Jovem morre após se afogar na praia do Calhau

Haviam três pessoas na água, elas não conseguiam retornar para a areia e pediam por socorro. Quatro bombeiros entraram imediatamente no mar e nadaram em direção às vítimas, todas elas foram abordadas pelos guarda-vidas e retiradas da água.
Enquanto isso uma outra equipe de bombeiros já aguardava as vítimas na areia para prestar os primeiros atendimentos especializados.

A primeira vítima foi identificada apenas como Fernando, de 18 anos. Fernando havia inspirado uma pequena quantidade de água, estava um pouco nervoso e apresentava muito cansaço.  A segunda vítima, um rapaz de aproximadamente 18 anos, se evadiu do local após ser retirado pelos bombeiros, não sendo possível sua identificação. De acordo com informações de banhistas, ele teria entrado no mar para tentar salvar as outras pessoas.

Já a terceira vítima, Jorge Fernando de Sousa Marinho, de 19 anos, passou por um resgate mais complexo. O rapaz havia aspirado uma grande quantidade de água e encontrava-se desacordado. Os guarda-vidas realizaram a abertura das vias aéreas e iniciaram a ventilação de resgate ainda na água. Jorge foi recebido pela equipe de bombeiros em terra firme, que iniciou os procedimentos de compressão torácica e deu continuidade a ventilação com auxílio de equipamentos. O jovem foi imediatamente conduzido até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Araçagi, onde passou a receber cuidados emergências, mas após a realização de alguns procedimentos, os médicos constataram o seu falecimento.

Mulher é resgatada de ribanceira após sequestro

A vítima, que se fingiu de morta após a agressão, passou cerca de 10 horas na beira de uma ribanceira. Segundo informações repassadas pela filha da vítima à polícia, a mulher desapareceu por volta das 8h quando saiu de casa na vila Lobão para fazer uma caminhada. O resgate aconteceu por volta das 18h. A família da vítima já havia registrado boletim de ocorrência.

Após o socorro, a vítima foi encaminhada para o Hospital Clementino Moura. A polícia está em busca da identificação do suspeito. O caso está sendo investigado pela delegacia da mulher.

Presidiário beneficiado com saída de Dia das Mães morre em confronto com policiais em Capinzal do Norte

Um presidiário identificado como como Marcos Vinicius Novais, morador do bairro Codó Novo, no município de Codó, morreu, deste fim de semana, após troca de tiros com policiais na cidade de Capinzal do Norte, a 276 km de São Luís.

Marcos Novais havia sido beneficiado com a saída temporária de Dia das Mães. Ele não retornou para a unidade prisional dentro do prazo estabelecido pela justiça.

Segundo a polícia militar, a equipe recebeu informações de que dois homens haviam acabado de roubar uma motocicleta e pertences de uma vítima em Santo Antônio dos Lopes. A guarnição se deslocou até a BR-135 para localizar os suspeitos.

Nas proximidades do povoado Califórnia, os policiais cruzaram com os criminosos em duas motocicletas. Um deles abandonou o veículo e fugiu pela mata e o outro continuou pela estrada, na tentativa de escapar dos policiais. O suspeito ignorou a ordem de parada e fez disparos de arma de fogo contra os policiais. Os policiais revidaram e Marcos Novais acabou baleado.

A guarnição solicitou socorro, mas ele morreu após ser transferido para o Hospital Regional de Presidente Dutra. A Polícia Militar informou que o veículo usado pelos suspeitos era roubado e estava sendo usado na prática de assaltos na região. As duas motocicletas foram entregues na Delegacia de Polícia Civil de Santo Antônio dos Lopes.

Detran/MA promove 3ª Corrida Maio Amarelo na Avenida Litorânea

Largada na Praça do pescador.

A 3º edição da “Corrida Maio Amarelo” ocorreu neste domingo (19), na Avenida Litorânea, em São Luís. O evento é promovido pelo Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) e faz parte do cronograma de atividades de promoção da campanha “Movimento Maio Amarelo 2019”, que traz o tema “No Trânsito, o Sentido é a Vida”. A proposta da corrida é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

Este é o terceiro ano consecutivo que o Detran-MA promove a Corrida do Maio Amarelo. Lícia Medine, coordenadora da “Eu Corro”, empresa responsável pela organização da corrida, deu mais detalhes sobre o objetivo do evento. “Associar a pratica esportiva à campanha do maio amarelo para conscientizar as pessoas a ter cuidado com o trânsito assim como eles tem cuidado com a saúde. A função da corrida é fazer com que eles pratiquem atividade física e com a ajuda do Detran fazendo uma campanha sobre os cuidados que se deve ter no trânsito, isso tudo casa muito bem.”

