Prefeitura intensifica serviços de limpeza para eventos da Paixão de Cristo em diversos bairros

Esta semana, a comunidade do bairro Anjo da Guarda se reúne em torno do maior espetáculo cultural do bairro, a encenação do espetáculo ‘Via Sacra’, que ocorre nesta quinta (29) e sexta (30). Mais uma vez, a Prefeitura de São Luís está apoiando a montagem do espetáculo e às vésperas da encenação da paixão e morte de Jesus Cristo, os serviços de limpeza foram intensificados em todo o bairro. A Prefeitura está apoiando também outras localidades em que a Paixão de Cristo será encenada.

Além do bairro Anjo da Guarda, outras comunidades de São Luís se reúnem para fazer a montagem e encenação da Via Sacra. É o caso do bairro João de Deus onde também estão sendo feitos serviços de capina, roçagem e remoção na quadra de esportes do bairro para preparar a localidade para o evento. No Angelim a apresentação acontece no Viva do bairro na Sexta-Feira da Paixão (30), e o local também vai ser preparado para que a comunidade possa apreciar o evento.

No Anjo da Guarda, a peça ‘Via Sacra’ é encenada há 37 anos e é considerado o maior espetáculo a céu aberto do Maranhão. No início deste mês o prefeito Edivaldo recebeu representantes do grupo Grita, responsáveis pela execução do espetáculo e garantiu o apoio para a realização da montagem. O apoio reforça a presença da Prefeitura de São Luís na área Itaqui-Bacanga. Além da limpeza, serviços de iluminação, segurança e ordenamento do trânsito serão levados pelo poder público municipal ao Anjo da Guarda por ocasião do espetáculo.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, destaca que apesar das ações diárias de limpeza na área Itaqui-Bacanga se faz necessário centrar esforços com a proximidade do evento. “A apresentação da ‘Via Sacra’, no Anjo da Guarda, é fruto do esforço da comunidade local, por isso o prefeito Edivaldo apoia com a ampliação dos serviços da Prefeitura para que tanto a comunidade quanto os visitantes tenham um ambiente agradável e limpo durante as apresentações”, disse.

ANJO DA GUARDA

No Anjo da Guarda, os serviços estão sendo centrados nas cinco praças do bairro onde ocorrem as encenações: Praça do Viva Anjo da Guarda, Praça da Ressurreição, Praça do Anjo, Praça do Anfiteatro e Praça do Recanto. Os locais estão recebendo serviços de varrição, capina e roçagem. Em outros pontos do bairro estão sendo feitas remoções onde há lixo descartado irregularmente acumulado. Os acessos ao bairro também estão recebendo ações de limpeza. É o caso das avenidas dos Portugueses e Moçambique.

Nos dois dias de encenações haverá equipes de plantão para fazer a varrição do circuito, evitando o acúmulo de resíduos nos pontos onde ocorrerão as apresentações. As equipes retornam no dia 31 para finalizar os serviços de limpeza após o término da programação.

Pesquisa aponta variação de até 178,83% entre produtos consumidos na Semana Santa

Feriados e datas comemorativas são sempre uma oportunidade para impulsionar o comércio e atrair consumidores. E durante a Semana Santa (de 25 de março a 1º de abril), com todo o apelo religioso, não é diferente. Assim, é preciso ter cautela na hora de ir às compras a fim de evitar gastos desnecessários.

Pesquisar é palavra de ordem. O Procon/MA mapeou preços de oito fornecedores de São Luís, de 7 a 22 de março, com 240 itens, entre chocolates, pescados e produtos de mercearia. Os estabelecimentos pesquisados foram Supermercados Maciel, Supermercados Mateus (Cohama), Supermercado Félix (Bairro de Fátima), Supermercado Real (Vila Janaína), Mercadinho Carone (São Cristóvão), Mercado do Peixe, Feira do Bairro de Fátima e Feira Livre (Praia Grande).

