OPINIÃO | A saúde eficaz do Maranhão

A crise econômica nacional levou mais de 60 mil usuários a deixarem os planos de saúde, entre junho de 2017 e junho de 2018. Os dados são do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS). Outro estudo divulgado pelo Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) do Ministério da Saúde mostra que mais de 34 mil leitos de internação foram fechados no país, nos últimos oito anos, na rede pública de saúde.

Vários estados e municípios fecharam hospitais, UPAs, atrasam salários dos profissionais de saúde. Situação que revela a gravidade da saúde pública no país. Como consequência, brasileiros, sobretudo os mais pobres, sofrem nas intermináveis filas para atendimento e nos corredores dos hospitais.

A despeito deste cenário caótico, o Maranhão mostra eficácia e ousadia na gestão da saúde pública. Criou inédita rede de atendimento hospitalar regional. Em três anos e meio, o governador Flávio Dino concluiu e entregou oito hospitais regionais, que atendem milhões de pessoas em todas as regiões. Hospitais de média e alta complexidade em Pinheiro, Imperatriz, Caxias, Balsas, Santa Inês, Bacabal, Chapadinha e HTO (Hospital de Traumatologia e Ortopedia) em São Luís. Com as novas unidades de saúde, o governo do Estado aumentou em 50% o número de leitos na rede pública. Feito extraordinário!

Aliado a este importante investimento, a consecução de programas como o Ninar, que oferta atendimento para crianças com problemas de neurodesenvolvimento, demonstra a dimensão humana e correta aplicação dos recursos públicos. E o mais emblemático: o acolhimento das crianças e familiares ocorre na antiga casa de festas do governo. Adaptada e reestruturada, a casa abriga aqueles que mais precisam.

Enquanto o país constata o recrudescimento dos índices de mortalidade infantil e materna, o Maranhão inova com a Força Estadual de Saúde, que leva esperança para população das 30 cidades mais pobres do Estado. Atenção básica que mitiga a ocorrência de doenças crônicas como hipertensão e diabetes, além da mortalidade infantil e materna. Atendimento realizado em povoados remotos, onde muitos jamais foram visitados por médicos.

Pacientes com câncer agora tem rede de tratamento estadual, a partir do Hospital do Câncer em São Luís, antigo Hospital Geral, e a descentralização dos serviços oferecidos também em Imperatriz e Caxias.

O projeto Sorrir garante às famílias de baixa renda tratamento odontológico gratuito. A maioria dos municípios foi contemplada com ambulâncias. Concursos públicos para profissionais de saúde foram realizados, depois de décadas.

Tudo isto resulta da prioridade e esforço fiscal do governo Flávio Dino para complementar o subfinanciamento do sistema de saúde público estadual – são apenas R$ 25 milhões do SUS (Sistema Único de Saúde) por mês. O governo investe R$ 115 milhões mensais em recursos próprios.

A saúde é direito de todos. Contudo, por muito tempo este foi negligenciado. Agora, enquanto o Brasil regride com a PEC do Teto, que congela por 20 anos investimentos na área, o Maranhão colhe frutos da semente da mudança. O impacto só não é ainda maior em face do êxodo da saúde privada para o sistema público de saúde.

Radialista, jornalista, Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM.

Gestão Edivaldo reforça ações preventivas de saúde com Dia D Municipal de Vacinação

Um grande número de pessoas respondeu ao chamado da Prefeitura de São Luís e foi aos postos de saúde da rede municipal no sábado (4), Dia D Municipal de Vacinação Contra Sarampo e Poliomielite. Por orientação do prefeito Edivaldo, a campanha foi antecipada na capital, tendo iniciado no dia 23 de julho. A campanha, que tem como foco proteger a saúde das crianças de um ano a menores de cinco anos, prossegue até o dia 31 de agosto. Com a antecipação a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) espera aumentar a cobertura vacinal. Em dez dias foi registrada uma cobertura de cerca de 13% do público-alvo.

