Polícia Federal do Maranhão desarticula quadrilha de tráfico de drogas

A Polícia Federal no Maranhão, por meio da Delegacia de Repressão a Drogas (DRE), deflagrou na manhã de hoje, em São Luís, a 2ª Fase da Operação “MD”, com o objetivo de desarticular um grupo criminoso especializado no tráfico de drogas utilizando-se dos Correios.

A Polícia Federal cumpriu cinco Mandados de Prisão Temporária e quatro Mandados de Busca e Apreensão em São Luís. As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Estadual do Maranhão, com o objetivo de colher provas do crime que auxiliassem nas investigações.

Na 1ª fase da operação, em abril deste ano, quatro pessoas foram presas em São Luís e uma em Teresina. A partir dos interrogatórios e da análise de algumas mídias, foram identificados os outros integrantes do grupo criminoso especializado na distribuição de ecstasy e LSD, além de cocaína, skunk e maconha, em festas na capital maranhense, especialmente em eventos de música eletrônica, onde há grande concentração de jovens.

A equipe de investigação interceptou várias encomendas contendo as substâncias entorpecentes que chegavam até os investigados, via postal, proveniente dos estados do Rio de Janeiro, Pernambuco e Mato Grosso do Sul.

Os envolvidos foram conduzidos à Superintendência de Polícia Federal no Maranhão, onde serão indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico, crimes previstos nos arts. 33 e 35 da Lei nº 11.343/06. Caso sejam condenados, responderão por penas que chegam até 15 anos de reclusão.

“MD” são as letras iniciais da substância (metileno-dióxido) que compõe o ecstasy, uma das principais drogas traficadas pelo grupo criminoso.

Racista que mandou matar namorado da filha é preso em Caxias

Foi preso em Caxias, há 360km de São Luís, nesta sexta-feira (18), Raimundo Nonato Ferreira Neves, de 60 anos, acusado de mandar matar o jovem Emanoel de Oliveira Reis, de 20 anos, executado por criminosos no dia 18 de abril, em Duque de Caxias (RJ).

Segundo a polícia da Baixada Fluminense, Ferreira não aceitava o relacionamento da vítima com sua filha por Emanoel ser negro. O acusado teria contratado uma quadrilha para matar o rapaz.

Natural de Caxias, mas morando há 40 anos no Rio de Janeiro, Raimundo Nonato estava escondido na casa de uma irmã, no Centro, e se mudou para um sítio na localidade Junco, após saber que policiais civis estavam em sua procura.

Quadrilha é presa em Miranda do Norte

Uma operação da Polícia Civil do Maranhão capturou um gruppo criminoso em Miranda do Norte, na manhã desta segunda-feira (14).

Leandro Costa da Silva, 24 anos, Vangreson Ferreira Lima, 32 anos, Juranilton Oliveira, 29 anos, Genésio Martins Mendes Filho, 37 anos, foram presos pelos crimes de associação criminosa, posse irregular de arma de fogo e munição de uso restrito, posse irregular de arma de fogo comum, tráfico e receptação de drogas.

Os homens foram presos no Bar da Maria Cumbu, em posse de uma pequena porção de entorpecentes, segundo a polícia.

Na residência de Leandro Costa da Silva, conhecido como Léo Cigano, contra quem a polícia tinha um mandado de busca e apreensão, foram encontrados uma pistola, dois carregadores, 37 munições, uma garrucha, duas motos roubadas e duas baterias de trens da Vale, cada uma avaliada em R$ 14 mil.

Léo Cigado é apontado ainda como o autor de um homicídio de uma pessoa de Pirapenas, ocorrido há três meses em Cantanhede.

Polícia prende quadrilha especializada em roubo de gado em Cururupu

Uma operação coordenada pela Polícia Civil e Militar, realizada nesta quarta-feira (9), resultou na prisão de José Luiz Mondego, José Leônidas Mondego Neto, Adenilton Silva Reis e José Magno Rodrigues Júnior, suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em roubo de gado no município de Cururupu, região da baixada maranhense.

