Shopping da Ilha deve melhorar acesso para pessoas com deficiência

A Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Comarca da Ilha realizou nesta quarta-feira (29) uma audiência de conciliação, envolvendo representantes da Sá Cavalcanti Participações, Shopping da Ilha, Companhia Energética do Maranhão (CEMAR), e Município de São Luís, demandados em ação popular ajuizada por uma pessoa com deficiência, também presente à audiência. Na audiência, presidida pela juíza Alessandra Arcangeli (respondendo pela unidade judicial) ficou acordado que a CEMAR e Shopping da Ilha se comprometeram a, no prazo de 15 dias, protocolarem junto ao Município de São Luís (SEMURH) projeto/relatório de adequação técnica de acordo com a NBR 9050, que estabelece critérios e parâmetros técnicos quanto ao projeto, construção, instalação e adaptação do meio urbano e rural, e de edificações às condições de acessibilidade.

Ficou acertado, ainda, que o Shopping da Ilha submeterá ao Município de São Luís, no mesmo prazo, o projeto arquitetônico atual da edificação, a fim de que o órgão competente municipal analise a edificação de acordo com as normas técnicas sobre acessibilidade. O Município de São Luís, por sua vez, se compromete a, no prazo de 30 dias, analisar o projeto/relatório apresentado pela CEMAR, Shopping da Ilha e Espaço Reserva (Sá Cavalcante), oportunidade em que deverá apontar quais itens devem ser regularizados/reparados, a fim de que se adéquem às normas técnicas sobre acessibilidade ao shopping.

ENTENDA O CASO – A ação tem por objetivo a condenação das empresas em obrigação de fazer, visando à promoção de adaptações que eliminem as barreiras arquitetônicas existentes na referida área do Shopping da Ilha e Espaço Reserva, a fim de que atenda as normas e padrões técnicos de acessibilidade das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida. O autor narra na ação que as áreas interna e externa do Shopping da Ilha interna apresentam vários problemas que comprometem o direito de ir e vir desse público.

Segundo o autor da ação, toda a área do shopping tem o número de rampas de acesso nas calçadas insuficiente, totalizando seis rampas na frente, duas na lateral e nenhuma nos fundos do imóvel. “A pessoa portadora de deficiência ou com mobilidade reduzida não tem vez nos elevadores devido à falta de ascensorista; diversas calçadas quebradas e postes de energia em cima das calçadas; rampa de acesso no último piso sem os parâmetros da norma 9050; o último andar tem o nível do piso diferente do elevador e a maior parte da calçada é tomada por mato e sujeira.

A ação destaca que a situação do Shopping da Ilha e seu entorno já perdura por mais de seis anos. Ainda assim, os responsáveis têm se mostrado desinteressados em promover voluntariamente as obras para alcançar esse fim. “Frente a desídia dos motivadores em promover as adequações de seu espaço, imperiosa é a imediata concessão de medida antecipatória que obrigue a mesma a realizar os ajustes necessários à eliminação de qualquer barreira ao trânsito de portadores de deficiências ou com mobilidade reduzida”, relata o autor.

Por fim, ficou acertado na audiência que a CEMAR e o Shopping da Ilha, caso o Município aponte desconformidades, deverão apresentar no processo, em 30 dias, projeto de adequação. “O Shopping da Ilha se compromete a, no prazo de 30 dias, regularizar o desnível dos elevadores com o piso apontado no pedido, bem como a manter campanhas de conscientização dos usuários do Shopping no sentido de se garantir a prioridade no acesso aos elevadores por pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e outras prioridades legais. O Shopping da Ilha se compromete a, no prazo de até 60 dias, realizar a recuperação e limpeza das calçadas do entorno do Shopping e do Espaço Reserva”, conclui a Ata de Conciliação.

Quadrilha se passa por clientes e leva bolsas de loja em shopping de São Luís

Duas mulheres e um homem entraram em uma loja de bolsas em um shopping no Maranhão Novo, em São Luís, se fizeram passar por clientes para cometer furtos, nesta segunda-feira (26).

