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil’ pelo Sírio-Libanês, Ethel Maris Schröder Torelly.

“As ações implementadas no Socorrão II estão sendo muito importantes para a transformação da cultura de segurança no hospital. Os trabalhos apresentados no congresso demonstram um forte engajamento para a mudança no cuidado em saúde. E este processo liderado pela direção da unidade tem sido disseminado aos profissionais da saúde que cuidam diretamente do paciente. A adesão às práticas propostas no programa ‘Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil’ estão sendo incorporadas da melhor forma possível pelo hospital e isto só resultará em melhoria no cuidado ao paciente com a redução de infecções em UTI, que é o objetivo principal desta iniciativa proposto pelo Ministério da Saúde, com o apoio do Hospital Sírio-Libanês. É de grande importância o compartilhamento destas práticas em atividades científicas como foi neste congresso”, observou Ethel Maris Schröder Torelly.

EXPERIÊNCIAS

No evento, os técnicos do NAQH apresentaram seis experiências exitosas. Entre os profissionais que conduzem o trabalho no Socorrão II e que participaram do evento estavam a coordenadora do NAQH, Manuela Veiga; a gestora administrativa, Fábrica Cavalcante Rocha; a enfermeira responsável pelo time de infecção de corrente sanguínea, Sara Serra; o enfermeiro responsável pelo time de infecção urinária, Cesar Cipriano; a fisioterapeuta responsável pelo time de pneumonia, Raissa Estrela; e as responsáveis pelo time de inserção da família no cuidado, Jakeline Rebouças e Giselle Bayma.

Entre as ações exitosas implementadas no Socorrão II, apresentadas no congresso, estão o Processo Ronda de Liderança, por exemplo. A ação consiste na aplicação de um questionário, pela gestão da unidade de saúde, aos funcionários. O roteiro de perguntas é baseado em estudos acerca da segurança do paciente e da qualidade do cuidado. O resultado dos questionários gera um planejamento para a solução de possíveis problemas identificados durante a pesquisa.

“Foi excelente participar desse momento de compartilhamento de experiênciaS exitosas na área de segurança à saúde do paciente. Nossos trabalhos apresentados no evento foram muito elogiados e a maioria deles já era do conhecimento de alguns participantes, pois já havíamos apresentado algumas de nossas experiências em outros congressos. Práticas como a Ronda de Liderança são de vanguarda no Brasil e mais ainda na saúde, pois não existem artigos publicados a respeito e nós somos pioneiros nessa iniciativa”, enfatizou a coordenadora do NAQH, Manuela Veiga.

Também foram apresentadas as ações desenvolvidas para inserção da família no cuidado do paciente. A iniciativa visa orientar os familiares sobre condutas pertinentes ao processo de internação, esclarecer dúvidas, estreitar a comunicação e ampliar a participação da família na UTI. A pesquisa apresentada no congresso aponta que 89,8% dos familiares aderiram à atividade que era feita por meio de rodas de conversa.

Também destacaram outras experiências desenvolvidas no Socorrão II da Avaliação da Cultura de Segurança; do Kanban como ferramenta de gestão de leitos e análise do perfil de pacientes; do estudo do perfil dos incidentes notificados; e do uso do modelo de melhoria como estratégia nas práticas de prevenção de infecções relacionadas à saúde.