São Luís não registra casos dessas doenças há mais de duas décadas. “Com o empenho da gestão e antecipação da campanha, queremos manter nossas crianças imunizadas e saudáveis. Neste sábado foi o Dia D, mas as vacinas continuam disponíveis na rede municipal e é muito importante que os pais e responsáveis levem as crianças para serem vacinadas”, disse o prefeito Edivaldo, destacando o planejamento da gestão municipal que se antecipou à mobilização nacional.

As crianças receberam gotinhas da vacina para combate à poliomielite e, contra o sarampo, a injeção. O objetivo é evitar o surgimento de novos casos e garantir o alcance da meta de imunização estipulada pelo Ministério da Saúde que é 95% de 61.700 crianças pertencentes ao grupo prioritário. Durante a campanha, os profissionais da saúde promovem ainda um trabalho educativo e informativo orientando os responsáveis sobre a importância das vacinas e de manter atualizada a carteira das crianças.

“O município se antecipou e desenvolveu um planejamento estratégico para que a capital permaneça livre dessas doenças. A campanha terá continuidade e esperamos um grande comparecimento para imunização do público-alvo”, reforçou a secretária adjunta da Semus, Natália Mandarino.

De acordo com a superintendente de Vigilância Sanitária e Epidemiológica da Semus, Terezinha Lobo, as vacinas garantem o desenvolvimento saudável das crianças e, portanto, os responsáveis devem ter atenção à campanha, que prossegue após este dia de mobilização. “A capital não tem registros das doenças, mas, devido casos em regiões vizinhas, a imunização é imprescindível para manter a prevenção”, explica a superintendente.

No Centro de Saúde da Família Cohab Anil I, no bairro Itapiracó, quem chegou para a campanha foi surpreendido com uma recepção alegre e divertida. As crianças eram premiadas e os responsáveis elogiaram a organização. “É mais uma acolhida para a criança e é importante a gente manter as vacinas em dia, tudo certinho para que não tenha problemas no futuro. A equipe recebe muito bem e a unidade atende com todas as condições”, avaliou a autônoma Edinéia Souza, 31 anos, que levou o filho João Pedro para vacinar.

Para a terapeuta ocupacional Grasiele Oliveira Sampaio, 36 anos, é um dever dos pais e mães ter atenção à regularidade das vacinas dos filhos. “O certo é ficar atento ao calendário. A campanha está bem organizada e é a saúde dos nossos filhos. Não podemos descuidar”, pontuou.

CAMPANHA

A antecipação da campanha integra planejamento estratégico da Prefeitura de São Luís para que seja garantida a ampla cobertura do público-alvo. Na capital, a ação foi iniciada dia 23 de julho, 15 dias antes da campanha do Ministério da Saúde. A nacional inicia na segunda-feira (6) de agosto. A capital terá uma segunda culminância dia 18 de agosto – Dia Nacional de Mobilização contra o Sarampo e Pólio.

Outra medida da Prefeitura é a vacinação de crianças nas creches e escolas da rede municipal de ensino, com o retorno do segundo semestre letivo. De acordo com a Semus a mobilização já garantiu cobertura vacinal de mais de 13% da meta de crianças do público alvo.

IMUNIZAÇÃO

A Prefeitura disponibilizou 63 unidades e postos de saúde à população funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, para vacinar as crianças das idades determinadas na campanha.

Pessoas com idades até 49 anos também poderão se vacinar contra o sarampo durante a semana, no período da campanha. A vacina é contraindicada em casos de gripe muito forte e febre alta; crianças com imunodeficiência congênita ou adquirida; neoplasia maligna; e que estão em tratamento com uso de corticoides em doses elevadas ou quimioterapia e radioterapia.

MPMA requer implementação de ponto eletrônico para todos os servidores da Saúde em Passagem Franca

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) ajuizou, em 6 de julho, Ação Civil Pública de Obrigação de Fazer com pedido de tutela de evidência, contra o Município de Passagem Franca, requerendo a implementação de controle biométrico de frequência (ponto eletrônico) para todos os servidores da área de saúde.

Com base no Inquérito Civil Público nº 07/2016, instaurado em 1º de junho de 2016, a manifestação foi formulada pelo promotor de justiça Carlos Allan da Costa Siqueira. O objetivo foi apurar a situação do serviço de atenção básica à saúde no município, a partir das constatações da Auditoria nº 8209, do Departamento Nacional do SUS (Denasus).