De acordo com a diretora do Detran-MA, Larissa Abdala, o público tem sido cada vez maior na campanha. “Essa é a terceira edição da corrida, sempre no mês de maio, como parte do calendário da programação do Maio Amarelo. É muito importante porque esse evento esportivo não é aberto só a servidores, ele tem 500 vagas para a sociedade. Este ano, essas 500 vagas se esgotaram em 1h e 40min, o que significa o engajamento também da sociedade acerca da campanha, levando no peito e levando pelo evento esportivo a mensagem da campanha. Nós já estamos estudando, para a 4ª edição, no ano que vem, que nos aumentemos de 500 para 1000 vagas, até porque foi realmente um tempo recorde, que nos surpreendeu o esgotamento de todas as inscrições.”

Os três primeiros colocados foram premiados com troféus nas categorias Geral, Colaborador Detran-MA e Portador de Necessidade Especial, masculino e feminino, nas provas de 5km e 10km. Também foram entregues medalhas de participação para todos que concluírem a prova.

Francisco Monteiro, engenheiro ambiental, participou da corrida e chegou em segundo lugar no percurso de 5km. Segundo ele, o evento tem grande importância como forma de conscientização. “A importância do evento é exatamente a nossa proteção no trânsito mesmo, dos corredores, das famílias… A gente tenta fazer isso tanto com as nossas equipes que trabalham com a gente, quanto com o pessoal que corre com a gente no Amigos da Corrida. Porque prevenindo na nossa família, nos amigos, a gente acaba se protegendo porque as pessoas respeitam os corredores, os ciclistas, respeitam a nossa sociedade em geral.”, disse o corredor.

Já Pablo Paes, estudante de Educação Física, que ficou em 1º lugar no percurso de 5km, fez um alerta: “nossa cidade tem muitos acidentes, muita imprudência. Inclusive nós, da área da corrida, no movimento de corrida, em São Luís, já sofremos muitos casos de acidente, inclusive aqui na própria Litorânea. É preciso ter mais consciência, os motoristas não devem ingerir bebida alcoólica de maneira alguma.

Participaram da corrida homens e mulheres a partir de 16 anos. Os percursos foram de 5km e 10km, ao longo da Avenida Litorânea.

Polícia Federal do Maranhão desarticula quadrilha de tráfico de drogas

A Polícia Federal no Maranhão, por meio da Delegacia de Repressão a Drogas (DRE), deflagrou na manhã de hoje, em São Luís, a 2ª Fase da Operação “MD”, com o objetivo de desarticular um grupo criminoso especializado no tráfico de drogas utilizando-se dos Correios.

A Polícia Federal cumpriu cinco Mandados de Prisão Temporária e quatro Mandados de Busca e Apreensão em São Luís. As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Estadual do Maranhão, com o objetivo de colher provas do crime que auxiliassem nas investigações.

Na 1ª fase da operação, em abril deste ano, quatro pessoas foram presas em São Luís e uma em Teresina. A partir dos interrogatórios e da análise de algumas mídias, foram identificados os outros integrantes do grupo criminoso especializado na distribuição de ecstasy e LSD, além de cocaína, skunk e maconha, em festas na capital maranhense, especialmente em eventos de música eletrônica, onde há grande concentração de jovens.

A equipe de investigação interceptou várias encomendas contendo as substâncias entorpecentes que chegavam até os investigados, via postal, proveniente dos estados do Rio de Janeiro, Pernambuco e Mato Grosso do Sul.

Os envolvidos foram conduzidos à Superintendência de Polícia Federal no Maranhão, onde serão indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico, crimes previstos nos arts. 33 e 35 da Lei nº 11.343/06. Caso sejam condenados, responderão por penas que chegam até 15 anos de reclusão.

“MD” são as letras iniciais da substância (metileno-dióxido) que compõe o ecstasy, uma das principais drogas traficadas pelo grupo criminoso.