Acesse o site www.procon.ma.gov.br para ver a pesquisa completa.

Chocolate

Para quem não abre mão do bom e velho chocolate, após análise de preços, foi constatado que o ovo de Páscoa ao leite 185g, da marca Garoto, obteve a maior variação nesse segmento, com 39,10%. Os preços praticados são de R$ 31,98, nos Supermercados Maciel, e de R$ 22,99, no Supermercado Mateus (Cohama).
Outra opção de chocolate com diferenciação acima de 30% é a caixa de bombons sortidos 300g, também da Garoto, que obteve 32,90%. O menor preço foi de R$ 6,99, encontrado no Supermercado Mateus (Cohama). O maior, no Mercadinho Carone (São Cristóvãos), custa R$ 9,29.

Pescado

Entre toda a pesquisa, a maior variação de preço chegou a 178,83%, do peixe palombeta, que teve o valor mais alto encontrado no Mercado do Peixe, por R$ 22,00, e o mais acessível, nos Supermercados Maciel, por R$ 7,89.

Outra diferenciação que pode pesar no bolso do consumidor é da pescadinha, que obteve 73,15%. Após comparação de preços, constatou-se a venda mais barata por R$ 10,39, nos Supermercados Maciel, e a mais cara por R$ 17,99, no Supermercado Félix.

O presidente do Procon/MA, Duarte Júnior, explica que os preços do pescado não são tabelados e, por isso, é comum encontrar variações. Assim, em razão da Semana Santa, quando há um desejo grande em seguir tradições, o que, consequentemente, estimula o consumo de mariscos, a tendência é de alta nos preços por conta da demanda maior. “Seguir a tradição pode custar caro, então pesquisas como essa são de suma importância, pois têm como fundamento o direito básico do consumidor que é o acesso à informação”, ressaltou.

Mercearia

Quanto a produtos diversos, que contemplam a famosa mercearia, outras variações indigestas podem ser encontradas. O maço de cheiro verde, por exemplo, obteve 131,31% entre o maior e o menor preço praticado. O maior chegou a R$ 2,29, no Supermercado Mateus (Cohama), quando no Supermercado Félix foi de R$ 0,99.

Seguindo com a alta variação, destaque também para o quilo da maçã nacional, que chega a R$ 6,65, no Supermercado Félix, e R$ 2,98, nos Supermercados Maciel.

Divergência de preços assegura menor preço

Vale lembrar que, havendo divergência de preço entre o valor anunciado e o valor cobrado pelo estabelecimento, um acordo firmado em 1º de junho de 2015 entre o Procon/MA e a Associação Maranhense de Supermercados (AMASP) preconiza em seu texto no Item 3, Cláusula Segunda, que: “Nas compras no varejo, o consumidor fará jus ao recebimento gratuito de produto ofertado com precificação divergente, limitado a 1 (uma) unidade e, quanto as demais unidades idênticas adquiridas, será assegurado o menor preço no momento da compra”.

Contudo, a eficácia do acordo fica suspensa durante o período específico de vigência e divulgação da pesquisa de preços, até o próximo dia 2 de abril, para o caso de promoções ou reajustes de preços para valores menores que o anterior; para chocolates e itens de Páscoa; e para a promoção “Quarta Feirinha Mateus”, a ser realizada pelo Supermercado Mateus; e o “Feirinha Maciel”, pelo Supermercado Maciel, nesta quarta-feira (28). Caso seja verificada divergência de preços dos produtos, com o valor registrado no caixa maior do que o valor exposto em gôndola, a eficácia do acordo permanece inalterada.

Polícia Rodoviária Federal inicia Operação Semana Santa 2018

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia a Operação Semana Santa nesta quinta-feira (29) com reforço do policiamento em todo o Brasil. As atividades começam às 0h da quinta-feira e vão até às 23h59 do domingo (01). Nesse período, a PRF terá reforço concentrado no policiamento ostensivo e preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade.