A auditoria verificou o descumprimento da carga horária integral de 40 horas pelos profissionais das equipes do Programa Saúde da Família e saúde bucal no município.

INADEQUAÇÃO

A constatação foi confirmada, em maio de 2017, quando o MPMA observou que alguns estabelecimentos não possuíam controle de ponto e, naqueles em que havia, o preenchimento era inadequado.

Também foi verificado que a maioria dos servidores da saúde tem carga horária de 40 horas semanais, mas uma parte deles não comparece frequentemente e assiduamente aos locais de trabalho.

O MPMA observou, ainda, que o livro de ponto é feito de forma precária e a assinatura do livro não é diária. O preenchimento de todo o mês ocorre em uma única oportunidade, geralmente no final do mês.

Segundo o promotor de justiça, o controle de frequência manual para estruturas como as da Secretaria Municipal de Saúde de Passagem Franca é inadequado porque favorece a ocorrência de irregularidades como preenchimentos retroativos.

“A falta de controle de ponto eletrônico acaba contribuindo com a ausência de transparência e com a possível existência de ‘servidores fantasmas’. O ponto eletrônico é o meio adequado para combater fraudes, principalmente as que se referem à assinatura das folhas de ponto”, explica o representante do MPMA.

PEDIDOS

O MPMA solicitou ao Poder Judiciário que determine ao Município de Passagem Franca a implementação do ponto eletrônico para todos os servidores públicos vinculados à Secretaria Municipal de Saúde. Também pediu a responsabilização dos servidores que não cumprirem a jornada de trabalho obrigatória.

As multas individuais sugeridas são de R$ 2 mil diários e devem ser pagas pelo prefeito Marlon Torres e pelo Município. Os valores totais devem ser transferidos ao Fundo Estadual dos Direitos Difusos e Coletivos do Estado do Maranhão.

INFORMAÇÕES

O Ministério Público requereu ao Município de Passagem Franca que entregue a todos os usuários do SUS não atendidos no serviço de saúde uma certidão ou documento equivalente, informando o nome do usuário, unidade de saúde, data, hora e motivo da recusa de atendimento (sempre logo quando o usuário solicitar).

Também foram requeridas providências para instalar quadros informativos nas unidades de saúde contendo os nomes de todos os servidores (médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, odontólogos, agentes administrativos etc) em exercício no local, bem como sua especialidade e o horário de início e de término da jornada de trabalho de cada um deles.

Devem ser, ainda, estabelecidas rotinas pra fiscalizar o cumprimento destes itens.

Governador Flávio Dino entrega ambulâncias para reforçar a saúde em mais 12 municípios

Doze municípios maranhenses foram contemplados com ambulância para reforçar os atendimentos na área da saúde. A ação do Governo do Maranhão resulta de contrapartidas sociais em benefício dos municípios e tem coordenação da Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Energia (Seinc). A solenidade de entrega, realizada nesta terça-feira (3), teve a presença dos prefeitos das cidades contempladas.

“Esta entrega importante resulta da política permanente de atração de investimentos promovida pela nossa gestão, neste caso, das contrapartidas sociais. Precisamos priorizar os que mais precisam e, por isso, estamos sempre estendendo as mãos às prefeituras com ações diversas. Dessa forma, contribuímos para o melhor atendimento na saúde, que reflete na qualidade de vida da população”, pontuou o governador Flávio Dino, citando programas como o Escola Digna, o Mais Asfalto, dentre outros.

De acordo com o secretário da Seinc, Expedito Rodrigues, a política de atração de investimentos promovida nos últimos anos é essencial para o estado. “A gestão Flávio Dino vem negociando para atrair empresas e estimular o investimento no estado. São compromissos firmados para contrapartidas sociais. Apoiando as empresas, o Governo gera empregos e também garante investimentos por parte das empresas”, comentou.

As ambulâncias, completamente equipadas, foram doadas devido a compromisso assumido pela empresa Raízen junto ao Governo do Estado. A corporação está implantando uma base de distribuição de combustíveis na área industrial de São Luís.