Homem é preso em flagrante por tráfico de drogas no Residencial Paraíso

Em ação realizada na última segunda-feira (13), o 1ºBPM da Polícia Militar do Maranhão, prendeu em flagrante um homem identificado por Kleiton Santos Pinto por crime de tráfico de drogas. A prisão ocorreu no bairro Residencial Paraíso, localizado na região Itaqui Bacanga, em São Luís.

A policia recebeu várias denuncias que relatavam que na rua Topázio havia um ponto de comercialização intensa de entorpecentes. Uma guarnição do 1ºBPM se deslocou, então, até endereço suspeito.

Ao perceber a presença dos policiais, Kleiton Pinto, fugir para o interior de sua residência. No interior do local, foram localizadas 10 trouxinhas de substância semelhante a maconha e cerca de 48 reais em espécie.

Segundo a Polícia Militar, o suspeito admitiu ser dono do entorpecente. Kleiton Santos Pinto foi encaminhado ao plantão da área Itaqui-Bacanga.

Homem é preso no Distrito Federal após cometer estupro em Cururupu, no Maranhão

Um homem identificado com Olegário Carvalho Júnior foi preso, na última segunda-feira (13), no Distrito Federal, em cumprimento a mandado de prisão expedido pela Comarca de Cururupu, no Maranhão.

Olegário Júnior é suspeito de ter praticado crime de estupro na cidade de Cururupu no ano de 2012. Após o crime ele fugiu para outro estado.

Após investigações do paradeiro do suspeito, policiais da 21ª Delegacia Regional de Cururupu repassaram a localização para a polícia do Distrito Federal prender o foragido, por meio da Divisão de Capturas e Polícia Interestadual (DCPI).

Essa não é a primeira vez que a Delegacia Regional de Cururupu atua em conjunto com policiais de outros estados. Em abril, outros três criminosos foram presos no Estado do Pará após investigações iniciadas em Cururupu.

Deputados solicitam unidade do Corpo de Bombeiros em Presidente Dutra

Deputada estadual Dra. Cleide Coutinho

A deputada estadual Dra. Cleide Coutinho (PDT) e o deputado Fernando Pessoa (SD), pediram, através de Indicação na Assembleia Legislativa, a instalação de uma unidade do Corpo de Bombeiros no município maranhense de Presidente Dutra.

A solicitação foi encaminhada ao Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, Cel. Célio Roberto Pinto de Araújo.

Como não há serviço de Corpo de Bombeiros na região Central do Estado, onde localiza-se Presidente Dutra, o pedido da deputada tem a justificativa de prevenir, dar segurança, e de oferecer à cidade os serviços essenciais.

Quando há necessidade de atendimento do Corpo de Bombeiros, a demanda é atendida pela unidade de Bacabal, distante 274 km do município, o que provoca demora no atendimento das ocorrências, que acabam deixando consequências maiores.

Campanha por um trânsito seguro reforça atenção para casos de acidentes

Enquanto você está lendo essa matéria, em algum lugar do Brasil uma pessoa está morrendo no trânsito. Segundo a Organização Mundial de Saúde, pelo menos uma pessoa morre no trânsito a cada 10 minutos. Na Região Metropolitana de São Luís, até o dia 30 de abril, a estatística da Secretaria de Estado de Segurança Pública apontava cinco mortes no trânsito. Três por colisão e dois por atropelamento ocorridos nos bairros Cidade Operária, Geniparana, Cohab, Tirirical e Aurora, com vítimas entre 15 e 50 anos. Os acidentes de trânsito se tornaram algo corriqueiro nas grandes cidades, com aumento populacional e de veículos crescendo quase na mesma proporção.

Em todo o Brasil, o movimento Maio Amarelo prevê a redução de mortes no trânsito. A escolha da cor para o movimento se dá porque o amarelo simboliza atenção e também a sinalização e advertência no trânsito.

Com o tema No Trânsito, o Sentido é a Vida, escolhido pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) e aprovado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), e subtema Me Ouça, com participação de crianças alertando os condutores da família, para os riscos de ignorar as regras previstas na legislação viária, a campanha será realizada durante todo o mês, com várias ações de conscientização ao longo do período.

A diretora-geral do Detran-MA, Larissa Abdalla, destacou o avanço do movimento e alertou para os índices de acidentes com vítimas fatais no Brasil. Segundo ela, em 2015, a mensagem do Maio Amarelo chegou a três cidades. Em 2016, foram realizadas ações em 84 municípios. Em 2017, as equipes educação para o trânsito levaram para 131 cidades atividades da campanha.