O final de semana prolongado pelo feriado na sexta-feira (30) eleva o fluxo de veículos nas rodovias federais, o que implica um aumento no risco de acidentes. A estratégia da PRF é oferecer reforço concentrado no policiamento preventivo em locais e horários de maior concentração de acidentes graves e de criminalidade, além de diminuir o fluxo dos veículos de carga em horários de grande circulação.

Durante os quatro dias de operação, a PRF contará com atividades para conter os acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, ao uso inadequado do cinto de segurança e às ultrapassagens indevidas.

Ações de Educação para o Trânsito também serão implementadas no feriado para conscientização dos motoristas da sua importância para redução de acidentes. O foco da atividade será nos comportamentos que geram maior risco de acidentes ou que aumentam a gravidade para os envolvidos em casos de sinistros como: excesso de velocidade, alcoolemia, ultrapassagens indevidas, falta do uso de cinto de segurança e falta do uso das cadeirinhas para crianças.

Para esta operação, a PRF atuará com todo o seu efetivo, seja na atividade operacional ou administrativa. Serão mobilizados 250 radares, 1.824 etilômetros (bafômetros), 484 motocicletas e 1.398 viaturas em ronda em todo o país.

Semana Santa 2017 – No feriado do ano passado, a PRF registrou 1.091 acidentes, 82 mortos e 1.107 feridos em rodovias federais. A operação também registrou 47,7 mil infrações de trânsito. O órgão contabilizou 60 mil flagrantes de excesso de velocidade e outros 5,8 mil motoristas foram autuados por ultrapassar em locais proibidos. As ações educativas, com o objetivo de sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro, alcançaram 42,2 mil pessoas.

No Maranhão

Existe a previsão de chuvas em várias partes do estado para este feriado. Por isso a necessidade de atenção redobrada na condução do veículo. Sob chuva a velocidade máxima recomendada é de apenas 60km/h.

Os locais de maior fluxo de veículos durante os feriados e que, portanto, podem gerar lentidões são:
Na BR 135 – próximo à São Luís (em casos excepcionais, como em situações de acidentes), Santa Rita, Miranda do Norte e São Mateus do Maranhão;
BR 402 – Rosário e Morros;
BR 222 – Açailândia;
BR 226 – Presidente Dutra, Barra do Corda e Grajaú;
BR 010 – Imperatriz e Açailândia;
BR 230 – Balsas;
BR 316 – Bom Jardim, Bacabal e Timon.

Dicas para uma viagem segura:

Planejamento da viagem – O motorista deve se informar sobre as distâncias que vai percorrer, condições do tempo, pontos de parada, existência de postos de combustíveis e de restaurantes à beira da estrada. Não esquecer documentação pessoal e do veículo.

Revisão preventiva – Providenciar a checagem do automóvel mesmo para pequenas viagens. Faróis acesos para ver e ser visto; pneus calibrados e em bom estado; motor revisado, com óleo e nível da água do radiador em dia. Não esquecer de verificar a presença e estado dos equipamentos de porte obrigatório, principalmente pneu estepe, macaco, triângulo e chave de roda, além dos limpadores de para-brisa e luzes do veículo;

Pausas para descanso – O condutor deve programar paradas a cada 3 horas. Quem se expõe a muitas horas dirigindo fica sujeito ao fenômeno da “hipnose rodoviária”, na qual se mantém de olhos abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta. Ela vem acompanhada de sonolência, perda de reflexos e de força motora;

Previsão do tempo – Procurar se informar sobre as condições do tempo nos lugares por onde vai passar. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) disponibiliza gratuitamente informações sobre o clima no endereço www.inmet.gov.br;

Atenção redobrada – Observar as placas que indicam os limites de velocidade e as condições de ultrapassagem. Elas não foram colocadas naquele ponto da estrada sem motivo. Nos trechos em obras, o motorista deve reduzir a velocidade e obedecer a sinalização local.