O secretário Expedito Rodrigues reforça que as ambulâncias são fruto da política executada desde o início da gestão. “Além das ambulâncias, a empresa tem o compromisso de contratar mão de obra local e contratar empresas maranhenses”, observou.

Arquimedes Menezes, representante da empresa Raízen, destacou a parceria com a gestão estadual. “Ficamos felizes em tornar mais fortalecida essa parceria com o Governo do Estado e em contribuir com a população maranhense. Esse é nosso estímulo e nossa alegria”, reiterou.

“A entrega destes veículos representa um importante reforço à saúde no Maranhão. Sabemos das carências das regiões e da crise que permanece no país e o governador mostra coragem ao manter a política de Governo com obras em andamento e apoio aos municípios”, enfatizou o prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra. O veículo entregue à cidade será disponibilizado para atendimentos do SAMU.

A nova base de distribuição da Raízen ocupa uma área de 10 hectares e foi doada pelo Governo do Maranhão com o compromisso de contrapartida da empresa, materializado na doação das ambulâncias. A base vai refletir na geração de empregos, arrecadação de impostos, dentre outros benefícios e tem previsão para iniciar suas atividades em 2019.

O investimento conta, ainda, com mais contrapartidas sociais, como a doação de mais ambulâncias. Recentemente, foram doados equipamentos e um caminhão ao Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq).

Os municípios contemplados com as ambulâncias foram Paço do Lumiar, Bacabal, Açailândia, Pedreiras, Coroatá, Governador Edison Lobão, Paço do Lumiar, Grajaú, Balsas, Pastos Bons, Barra do Corda, Serrano e Ribamar Fiquene.

A solenidade de entrega dos veículos foi acompanhada pelos deputados federais Eliziane Gama, Weverton Rocha; pelo deputado estadual Marcos Aurélio e demais autoridades.

342 candidatos aprovados no concurso da Saúde serão empossados na segunda (2)

O Governo do Estado e a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) realizam, na próxima segunda-feira (2), a posse de 342 candidatos aprovados no concurso da Saúde.

O certame recebeu 44.371 inscrições para preenchimento de mil vagas para o quadro efetivo da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh). As provas foram aplicadas em 18 de fevereiro deste ano. O número total de candidatos presentes foi 38.084 e 14,21% dos candidatos não compareceu.

As vagas totais no concurso estão divididas em 28 cargos nas áreas médica, assistencial e administrativa, totalizando 1.000 vagas. Os salários variam de R$ 1.000 até R$ 7.425,31.

Com mais de 20 mil atendimentos, Sorrir já virou referência na saúde do Maranhão

Desde que foi inaugurado pelo governador Flávio Dino, há três meses, a Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão (Sorrir) já realizou mais de 22 mil procedimentos de baixa e alta complexidades. Maior Centro de Atenção à Saúde Bucal do Nordeste, a unidade  tem se destacado entre os pacientes pela qualidade do atendimento e facilidade no agendamento.

Com os 17 consultórios odontológicos internos, equipamentos de última geração e 87 profissionais à disposição da população, o Sorrir já fez 3.885 atendimentos de urgência, 5.145 consultas, 3.584 exames, 660 próteses.

Além disso, realizou três implantes e outros 9.339 procedimentos gerais, atendendo 11.840 pacientes.

Atendida nesta quinta-feira (14) pelo Sorrir, a paciente Maria Batista Pereira diz não ter encontrado dificuldades no encaminhamento à unidade, que fica quase em frente ao Terminal da Praia Grande, em São Luís.

“Fui encaminhada para cá em abril, em maio eu já tinha feito a consulta e agora estou aqui para fazer o molde da minha prótese. Eu achei fácil o atendimento daqui”, diz.

Zaqueu Alves, que também foi fazer o molde da prótese, não teve dúvida ao avaliar o serviço: “O atendimento aqui é nota 10”.

O diretor geral da clínica, o dentista Fabrício Saraiva, explica que, além dos pacientes da capital, existe uma grande demanda oriunda do interior do Maranhão.