A operação batizada de “Abate” foi realizada após meses de investigações e que desmontou um mega esquema de furto e comercialização de gado na região. Segundo as autoridades policiais, o quarteto é responsável pelo furto de mais de dez animais.

Carro-forte é atacado por quadrilha e tomba na BR-316

Uma quadrilha tentou assaltar um carro-forte na noite desta quinta-feira (23), na BR-316, entre os municípios de Timon e Caxias.

De acordo com a capitã Tyciane Ibiapina, do 11º Batalhão da Polícia Militar, criminosos em três veículos atiraram contra um carro-forte na BR- 316, próximo ao Portal da Amazônia.

“Eles atiraram contra o carro e o motorista não parou. Um dos tiros atingiu o pneu do carro-forte e ele tombou na estrada. Eles não conseguiram levar nada”, explicou a capitã Ibiapina.

Esta seria a terceira vez em 48 horas que um carro-forte é alvo de bandidos nas estradas entre o Piauí e o Maranhão.

Segundo a polícia de Timon, o carro de valores seguia de Codó para Teresina, e os assaltantes estavam em uma SW4 branca, e dois Mercedes Sedan.

No capotamento, o motorista do carro-forte ficou preso às ferragens e foi socorrido pela ambulância do Samu. Participaram do socorro o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Civil do Maranhão, e o Greco, do Piauí. O vigilante estava com escoriações pelo corpo e havia suspeita de que teria fraturado uma das pernas. Ele foi levado para o HUT (Hospital de Urgência de Teresina) e estava consciente.

A Polícia encontrou capsula de armamento pesado como AK47 e ponto 50. Há suspeita de que o bando é o mesmo que atuou no ataque aos veículos nas BRs 316 e 343.

BR fica totalmente interditada

O trecho da rodovia ficou interditado durante o resgate do vigilante. A BR só foi liberada após a chegada de outro veículo da Prosegur, que retirou o dinheiro do carro-forte. O vigilante ficou por cerca de 2h debaixo do veículo. Ao ser resgatado, ele foi aplaudido por todos os presentes.

Com informações de Cidadeverde.com

Presa quadrilha especializada em roubo de cargas de cigarro no Maranhão

Três homens acusados de integrar uma quadrilha especializada em roubo de cargas de cigarro foram presos no Maranhão, durante uma operação da Polícia Civil.

Seis mandados de prisão foram expedidos, e Raimundo Ferreira (52), Aleciano dos Santos Reis (31) e João Alberto Chaves Júnior (30) acabaram presos nesta quarta-feira (07), em Barra do Corda e São Luís.

Segundo a polícia, os valores em cargas roubadas chegam a mais de R$ 380 mil.

A quadrilha era formada por pessoas já conhecidas da polícia, cada um deles com dois mandados de prisão em aberto, um cumprido em Grajaú.

Os mandados são referentes a um inquérito aberto por roubos em Santa Inês e Chapadinha, em 2017.

Os presos foram encaminhados ao Centro de Observação Criminológica e Triagem de São Luís, ficando agora à disposição da Justiça.

Quadrilha que assaltava no Sítio do Físico é presa

Oito suspeitos de integrar uma quadrilha que praticava assaltos regularmente no Sítio do Físico, em São Luís, foram presos pela Polícia Miliar, na manhã desta quinta-feira (1º).

Entre os assaltantes, dois são mulheres. O grupo foi levado para a delegacia de Polícia Civil do Anjo da Guarda.

Junto com a quadrilha foram apreendidos uma arma, um colete, algema, roçadeira e uma motosserra.

Polícia Civil prende quadrilha que assaltou banco em Dom Pedro nesta sexta (26)

Na noite desta sexta-feira, 26, a Polícia Civil conseguiu prender cinco suspeitos de participarem do assalto a banco no município de Dom Pedro, a 324 km da capital. A prisão é resultado das investigações e buscas realizadas desde a madrugada, pouco após a ocorrência.

No assalto, a quadrilha explodiu o caixa da agência do Banco do Brasil e chegou a trocar tiros com policiais da cidade, fugindo em seguida. O grupo foi autuado em flagrante e encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís.