Se acordo com uma funcionária da loja, o trio chegou na hora do almoço, aproveitando que haveriam poucos funcionários na loja.

“Tudo aconteceu muito rápido. Primeiro entrou um homem, que apontou quais bolsas ele queria. Depois entrou uma mulher, que pega as bolsas e coloca no chão. Por fim, os dois distraem a vendedora, enquanto uma outra mulher entra e leva as bolsas”, descreveu a funcionária, que preferiu não ser identificada.

A movimentação foi registrada pelas câmeras de segurança do Shopping.

Em nota, a direção do Shopping da Ilha afirma que está prestando todo apoio à Arezzo para identificar os assaltantes.

Governo inicia atendimento da população no Espaço Mais Saúde no Shopping da Ilha

O Governo iniciou, nesta sexta-feira (9), o atendimento da população no Espaço Mais Saúde, instalado no Shopping da Ilha. A atividade, desenvolvida dentro da programação do Março Mulher, foi concentrada em uma sala do primeiro andar do shopping.

Funcionários e clientes tiveram acesso à aferição de pressão arterial, teste de glicemia capilar, avaliação nutricional, além de ações educativas em saúde e emissão de cartão do SUS. O Espaço Mais Saúde funcionará durante todo o mês de março, no Shopping da Ilha. Os atendimentos ocorrem de segunda a sexta-feira das 10h às 22h, e no domingo das 14h às 20h.

“O Espaço Mais Saúde é uma parceria entre o Shopping da Ilha e o Governo do Estado do Maranhão. O serviço vai funcionar até o final do mês oferecendo os mais diversos serviços da Secretaria de Estado da Saúde para a população como imunização, aferição de pressão, glicemia e atendimentos médicos”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Francilene Pereira, 33 anos, aproveitou o horário de almoço para fazer uma avaliação nutricional com a equipe da Secretaria de Estado da Saúde (SES) que está de prontidão no Espaço Mais Saúde. “Eu gostei muito dessa iniciativa, porque aproveitei meu horário de almoço para cuidar um pouquinho da minha saúde. O melhor é que toda semana vai ter orientação e educação em saúde com diversos especialistas para tirar nossas dúvidas. Achei sensacional”, afirmou a promotora de vendas.

Fabíola Bogéa Portela, de 33 anos, é funcionária de uma loja do shopping e descobriu que precisa ter mais atenção com a própria saúde. “A gente nunca tem tempo né? Com um horário de almoço tão corrido, nem tento ir procurar um médico, porque não iria dar. Com esse espaço pertinho de nós fica mais fácil. Eu fiz aferição de pressão, glicemia e avaliação nutricional para ter uma alimentação mais saudável”, afirmou.

Mais Saúde Mulher no Cintra

Neste fim de semana será realizada a primeira edição do Mais Saúde em 2018, como parte da programação alusiva ao Março Mulher, desenvolvida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). A ação, executada pelo Governo do Maranhão, disponibiliza atendimentos de saúde na área da atenção básica e cidadania, a partir das 8h de sábado (10) e segue até às 12h do domingo (11), no anexo do Centro Integrado do Rio Anil – Anexo do Cintra, no Anil.

O Mais Saúde teve sua primeira edição em agosto do ano passado e, em apenas cinco meses, realizou oito edições – duas delas especiais, uma dedicada às crianças e outra com foco nos animais de estimação.

No total, 68.394 pessoas foram atendidas durante as ações realizadas na Vila Embratel, Anjo da Guarda, Coroadinho, Maiobão, Cidade Operária, Vila Cafeteira, Caratatiua/Alemanha e Cidade Operária/UEMA.

OUÇA: População cerca guincho e impede Uber de ser recolhido em SL

(Imagem via Whats App)

Da redação

Um fato inusitado aconteceu no final da noite de ontem (01), em frente ao Shopping Rio Anil, em São Luís. Um veículo do Uber estava sendo recolhido pelo guincho quando a população em frente ao local tentou impedir o ato e cercou o veículo das autoridades. Taxistas e população estavam exaltados até que, após muito bate boca, o agente de trânsito não rebocou e nem apreendeu o veículo.