“Esses pacientes procuram os postos de saúde das suas respectivas cidades e são avaliados pelo dentista da Unidade Básica de Saúde. Depois, se os postos não realizarem o atendimento por falta de capacidade técnica, são encaminhados pro Sorrir. E a gente já consegue definir dia, data e horário para o atendimento”, frisa.

“Essa ficha é devolvida para o gestor municipal, que fica responsável pelo transporte do interior até o Sorrir pra fazer o tratamento”, completa.

Expansão

Recentemente, o governador Flávio Dino anunciou um programa de descentralização da saúde bucal maranhense, com instalação de Unidades Odontológicas no interior do Estado.

“O Sorrir em São Luís está à disposição de todos os maranhenses, mas estamos trabalhando com a Secretaria de Saúde para expandir esse serviço e garantir que todos os maranhenses tenham acesso ao tratamento em locais mais próximos”, disse o governador.

Atendimento

O Sorrir atende de segunda a sexta feira, das 8h às 20h. O prédio fica ao lado da Farmácia Estadual de Medicamentos Especializados (FEME), em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande, em São Luís. O atendimento dos serviços odontológicos é realizado mediante encaminhamento médico das Unidade Básicas de Saúde (UBS), onde a população deve recorrer no primeiro momento. Há também atendimento de urgência.

Governo convoca candidatos aprovados no concurso da Saúde

O Governo Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realiza a primeira etapa de convocação dos aprovados no Concurso Público Nº 001/2017 para preenchimento de vagas nas 45 unidades de saúde gerenciadas pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) na capital e interior do Maranhão. Trezentos e quarenta e cinco candidatos estão sendo convocados para as áreas de Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Bioquímica, Fisioterapia, Fonaudiologia, Nutrição, Psicologia, Medicina (endocrinologia, ginecologia e obstetrícia, ortopedia, cardiologia e pediatria), Terapia Ocupacional e Administração.

“Iniciamos a fase de convocação dos candidatos aprovados no concurso da Saúde. O certame é mais uma injeção de recursos da gestão Flávio Dino na reestruturação das carreiras do serviço público estadual, que representa uma estratégia fundamental para o melhor funcionamento da rede pública de saúde no Maranhão”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Os candidatos convocados deverão comparecer junto ao setor de Recursos Humanos na UPA de Timon, Hospital de Presidente Dutra, Hospital Materno Infantil de Imperatriz, UPA de Codó, Hospital Regional Adélia Matos Fonseca, em Itapecuru, e sede da Emserh em São Luís, entre os dias 15 e 18 de junho, conforme edital de convocação, no horário das 9h às 11h e das 14h30 às 17h, para retirar a requisição de exames médicos.

Para os cargos assistenciais é exigido hemograma completo, glicemia em jejum, VDRL e tripagem sanguínea. Já para os cargos administrativos hemograma completo, glicemia e tripagem sanguínea.

O resultado dos exames médicos e laboratoriais necessários para a admissão em cada cargo deverá ser entregue impresso no dia da apresentação dos documentos exigidos. Para este dia, a listagem completa da documentação a ser apresentada pode ser conferida no site www.emserh.ma.gov.br.

De posse de toda a documentação necessária, inclusive os resultados dos exames, os candidatos convocados deverão comparecer no auditório do Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico Dr. Luiz Alfredo Netto Guterres – Pam Diamante, localizado na Rua João Luís, 3684 – Diamante, São Luís, de acordo com o cronograma previsto no edital.

Para o presidente da Emserh, Vanderley Ramos, a realização do concurso na área da saúde teve um significado histórico de ineditismo para o Maranhão. “Neste primeiro momento estamos convocando 345 dos aprovados em diversas áreas do concurso público para a Saúde. Isso comprova a necessidade e seriedade do certame e, acima de tudo, o compromisso do governo Flávio Dino em reestruturar o serviço nas unidades de saúde públicas do estado, prestando atendimento com mais qualidade ao cidadão”, declarou.

O concurso é válido por dois anos, contado a partir da data de homologação do resultado final do certame, podendo ser prorrogado, uma única vez por igual período, por conveniência administrativa. O concurso foi realizado no dia 18 de fevereiro e recebeu 44.371 inscrições. O número total de candidatos presentes foi 38.084.