“Após o acontecido, ainda na madrugada, percorremos a área na busca dos integrantes da quadrilha e conseguimos encontrá-los. Com eles apreendemos armas, material para produção de explosivos, drogas e dinheiro queimado, provavelmente do assalto. Indícios que comprovam a ligação entre eles e a participação no crime”, destacou o titular da Delegacia de Dom Pedro, que também responde pela Delegacia de Gonçalves Dias, Humberto Alves Júnior.

Os cinco homens foram detidos em diferentes pontos da zona rural de Gonçalves Dias e Governador Archer. Um dos detidos, o advogado Joaquim Avelino Sobrinho Filho, 32 anos, é apontando como mentor da quadrilha e responsável por garantir a logística de transporte e recursos para os assaltos. Com ele a polícia encontrou um montante de dinheiro queimado e diversos itens utilizados para produção de explosivos.

Os demais presos seriam ‘olheiros’ da quadrilha que eram pagos, entre outros, para monitorar a segurança na agência e informar o momento dos ataques. José Araújo Ferreira, 59 anos; Leandro Ferreira da Silva, 23 anos, que tem contra si acusações de tráfico de drogas e homicídio; e Fabiano Araújo Martins, 23 anos, que teria sido contratado pelo advogado e em depoimento o entregou à polícia como partícipe do crime. Ainda, Josiel José de Sousa, 56 anos, fazendeiro e suspeito de municiar a quadrilha. Com ele a polícia encontrou várias armas.

A quadrilha é suspeita, ainda, de participação no ataque a agência bancária em Senador Alexandre Costa e tem ligação com grupos de outros estados, especializados em assaltos a banco. Entre os crimes pelos quais os membros da quadrilha podem ser indicados estão homicídio, tráfico de drogas, sequestro, formação de quadrilha, porte ilegal de arma de fogo, associação para o crime, roubo e organização criminosa. “Cada um será indiciado pelo crime ou crimes que cometeu”, reforça o delegado Humberto Júnior.

Equipes do Centro Tático Aéreo (CTA) e do Comando de Operações e Sobrevivência em Área Rural (Cosar) também participaram das buscas e prisões dos envolvidos.

Membros de quadrilha que rouba carros de luxo são presos

Dois homens que participam de uma quadrilha de Brasília e Goiás especializada no roubo de carros de luxo e repasse a preços abaixo do valor de mercado foram presos no Maranhão nesta terça-feira (31).

Américo Azevedo Júnior, que é maranhense, e Andreilson Jacone da Costa foram presos durante uma operação da Polícia Civil, realizada no município de Miranda do Norte (MA).

Os dois vinham sendo monitorados pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV-MA) desde agosto deste ano, segundo informações da polícia.

Américo conduzia um carro roubado quando foi preso e os dois homems foram encaminhados ao Completo Penitensiário de Pedrinhas.

Senarc apreende cerca de 300kg de maconha na Raposa

Durante operação deflagrada pela Polícia CIvil, por intermédio da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC), no município de Raposa/MA, na noite de ontem (15), foi efetuada a prisão de quatro homens com cerca de 300kg de maconha prensada, dinheiro, celulares e arma branca.

Os homens foram identificados  como Carlos Cesar Rabelo Serra, Joarbson Silva Cutrim, Paulo Roberto dos Reis Santos, e João Fernando Nascimento dos Santos.

Segundo a polícia, Joabson e Carlos estavam transportando 50kg de maconha em um Corsa hatch, quando foram abordados por policiais da Senarc, após transporem uma barreira policial realizada na Rodovia MA 203, que dá acesso ao município de Raposa/MA.

Em seguida, os policiais se deslocarem até uma residência localizada na Rua São João, Bairro Vila Nova, Raposa/MA, onde João Fernando e Paulo Roberto foram encontrados com masi 250kg de maconha.

Os quatro homens foram, primeiro, encaminhados à sede da Senarc, sendo autuados por tráfico de drogas e associação ao tráfico, sendo depois encaminhados para o Centro de Triagem de Pedrinhas, onde se encontram à disposição do Poder Judiciário.