Ainda na semana passada foi revelado pelos motoristas do Uber à reportagem do Página 2, que os taxistas estariam chamando o Uber até o Rio Anil Shopping fingindo serem clientes para então serem apreendidos. A atitude que gerou revolta nos populares nas redes sociais, o que culminou no ato de defesa corporal.

É o que confirma o presidente da Comissão dos Motoristas Privados Parceiros de Aplicativos de São Luís (que, por motivos de segurança, preferiu não se identificar nesta reportagem). Ele informou à reportagem que o mesmo ocorreu na noite de ontem. “Um parceiro nosso foi solicitado para o Rio Anil shopping e chegando lá um taxista informou ao agente de trânsito que ele era Uber. O agente então solicitou a ele os documentos informou que o veículo estava sendo apreendido, mas a população viu a situação e interviu pelo motorista”, disse.

Ao todo, o aplicativo já tem 900 motoristas cadastrados, de acordo com a Comissão. Ainda segundo os membros, até o momento, três veículos do Uber já foram guinchados até o final de maio deste ano, sendo um em frente ao Aeroporto Internacional Marechal Hugo da Cunha Machado, o segundo também foi na entrada do Shopping Rio Anil, já o terceiro foi guinchado em frente ao Shopping da Ilha.

Ouça o áudio do momento do ‘barraco’ criado em frente ao Shopping Rio Anil:

Viva inaugura novos serviços em shopping no Ipase

Na tarde desta quinta-feira (25), o Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Estado do Maranhão (Procon/MA) realizou a cerimônia de inauguração dos serviços da Receita Federal, da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), da Central de Cartórios e da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), no Viva do Shopping da Ilha.

A expansão de novos serviços no Viva marca a fase de descentralização das unidades em todo o Estado, iniciada em 2015 pelo Governo do Estado, que prioriza a excelência dos serviços públicos e o acesso aos direitos básicos dos cidadãos no Maranhão.

Pela Receita Federal, serão oferecidos os serviços de agendamento para atendimento presencial, parcelamento de débitos da Receita e procuradoria da fazenda, além de consultas de débitos da divida ativa da União. Na Sefaz, entre os serviços, estão os de emissão do Dare, IPVA, certidão negativa de débitos, certidão da divida ativa e benefícios fiscais (ICMS/IPVA).

Na Central de Cartórios, serão realizadas a emissão de certidões solicitadas em cartório e a 2ª via-Registro das pessoas naturais, do tabelionato de notas naturais, do registro de imóveis, do registro civil de pessoas jurídicas e, ainda, de títulos e documentos, e demais atividades inerentes ao Cartório.

No guichê da SMTT, o cidadão poderá optar pelos serviços de extrato de multa e emissão da credencial de pessoa com deficiência envolvendo idoso, pessoa com deficiência, oficial de Justiça e morador de praia.
Além dos serviços já citados, a unidade contará, também, com um totem do Cartório de Protestos que oferece consulta gratuita de protesto em todos os cartórios do Brasil conveniados ao CNP.

Durante a inauguração, o presidente do Procon/MA e do Viva, Duarte Júnior, pontuou as características mais fortes que resultaram na expansão dos novos serviços. “Nosso objetivo é desburocratizar e tornar o serviço público ainda mais rápido e eficiente. Por isso, estamos buscando parcerias com outros órgãos públicos, sem qualquer custo, para que eles possam utilizar a nossa estrutura e garantir serviços aos cidadãos, em um único local, com qualidade, conforto e segurança”, disse.

“Pelo totem do Cartório de Protestos, possibilitamos à população o acesso à existência do protesto ou não no seu CPF. Com isso, popularizamos não somente o nosso serviço como a eficiência do Viva em reunir serviços tão importantes em uma só estrutura”, afirmou Paulo de Tarso Guedes Carvalho, Presidente do Instituto de Protestos do Maranhão.