Calendário de apresentação final dos candidatos no Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico Dr. Luiz Alfredo Netto Guterres – Pam Diamante: 

21/06/2018 – 8h30 às 11h30: Biomédico; Bioquímico; Enfermeiro; Enfermeiro Obstetra; Enfermeiro UTI Adulto; Enfermeiro UTI NEO; Enfermeiro UTI Pediátrica; Farmacêutico.

21/06/2018 – 14h30 às 17h: Fisioterapeuta; Fisioterapeuta – UTI Pediátrica Neonatal; Fonoaudiólogo; Nutricionista; Psicólogo.

22/06/2018 –  8h30 às 11h: Técnico de Enfermagem.

22/06/2018 – 14h30 às 17h: Técnico de Enfermagem; Terapeuta Ocupacional; Médico Ginecologia e Obstetrícia; Médico Ortopedia; Médico Cardiologia; Médico Pediatria; Assistente Administrativo

Ação em saúde e beneficiam mais de mil passageiros do trem da Estrada de Ferro Carajás

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) participou, nesta quinta-feira (7), da décima edição do projeto Estação Saúde. A ação, realizada em parceria da Vale e Fundação Vale, pode beneficiar mais de mil passageiros que embarcam diariamente no trem da empresa. Equipes de profissionais dos departamentos da Atenção Primária da SES recebem os passageiros dentro do vagão social, que percorre os municípios que ficam ao longo da Estrada de Ferro Carajás (EFC). A edição do projeto prossegue até sexta-feira (8).

No vagão social do trem, durante o projeto Estação Saúde os passageiros recebem atendimentos nas áreas de saúde bucal, saúde do homem e idoso, saúde da criança e do adolescente, saúde da mulher, saúde mental, distribuição de preservativos e kits de saúde bucal, vacina contra Influenza B e HPV, testes rápidos, orientações sobre nutrição, diabetes e hipertensão.

A superintendente de Atenção Primária da SES, Joelma Veras, ressaltou que o foco principal da ação é orientar o cidadão e ampliar o alcance das ações preventivas de educação e saúde. “Quando realizamos ações de caráter educativo como esta, conseguimos expandir o acesso à informação sobre serviços básicos de saúde. No vagão social a viagem é uma oportunidade de adquirir ou tirar dúvidas sobre algo relacionado à saúde”, destacou Joelma Veras.

Além dos atendimentos, os passageiros assistem a vídeos informativos sobre os equipamentos e serviços ofertados na rede de atendimento da Secretaria de Estado da Saúde (SES).  A passageira Evenisia Sá, que nunca tinha viajado de trem, ficou surpresa ao saber que podia receber atendimento de saúde durante a viagem. Com destino final no Pará, a dona de casa tirou dúvidas sobre higiene bucal e diabetes.

“Está sendo uma viagem cheia de boas novas. Além de eu entrar pela primeira vez em um trem, estou sendo atendida em uma ação de saúde tão significativa. Não sabia a forma correta de escovação dental e não entendia muito bem os riscos do portador de diabetes. Agora, estou bem informada graças a esta atividade social no trem”, afirmou Evenísia Sá.

A gerente de Relações Governamentais da Vale, Vanessa Tavares, avalia como um ativo social a ação de parceria entre a Vale, empresa privada, com o poder público, a SES. “São mais de mil passageiros transportados diariamente e isso é significativo do ponto de vista social. Permitir o acesso a serviços de saúde a este público reforça uma ferramenta de expansão de promoção à saúde. A utilização do trem é essencial para garantir agilidade, abrangência e capilaridade às ações de saúde, bem como para atrair e manter a atenção das pessoas, na medida em que a movimentação dentro dos vagões representa uma quebra de rotina na viagem e uma forma inovadora de transmitir informações e prestar atendimento em saúde”.

Estação Saúde

O programa “Estação Saúde” promove ações educativas para a promoção da saúde, por meio das quais os passageiros recebem orientações sobre nutrição, prática de exercícios, saúde bucal e saúde do homem, garantindo acesso a serviços de verificação de pressão arterial e glicemia e teste rápido. As atividades a bordo do trem possibilitam também o mapeamento de casos identificados ou suspeitos para serem encaminhados à rede pública de saúde.