Descanso – Durma bem antes de qualquer viagem de automóvel. O sono e o cansaço são grandes inimigos de uma viagem segura.

Cinto de segurança – Use sempre o cinto de segurança, este equipamento é obrigatório para todos os ocupantes do veículo.

Viagem com crianças

O artigo 83 do Estatuto da Criança e do Adolescente mostra que nenhuma criança (pessoa até 12 anos incompletos) poderá viajar para fora da Comarca onde reside, desacompanhada dos pais ou responsável (tutor ou guardião), sem expressa autorização judicial.

Essa autorização não é exigida quando a criança estiver acompanhada de ascendente (avô ou bisavô) ou colateral (irmão ou tio), maior de dezoito anos. O parentesco deve ser comprovado por documentos do parente e da criança. Tampouco é necessária a autorização judicial quando a criança viajar acompanhada de pessoa maior, expressamente autorizada pelo pai, mãe ou responsável.

Restrições de tráfego

A PRF também faz um alerta aos motoristas profissionais: como acontece em todos os feriados prolongados, quando o fluxo nas rodovias aumenta consideravelmente, o tráfego de combinações de veículos de carga (CVC), de combinações de transporte de veículos (CTV) e de outros veículos portadores de autorização especial de trânsito será restrito nos trechos de pista simples em determinados dias e horários.

A restrição tem o objetivo de aumentar a fluidez do trânsito e diminuir o risco de acidentes nas rodovias de pista simples, maior parte da malha viária do país. Portanto, caminhões bitrens com dimensões excedentes, caminhões cegonhas e de transporte de veículos e cargas paletizadas devem obedecer à restrição e não trafegar nos seguintes dias e horários:

Quinta-feira, 29/03/2018, das 16h às 22h;

Sexta-feira, 30/03/2018, das 06h às 12h;

Domingo, 01/04/2018, das 16h às 22h.

Comércio não sofrerá alteração durante a Semana Santa em São Luís

O comércio de rua, shoppings e supermercados não sofrerá nenhuma alteração em São Luís durante a Semana Santa, segundo informações da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Maranhão.

As portas serão fechadas apenas na Sexta-feira Santa (30) em função do feriado municipal da Paixão de Cristo. No sábado de Aleluia e no domingo de Páscoa, todas as lojas voltam a funcionar normalmente.

Prefeitura de São Luís beneficia cem mil famílias com a entrega de peixe no período da Semana Santa

Moradores da Vila São João e da Vila Conceição, no Coroadinho, foram contemplados nesta quinta-feira (15), com as ações do programa Peixe Solidário. Executado pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), o programa integra as ações do prefeito Edivaldo para o combate à fome, desnutrição e insegurança alimentar na cidade. Para o período da Semana Santa, serão distribuídas na capital 200 toneladas de peixe, beneficiando cem mil famílias.

O programa aproxima ainda mais o poder público da população, fortalecendo a presença da Prefeitura na vida dos cidadãos ludovicenses. O prefeito Edivaldo esteve presente na entrega. “Essa é uma ação que vem beneficiando a população, incentivando o consumo de alimentos saudáveis e garantindo, sobretudo às famílias mais carentes, a distribuição gratuita do alimento, especialmente nesse período, quando o consumo de pescados é maior por conta da Semana Santa”, destacou o gestor municipal.

O Peixe Solidário favorece famílias atendidas pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e em situação de vulnerabilidade social. Os bairros contemplados com a ação são os que apresentam índices elevados de insegurança alimentar e nutricional. Nessa ação de distribuição do pescado para a Semana Santa toda a cidade será alcançada por meio de um cronograma de distribuição, que será executado até abril.