Em 2018, foram 139 cidades maranhenses e mais de 269 mil pessoas alcançadas. “É importante conscientizar a população e mudar essa estatística que vem registrando, a cada 10 minutos, uma morte no trânsito brasileiro. Estamos trabalhando, incansavelmente, com apoio dos nossos parceiros, para que alcancemos os 217 municípios e para que mais vidas sejam salvas”, ressaltou a diretora.

Por todos os dias do mês de maio estão programadas atividades em escolas e empresas públicas e privadas, espaços de grande fluxo de veículos, bares, restaurantes, avenidas da capital e dos municípios maranhenses atendidos pelas 15 Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans). Prédios públicos e pontes do Estado serão iluminados com a cor amarela, entre eles, a sede do Detran-MA, na Vila Palmeira e o Palácio dos Leões do Governo do Estado.

As capitais com menos acidentes

Cerca de 1,35 milhão de pessoas morrem a cada ano em decorrência de acidentes no trânsito. A Agenda 2030, da Organização Mundial de Saúde, para o Desenvolvimento Sustentável fixou uma meta ambiciosa quanto à segurança no trânsito, que consiste em reduzir pela metade, até 2020, o número de mortos e feridos por acidentes de trânsito em todo o mundo. Os acidentes de trânsito custam à maioria dos países 3% de seu produto interno bruto (PIB);

Um levantamento realizado pela Seguradora Líder reuniu as capitais do país com o menor número de ocorrências registradas nos últimos dois anos.

São Luís ficou entre as três que menos registraram acidentes, ao lado de Vitória (ES) e Macapá (AP), com 1.122 casos. Juntas elas somaram 5.614 casos. No total, foram mais de 560 mil acidentes em todo o Brasil em 2016 e 2017.

No Maranhão foram 1.348 mortes em 2017. Na capital, São Luís, segundo dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), foram 100 no mesmo período. Em 2010 foram registrados 162 óbitos na capital maranhense, contra 129 em 2016.

Outro levantamento do Ministério da Saúde divulgado no final do ano passado, apontou que em 2010 foram registrados 7.952 óbitos, contra 5.773 em 2016 no Brasil. Segundo relatório da OMS o Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, atrás somente da Índia, China, Estados Unidos e Rússia.

Corrida

Estão abertas as inscrições para a 3ª edição da Corrida Maio Amarelo, organizada pelo Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Maranhão (Detran-MA). O evento esportivo, que faz parte da programação do Movimento, acontecerá no domingo (19), com largada às 07h, da Praça do Pescador, na Avenida Litorânea.

As inscrições podem ser feitas via internet, no site www.eucorromais.com.br, até o dia 15 de maio.

A corrida é aberta ao público e será disputada em três categorias: Comunidade, Colaboradores do Detran-MA e Portadores de Necessidades Especiais (PNE). Poderão participar homens e mulheres, a partir de 16 anos.

O percurso será de 5km e 10km, ao longo da Avenida Litorânea. Para receber os kits da corrida, os participantes devem entregar uma cesta básica.

São Luís deixa a lista das 50 cidades mais violentas e passa para a lista das 15 que mais geram empregos

Antes lembrada como uma das cidades mais violentas do mundo, a capital do Maranhão reverteu essa marca negativa e hoje comemora a entrada no ranking de municípios brasileiros que mais geraram vagas de emprego em 2018.

De acordo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, São Luís ocupa a 13ª posição na lista de cidades de todo o país que mais geraram postos de trabalho formal no ano passado, com 9.649 vagas criadas. Reportagem do jornal O Globo destaca que a cidade acompanhou boa média nacional ao interromper a sequência de três anos em que demissões superaram contratações.

Nesse mesmo período, a capital maranhense deixou lista de cidades mais violentas do país, conforme números da organização da sociedade civil mexicana Segurança, Justiça e Paz. Ranking da instituição apontou em 2018, que São Luís é a única capital do Nordeste brasileiro fora da lista das 50 áreas urbanas mais violentas do planeta. Em 2014, São Luís era a 10ª cidade mais violenta em todo o globo.

O governador Flávio Dino (PCdoB) usou as redes sociais para comemorar o bom resultado. “Vamos continuar fazendo investimentos públicos. Parabéns aos nossos empresários e trabalhadores pelo destaque no ranking”, disse.