Governo leva ações de infraestrutura, saúde e educação para sete cidades da Região Tocantina

Em extensa agenda de entregas e vistorias de obras e ações para a população maranhense, o governador Flávio Dino visitará as cidades de Imperatriz, Campestre do Maranhão, Ribamar Fiquene, João Lisboa, Açailândia, São João dos Patos e Balsas na próxima semana.

Começando por Imperatriz, o governador participa na terça-feira (05) da Reunião do Colegiado da Região Metropolitana do Sudoeste Maranhense (AGEMSUL) e realiza as assinaturas das ordens de serviço no Centro de Artesanato e na Casa do Idoso de Imperatriz.

No mesmo dia, à tarde, é a vez da comitiva do Governo do Estado visitar as cidades de Campestre do Maranhão, Ribamar Fiquene e João Lisboa, onde a população vai ser beneficiada com o programa Mais Asfalto na primeira cidade e com a reinauguração do Hospital Municipal de Ribamar Fiquene, fruto de parceria entre o Governo e a Prefeitura da cidade; Assinatura de convênio para a construção da praça do Mercado, no valor de R$ 1.700.00. Ainda em Ribamar Fiquene, além de assinar ordem de serviço de início do recapeamento de 5 quilômetros de ruas e avenidas pelo programa Mais Asfalto, o governador Flávio Dino também entregará uma Escola de 06 salas e visitará às obras do C.E do bairro Vila Lobão.

Ainda na terça, a agenda segue para a cidade de João Lisboa, onde o Governo do Estado entrega a quadra Nicolau Dino, construída pela Secretaria de Esporte e Lazer (Sedel), via Lei de Incentivo. Na cidade, Flávio Dino ainda participa da abertura dos Jem’s Regional, inaugura o Teatro da cidade e inicia a construção da Academia da Saúde e do Complexo Esportivo Mais Esporte, Mais Lazer da cidade.

Educação Profissional

Já na próxima quarta-feira (6), mais duas unidades vocacionais do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) serão inauguradas pelo Governo do Estado, sendo uma em Imperatriz e outra em Açailândia. O objetivo é ampliar a oferta de vagas para aqueles que desejam obter uma Formação Inicial e Continuada (FIC).

Começando a agenda às 10 horas, Flávio Dino entrega para a comunidade escolar a Unidade Vocacional de Imperatriz, que fica localizada na Rua Dom Evaristo, nº 1.000 A, no bairro Bom Sucesso. Com a inauguração, a nova unidade oferecerá cursos de Inglês Intermediário, Word Avançado, Jardineiro e Corte e Costura para 150 alunos do município. Com um investimento de R$ 499.686,68, a construção do IEMA de Imperatriz tem salas administrativas, quatro salas de aula, sala de professores, auditório, biblioteca, laboratório de informática, banheiros e cozinha.

Ainda na cidade, Flávio Dino profere a Palestra Magna na 3º Jornada Interdisciplinar de Direito e Justiça Social da Devry. No mesmo dia, a comitiva do Governo parte para a cidade de Açailândia, onde uma nova unidade Vocacional do IEMA será entregue. Localizada na Avenida Contorno Freire, s/n, bairro Jardim Glória, o IEMA ofertará os cursos de Inglês Intermediário, Operador de Máquinas para Construção Civil, Corte e Costura e Design de Moda para 105 alunos da região. O investimento na obra foi de R$ 289.798,98.

Anel da Soja
Na sexta-feira (08), o Governador segue para as cidades de São João dos Patos e São Francisco do Maranhão, levando ações e obras da gestão estadual.

No mesmo dia, já na cidade de Balsas, o Governo do Maranhão entrega a MA-140, que liga a BR 230 (Balsas) ao Entroncamento da MA-007, na localidade Ouro. São 67,58 km de extensão de via completamente revitalizado e sinalizado.

Esse é o primeiro trecho do Anel da Soja entregue completamente revitalizado pela gestão estadual que vai garantir o desenvolvimento da economia, do turismo e da mobilidade, beneficiando mais de 150 mil pessoas.