A secretária municipal de Segurança Alimentar, Fatima Ribeiro, reforça a intenção do poder público municipal com o programa. “Essa é uma ação que também possibilita a interação da gestão com a população. Percebemos aqui a alegria das pessoas que vêm receber o peixe pelo programa. Há um déficit nutricional pela falta do consumo regular de peixe, ainda mais nas famílias que não têm condição de comprar. Esse trabalho é um ato de humanidade, que oferece, gratuitamente, alimento de qualidade para a população”, disse.

A auxiliar de cozinha Francinete Silva foi uma das que recebeu o peixe

BENEFÍCIO

Famílias que receberam o peixe durante a primeira ação de 2018 avaliam positivamente o programa. “Essa é uma boa ação, me ajuda bastante. Na minha casa moram quatro pessoas e como eu estou sem uma fonte de renda fico feliz por não precisar comprar. Assim posso economizar e usar o dinheiro para outras necessidades”, disse a dona de casa Alzinete Galvão, 58 anos. “É uma ajuda muito boa e toda vez que tem essa distribuição eu venho receber”, contou a auxiliar de cozinha Francinete Silva, 66 anos.

A proposta para 2018 é ampliar ainda mais as ações do programa e alcançar moradores de todos os bairros da cidade. “Estamos fortalecendo as parcerias e conveniando com o Governo Federal e Estadual. Nossa intenção é ampliar cada vez mais o programa Peixe Solidário”, explicou a secretária municipal de Segurança Alimentar, Fatima Ribeiro.

O reforço ao programa anima cidadãos como a doméstica Darcy de Oliveira, 64 anos. “Esse programa é ótimo. A Prefeitura está de parabéns por essa ação, tirando muita gente da pobreza, de uma situação difícil, pois a crise tem atingido todo mundo. Se ampliar vai ser melhor ainda porque já é um programa que ajuda muitas pessoas”, disse.

Número de presos que não retornaram à Pedrinhas sofre queda em 2017

De acordo com informações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, no total 46 presos não retornaram á Penitenciária de Pedrinhas após a saída temporária da Semana Santa, concedida pela Justiça. Este dado atual confirma que o número de presos que não retornaram neste período sofreu mais uma queda neste ano. O dado é um comparativo entre os anos de 2014 a 2017. Um avanço alcançado de acordo com as expectativas do Governo do Maranhão em relação à Segurança Pública.

Ainda segundo os dados nos arquivos da Seap, e já veiculados pelo portal Página 2, em 2014, de 230 presos liberados, 47 não retornaram; em 2015 de 276, não voltaram à Penitenciária 54 apenados, e em 2016, de 351, não retornaram 47 (mesmo dado dado de 2014, ou seja, já sofrendo uma queda considerável).

Neste ano, na última quarta-feira, dia 12 deste mês, foi concedida pela 1ª Vara de Execuções Penais, autorizou a liberação 548 detentos neste mesmo feriado, contudo apenas 501 tiveram o benefício por haver outras ordens judiciais em desfavor de 47 presos que permaneceram na penitenciária. Ainda assim o número mostra que mais presos são beneficiados e poucos deixam de retornar às suas celas para terminar suas penas.

Para manter esta queda dos números e fazer com que mais presos retornem, as Secretarias de Estado de Segurança Pública (SSP), Administração Penitenciária (Seap), Superintendência da Polícia Federal, Superintendência de Polícia Rodoviária Federal, e diretorias dos estabelecimentos penais de São Luís foram comunicados para operacionalização das medidas estabelecidas na portaria, além de fiscalização.

 

 

Sem duplicação, estrada de Bacabeira fica engarrafada

Da Redação

Sem duplicação da entrada de São Luís, pelo campo de Peris, até Bacabeira, motoristas enfrentam mais uma vez engarrafamento na volta do feriadão de Semana Santa deste ano. O vídeo enviado por um internauta foi feito no início da noite deste domingo (16), próximo à Bacabeira.

Para agentes da Polícia Rodoviária Federal do Maranhão (PRF-MA), com a pista muito estreita e muitos carros, é normal o fluxo de carros ficar cada vez mais lento, sobretudo, na volta de todos os feriados, quando muitos resolvem voltar no último dia de descanso para São Luís.

Há indícios de que a duplicação até Bacabeira só estará pronta em 2018. Entidades políticas, entre elas deputados da Assembleia Legislativa do Maranhão, cobraram durante todo o ano passado, após várias tragédias no trecho, ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que prometeu a finalização da obra em breve.

 

PRF inicia Operação nesta quinta-feira

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) começa amanhã, quinta-feira (13) a Operação Semana Santa com reforço do policiamento nas rodovias federais do País. As ações do Órgão terão início às 00h da quinta-feira (13) e vão até às 23h59 de domingo (16). Durante este período, policiais rodoviários federais reforçarão a fiscalização nos trechos com maiores índices de acidentes e crimes, de acordo com estatísticas do Órgão. Na mesma operação, em 2016, a PRF registrou uma redução de 18% no índice de óbitos e de 44% no índice de acidentes graves em rodovias federais, em relação ao mesmo período em 2015.

A operação visa, além da diminuição do número e letalidade dos acidentes, garantir segurança e fluidez do trânsito aos usuários das rodovias federais e contará com atividades para diminuir a incidência de acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, ao uso inadequado do cinto de segurança e às ultrapassagens indevidas. Também serão realizadas ações operacionais direcionadas para o combate à criminalidade.

Os planejamentos para as ações da PRF fazem parte da Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011 – 2020, lançada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e que o Brasil se comprometeu a adotar medidas para reduzir a violência no trânsito. O Brasil, assim como os demais países signatários das medidas da ONU, estipulou uma meta de redução de 50% das mortes no trânsito na década 2011-2020.

O planejamento das ações da PRF nesta Operação Semana Santa levaram em consideração a análise de dados estatísticos com foco no comportamento dos motoristas e nas características dos acidentes graves, ou seja, acidentes que resultem em vítima fatal ou vítimas ferida gravemente. A análise permitirá a otimização dos recursos humanos e materiais da instituição, focando a fiscalização em pontos e horários críticos para coibir comportamentos de risco como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e a mistura perigosa de álcool e direção.

Fiscalização

Durante os quatro dias de operação, a PRF fará fiscalizações de motocicletas, com foco nas infrações que potencializam a ocorrência de acidentes e sua gravidade como uso e regularidade do capacete, equipamentos obrigatórios, sistema de iluminação e habilitação.

Policiais rodoviários federais também reforçarão as fiscalizações de ultrapassagens forçadas ou proibidas, além de conferir se os motoristas estão utilizando o cinto de segurança e os dispositivos adequados para o transporte seguro de crianças.

Educação para o trânsito – Além do patrulhamento ostensivo, a PRF também promoverá ações educativas buscando sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro. Em alguns postos, o condutor será convidado a assistir a vídeos que mostram comportamentos inadequados no trânsito e as consequências dessas condutas. Os motoristas têm a oportunidade de fazer uma reflexão sobre suas atitudes e assimilar novos hábitos.

Restrição de tráfego

A PRF restringiu o tráfego de alguns tipos de combinações de veículos, em razão da segurança para os demais veículos em momentos de ultrapassagens, já que, dificultam estas manobras. Assim, o tráfego de Combinações de Veículos de Cargas (CVC), portadores de Autorização Especial de Trânsito (AET), de Combinações de Transporte de Veículos (CTV) e Combinações de Transporte de Veículos e Cargas Paletizadas (CTVP), portando ou não a AET, bem como o trânsito dos demais veículos portadores de AET será restrito nos trechos de pista simples em determinados dias e horários.

A restrição visa aumentar a fluidez do trânsito nas rodovias de pista simples, maior parte da malha viária nacional. Nos dias e horários de maior movimento, esses veículos não poderão transitar. Essa restrição não será aplicada nos estados de Acre, Amazonas, Roraima e Rondônia.